História I stars and the moon - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Jaken, Kagome, Kagome Higurashi, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru
Tags Sessy×kagome
Exibições 43
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora eu andava por aí a procura de mim. boa leitura

Capítulo 2 - Eu!


Fanfic / Fanfiction I stars and the moon - Capítulo 2 - Eu!

Eu sou a que no mundo anda  perdida,

Eu sou  a que na vida não  tem norte ,
Sou a irmã  do sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra  de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino  amargo, triste e forte, impele brutalmente  para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida! ... 

Sou aquela  que passa e ninguém vê. ..
Sou a que chamam triste  sem o ser...
Sou a que  chora sem saber porquê...

sou talvez  a visão que alguém sonhou,
alguém  que veio  ao mundo  pra me ver
E que nunca  na vida me encontrou !  

( Florbela  espanca) 

kagome on

hoje o dia esta extremamente  lindo. os pássaros  cantam  ao ritmo  da brisa  da manhã o sol brilha intensamente, o dia perfeito  para ficar em casa.   já  se passaram  2 meses  desde a morte de minha mãe  mas para mim é  como se tivesse  acontecido ontem.  sinto a   falta dela. meu pai viajou  a quatro  dias atrás  para tratar  de negócios  não   disse quando  volta e nem se volta.  kouga foi chamado  para trabalhar  fora e teve que ir é  uma grande  oportunidade  na carreira dele de modelo. Miroku foi chamado  por uma das faculdades mais importante de Inglaterra  e vai partir  em busca do seu grande  sonho hoje. e como ninguém  confia em mim para ficar sozinha  ficarei  em casa de um casal amigo de meu pai.
hoje  mesmo  eu teria  que ir para lá. ficar com pessoas que eu nunca conheci em minha vida toda. mas  ao menos  sei que são  youkais.

      #  6 horas depois#
já havia me despedido  de Miroku e estava a espera do motorista  para me levar a casa do casal que iria ficar comigo. pelo que eu sei é  um casal de youkais com três  filhos.   dois  rapazes  e uma menina........ lá  estava eu a porta de uma mansão  de três  andares toda branca com detalhes em vermelho nas  portas enormes  da entrada  haviam meias  luas desenhadas.

- pode entrar  menina  não  fique olhando  para as portas...disse uma senhora    já  idoso.  entrei e pude contemplar  as pelas artes que estavam  na entrada. havia vários   quadros  de família  nas paredes  ao pe das escadas havia também  um elevador todo  vidrado. a senhora  idosa levou me   até  ao meu quarto que ficava  no  segundo  andar.  o quarto era todo Branco  os móveis  eram todos brancos  e com detalhes  em dourados. 
- se precisar  de alguma coisa é  só  chamar o almoço  estará servido  daqui  a meia  hora. ela saiu do quarto  me deixando  sozinha.
eu estava sozinha  mais uma vez. olhei  ao meu  redor  e várias  cenas e imagens  de mim e de minha mãe  passaram  sobre a minha  cabeça.
fui ao banheiro  tranquei  a porta e várias lágrimas  escorriam  pelo meu rosto eu havia  sido  totalmente  abandona. estava sozinha  sem ninguém . apesar  de toda a dor que  eu sentia eu não  conseguia me cortar  eu não  quis aliviar  a minha dor com outra dor.
me despi e fui tomar  um banho  de água  gelada para acalmar.... coloquei  um vestido  azul claro umas  sandálias rasas brancas. prendi o meu cabelo  em um rabo de cavalo e passei um batom efeito  mate rosa clarinho.   
  # No escritório  da Mansão #

- Ela tem problemas  emocionais.
- ou seja é  doida!
- Não diga besteiras inuyasha ! sesshoumaru... você  terá  que ficar de olho nela.
- porque eu? sou algum psicólogo?
- não. mais  você  é a pessoa  mais  indica  pra tomar  conta dela pois  o seu irmão nem do próprio  umbigo  sabe cuidar. agora vamos que já  devem estar a nossa espera para o jantar . 
    #sesshoumaru on#
nós  descemos  para sala de jantar  e lá  estava a nossa visita  já  sentada  a mesa na companhia  de minha mãe e Rin. ela olhava pra um canto da sala  parecia  perdida  em seus pensamentos, seu cabelo  preto,  liso e comprimido dava  lhe um ar charmoso seu  rosto pequeno  e pálido levemente  rosado era angelical , os olhos azuis  como o mar , brilhavam como as estrelas . e a sua boca levemente  avermelhada  levava  qualquer  homem  a loucura, ela olhou  para Rin que tentava  chamar  atenção  e deu um pequeno  sorriso, oque  permitiu  que eu visse  as suas presas brancas  e afiadas. sentamos  a mesa e ninguém  disse nada durante  a refeição...
quando terminamos  de jantar. ela pediu  licença  e saio , os seus passos  eram firme e elegantes tal igual   aos de um predador... eu estava  indo para o meu  quarto  quando senti cheiro  de lágrimas  vindo do quarto  da visitante.

      #kagome on#
Eu já  não  aguentava  tamanha solidão. estava me sentindo  sozinha e desamparada.
- Eu sei que você  esta aí  pode entrar! - eu sabia que ele esta na porta.
- desculpe não  pude deixar de notar  sua tristeza. - ele disse sentando do meu lado.
- como você  é  curioso  né.disse sorrindo.
- nem tanto. ele deu de ombros.
- porque você é  tão  escuro  e triste  sesshoumaru?
-... Vejo que você  já  sabe o meu nome. mas como pode dizer que eu sou triste  sem nem me conhecer?.!- disse calmo
- Eu...eu conheço  o seu passado o seu presente  e o seu futuro .  eu sei cada defeito  seu, cada mania...
- impossível... ele diz sério ... então  você  pode prever  oque vai acontecer  comigo amanhã ou daqui a 8 anos?! hahahaha  você  não  me engana, você  realmente  tem problemas  mentais... ele disse calmo levando  e pronto  a sair do quarto , mas eu não  quis  ficar sozinha não  mais.
- Baija as minhas  mãos!
-....
-Beija as minhas mãos  e verás o infinito.  eu estendi  as minhas mãos  a espera que ele as beijasse... depois  de muito  resistir finalmente  ele as beijou  pude sentir  os seus labios gelidos em minhas  mãos.

#sesshoumaru on# 
- Eu tinha chegado  a conclusão  de que ela realmente  tinha problemas  emocionais e não  só.   mas eu fiz oque ela pediu  e beijei  as suas mãos , no instante  em que os meus  lábios  tocaram  em sua pele o meu corpo vibrou  por completo  e várias  sensações  que eu nunca havia sentido  antes tomaram  conta de mim  era como se eu estive  viajando  no tempo. eu podia  sentir  o calor do Verão,  o doce cheiro  das flores  da Primavera a brisa fria do outono e o frio gélido  do inverso...











Notas Finais


já me perdi outra vez,...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...