História I Walk The Line - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Babyboy, Daddy, Daddy Kink, Hoseok, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Jungmin, Kookmin, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taegi, Taehyung, Taeyoonseok, V-hope, Vkook, Vmin, Yoongi, Yoonseok
Exibições 193
Palavras 2.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ADIVINHA QUEM CHEGOU?
EU MSM
VOLTEI AMOZIZ DO MEU CORAÇÃO
EU PASSEI DE ANO E MINHAS AULAS ACABAM AMANHÃ
ENTÃO QUER DIZER Q EU VOLTEI

Capítulo 8 - Hold me down


                        --2 anos atrás--

O garoto estava jogado em sua cama chorando, fazia sete anos que seu pai havia morrido e o garoto chorava em seu quarto, enquanto sua mãe e seu padastro viam um filme no andar de baixo, e parecia que sua mãe ria.

O garoto ficou puto com isso, será que sua mãe ao menos lembrava que data era essa? Então ele se levanta de sua cama e desce as escadas pisando forte.

-Oi meu amor, algum problema?-Sua mãe pergunta sorrindo para o filho do sofá

-Sim. –Ele fala e vai à cozinha

-O que houve?-Ela diz preocupada

-Você realmente não lembra que data é? –Pergunto arqueando a sobrancelha

Ela então dá um sorriso calmo e diz:

-Claro que eu lembro, Jungkok... Mas talvez devêssemos esquecer essa maldita data –ela diz com um sorriso no rosto

O filho olha para a mesma pasmo e sai correndo para o quarto, não acreditara que sua mãe tinha dito aquelas palavras...

                   -agora-

-Ah, Jimin-sussurro em seu ouvido

-Jeon?-Ele diz apertando a minha cintura

-Eu quero você... –Digo fracamente

Ele levanta um canto da boca e me beija com vontade, ele então desce os lábios até meu pescoço e suga o local, deixando uma marquinha vermelha ele morde meu lábio e diz:

-Tem certeza que quer fazer isso aqui? –Ele então morde meu pescoço

-Porque não faria?-Digo mordendo sua orelha

Ele então me solta por um minuto e acaricia meu rosto

-Eu quero você, mas ainda não e assim não... Eu tenho que ir para a aula, nos vemos mais tarde-ele diz então me beija e sai correndo

Olho para aquilo pasmo é serio que agora ele ia ficar de cu doce? Suspiro e saio da sala e do prédio rapidamente.

Então esbarro em alguém e percebo que era Jin, ele me olha confuso e diz:

-O que ta fazendo na faculdade? –Ele arqueia a sobrancelha

-Eu tive que... Que... Pegar um papel-digo nervoso-E meu padastro pediu a... a minha mãe em casamento-digo segurando as lagrimas

Ele me abraça e diz:

-Quer ficar na minha casa por alguns dias, aquilo vai ficar horrível-ele diz mordendo o lábio

Dou de ombros  

-O que houve no seu pescoço? –Ele diz apontando pro pescoço

Tento disfarçar e dou de ombros

-Eu bati em algum lugar-digo tentando parecer calmo

Tento tampar o local, mas ele percebe

-Vou refazer a pergunta, quem fez isso com você? –ele diz tirando a minha mão do local e aponta pro local

Dou uma tossida e olho Jimin, sair da sala e me encara e ele vem andando até mim e Jin e olha pra a mão de Jin e faz uma cara para ele de “tire a mão daí...”, então Jimin arregala os olhos e da risada

-O que houve com seu pescoço Jeon? –Ele diz rindo muito

-É o que eu estava me perguntando... –Jin diz nos olhando confuso

-Eu já disse-Suspiro-Que me machuquei-digo bufando

-E a gente acredita-Jin diz revirando os olhos - Quem você anda pegando em Jeon Jungkook? –Jin me provoca novamente

Jimin fica bravo, será que o idiota sabe que foi ele que fez isso em mim? Olho para ele que revira os olhos e diz:

-Talvez, a pessoa esteja mais próxima do que você imagine, Jin-ele diz cerrando os olhos

Jin olha pra mim e depois para ele, depois para mim de novo e arregala os olhos e diz:

-Park Jimin! Você fez isso com ele? Como ousa, o meu garoto inocente? –Diz boquiaberto

-Você acha que ele é inocente? –Jimin diz levantando as sobrancelhas

-Como ousam, e nem ia contar a ninguém? –Jin diz batendo em mim

-Não é coisa seria hyung-Digo revirando os olhos- Não foi nada de mais-digo rindo

Então Jimin que estava risonho, fica serio na hora e me olha com os olhos pegando fogo e fecha a cara.

