História I still the same - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~KimYeTeuk

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O
Exibições 43
Palavras 627
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Xucesso: primeiramente fora te... não, pera... então, essa fic era pra ser um OS com um final meio trágico (meio merda) mas a unnie ajudou (vulgo escreveu o final e propôs o lemon) então tá ai...
P.s.: fanfic dedicada a Jen, pq sei o quanto ela ama ChanSoo <3

KimYeTeuk: oi gnt aqui é a unniecornio da xucesso, ela queria so a opinião na fic dele e tcharan, coautora kkkkk
eu ainda vou escrever o prox cap da two shot qnd o bom Deus me permitir
nossa primeira parceria, espero que gostem

Vão ler meus anjos ^-^

Capítulo 1 - Eu quero enxergar


-Hyung, eu não consigo ver. Eu quero enxergar.- reclamou com o mais alto que atrapalhava sua visão
Estavam no show da banda favorita de KyungSoo, porém ChanYeol havia se posicionado logo a frente do namorado, dificultando a sua vista.
-Desculpa baby boy.- falou indo para trás do de cabelos vermelhos
-Ainda não enxergo.- bufou fazendo biquinho
O mais velho riu da situação do menor, levantando-o e colocando o mesmo em seus ombros.
-Enxerga agora?
-Sim hyung.- exclamou sorrindo, com os olhos brilhando, fazendo com que o Park sorrisse também.

A ida ao show havia sido o presente de aniversário de KyungSoo e ele havia ficado muito feliz e grato ao namorado por isso.
-Obrigado amor.- disse selando os lábios- Não só por isso, mas por sempre estar aqui, por ser esse homem maravilhoso, por me amar.- concluiu levemente emocionado
-Eu sempre estarei aqui, não importa o que aconteça.
Sorriram juntos e se beijaram.

"Hyung, lembra de quando me disse que me ama? Quando me disse que sempre estaria por perto para mim? Preciso que prove isso para mim agora"

Esta foi a única mensagem de KyungSoo que ChanYeol recebeu em um mês, o que deixou-o mais intrigado, não pelo conteúdo em si, mas pelo fato de aquela caligrafia não ser a do seu namorado.

Cinco meses após seu aniversário, KyungSoo simplesmente sumiu, não dizendo nada à ChanYeol, exceto a tal mensagem, que não havia sido mandada de imediato e sim três semanas após o sumiço.

O de cabelos pretos estava irreconhecível: por conta da preocupação com o menor não dormia, recusava-se a comer e perdeu a marcante felicidade (pela qual recebeu o apelido de Happy virus).

Até que, duas semanas após o recebimento da mensagem, ouviu rumores de que KyungSoo estava de volta à faculdade. Estava feliz, mas continuava preocupado, visto que os olhares dirigidos a si eram, em sua maioria, de pena.

Estava a ponto de surtar quando Sehun, colega de sala de KyungSoo, apareceu e disse que o menor queria conversar com ChanYeol.
-Na sala de canto, no horário de intervalo. Entre e fique de costas. Ordens de KyungSoo.- disse objetivamente
ChanYeol só conseguiu assentir e esperar ansioso pelo horário marcado.

Encarava agora a parede, esperando a porta ser aberta e seu amado por ela entrar. Foram apenas alguns minutos, mas para o maior parecia uma eternidade, porém o mais novo havia chegado. Fez menção de virar mas KyungSoo foi mais rápido, interrompendo-o.
-Não vire ainda Hyung.- sua voz estava trêmula- Recebeu minha mensagem?
-Sim...-respondeu quase inaudível
-É capaz de cumprir sua promessa? É capaz de provar?- ChanYeol apenas murmurou um "uhum". O de cabelos agora castanhos suspirou então continuou- Hyung... No começo do mês eu sofri um acidente... Fiquei em coma... Mas... Vire-se, por favor.- pediu sem aguentar mais a situação.
Milhões de possibilidades passaram pela cabeça do mais velho, mas nenhuma otimista. Quando virou-se não precisou de mais explicações: os óculos escuros do mais novo e a bengala na mão direita falavam por si só.
-Hyung, eu não consigo ver. Eu quero enxergar.

ChanYeol não disse nada mas se aproximou dele lentamente segurando seu rosto com as duas mãos.

Seu interior se revirava de excitação e nervosismo afinal sentia falta do maior, dos seus toques, do seu amor. Mas obviamente tinha medo da reação dele por isso permaneceu tanto tempo sem procurá-lo mesmo após o coma.

Pôde dizer que foi uma surpresa sentir os lábios alheios sobre os seus, tão macios, forçando-o a entreabri-los. ChanYeol lhe beijava com avidez, saudade e principalmente com amor.

-Saeng, lembra de quando te disse que te amo? Quando te disse que sempre estaria por perto para ti? Essa prova sera suficiente? Porque eu nunca vou deixar você ir e vou te amar de todas as formas possíveis.


Notas Finais


KimYeTeuk: ta gay mesmo q eu sou gay somos gay e eles são gays tbm
aceitem esse flop na vida de vcs
deixo vcs me xingarem nos comentários até maix

Xucesso: e aí? ficou bom? ruim? to nervouser gente, calma
no próximo capitulo tem lemon EUJURONÃOMEJULGUEM
isso é, se o bom Deus da unnie permitr q ela escreva ;-;
xingamentos, sugestões, aceito tudo nos comentário (até nudes, pera q)
~chu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...