História I Remember - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~YoonHi

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook Vhope Namjin Suga
Exibições 20
Palavras 1.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com mais um capítulo aeee

Desculpem os erros

Capítulo 4 - 3 capítulo


               AUTORA ON

- Senhora jeon!.

- Pode entrar - deu espaço para o ruivo adentrar a casa. O mesmo entrou com um sorriso nos lábios.

   Jeon pelo outro lado, ficou olhando aquele ser em sua frente, lábios rosados e cheios, corpo totalmente em forma, cabelos alaranjados, e um sorriso maravilhoso, que fazia seus olhos ficar em dois risquinhos, olhar intenso.

   Jungkook ficou hipnotizado  com a beleza do ruivo, que agora nesse momento, retribuia seu olhar, sem tirar o sorriso de seus lábios rosados.

- Filho, esse é o jimin, jimin esse é o meu filho jungkook. - a mais velha entre eles falou.

- Prazer, jungkook. - o ruivo estendeu a mão para cumprimenta-lo, assim jeon fez.

- Prazer. - sorriu simpático, apertando a mão do outro.

                      ~ ☆ ~

   Depois de mais ou menos uma hora, o ruivo ainda estava ali. Algumas vezes o moreno e o ruivo trocavam olhares, jeon realmente achou jimin muito lindo, mas não queria se relacionar tão cedo, primeiro: acabou de terminar um relacionamento, segundo: não queria se machucar novamente, queria poder confiar na pessoa que estava ao seu lado, dizendo que te ama.

   Queria poder confiar em alguém novamente.

   Foi tirado de seus pensamentos, quando a voz de sua mãe se fez presente.

- Está cedo jimin, não precisa ir agora.

- Não se preocupe, creio que quer ter um tempo com seu filho.

   Jeon, nem ao menos prestava atenção no que eles tanto conversavam, no que tanto falavam, parecia se conhecer a anos.

- Não precisa, não está incomodando  nada, aliás já ia subir para o quarto. - jeon se fez presente, sua mãe realmente não queria que o ele fosse embora, sempre gostou da companhia do ruivo. - estou um pouco cansado. - sorriu e subia para o quarto, sem dar tempo de sua mãe falar algo.

- Certeza? Eu... - o ruivo iria falar para a mais velha mais foi cortado.

- Não se preocupe, ele sempre foi assim, ainda mais agora que ele precisa de um tempo para pensar. - sorriu triste, logo mudando de assunto. - vamos fazer bolo? - jimin soltou um riso anasalado, pela pergunta da mais velha, assentindo e seguindo para a cozinha.

                  ~ ☆ ~

   Por outro lado, jeon, quando chegou em seu quarto, deitou em sua cama, olhando fixamente para o teto, não demorou muito para que chorasse, virou ficando de cara no travesseiro, ainda chorando, gritou, gritou muito, como se aquilo fosse tirar todos aqueles sentimentos ruins que sentia, gritou ainda mais contra o travesseiro, que abafava seus gritos e choro.

   Levantou, ainda escorria lágrimas pelo seu rosto, foi até o banheiro, se analisou no espelho, e passou uma água no rosto, secando em seguida, com a toalha de rosto que encontrou ali.

   Voltando para o quarto, jeon não chorava mais, estava com uma expressão apagada, sem vida. Sentou em sua cama.

    "Ah, quer saber? Eu ficar aqui chorando? Ficar aqui me lamentando por alguém, que com certeza deve está tendo altas fodas por aí? Se ele fez aquilo, foi porque eu era bonzinho de mais, talvez eu tenha que ser um pouco mais, cara de pau? Um patife? Não ligando para os sentimentos das pessoas? É talvez sim. Assim, como ele não ligou para os meus sentimentos, muito menos para como eu estou agora. É, parece que jeon jungkook, nunca mais será o mesmo."

   Foi aí, que a minha pessoa, tomou a pior decisões de todas. Ah, se eu soubesse.

               ~ ☆ ~

   Desceu novamente para o andar de baixo, encontrando sua mãe e jimin comendo bolo na sala, seguiu para a cozinha revirando as gavetas, e perguntando para sua mãe, onde estariam as chaves, falou que estava em cima do armário, pegou uma cadeira e subiu na mesma e alcançou as chaves, voltando para a sala.