-Eu já vou, tenho que me encontrar com alguém-Ele diz suspirando e virando as costas

-Ei! Jimin, me espere-digo indo atrás dele

Ele não se vira e corro atrás dele, e pego ele pela mão o viro e digo:

-O que houve? –Fico confuso

Ele arqueia a sobrancelha e continua de cara fechada

-Vai pro inferno Jungkook

Ele vai embora e fico pasmo, o que foi que eu fiz?

                          ----

Eu estava indo embora, e fico confuso quando vejo um garoto loiro, beijando um rapaz moreno, na hora acho normal, mas quando eles se afastam, meu coração gela.

Era Jimin, eu não sei o que houve comigo, sinto uma pontada no meu peito, eu espero que não seja ciúme, e penso... O Jimin era o Jimin, e nós dois éramos, sem sombra de duvida, apenas amigos.

Ele então olha alem do rapaz, e me vê o observando, ele cerra os olhos e olha novamente para o rapaz, e o beija novamente e da uma risadinha.

Então se afasta para o rapaz e anda até mim, para ao meu lado e da uma risadinha, chega perto de mim e diz:

-Não me teste Jeon... A milhares de pessoas atrás de mim e estou te dando uma chance, não desperdice-Ele então me da um selinho e vai embora rindo.

Fico pasmo, ele beija outro cara e depois vem até mim e me beija, fico super bravo e digo baixinho:

-Nunca mais faça isso Park Jimin.

                          ---

Volto para casa e vejo minha mãe na cozinha sorrindo igual uma idiota, reviro os olhos e fecho a porta, ela se vira rapidamente e vem até mim e diz:

-Jeon... Está tudo bem?

-Está mãe-suspiro e a abraço - Ou vai ficar, vou passar a noite fora, vou para a casa do Jin e bem, talvez volte amanhã-digo segurando as lagrimas

Ela me olha confusa e diz:

-Não vai ficar para o jantar? Convidamos seus avós e seus tios-ela diz com um pingo de esperança nos olhos

-Não, não ficarei, tenho que resolver uns assuntos e trabalhos com Jin-digo subindo as escadas

-Eu só queria que você tivesse ficado feliz por mim - ela diz cabisbaixa

-Sinto muito em lhe decepcionar

Subo as escadas rapidamente, pego uma mala e coloco roupas e meus livros, escondo a caixa rosa que eu tinha recebido de algum anônimo debaixo de alguma roupas.

Saio do quarto e desço as escadas rapidamente e minha mãe me para e diz:

-Eu amo você, ok? –Ela diz sorrindo

-Eu também, mas preciso ir...

Passo por ela e fecho a porta, a verdade que eu não tinha para onde ir, eu menti sobre falar que ia para a casa de Jin.

Eu apenas seguro as lagrimas e passo em frente a casa de Jimin, era ridículo ficar a casa ao lado da minha, então suspiro e quando eu ia passar para seguir em frente, a porta é aberta e vejo Jimin na frente me encarando

-Aonde pensa que vai? Para que essa mala? –Ele pergunta arqueando a sobrancelha e indo até mim

-Casa do Taehyung-digo passando por ele, que me agarra pelo pulso

-Taehyung?-Diz com repulsa

-Sim o meu Taehyung-digo tentando passar por ele novamente

Eu estava mentindo, mas se ele queria jogar comigo, eu iria jogar com ele também, queria que ele sentisse o que eu senti, quando ele beijou aquele garoto.

Ele então da uma risada e lambe sua boca e arqueia a sobrancelha

-Só pode estar de brincadeira né? Você e o Taehyung nunca terão nada-ele diz revoltado

-Ciúmes dele?-Pergunto

-É de você idiota!-Ele diz pertíssimo de mim

Dou uma risada e me afasto

-Fique calmo, vou para o Jin, ele vai cuidar de mim e talvez eu chame meu Tae-digo suspirando

-Eu cuido de você - ele diz segurando minha mão - Quer me contar o que houve?

-Minha mãe vai se casar de novo... –Falo nervoso

Ele suspira e fico surpreso quando ele me abraça do nada e então quando ele se afasta percebo que ele corou Park Jimin todo envergonhado? Essa é nova.

