História I trust you - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Magcon, Paul Wesley
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Paul Wesley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Taylor Caniff
Tags Amor, Bebida, Cameron Dallas, Família, Festa, Magcon, Paixão, Romance
Exibições 117
Palavras 865
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gentinha linda! Mais um capítulo para vocês, espero que gostem!
Beijos, boa leitura. Nos vemos nas notas finais (:

Capítulo 27 - Together Again?


Fanfic / Fanfiction I trust you - Capítulo 27 - Together Again?

  — Você só vai sair daqui se tiver motivos. — empurrou ele, fazendo ele sentar novamente na cama — Fala logo, se não eu vou acreditar no fato de ser broxa. — riu.

     — Pff  — bufou — Por quê eu sou completamente apaixonado pela Aly! E eu não consigo esquecer ela e eu nunca vou esquecer! — gritou e saiu do quarto.

 

17 de Março, 2016; 21:31.

 Point Of View Aly Wasilewski 

Eu fiquei sem reação, eu praticamente congelei. Fiquei em estado de choque, eu não conseguia me recuperar ainda, o que ele falou me deu uma sensação tão boa...

Consegui acordar pra vida, saí do transe e olhei pela fresta do vidro, Melissa sentada na cama, bufando e jogando os lençóis da cama no chão.

Me levantei e deixei a minha garrafa de cerveja no canto e entrei no quarto, vendo a Melissa me olhar com seus olhos e rosto vermelho. Ela quer chorar, ela quer chorar por quê levou um fora.

Nos olhamos e respirei fundo, pois estava muito ofegante.

     — O quê você faz aqui, sua vadia? Quem deixou você entrar aqui? — perguntou enquanto fechava as mãos.

     — A dona do quarto me deixou entrar aqui. Eu nem vou discutir com você, é que sabe, eu tenho que resolver as coisas com o menino que me ama. — falei com um olhar provocante e um sorriso nos lábios.

Saí do quarto e ouvi a mesma surtar dentro do mesmo. Segurei o riso e desci as escadas, não me importando com pessoas que estavam olhando dos pés á cabeça para mim.

Rodeava os olhos pela festa tentando encontrar o Cameron, mas eu não conseguia. A música estava explodindo, eu não escutava ninguém que tentava chamar a minha atenção, eu só estava focada em procurar o Cameron.

Depois de rodear várias vezes os olhos pela multidão de pessoas, eu encontro ele encostado na parede, olhando para o chão e com uma garrafa de cerveja quase vazia, em sua mão.

Mordi o lábio e corri em sua direção. Ele percebeu o barulho que eu fazia enquanto corria, então seu olhar se encontrou com o meu e nem deu tempo para ele me olhar direito, eu apenas me joguei nele e beijei aqueles lábios.

Que saudades desse beijo.

Esse beijo, foi o melhor que todos os outros que demos. Esse beijo teve direito a tudo, até sentimento misturado. Teve saudades, paixão, alegria e vários outros sentimentos. Teve direito até para mordidas.

Terminamos o beijo por falta de ar e rimos ao nos encarar. 

     — Uau, tudo isso é saudade? — perguntou suspirando.

     — Sim! — falei ofegante e abracei ele.

Ele sorriu e me abraçou novamente, me apertando nele.

(...)

03:09.

Já chegamos em casa, todos foram dormir e ninguém sabe que eu e Cameron nos beijamos. Eu estou no meu quarto, ainda sem acreditar no que ele falou para Melissa.

Deu sede e resolvi descer para beber água. Saí do meu quarto, tentando fazer o menor barulho possível. Desci as escadas e entrei na cozinha, ligando a luz e pegando um copo limpo.

Peguei água do filtro e ouço um barulho atrás de mim. Me viro assustada e vejo Cameron bocejar e coçar os olhos.

     — Que susto! — falei alto.

     — Só desci para beber água. — bocejou e pegou um copo limpo.

Me virei para a pia e coloquei água dentro do copo, logo em seguida colocando ele na escorredeira de louça. Ouvi o barulho que Cameron fazia enquanto engolia água e ele se aproximou de mim, colocando o copo na pia em seguida. 

Isso me causou arrepio, confesso.

Sequei minhas mãos na toalha e ouvi ele falar:

     — O que eu faço com a vontade imensa de te beijar agora? — perguntou.

Me virei para ele, e dei um sorriso malicioso.

     — Realiza a sua vontade. — falei e no mesmo instante ele me puxou pelo pulso, colando nossos lábios e me pegando no colo, fazendo eu sentar na bancada.

     — Quem deixou a porra da luz... — ouvi Matt falar ao entrar na cozinha.

Cameron manda o dedo do meio para ele, sem parar de me beijar.

     — Entendi o recado. Beijos pra vocês. — Matt falou rindo e saiu da cozinha.    

(...)

Depois de longos minutos de beijos e o clima só esquentando, eu estava de sutiã e short, Cameron estava sem camisa. Ele me pegou no colo e subimos as escadas com cuidado. Entramos em seu quarto, esbarrando em vários móveis enquanto nos beijávamos.

Cameron me jogou na cama e continuou me beijando. Ele abaixou meus shorts e eu ajudei ele, para facilitar e agilizar. Sentei em seu colo em meio de beijos e eu dava leves reboladas em seu colo, fazendo ele fechar os olhos com força e suspirar.

Depois de várias provocadas, já sentia o desejo do Cameron. Ele abaixou sua bermuda e vi a sua ereção pela cueca. Sorrimos e logo ele passou uma de suas mãos nas minhas costas, tirando o meu sutiã com apenas uma mão.

Ele analisou meu corpo e começava a sorrir e distribuir beijos molhados por todo o meu corpo. 

(...)

Logo depois da sessão de provocações, Cameron se levantou e tirou uma camisinha da gaveta do criado-mudo e sorriu pra mim.

     — Eu te amo muito. — falou e deu um sorriso malicioso.

     — Eu também. — retribuí o sorriso.


Notas Finais


AIQ LINDOS
ESPERO Q TENHAM GOSTADO
FOI MEIO CURTO MAS POSTEI
tt: @ethanfeelings
segue lá e leia minhas outras fanfics
eu N SEI detalhar HOT desculpa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...