- Vai sair ? - sua mãe pergunta, franzindo o cenho. Olhando seu filho de cima a baixo, este estava com uma calça preta colada ao seu corpo, marcando bem as suas pernas definidas, uma blusa toda branca, por de baixo de uma blusa quadriculada cinza com mangas, que estavam dobradas até seu cutuvelo, e com os cabelos pretos, lisos e arrumados.

- Vou sim. - sorriu para a mesma, e se aproximou, fazendo tanto a mais velha quanto jimin sentir seu perfume amadeirado, deu um beijo na testa de sua mãe, e um aceno para jimin. Caminhou até a porta, abriu e falou antes de sair . - não precisa me esperar voltar, estou com as chaves. - saiu.

                  ~ ☆ ~

- Vai atende.- o moreno estava com o celular em sua mão, colada a orelha. Ainda na rua de sua casa, caminhava lentamente, esperando que o amigo atende se o celular.

- Alô ? Jungkook? - falou a voz que tanto conhecia.

- Oi hyung, sou eu sim. - falava com um sorriso no rosto, estava com saudades do amigo.

- Jeon, quanto tempo. Você é um idiota sabia?, nunca mais falou comigo. - jurava que seu amigo estava com um bico adorável, formando em seus lábios. - e então... pra que ligou?

- Nossa. - fez uma voz fingida de chateação. - depois de tanto tempo você me trata assim?. Pelo visto não mudou nada. - soltou uma risada.

- Lógico, ficou o que, um ano sem me visitar?. E não, não mudei. - acompanhou o moreno no riso. - enfim cospe logo, o que você quer ?.

- Queria te chamar para sair, faz tanto tempo que não nos vemos, - suspirou -estou com saudades hyung.

- Ah, eu sei que faço falta, não tem como não me amar. - gargalhou assim que ouviu o moreno bufando.

- Vai querer ou não?. - revirou  os olhos.

- Calma. Menino azedo - ouviu o amigo murmurar. E riu.

- Azedo eu ? Certeza? - perguntou ainda rindo, já tinha chegado no ponto de ônibus, ficou ali parado até terminar a conversa com o amigo.

- Cala a boca jeon. - ouviu o outro bufando. - vou sim, vai ir aonde?.

- Não sei. - deu de ombros. - foi por isso que liguei. Só quero um lugar para me divertir e beber.

- Tu é muito interesseiro. - deu risada e o moreno também. - onde você tá?.

- sou nada. na esquina da casa da minha mãe. No ponto de ônibus.

- Ok, já tô indo.

   Desligou o celular sem esperar respostas, o moreno apenas riu fraco negando com a cabeça.

   Precisava beber, ficar um pouco "longe" de tudo, um pouco desligado. Precisava sair, se divertir, beber, beijar muito. E nada melhor que fazer isso tudo, junto de seu amigo, era sempre melhor com ele do que sozinho. Sempre foram amigos, nunca perdeu o contato, só não se viam mais.

   Não que não tinha outros amigos, mas sempre foi ele, não confiava em ninguém mais - de amigos - que não fosse ele.

   Ficou ali parado com os braços cruzados, observando a rua movimentada, muitos saindo de seus trabalhos e indo para casa, e outros rumo ao trabalho. Respirou fundo de olhos fechados, quando abriu e olhou para o lado, viu um carro preto se aproximando, logo parando em sua frente e o vidro do carro - também preto - baixando, revelando quem tanto esperava.

- Jeon jungkook.

- Min yoongi.

   Falou ja abrindo a porta do carro e entrando, balançou os cabelos loiros do outro, recebendo um murmúrio de volta " vai se fuder" baixo, mais o suficiente para o moreno ouvir.

- Espero que seja divertido tanto para você , quanto pra mim. Dei uma desculpa qualquer para minha namorada. Ela não gosta muito que eu fique bebendo . - falou num sussurro, como se estivesse contando um segredo. E o moreno não aguentou, acabou rindo.

- Outra? Caralho, tu não mudou mesmo. - falou ainda rindo.

- Vai se fuder jeon. - falou dando um tapa na cabeça do moreno, que murmurou de dor. - agora é sério. Vou ficar com ela. Mas só que.... não dá para largar a bebida de uma hora para outra. - se defendeu.

- Sei. - falou ainda desconfiado e risonho, recebendo um olhar mortal de seu amigo. - tá bom, parei. Onde vamos?

- Espera pra ver. - sorriu e deu partida com o carro.


Notas Finais


Olha quem apareceu kskskksks...comentem, falem oq acharam...bjos ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...