História I see your monsters I see your pain - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Alluka Zoldyck, Gon Freecss, Hisoka, Illumi Zoldyck, Killua Zoldyck, Kurapika, Leorio Paradinight
Tags Gon, Gonkillu, Hunterxhunter, Hxh, Killua, Killugon
Exibições 108
Palavras 1.689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Andy: CHEGOUUUUUUUUUUUUUUU
Wendy: não vamos atrapalhar, boa leitura!!!

Capítulo 9 - Juntos, mais do que nunca


Fanfic / Fanfiction I see your monsters I see your pain - Capítulo 9 - Juntos, mais do que nunca

Pela manhã...
Killua on

Acordo ao sentir uma pontada forte em minha cabeça, parecia uma...agulha...

Sinto braços ao redor de minha cintura, na hora não raciocino completamente, mais ao me tocar que eu avia pedido a Gon que passasse a noite comigo, posso ver pelo espelho a minha frente que fiquei vermelho de vergonha.

Eu me arrepiava mais e mais, a cada respiração sua que se batia em minhas costas, quando inconscientemente ele ainda passava suas mãos por minha cintura, ou mesmo quando falava algo quase em um suspiro perto de meu ouvido. Se eu continuar desse modo com Gon, eu vou a acabar não me aquentando!

Sento-me na cama vagarosamente para não acorda-lo, que pelo que parece foi com sucesso. Estava quase me levantando totalmente da cama com a ajuda de minhas muletas e quando eu ia me levantar algo agarra meu short.... Gon acordou

Gon: K-Killua bom dia, está se sentindo melhor?

Diz ele sonolento.

Killua: e-estou, mais você não queria, v-você tinha me perguntado se... convidado-me para...

Falei todo aquele bolo de coisas mais a frase mais silples "sair com você", pois é, essa pequenina não saía de minha boca de jeito algum, mais sai sem a menor dificuldade da boca do outro.

Gon: Sim, eu te convidei para fazer um pic-nic comigo hoje, foi isso que tínhamos combinado não era?

Uau, ele realmente não sente nada por mim. Meio que, falar essas coisas para quem ama não é fácil, já que ele falou facilmente e calmamente está mais que óbvio que ele não sente nada por mim... Eu novamente só vivo me machucando... mas me machucando por quem amo.

Killua: S-sim, vamos nos arrumar eu quero brincar bastante!

Disse tentando mudar de assunto indo em direção da cozinha (com um pouco de dificuldade em minha locomoção) , sendo seguido pelo de olhos castanhos, ambos animados para o dia que está por vir.

Gon: eu vou fazer alguns sanduíches, e você pode ir colocando as frutas na cesta para irmos logo!

Ele diz animado já preparando os sanduíches. Coloco algumas frutas variadas na cesta e logo depois pergunto a ele.

Killua: Gon... e o banho?

Ele nada diz, apenas sorri de canto e anda em minha direção de cabeça baixa ainda esboçando um sorrisso no rosto. Eu para ser sincero fiquei com um pouco de medo.

Gon: Vamos?

De um momento ao outro sua expressão volta a ser a mesma e ainda com o sorrisso.

Killua: S-sim

Ele me leva até a banheiro e me dá um banho mais rápido do que o primeiro.

Após o banho...
Killua off
Gon on

Dei um banho em Killua  (me mordendo para não fazer nada indevido), pois tava difícil ver aquele corpinho lindo todo entregue a mim tão facilmente... dês de quando eu to tão tarado assim?!. Tirando isso, eu já tinha colocado a roupa dele (menos... vocês sabem oque), e disse que iria pegar uma toalha para enchucar seu cabelo... mais na verdade tenho outros planos...

Gon off
Killua on

Gon tinha me deixado deitado dentro da banheira com a água matando de FRIA, para ir buscar uma toalha (será que ele não viu que tinha uma toalha aqui dentro?. Tirando isso MEU DEUS que água fria! Mais frio do que... o modo que Gon tinha falado comigo a alguns anos atrás, seria mesmo?, não... o modo que ele falou comigo foi o suficiente para me matar por dentro em segundos...

