História I Promise - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chloë Grace Moretz, The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Glenn Rhee, Lori Grimes, Maggie Greene, Michonne, Negan, Personagens Originais, Rick Grimes, Ron Anderson, Rosita Espinosa
Tags Chandler Riggs, Chloe Grace, Twd, Zumbis
Visualizações 74
Palavras 908
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Meu user do wattpad: @littlepandicorn__

Capítulo 24 - Do you think it's safe?


Carl

Eu andava em cima dos trilhos, me equilibrando, Michonne andava em meu lado comendo uma barrinha de cereal e meu pai andava mais a frente, a passos firmes.

Desde que eu e Michonne voltamos na casa, ela tinha sido invadida por homens, a sorte que meu pai conseguiu sair a tempo de nos avisar. E saímos andando pelos trilhos.

-Olhem só aqui.- meu pai chama e eu e a negra andamos mais rápido para o acompanhar. Vimos uma placa.- Terminus.

-Você acha seguro?- Michonne pergunta.

-Podemos arriscar. Mas vamos ser cuidadosos.- meu pai reponde.- Aqui diz que é só seguir a linha.- olhamos para a linha do trem e começamos nossa longa caminhada.

 Gleen

Paramos o carro em frente a um túnel, o mesmo estava com vários carros congestionando a passagem. Ouvimos alguns gritos vindo do túnel.

Olhei para o ruivo e assenti, preparei minha arma assim como Abraham e Rosita.
Fomos andando com calma até os carros, escalamos alguns e finalmente chegamos ao barulho.

Alguns zumbis se aproximavam de uma pessoa. A mesma estava deitada enquanto chorava e apontava a arma para o zumbi.

Atirei no zumbi e a pessoa olhou ao redor, passou seus olhos em mim e se espantou.

-Gleen?- sua voz rouca se fez presente.

Forcei minha vista, por estar escuro e me surpreendi por saber quem era aquela mulher.

-Maggie!

[...]

Nos estabilizamos no túnel, Abraham fez uma fogueira e comemos o pouco que tínhamos.

Em nenhum momento eu soltei de Maggie, a mesma estava com seu pé torcido, por uma sorte tínhamos um kit de primeiros socorros e enfaichei o pé dela.

Agora estávamos deitados para dormir, a dias não dormia por que estava a procura de minha namorada. Rezando para que ela não estivesse morta. E agora ela está aqui, em meus braços. Segura.

-Gleen?- me chama.

-Hum.- murmuro.

-Ainda tem aquela foto?- perguntou se referindo a uma foto que eu tirei dela enquanto dormia. Concordei e ela estendeu a mão.- Me dê ela.

Ainda confuso com seu pedido, entreguei a foto e a vi rasgar.

-Por que fez isso?

-Por que você não vai precisar mais da foto.- respondeu óbvia.- Estarei de agora em diante perto de você. Não precisa mais.

Beijei seus lábios e logo em seguida sua testa. Encostei minha cabeça na mochila e fechei meus olhos, dando um longo suspiro.

Daryl

Passei dias e noites a procura de Beth, mas nada dela. Vi somente um carro preto a levando embora. Mesmo não possuindo fé nenhuma, eu rezei para que a loira estivesse bem.
Assim como o resto do meu grupo.

Ando dias e noites por rastros na floresta. Mas não acho muita coisa além de zumbis e poucos animais.

Por incrível que pareça, em uma das minhas buscas eu conseguir encontrar uns homens. Tive que ir com eles, ou se não eu morreria.
Não que eu tivesse medo de morrer, mas ainda tenho esperanças de encontrar meu grupo. E eu não morreria tão fácil assim.

[...]

Tinha acabado de voltar de uma caçada onde eu achei um coelho. Trouxe-o em um pano e coloquei ele no meu canto do grande galpão.
Tinha saído na mata para urinar e quando voltei não achei o pano. Enfureci ao ver que meu coelho estava com um dos caras que eu mais odeio do grupo.

Andei enfurecido em sua direção.

-Você está com o meu coelho!

O cara me olhou debochadamente.

-Cala a boca, eu que achei. Vai lá pro seu cantinho Daryl.

Fechei meus punhos pronto para socar o cara, porém o líder deles chegou a tempo de impedir.

-Ei galera, vamos com calma!- ficou entre nós dois.- De quem é esse coelho?

-Meu.- eu respondi.

-Vai acreditar nesse cara?- o outro cara pergunta para o seu líder.- Estou com você a mais tempo.

O líder nos olha por longos minutos, todos que estão no galpão pararam de fazer suas coisas para nos observar.
O líder olhar para seu amigo e saca sua arma apontando para o outro cara.

Me assusto pela sua atitude.

-De agora em diante Daryl faz parte de nosso grupo. Aquele que se meter com ele, mexe comigo.- o líder fala em alto e bom som.- Entendidos? Ótimo, vamos sair por que Kiam encontrou algumas pessoas na estrada.

Violet

Depois do que aconteceu na casa, fomos embora a procura de algo. Estava com Judith no colo, a mesma estava olhando ao redor curiosamente.
Passava mais tempo com ela, a pequena me lembrava seu irmão. O que é muito bom, assim posso reviver as memórias que tive com o garoto.

Carol andava silenciosamente atrás de mim, desde que atirou em Lizzie, andou afastada de mim e Tyresse. Mal fala comigo.

Já estava cansada e com sede. Mas preferi não dizer nada, algo muito bobo poderia atrapalhar nossa ida para qualquer lugar.

-Pega.- Tyresse me estendeu seu cantil. O olho e nego.- Vamos lá garota, bebe.

-Não precisa. É sério.

-Vi, eu sei que está com sede.- o homem fala e suspiro, pego o cantil e bebo longos goles de água.

-Obrigada.

Tyresse sorri para mim e passa a mão em meu cabelo, anda mais na frente para observar.

-Podemos parar?- Carol pergunta fracamente.

O negro a olha e afirma com sua cabeça. Com um suspiro me sento no chão e ajeito a pequena garota no meu colo para que ela durma confortavelmente.
Fecho meus olhos e a última coisa que escuto é Tyresse conversando com Carol.


Notas Finais


Meu user do wattpad: @littlepandicorn__


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...