História I Saw You Leave - Camren - Capítulo 48


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Camren
Visualizações 160
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Volteeeei! Bom gente, eu não posso deixar de voltar a falar da segunda temporada... Eu estou pensando MUITO em fazer e tenho muitas idéias. É só comentar.
Um beijo pra todo mundo e obrigada. Volto logo logo ♥

Capítulo 48 - Não é como nos filmes


POV LAUREN

 

“Todo caminho que eu sigo me leva a você, e quanto mais tento fugir eu me aproximo mais...”

 

Eu estava mais uma vez presa no mundinho só meu... Onde só existe eu e meus pensamentos. Ás vezes é tão bom se permitir estar só você e você. É como se você não existisse por alguns preciosos segundos, é nesses segundos que a gente coloca a cabeça no lugar, que a gente relaxa... Eu não estava sendo eu. Sempre encarei muito bem  os problemas e agora eu estava me vendo ir para outro lado do mundo... E o melhor de tudo, sem avisa-la. Será que eu estava ficando louca? Será que eu não pensei nela num só segundo? Eu fiz tantos planos... Infelizmente nenhum deles se encaixa com ela. Eu não sei como dizer, eu não sei como ela irá reagir. Eu só sei que vai doer, eu não me lembro de como me apaixonei Camila Cabello... Eu só me lembro de ter sido uma das melhores sensações.

— E agora? Como fica? — Perrie perguntou enquanto lixava suas unhas

— Você reage normalmente, eu acabei de sair das mãos de seqüestradores... Não se importa? — Digo incrédula e ela revira os olhos

— Você não está bem?

— Estou. — Respondi

— Então... Lauren, você devia me agradecer, eu estou embarcando com você nessa loucura! — Disse deixando sua lixa em cima de uma estante

— É... Eu tenho que te agradecer por tudo. — Eu digo e ela sorri

— Seth está animado pra recomeçar a vida dele em Nova  York. — Assim que a loira fala no garoto ele aparece na sala

— Titia Laulen, eu senti saudades — Ele disse e me abraçou com seus bracinhos pequenos

— Eu também senti meu anjo!

— Seth vai pro quarto, toma seu banho, escova os dentes e cama... — Olho para a mulher que rapidamente tira os olhos do garoto

— Perrie, ele acabou de chegar. Já chega né? — Disse e me levantei pra colocar um DVD — Você quer assistir algum filme meu amor? — Perguntei para o menino que assentiu freneticamente

— Eu quero assistir Homem Aranha! — Seus olhinhos brilharam quando falou no super-héroi — Coloca por favor por favor titia Laulen!

 Vi Perrie bufar e sorri.

— Eu irei colocar. — Digo e ponho no filme que pediu

— Eu vou fazer pipoca — Pela primeira vez vi Perrie animada

— Já volto, ok? — Beijei a testa do pequeno

— Uhum. — Deu de ombros porque estava concentrado no filme

Fomos para a cozinha e Perrie preparou a pipoca. Coloquei alguns salgados e refrigerante em uma bandeja e levei para a sala. Mas vi que Seth já dormia e o filme havia acabado de começar... Chamei Perrie que o colocou na cama e desligou a luz do seu quarto. Voltamos para a sala e resolvemos comer sozinhas aquelas besteiras.

— Sabe no que eu estava pensando? — A loira disse cortando o silêncio

— No que? — A olhei e ela riu

— No quanto a gente toma atitudes precipitadas... Quando resolvi vim para Los Angeles eu estava a procura de um trabalho, acabei engravidando do Seth... De inicio, abortar foi uma das escolhas que o pai dele me deu. E eu confesso que foi uma das minhas também. — Ela contou me surpreendendo, ela nunca revelou sua história — Hoje, quem seria a minha motivação pra continuar aqui na Califórnia? Pode parecer estranho o comportamento que tenho com meu filho, mas eu o amo acima de tudo Lauren. — Concluiu e eu a abracei

— Seremos com uma família em Nova York. O pequeno irá se adaptar aos poucos, mas Perrie, quebra um galho pro garoto... Ele merece os direitos que toda criança tem. Você não o deixa praticamente nem respirar. — Sinto ela bufar contra meu ombro

— Eu irei tentar mudar...

