História I Stand Beside you - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~bitchpetrovadia

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Gravidez Masculina, Larry, Larry Stylisnon, Mpreg, Romance, Stylinson, Ziam, Ziam Mayne
Exibições 368
Palavras 2.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Fluffy, Lemon, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey!



Boa Leitura!

Capítulo 10 - Nono Capítulo



Louis estava de três meses e alguns dias, já tinha feito todos os exames que Dr. Scott pediu e já tinha ido a mais uma consulta com o médico, fazendo uma ultrassom que mostrava que seu bebê estava crescendo bem e saudável, porém ainda não era possível ver o sexo. Dr. Scott disse que a gestação do pequeno ômega estava caminhando perfeitamente bem, e isso deixava não só Louis, mas como Harry também muito animado.

Era um sábado de manhã e Louis estava sozinho em casa, suas irmãs mais velhas estavam com suas amigas, seu pai tinha viajado - mais uma vez - a trabalho, e sua mãe tinha ido levar as gêmeas para passar o dia em um parque aquático, levando Gemma junto. Jay estava completamente encantada pela pequena alfa, se oferecendo para cuidar dela sempre que Harry precisava, com isso, Gemma estava passando menos tempo na casa Maura e Niall e passando mais tempo na casa de Louis, juntamente de Dayse e Phoebe. E Gemma, como uma boa alfa que mostrava que seria, tinha desenvolvido um instinto muito forte de proteção com as pequenas ômegas loirinhas, assim como Jay tinha desenvolvido um forte instinto materno por Gemma e Harry, ainda mais depois de Louis lhe contar sobre a historia dos dois, com a permissão de Harry é claro, e como uma boa mãe e ômega que era Jay logo se viu dando carinho e amor de mãe aos irmãos Styles.

Era por volta das dez da manhã e Louis decidiu levantar e tomar um banho, quando o ômega estava se despindo, começou a reparar em seu corpo no espelho que tinha ao lado da porta de seu banheiro, apesar de estar de três meses, Louis ainda não tinha uma barriga que indicasse que ele estava gestante, mas nesse momento, se olhando ali, o ômega reparou uma pequena protuberância, indicando que sua barriguinha começaria a aparecer na mesma hora Louis voltou para o quarto e pegou seu celular, tirando uma foto de seu corpo na frente do espelho, onde pegava somente sua barriga, enviando em seguida para Harry, com a legenda "bom dia papai alfa" e sem esperar por uma resposta o ômega foi tomar seu banho.

Harry que já estava acordado há um tempo e já tinha tomado um banho para poder despertar, no momento em que seu celular vibrou indicando uma mensagem de Louis, correu para poder ver o que o menor queria, encontrando uma foto de uma pequena barriga, quase imperceptível, mas estava ali, e Harry não poderia estar mais feliz em saber que logo Louis estaria com um barrigão, foi um choque no começo quando descobriu que seria pai, mas agora, tudo que Harry mais queria era que o bebê se desenvolvesse bem e que chegasse logo. O alfa passaria o dia sozinho, já que Gemma chegaria só à noite e Niall estava com Josh, e com base nesse pensamento Harry se trocou e trancou o apartamento, decidindo não responder a mensagem do menor, e sim fazer uma surpresa para o mesmo, podendo conferir a barriga de Louis pessoalmente, e passar o dia com o ômega, sabendo que o mesmo também ficaria sozinho.

No caminho para a casa de Louis, Harry viu uma pequena loja de bebê, simples, mas muito aconchegante, e ele decidiu entrar e ver se talvez se interessasse por algo ali, e quando já estava lá dentro, Harry se encantou com um pequeno macacãozinho amarelo clarinho, com estampas de girafinhas e leõezinhos espalhados por todo ele, e ele era unissex, então o alfa decidiu que levaria, saindo da loja com uma pequena sacola de papelão rosa e azul com bolinhas marrons em mãos.

E chegando a casa do menor, o alfa apertou a campainha algumas vezes, não recebendo nenhuma resposta, e teve medo de que Louis não estivesse em casa, já que não avisou que iria, mas quando estava pensando em desistir e ir embora, a porta foi aberta pelo menor, que vestia um short curto da adidas e uma camiseta de mangas branca larguinha.

- Harry! - Exclamou o menor, surpreso. - Aconteceu alguma coisa?

- Oi papai ômega, eu recebi uma certa mensagem de bom dia, e vim pra responder pessoalmente. - Harry disse, com um sorriso grande nos lábios e covinhas fundas nas bochechas, aquele sorriso que sempre fazia as pernas de Louis enfraquecerem e borboletas voarem sem permissão por seu estômago.

