História I Really Like You - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Nick Jonas, One Direction, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Niall Horan, Nick Jonas, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Jelena, Romance
Exibições 80
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie pessoas. Tudo bem com vocês? :)
Me perdoem se estiver algum erro, eu não estou tendo tempo de revisar.

Espero que gostem! ❥

Capítulo 5 - Five


Fanfic / Fanfiction I Really Like You - Capítulo 5 - Five

Justin POV


— Tudo certo, podemos ir agora? — perguntou ao mesmo tempo que maneava a cabeça até a porta de saída.

— Mas já? — A morena me encarou, incrédula.

Eu dei de ombros como resposta.

— Agora mesmo — eu afirmei com um meio sorriso nos lábios.

— E enquanto ao nosso combinado? — ela me questionou, tirando o avental enquanto saía de trás do balcão, dando-me a visão do seu corpo inteiro.

Aquela calça social preta, a camisa branca justas de botões a deixara incrivelmente sexy do que com aquele vestido da primeira vez que nos vimos. A lembrança e a visão dela naquele momento me fizeram querer apressar ainda mais. Precisava dela. Precisava estar dentro dela. Urgente.

— Apenas vá até o hospital de Manthantan, o Lifelines. Eu mandarei uma mensagem autorizando todos os procedimentos, enquanto ao médico, pode acreditar em mim, ele é o melhor de toda a América. — Eu disse sério, andando pelo meio da multidão e arrastando Selena pelo pulso.

— Tem certeza do que está falando? — ela perguntou desconfiada enquanto me acompanhava.

— Absoluta garota. Agora vamos, quero ter uma noite agradável — eu disse me virando para a mesma.


Selena POV


Eu apenas concordei com a cabeça lentamente, pegando meu celular de botões do bolso e digitando uma mensagem para o meu irmão, afinal queria evitar problemas.

"A menina que faz o turno da madrugada faltou de novo, vou ter que ocupar o lugar dela, cuide da vovó. Beijos: Selena."


* * * 


No mesmo quarto luxuoso do motel eu me encontrava novamente a sós com o Justin.

O loiro estava deitado na cama somente de cueca box preta e eu estava sobre ele apenas de calcinha e sutiã.

Ele me beijava calorosamente enquanto passava as mãos pelo meu corpo. Suspiros eram liberados a cada novo beijo e a cada caricia.

Justin me retirou de cima dele, colocando-me sobra os lençóis vermelhos da cama. Meu sutiã fora retirado as pressas pelas mãos do mesmo e ele logo abocanhou um de meus seios enquanto massageava o outro. 

Eu não esperava por uma atitude dessas. Meu corpo se arrepiou por inteiro por essa caricia inesperada, não pela boca dele em meus seios mas sim quando minha calcinha fora quase destruída e ele me penetrando dois dedos, mas esse momento se fora rápido demais, pois ele tateou o pequeno móvel instalado ao lado da cama afim de pegar um dos preservativos. Assim que ele encontrou, fez questão de abri-lo com presa o colocando em seu membro já ereto e ele saiu de cima de mim deitando-se ao meu lado.

— Venha. — A voz rouca de Justin instalou-se no quarto enquanto convidava-me para deitar-se sobre si.

Eu nada respondi, apenas segui as instruções do loiro.

Justin por sua vez, me acomodou  sobre si, enquanto direcionava seu membro para a minha cavidade.

Houve um certo desconforto por minha parte, tanto pela posição quanto pelo incomodo instalado entra as minhas pernas. Além de Justin ser um homem grande e consequentemente ter um membro avantajado, havia a questão de que era a minha segunda vez.

Um gemido agonizado saiu de meus lábios. Justin me conduzia a subir e descer no seu membro através da minha cintura.

O loiro gemia baixo, enquanto me conduzia cada vez mais rápido sobre membro ereto.

— Vou gozar — Justin disse baixo enquanto mordia o lábio inferior devido ao prazer que se aproximava. Eu apenas concodei com os olhos fechados em meio ao gemido.