— Eu tenho certeza que vai conseguir! — Digo esperançosa e ela sorri novamente

— Não está na sua hora? Já são nove e dezessete. Ou prefere dormir aqui?

— Eu gostaria, mas não posso. Nos vemos amanhã, Perrie! Boa noite. — Digo levantando e pego minha mochila

— Descanse. — O carinho de Perrie por mim é  puro amor materno

 

{...}

 

Estava andando pelas ruas quando vejo Camila sair de um carro preto. Paro e vou vou andando mais devagar para observar, eu ainda não havia falado com ela desde o acontecimento... Com certeza ela deve estar me achando o pior ser humano dessa face da terra! Quer saber? Talvez eu seja.

Eu sei o quanto irei machuca-la e tenho noção do quanto... Eu vou me sentir culpada, eu vou me sentir traidora por uns seis anos. Eu não sei se sair de Los Angeles poderá me fazer esquecer de Camila.

Como nossas casas são muito próximas, vi seus pais adentraram na mesma e logo após Camila... Isso aconteceria se ela não percebesse que alguém a observava.

Assim que me olhou, não tardou de caminhar até mim. Senti minhas mãos suarem...

 

— Lauren... — Ela disse e eu abaixei a cabeça

— Camila, eu estou cansada. Podemos conversar na escola? — Ignoro o fato de termos sido seqüestradas 10 horas atrás

— Por que você está assim? O que eu te fiz? — Seus olhos estavam marejados

— Nada, você não fez absolutamente nada... Camila, me desculpa mas eu tenho que entrar... — Tentei mais uma vez e ela se aproximou

— Você não vai entrar até me explicar o que está acontecendo. — Me olhou seriamente e eu respirei fundo

— Não está acontecendo nada, eu só... Estou cansada! — Sorri fraco e vi uma lágrima escorrer de seus olhos

— Você se cansou de mim, é isso? — Ela disse e eu enxuguei a lágrima com o polegar

— Não... Não diz uma coisa dessa. — Me afastei e coloquei a mão na maçaneta da porta

— Desde hoje mais cedo que você me ignora completamente, Lauren. Você está me escondendo algo, eu posso perceber isso... O que foi? Me fala... Eu posso tentar te ajudar! É a sua família? — A vi ficar desesperada

— Eu não estou te ignorando, é só cansaço... Acredita em mim. — Peguei em sua mão e acariciei

— Me beija...

— É perigoso, Camila. Meus pais ou os seus podem ver.  — Eu disse e ela assentiu lentamente mesmo inconformada

— Me promete que vai ficar comigo pra sempre? — Um sorriso lindo nasceu em seus lábios e as suas palavras foram como uma facada no peito

— Eu prometo! — Eu estava mentindo... E isso me deixava mal pelo fato de saber que estou fazendo-a criar expectativas de um futuro que não vai acontecer

— CAMILA! — Ouvi seu pai gritar e ela olhou para trás

— ESTOU INDO! — Gritou de volta e olhou para mim novamente — Eu tenho que ir, Lolo. Boa noite.

— Boa noite Camz. — Disse e não contive as lágrimas

— Por que está chorando? — Perguntou franzindo o cenho

— É só... Meu emocional está abatido. — Digo e ela assente fitando o chão

— Fica bem, o pior já passou! — Disse e me deu um beijinho na bochecha — Até amanhã.

— Até amanhã.

Abri a porta e vi que já estava tudo escuro... Provavelmente estavam dormindo, subi as escadas e adentrei em meu quarto. Que saudades da minha cama... Eu estava exausta.

Nem liguei pra tomar banho ou retirar as roupas e colocar um pijama, apenas me deitei e estava com tanto sono que também não tirei as botas. Me cobri o cobertor mais grosso e minha cabeça martelava. Me permiti chorar por alguns minutos, eu estava engolindo este choro a tanto tempo...

A frase que Camz me disse agora a pouco me veio na cabeça...

 

“Me promete que vai ficar comigo pra sempre?”

Se eu pudesse, eu te prometeria as estrelas mais bonitas deste céu Camila... Mas nada é como a gente quer.

É preciso a gente passar por tantos obstáculos pra saber que nosso destino é incerto... E que nem sempre o final é como os dos filmes.

Eu sinto muito por estragar o seu “e viveram felizes para sempre...”


Notas Finais


👉 Leiam as notas inicias!
❤ Amo vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...