Ah, o maldito sorriso!

- Então entra. - O menor disse, dando passagem para o maior entrar.

- Eu te trouxe isso. - Harry disse, estendendo a sacola pequena com logo da loja infantil para o menor. - No caminho pra cá eu passei em frente a essa loja e decidi comprar, não sei se você vai gostar, mas já fazia algum tempo que eu queria comprar um presente pro bebê. - O alfa continuou, observando Louis abrir a sacola e estender o pequeno macacão em frente ao rosto, sorrindo encantado para o mesmo, os olhos brilhando em adoração.

- Harry! Eu adorei. - Louis disse, indo em direção a Harry e depositando um beijo na bochecha do mesmo.

- Gostou mesmo?

- Sim, é o primeiro presente do bebê sabia? Obrigada, eu amei.

- De nada Lou. - Harry disse, sorrindo timidamente para o menor.

- Bom, você fica pra almoçar comigo?

- Fico - Harry respondeu prontamente, sem nem pensar. - Na verdade, como eu sabia que você também estaria sozinho hoje, eu pensei que poderíamos passar um tempo juntos.

- Claro, mas pode ser aqui mesmo? A gente pede uma pizza e assiste alguns filmes.

- Soa como um plano pra mim. - Harry disse, admirando Louis.

- Certo, então pode ir escolhendo os filmes, o meu notebook ta ali na mesa da sala, pode ver algo na Netflix, ou você pode dar uma olhada ali. - Louis apontou para uma estante pequena no canto da sala, cheia de dvd's dos mais variados gêneros, mas principalmente infantis.

Enquanto o alfa escolhia os filmes, o ômega foi pedir as pizzas, uma de quatro queijos com muito orégano e outra de frango com catupiry, e o ômega alegou que estava com vontade, então seriam aqueles sabores sim, pois não se negava um desejo a um ômega grávido. E quando as pizzas chegaram, Louis foi fazer suco de laranja para acompanhar - pois era saudável e refrigerante não era recomendável para pessoas gestantes.

Os dois se encontravam dividindo um sofá e um cobertor na sala de Louis, comendo pizza e bebendo suco, assistindo zootopia, filme que o alfa havia escolhido para assistirem. Depois de comerem, se acomodaram próximos um ao outro no sofá, assistindo ao filme, até que o silêncio foi quebrado por Harry.

- Lou?

- Hm? - O menor disse sem realmente dar atenção a Harry.

- E-eu posso ér... Eu posso te pedir uma coisa? - Harry perguntou meio incerto, medo e insegurança sendo visíveis e quase palpáveis em sua voz.

- Qualquer coisa Hazz. - O menor disse e Harry sorriu, fazia dois meses que eles eram amigos e essa era a primeira vez que o ômega o chamava por um apelido, aquilo deu uma certa confiança ao alfa.

- Eu queria, sabe, ver a sua barriga. - Harry disse, coçando a nuca, completamente envergonhado de fazer o pedido. - Você me mandou a foto e eu queria muito ver, mas eu entendo se você não se sentir confortável.

- Não, tudo bem, pode ver. - O menor disse, com uma convicção que nem ele mesmo sabia da onde tinha tirado, se ajeitando no sofá e erguendo a camiseta que usava, vendo Harry se ajoelhar na sua frente, admirando a barriguinha pequena e bonita que Louis tinha, em seguida, olhando para o ômega, como se pedisse permissão para toca-la, vendo o mesmo assentir com um sorriso.

Então Harry espalmou suas mãos grandes na barriga de Louis, cobrindo quase toda a barriga com suas mãos, fazendo movimentos circulares em forma de carinho.

- Oi bebê, eu sou seu papai Harry, eu não sei direito o que falar pra você, mas quero que você saiba que eu já te amo muito. - Harry conversava com a barriga de Louis como se tivesse apenas ele e o bebê ali, e o ômega apenas sorria, admirando a cena, sentindo seu coração bater freneticamente dentro do peito, mas era um sentimento bom de qualquer forma. 

- Lou, precisamos arrumar um apelido para chamar o bebê.

- Eu chamo de bolinho quando eu estou falando com ele.

- Eu gostei, nosso pequeno bolinho. - O alfa sorria para o menor, recebendo um sorriso igualmente grande e verdadeiro de volta. - Você gosta bolinho? Gosta do seu apelido? Yeah, você gosta sim. - Harry continuava a falar com a barriga de Louis, ainda ajoelhado na frente do mesmo.