Não demorou muito para que Justin jorrasse dentro de mim, enquanto murmurava o quão delicioso era aquilo.


Justin POV


As nossas respirações ainda estavam descompensadas, quando Selena desabou sobre mim, devido ao cansaço. Eu por minha vez, não retirei a garota de cima de mim, deixando-a descansar sobre meu peito, enquanto analisava os traços femininos que ela possuía.

Foram alguns minutos até que a morena adormecesse em meus braços. Continuava a analisa-la. Não conseguia entender como uma garota tão ingenua e tão bonita havia entrado nesse negócio de prostituição. Eu, porém, não conseguia sentir nenhum peso na consciência de participar de tudo isso... Eu só tinha curiosidade em saber como ela havia entrado naquilo.

"O que é que fez você entrar nessa vida, garota?" pensei baixo, enquanto fechava os olhos.


* * * 


Selena POV


Acordei enrolada nos lençóis finos que havia no quarto luxuoso. O loiro estava sentado sobre a cama enquanto lia alguma mensagem no tablet caro de última geração.

— Bom dia. — Eu disse incerta sobre aquela frase. Afinal que prostituta desejava bom dia ao seu cliente? Mas eu acreditava que aquilo era apenas boa educação.

— Bom dia — ele disse seco, sem tirar os olhos da tela.

Nós permanecemos em silêncio. Eu encarava o teto perdida em meus pensamentos, enquanto Justin analisva a tela do dispositivo provavelmente discutindo negócios com alguém quando subitamente deixou o aparelho de lado e me encarou.

— Bem, vamos estabelecer algumas regras para que o nosso combinado ocorra de maneira saldável... A primeira é: obedeça. Eu não tenho tempo para aguentar garotas mimadas. Em segundo: arrume suas malas, iremos viajar durante três semanas, tenho negócios para resolver em outros continentes e não posso perder o dinheiro investindo em você. E por ultimo: tire um passaporte. — Justin listara calmo, enquanto observava meu rosto. Minha expressão se tornou completamente surpresa.

— Viajar? Eu não posso viajar! Tenho meu trabalho e tenho que cuidar da minha avó. E também tem meus estudos, minha faculdade.

— Bem, você terá que ir. Se vire enquanto a cuidar da sua vó. Na questão do trabalho eu arcarei com isso. Já o caso da faculdade, estamos em Junho, garota, você irá entrar de férias nos próximos dias, então, não vejo necessidade de você frequentar as aulas. — Pelo que eu vi Justin conseguia pegar nos ponto fracos das pessoas, no meu caso, era minha vovó. — Enquanto a viajem, se prepare, iremos dos Estados Unidos para a Alemanha. De lá iremos para o Japão e do Japão para Paris. Então, aconselho você a passar em todas essas embaixadas para que consiga os vistos. 

— Eu tenho passaporte, mas não faço a minima noção de como consigo um visto. Enquanto a minha família... o que vou dizer à eles? 

Justin que vestia uma cueca box preta, parou para analisar a situação. Teria que burlar muitas coisas para que tudo desse certo.

— Minta. Fale que você vai em um intercâmbio de férias, eles iram acreditar. Enquanto ao passaporte, vamos fazer isso hoje, tenho uns contatos que iram agilizar essa parte burocrática. — O loiro disse, enquanto colocava a calça social e em seguida os sapatos de couro italiano.

Bufei enquanto negava com a cabeça me levantando e recolhendo minhas roupas.

— Farei o possível para convence-los, Justin. Mas não te garanto nada. — Eu adverti ele, enquanto colocava minha calcinha e em seguida a calça social.


Justin POV


Eu bufei com aquela declaração. Afinal, eu não estava acostumado com frases do tipo: "farei o possível". Normalmente as respostas dirigidas a mim eram: "Sim senhor" , "Claro senhor" ou "Imediatamente" e com Selena não seria diferente.

— Te deixarei em casa. Pegue seus documentos, convença seus familiares e volte. Iremos resolver a questão do passaporte. — Eu disse, de frente a um espelho, enquanto arrumava meus cabelos em frente à um espelho.

