História I Think We're Doomed - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescentes, Guerra, Militar, Romance
Exibições 5
Palavras 969
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Policial, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - A Vida Que Eu Realmente Tive.


No ano de 2018 eu e meu avô Jason, nos mudamos para Roma, por questões não resolvidas entre os E.U.A. e a Rússia, nossa vida era pacífica, comecei os estudos e pratiquei o idioma italiano. Meu avô tinha amigos lá, como Viktor, o General da Força Tática Italiana, e também de Stella & Peter que estavam lá por alguns meses também por causa da guerra, foi quando conheci Robin.

Em 2019, entrei para um colégio militar, onde quem lecionava era Viktor, era extremamente chato, até porque eu queria ser um arquiteto, aquela vida de militar não era para mim. Viktor sempre pegou no meu pé, por eu ser neto de Jason, mas isso nunca nos levou a lugar algum, estudei naquele colégio por 8 anos, pois em 2027 retornamos aos E.U.A. E entrei no NEC, junto de Robin, conheci Tracy e Luna que eram amigas de Robin antes de se mudar para a Itália, porém em 2028 elas mudaram de colégio, mas mantivemos contato por Skype.

Então, dia 25/08/2029 eu estava arrumando minhas coisas para ir dormir na casa de Robin, e avistei a aliança de meus pais sobre o memorial que fiz a eles, quando meu avô entra no quarto e diz.

- Ah meninão, vai finalmente pedir ela em namoro? Ou você não tem coragem para isso? Seu viadinho!

- Sai daqui vô viado, que saco meu, só estava olhando só...

- Senta aqui vai, vamos conversar. Quando eu tinha a sua idade, eu não tinha essa chance de sair com minha namorada ou coisa do tipo, o conflito era constante e tive de participar da chamada para o exército desde que tinha 6 anos, eu quero que você aproveite enquanto pode, porque depois não se pode voltar atrás para corrigir...

- Caraca, cê é viado mas sabe mesmo o que fala. KAKAKAKA

- VAZA DAQUI SEU SAFADO, EU CONTO UMA HISTÓRIA TRISTE E COMOVENTE PARA VOCÊ FALAR ESSAS MERDAS, VAI LOGO PARA CASA DAQUELA GAROTA E. Me deixe orgulhoso meninão.

Peguei um ônibus e fui até a casa dela em Atlanta, de lá iríamos até o sítio, foi uma viagem cansativa, mas valeria a pena, eu imagino.

Assim que cheguei, fui o 1° a chegar e tive de enfrentar as 2 feras, Stella e Peter, sentados na sala de espera, nunca havia visto os 2 tão bem, Stella era loira e baixa e Peter era alto de cabelos grisalhos, ambos tinham a mesma face, a face de um lobo pronto para dizimar o seu alvo. Me olharam da cabeça aos pés, até que.

- Então, você deve ser o Newt, certo?

- Sim senhora, eu mesmo.

- Não me chame de senhora, não sou tão velha assim idiota.

- Perdão é que... É...

- KKKKKKKKKKKK, pare de implicar com ele amor, ele é um garoto legal, a menos que toque um dedo em minha filha, caso se aproxime dela, eu acabo com sua raça! /Disse Peter.

Eu senti, a única coisa que se passava pela sala era o meu ar de “SOCORROOOOOO”, logo em seguida chegou Tracy e Luna. Então a reação foi diferente.

- Oi meus amores, ainda bem que chegaram, assim já podemos ir. /Disse Stella.

- Olá madames, prontas para a viagem? /Disse Peter.

Então Robin desce as escadas, feito uma Deusa Grega, os batimentos do meu coraçãozinho vão a loucura, não consigo nem respirar direito. Mas passa (ou não), eu a cumprimentei e entramos no carro, eu fui no carro da mãe dela com ela, e as 3 no carro de seu pai.

Stella me perguntou.

- Newt, eu quero que saiba que eu só pego no seu pé brincando viu? Você é um ótimo garoto, muito amável, e o melhor amigo que minha filha poderia ter.

- Nossa, é... (Não chame ela de senhorita, seu babaca) Obrigado, Stella? Posso te chamar de Steh?

- Steh??? Hmmm, AMEI, pode sim.

No meio do caminho, comecei a perguntar para ela coisas como: você deve pegar alguns casos difíceis na delegacia né? Você já matou alguém? Como é dar um tiro? Aquela coisa de adolescente chato que quer saber tudo.Mas uma hora o nosso percurso acabou e chegamos ao sítio, lá ficamos a tarde toda conversando, entramos na piscina, até jogamos bola, ou melhor, eu joguei com os primos da Robin (Foi fácil hahaha).

Quando chegamos mais ao período da noite, tomamos banho e deitamos em um canto do gramado, ficamos conversando até que o assunto entra em algo perigoso, pelo menos era perigoso para mim.

- Ahhh então Luna, de quem você anda gostando ultimamente? /Perguntou Robin.

- Haaaa, você é bem engraçadinha né Robin? Mas eu sei de umas coisas sobre você que HMMMM. /Respondeu Luna.

- Gente... Melhor nós não falarmos sobre isso aqui né??? /Disse Tracy.

- É, eu concordo com essa ideia! /Respondi já sem jeito.

- Tracy, Tracy, Tracy. Um dia você vai ter de admitir isso, você sabe né? /Disse Luna.

- PSHHHH, não sei de nada! /Respondeu Tracy, vermelha e sem jeito.

- Você também Robin, não vai conseguir esconder isso por muito mais tempo.

- Eu?? Eu, é... Não... /Robin olhou para mim toda tímida após dizer aquelas palavras, e não sabia onde poderia se esconder.

- Newt meu querido, você é o mais desprotegido aqui, sabia? /Maldita Luna, colocou nós 3 na forca.

- Eu? Eu tô bem tranquilo, não gosto de ninguém, nem acho que vou gostar, fui destinado a morrer sozinho. /Foi a minha PIOR resposta da vida.

Depois, deitamos e ficamos observando o céu, eu estava do lado de Robin, então senti algo tocar a minha mão, só tinha ela ao meu lado, e quando percebo estamos de mãos dadas, observando aquele lindo céu estrelado. Era o meu maior sonho se tornando realidade. Ah não ser, o que vinha a seguir...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...