- Cresça forte e saudável na barriga do seu papai, o papai Harry aqui está louco pra ver seu rostinho, e saber se você é meu meninão ou minha garotinha. - De repente Harry sentiu as mãos de Louis se infiltrarem por entre seus cachos, fazendo carinho em seus cabelos, e isso foi o incentivo que o maior precisava para em seguida, começar a depositar beijos na barriga de Louis, ouvindo risadinhas do menor, levantando sua cabeça para Louis e sorrindo para o mesmo, e eles ficaram alguns minutos assim, apenas sorrindo um para o outro, em uma bolha de amor só deles.

Até que Harry se levantou, sentado-se novamente no sofá, dessa vez, puxando o ômega junto consigo, fazendo Louis encostar a cabeça em seu peitoral, abraçando o menor pela cintura e colocando sua mão por dentro da blusa do mesmo, continuando a acariciar a barriga do ômega, meio deitados e meio sentados no sofá.

- Você quer que o bolinho seja o que? - Louis questionou o alfa, olhando para a televisão, mas sua atenção não estava realmente ali.

- Sinceramente? Eu ficaria muito feliz com o que viesse Lou, e eu sei que isso é muito clichê, mas eu não vou te negar que eu ficaria mais feliz ainda se viesse uma menininha. - O alfa disse, com os olhos verdes brilhando. - E você?

- Menina Harry? Serio? Já temos tantas mulheres na nossa vida, eu tenho quatro irmãs e você mais uma, eu gostaria de um garotinho.

- Será que na próxima consulta a gente já consegue saber o sexo?

- Eu não sei, já vou estar de quatro meses, é bom possível que sim, depende a posição que o bolinho estiver.

- Eu vou levar muito chocolate pra consulta. - Os dois deram risada da fala do alfa, Dr. Scott tinha dito para Louis comer chocolate na próxima ultrassom, pois o açúcar agitava o bebê e era possível que ele ficasse em uma posição favorável pra ver o sexo.

- Harry! Desse jeito eu vou ficar gordo. - O menor disse, dando um tapa no braço do alfa, arrancando risadas do mesmo. - O nosso bolinho vai deixar a gente saber o sexo quando ele estiver pronto.

- Eu só espero que ele esteja pronto logo. - Harry continuou, e Louis revirou os olhos, mas o maior não viu devido a posição que estavam. -  a gente podia fazer uma aposta, né? Sobre o sexo do bolinho.

- Você está querendo usar a minha criança Harry? - O menor estreitou os olhos, saindo dos braços de Harry e olhando para o mesmo com uma falsa expressão de indignação, ouvindo Harry protestar um "nossa criança" e assentir em seguida. - Pois saiba que eu aceito, o que pretende apostar?

- Bom, se for menino você pode me pedir qualquer coisa, e se for menina, eu posso te pedir o que quiser. - Harry disse, sorrindo ladino com apenas uma covinha aparecendo na bochecha leitosa.

- Feito. - Eles apertaram as mãos, como quem fecha um acordo, sorrindo um pro outro, e voltando a posição inicial, com Louis aconchegado em Harry e o mesmo fazendo carinho em sua barriga, e eles agiam feito um casal em certos momentos, mesmo que não percebessem isso.

E quando Louis se sentiu apertado para ir ao banheiro, depois de beber tanto suco de laranja, ele levantou a cabeça para falar para Harry que iria levantar por um segundo, no mesmo momento em que Harry abaixou a dele para comentar sobre algo do filme com Louis, e sem querer eles encostaram as bocas, em um selinho breve, ambos corando e sorrindo um para o outro, e em um segundo de coragem Harry voltou a juntar sua boca com a de Louis, dando um selinho um pouco mais demorado no menor, sentindo a textura macia da boca do ômega.

E depois que Louis se levantou para ir ao banheiro com um sorriso tímido nos lábios, Harry continuou sentado no sofá - esperando o ômega voltar para poder continuarem com a maratona de filmes deles - tocando com a ponta dos dedos os lábios, sorrindo em seguida e pensando o quanto ele queria mais da sensação dos lábios de Louis junto aos seus.


Notas Finais


Heey povo, a gente espera que vcs estejam curtindo a fic, e queremos agradecer a todos os votos e comentários de vcs, é mto importante pra nós duas, também queríamos agradecer pelo quase 2.7k de visualização, obrigada mesmo pessoal

Então, sobre a aposta que eles fizeram, quem vcs acham que vai ganhar? Harry ou Louis? E o que vcs sugerem pra quem ganhar pedir como prêmio? Dê algumas ideias ai pra gente por favor hehehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...