História I only know love you. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Lucas Olioti
Tags Youtube
Exibições 283
Palavras 927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Como tudo começou.


Fanfic / Fanfiction I only know love you. - Capítulo 1 - Como tudo começou.

Era exatamente 10h da manhã de uma segunda-feira e eu havia acabado de acordar com o sol entrando pela janela do meu quarto. Me levantei e fui ao banheiro fazer minhas higienes e logo depois desci até a cozinha para comer algo.

Bem, meu nome é Manuella Almeida, mas todos me chamam de Manu, tenho 1,60 de altura, olhos escuros quase igualados a cor de meus cabelos, tenho 19 anos e moro sozinha em um apartamento em São Paulo e faço faculdade de nutrição.

Segunda eu só tinha aula as 13h então decidi dar uma passada na academia, sempre que eu tinha tempo e claro disposição, eu ia. Estava trocando de roupa quando chegou uma mensagem da minha melhor amiga Clara.

Clarinha, às 10:58 : Bom dia querida, arrumei uma festinha para gente ir mais tarde e dessa vez você não irá furar comigo.

Manu, às 10:59 : Festa, em plena segunda-feira dona Clara?

Clarinha, às 10:59 : Sabe como é né? Te busco as 21h, beijos. 

Clara sempre era assim, sempre inventava festa para irmos, eu não era tão chegada em festas, gostava mais de ficar em casa, eu gostava de ser sozinha, de ficar sozinha. Mas já tinha furado tantas vezes com a Clara que dessa vez, só dessa vez eu iria.

Fui para a academia, para a faculdade e logo cheguei em casa exausta louca por um banho e minha cama, mas já estava na hora da festa.

Tomei um banho frio bem demorado, coloquei um short jeans de lavagem escura de cintura alta, uma regata bem justa branca e um salto alto preto, fiz um coque bagunçado, uma maquiagem bem marcada e desci para esperar a Clara. Tirei algumas fotos e postei uma no instagram e em menos de alguns minutos recebi várias curtidas.

Clarinha, às 19:42 : Estou aqui embaixo, anda logo!

Peguei minha bolsa e desci. Clara estava parada com o Santa fé em frente do meu prédio.

– Afinal, onde é essa festa? - Eu disse entrando no carro e já colocando o cinto.

– Na casa de uns Youtubers.

– Lá vem você com essas histórias de youtubers.

Clara tinha um canal no youtube e tinha muitos amigos que também tinham com muitos inscritos, nunca entendi muito bem essa história e como isso funcionava. Ela sempre me chamava para ir na casa deles, mas eu como não gostava nunca quis ir. Chegamos perto em uma casa enorme e logo do lado de fora dava para escutar o funk bem alto.

Entramos e logo fomos recebidas por um dos meninos que morava na casa, baixo, com os cabelos bem bagunçados e algumas tatuagens, segurando um copo com algo que não sabia oque era, ele tinha uma tatuagem na mão no qual estava escrito "yeah" e por algum motivo ri dela.

– E ai Clarinha, quem é sua amiga? - Ele disse logo depois de soltar Clara de um abraço.

– Manuella, mas me chama de Manu. - Falei e estendi a mão para cumprimenta-lo.

– Lukas. - Ele disse com um sorriso no rosto. - Pode ficar a vontade, a casa é sua.

Clara logo foi me arrastando para a cozinha onde havia várias bebidas. A casa estava lotada e a maioria das pessoas que estavam lá eram homens e todos youtubers, alguns rostos eu reconhecia, mas boa parte nunca tinha visto antes. Fiquei "viajando" um pouco e quando me dei conta Clara já não estava do meu lado, um dos motivos pra não gostar de ir a festas com ela, sempre ficava sozinha.

Fui andando pela casa tentando não me esbarrar com tantas pessoas que estavam muito alteradas, chegava a ser engraçado. Me sentei no sofá e logo o tédio tomou conta de mim. Eu não conhecia ninguém, Clarinha havia me deixado sozinha.

Já estava preparada pra levantar daquele sofá depois dos 30 minutos mais lentos da minha vida, até que uns dos garotos se sentou do meu lado.

– Você parece bem entediada. - Ele tirava o boné e ajeitava o cabelo de um jeito engraçado. - Bem, me chamo Lucas Olioti ou Teddy, se você preferir.

– Prazer, Manuella ou Manu. - Eu disse e ele sorriu.

Ele tinha um sorriso bonito.

– Eu nunca te vi por aqui, você é amiga do Lukas e do Daniel?

– Na verdade vim com a Clarinha, provavelmente você deve conhecer ela. Mas ela me deixou sozinha e entediada.

– Agora você não esta mais sozinha, farei companhia a você. - Ele sorria e eu acabei ficando feliz por ter alguém pra conversar.

Ele era bem engraçado, era fofo, contava piadas idiotas. Ele me contou que tinha um canal no youtube com quase 4 milhões de inscritos. Passamos boa parte da noite conversando, até que resolvi ir atrás da Clara para irmos embora. Oque não foi uma boa idéia, Clara estava mais que bêbada e minha única opção naquele momento era chamar um táxi.

Era 02h da manhã e eu estava na frente daquela casa que ainda tocava funk alto, sim, em plena segunda feira, esperando o táxi e nada dele aparecer.

– Ei, já vai embora? - Lucas apareceu como sempre ajeitando o cabelo. - Cadê a Clarinha?

– Clarinha não deve nem lembrar o próprio nome.

– Ah, não seja por isso, eu te levo em casa, vem.

Eu nem tive tempo de pensar em uma resposta e ele já foi me puxando pelo braço para o carro.

Era 08h da manhã e eu escutava meu despertador tocar, eu estava com tanto sono, Lucas me trouxe em casa ontem, ele é uma pessoa legal, era gentil, engraçado. E também era bem bonito.


Notas Finais


Olá, então estou começando a escrever essa história e espero que gostem, não sei quando irei postar o próximo capítulo, mas espero que o mais rápido possível. Beijinhos. 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...