Não houve resposta da parte de Selena, a mesma continuou a tarefa de colocar suas vestes enquanto parecia estar perdida em seus pensamentos.


Logos nos encontrávamos dentro do meu carro de luxo, um Audi preto do modelo mais luxuoso possível. Fomos em silêncio até a casa noturna onde a morena trabalhava.

— Bem, te encontro aqui à duas horas, você tem tempo o suficiente para internar a pessoa que precisa no hospital e conversar com seus familiares. — Eu disse com a voz baixa, enquanto observava meu celular. — Já traga suas malas, depois de tirarmos seus vistos partiremos.

— Certo — respondeu ela, retirando-se do carro. 


* * * 


Selena POV


— Bom dia — eu disse calma, enquanto adentrava na minha velha residência.

— Bom dia mana, deve estar exausta. Contribuiu o turno de Demi? — o loiro disse calmo, enquanto retirava a máscara de descanço dos olhos.

— Sim, aquilo foi definitivamente exaustivo... Bem... nós, podemos conversar? — Disse aproximando-me da mesa aonde possuía diversos livros. Provavelmente Niall deve ter passado a noite toda estudando.

— Já estamos conversando irmã — o loiro disse com um humor devido o rumo da conversa.

— Bem, é sobre outras coisas Nini... a primeira é que consegui um hospital para a vovó. — Eu começei com a melhor notícia, com um sorriso meigo, enquanto retirava alguns papéis da bolsa.

— Um hospital? Onde? Quer dizer... como? Afinal, nós não temos dinheiro para pagar um convênio. — Niall disse animado, porém, desconfiado enquanto levantava da velha cadeira de madeira andando de um lado para o outro.

Eu mobilizei-me diante da tal pergunta.

— E-Eu consegui... um dinheiro com um... amigo rico da faculdade... Ele disse que me dará um longo prazo para que eu possa paga-lo — mentir começava a se tornar uma de minhas habilidades, não porque gostava de mentir, mas porque as ocasiões me obrigavam a ter essa atitude.

— Oh... Isso é realmente maravilhoso! Agora mesmo eu vou arrumar as coisas dela e você me diz qual é o hospital que devemos ir. Mas qual a segunda noticia... — O loiro ficou mais calmo, enquanto se escorava no batente da porta da cozinha. 

— Ganhei um intercâmbio para a Alemanha. Ficarei fora por três semanas, fiquei sabendo disso de última hora e devo partir hoje mesmo — as palavras saíram como uma metralhadora da minha boca.

— O quê? Está ficando louca, viajar assim? De uma hora para outra. E ganhou esse intercâmbio de onde? — Niall demonstrou estar nervoso, enquanto se aproximava de mim, andando uma vez ou outra de um lado para o outro, enquanto remexia os cabelos loiros. 

— Vamos com calma, okay? Bem... eu ganhei de uma promoção de uma escola de idiomas, enquanto viajar de uma hora para outra fiquei sabendo disso hoje, de última hora... é minha única chance Niall, sabe o quão bom isso pode ser para a minha carreira, não sabe? Eu prometo que serão somente três semanas — eu disse séria e Niall respirou fundo voltando se para mim.

— Tudo bem. Já que diz que é importante — ele disse, aproximando-se de mim e me abraçando forte.

No meu rosto havia incerteza. Afinal, eu não sabia se tudo isso valia mesmo a pena. Mas quando me lembro da minha avó... em como ela está sofrendo, eu não quero que ela morra, não quero que ela deixe eu e meu irmãozinho sozinhos. Eu não poderia parar de pensar, tinha que ir me arrumar, tinha que obedecer Justin, era o único jeito de ajudar minha vó.


* * * 


Continua...


Notas Finais


Amanhã é a feira de ciências na minha escola, me desejem sorte manas. ✌

E se puderem acompanhar a linda fic da @PJ_Redfield ( https://spiritfanfics.com/historia/high-school-umbrella-6943460 ) Ela é uma excelente escritora. A história é bem interessante e tenho certeza de que vocês vão gostar. Deixem a Paty feliz! ❥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...