"Para você é fácil Killua...está perfeitamente calmo... já que não significa nada para você"

Uma lágrima percorre meu rosto e antes que eu pudesse enchuga-lá, Me surpreendo pela porta que foi sendo aberta vagarosamente por Gon.

Gon: Killua, você já sabe que-...

Ele olha para mim assustado e eu apenas abaixo a cabeça vagarosamente.

Gon: Killua? P-por que está chorando?

Ele vem em minha direção preucupado e coloca sua mão sobre meus cabelos.

Killua: nada com que deva se preucupar...

Realmente nada...

Gon:  claro que eu tenho que me preucupar com voc-

Killua: está tudo bem!

Gon: tudo bem então...mas não chore porfavor... deixa triste te ver assim...

Ele pega a toalha põe em sima de minha cabeça, e vai a mechendo rapidamente para poder secar.

Killua: Ok...mais sobre oque você ia me falar?

Digo a ele e o mesmo parece se lembrar de algo.

Gon: é mesmo! Seu remédio!!!

Então em questão de segundos, o morenon Faz algo completamente constrangedor, ele me pega no colo (estilo noiva)e então sinto meu rosto queimar violentamente. Ele larga a toalha no chão e me leva até a cosinha ainda só de short e me pondo em cima da bancada.

Killua: b-baka, pelo menos me avise quando for fazer essas coisas constrangedoras, e além disso, eu tenho imunidade a remédios esqueceu?

Pergunto ao qual agora revirava as gavetas na procura e tal remédio que eu deveria tomar, mais ele simplesmente me iguinora e continua a procurar.

Killua: Gon está me ouvindo?!

O espetado estende uma caixa de remédios, pega numa colher e começa a contar a quantia de remédio que pingava...esse menino ficou surdo!?

Killua: Baka! Está me iguinorando!?

Sem nenhum aviso o garoto que parecia surdo,simplesmente ENFIA a colher na minha boca e me força a tomar... PORRA QUE NEGÓCIO RUIM!!!

Killua: AAAAH!!!, Gon que negócio ruim!!!

Falo tentando cuspir, mais eu já tinha engolido aquela merda!, e Gon só rindo da minha reação!

Killua: Baka! pare de rir!, eu nem precisso tomar esse remédio! Esqueceu que eu tenho imunidade a esses remédios?!

Ele para para olhar para mim um momento.

Gon: Bom, você era!, meio que você perdeu muita imunidade, aquele arranhado em sua perna foi causado por um olakulos, em suas unhas são aprisionados venenos que causam dor constante e tira a imunidade temporariamente, quando digo temporariamente é um ano que você vai ficar sem sua querida mas tirando isso... desculpa, meio que já tinha passado do horário de seu remédio e eu me desesperei!

Killua: tá bom "surdinho", agora vamos logo! Estou ansioso!

Gon: Ok!

Ele botou o pano na cesta juntamente com as frutas sucos e sanduíches, colocou uma blusa em mim azul e vestiu a dele bege. Depois ele me ajudou a sair de cima da bancada na qual eu estava sentado para tomar o remédio. Saimos do prédio, pegamos um táxi e tempos depois, já tínhamos chegado no local... era uma floresta?

Gon: Não precisa se assustar, essa floresta não tem muitos perigos!

Ele vai até a frente de um pequeno riacho que ali se apresentava, e põe o pano no chão junto com o nosso café da manhã. Após arrumar tudo ele faz sinal com a mão que eu me sentasse a seu lado e assim faço, sento-me a seu lado e começamos a comer muito!

Após comermos TODA a comida...

Quardamos as coisas e começamos a andar pela floresta que era bem silenciosa, até Gon tirar o silêncio.

Gon: Killua, eu gostaria de ir em meu lugar preferido daqui!

Killua: pode ser!

Vou andando com sua ajuda, até pararmos em frente de uma árvore. Não parecia uma árvore normal, era muito mais bonita que uma comum!. Ela tinha apenas galhos retorcidos e neles, estavam amarrados linhas com papeizinhos fechados de diversas cores.

Gon: essa é a árvore das promesas!. Eu venho aqui quando quero fazer uma!. Escrevo-a no papelzinho e amarro com uma linha... fiz uma assim que eu me separei de você...

Aquela última frase avia me chamado atenção. Como assim? Oque ele quiz dizer?. Ele sobe em sima da árvore e pega um papelzinho azul, e volta para o chão.

Gon: Leia.

Ele me entregá o papel, e para poder abri-lo, me sento no chão e Gon se senta a meu lado logo depois. Em segundos abro o papel, no pequeno estava escrito,

"prometo para mim mesmo que verei Kill novamente... e quando isso acontecer... irei contar a ele"

Killua: Gon, oque você iria me contar?

Ele sorri de canto e me entrega um pequeno origami de flor azul.

Gon: Abra o origami...

Fiquei com pena de estragar tamanha delicadeza que o origami tinha, mais me parecia que eu iria... descobrir algo. Abro o origami vagarosamente e ao abri-lo por completo, leio a frase que eu nunca acreditaria que estaria escrita...

"Eu te amo!"

Meus olhos estavam ameaçando chorar, emocionado e muito feliz, ele também me ama!?, NÃO É POSSIVEL!!!

Killua: Gon... isso é verdade!?

Lágrimas já percorriam por meu rosto, e eu estava a ponto de explodir de felicidade!!!

Gon: Sim!

Ele abre o maior sorrisso do mundo assim como o meu

Killua: Eu também te amo baka!!!

Pulo em seus braços para abraça-lo fortemente e o mesmo retribui na hora!. Somos os dois garotos mais Felizes do mundo!... até... Gon nos separar.

Killua: Gon, oque f-

Me surpreendo ao Gon segurar meu rosto com as duas mãos e juntar nossos lábios em um beijo...

AEEEEEEEEEEEEE!!! EU TO BEIJANDO O GON!!! CARAIO!!!

O beijo era calmo e sem pressa, mais com o tempo foi se aprofundando mais ainda quando Gon pediu passagem com a língua, que foi rapidamente concedida. Ficamos assim até quando pudemos, mas quando o ar foi necessário, tivemos que nos separar... infelizmente.

Seu rosto está corado, não deve estar tão diferente do meu. Eu sou a pessoa mais feliz do mundo!!!

Gon: Killua...

Killua: Oi?

Gon: você aceita ser meu namorado?

Não era possível descrever tamanha felicidade que eu me encontrava agora!!!, eu tenho esperado tanto por esse momento!!!

Killua: Aceito!!!

Abraço ele fortemente despejando lágrimas fortes, assim como Gon.

Gon: promete ficar a meu lado para sempre?

Ele segura meu rosto com as duas mãos

Killua: Prometo!!!

Ele me entrega um pequeno papelzinho e eu escrevo a promeca que fiz, e Gon faz a mesma coisa.

"Nunca irei sair do lado de Gon! Prometo!"

E assim, amarro o papel na fita e coloco na árvore, assim como Gon. Olhamos um para o outro sorrindo feito bobos!.

Gon: Eu te amo muito Killua...

Killua: Eu também te amo muito Gon!

Ele me beija rapidamente em um selinho, e saímos dá floresta...




E mesmo com pernas quebradas...
De mãos dadas...
E juntos...
Mais do que nunca...
























   


Notas Finais


Andy: Prontinho!
Wendy: desculpem os erros, espero que tenham gostado!
Andy: O próximo cap deve sair só sexta!
Wendy: obrigadinha! Bay!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...