-Acho que podemos ser amigos por enquanto Jeon, então vá para a casa de Jin e diga para ele que se ele não cuidar de você, baterei nele... Mesmo ele sendo meu hyung-ele diz piscando e indo para dentro de casa

Suspiro e me viro indo para a casa de Jin, pelo caminho vou pensando, Jimin queria ser apenas meu amigo? Primeiro ele vem com joguinhos e depois desiste, eu realmente não o entendo.

Quando finalmente chego na casa de Jin, avisto Taehyung lá dentro e reviro os olhos quando ele corre até mim e me abraça, depois dou uma risada baixa

-Jin me contou o que houve, e eu também vou ficar aqui na casa dele, pra te fazer companhia-ele diz piscando

Engulo um seco, eu ia falar do ciúmes de Jimin, mas eu lembro, “podemos ser apenas amigos por enquanto Jeon”, Dou um sorriso e ele me olha nervoso e diz:

-Eu, Hoseok e o Yoongi temos uma coisa pra falar pra vocês - ele franze o rosto

Olho para ele desconfiado e ele ri, por fora ele ria, mas ele estava com medo de como reagiríamos sobre o que eles tinham que contar.

Ele entra dentro de casa e eu o sigo e então vejo Yoongi e o Hoseok de mãos dadas e começo a estranhar as coisas

-Eu vou ligar para Jimin, para falar que ele tem que vir aqui-Taehyung diz nervoso

Arregalo os olhos para ele

-J-J-Jimin?-digo nervoso

-Algum problema? Ele também é nosso amigo, então ele claramente tem que vir também... –Hoseok diz sorrindo

Fico vermelho na hora e me jogo no sofá junto com as minhas malas e percebo que minhas mãos estavam suando, suspiro nervoso, era só o Jimin e ele tinha dito que éramos apenas amigos, mas pelo que eu conheço do Jin, ele teria contado para os outros sobre o meu pescoço.

E bem na hora, Hoseok diz:

-Depois temos que conversar sobre seu pescoço Jungkook-ele então sorri para mim

Fico vermelho e percebo que todos os olhares se viram para mim e para o meu pescoço, me afundo no sofá e eles começam a rir e lanço um olhar fulminante para Jin, ele pede desculpas baixinho e então escuto alguém bater na porta.

-Jimin!-Namjoon grita

-Finalmente, daqui a pouco íamos começar sem você-Yoongi diz cutucando ele

Suspiro e Jimin se senta do meu lado e da um sorriso calmo para mim, retribuo o sorriso nervoso.

-Algum problema Jeon? –Jimin me pergunta ainda sorrindo

Eu estava quase acalmando quando ele me olha nos olhos, por mais que ele queria ser apenas meu “amigo” não parecia, seus olhos desciam pelo meu corpo inteiro.

Quando ele percebe que eu estava o olhando fazer aquilo, ele vira o rosto e diz:

-Por que me chamaram aqui?

-Pergunte para esses três –Jin diz dando de ombros

-Eles nos chamaram para contar algo “importante”-Namjoon diz fazendo aspas

-E realmente é algo que vocês, tem que prometer não pirar-Yoongi diz nervoso

-Falem logo-Jimin diz revirando os olhos

-Eu, Taehyung e o Hoseok estamos juntos-Yoongi diz rápido de mais

Fico confuso, altero meus olhos para os três, nenhum sinal de brincadeira, fico boquiaberto pelo que aquele garoto tinha acabado de falar, olho para Jimin que estava com os olhos quase saltando e boquiaberto junto com Jin e Namjoon.

-Serio? –Namjoon diz nervoso

-Serio. -Taehyung diz mordendo o lábio

-Isso é bastante coisa gente... –Jin diz ainda surpreso

-Bem, eu apoio vocês três - digo sorrindo abraçando os três

-Que bom-Hoseok diz sorrindo e me puxa para um abraço mais forte

No qual acabamos caindo no sofá, empurro ele para longe e olho de relance para Jimin, que tinha não apenas perdido o sorriso no rosto e estava com os olhos em chamas.

-Desculpe-Hoseok diz me batendo enquanto ria

Eu ia responder ele, mas meus olhos encontram o de Jimin, que arqueava as sobrancelhas. Fico sem palavras por causa da maravilhosa visão que tinha dele.

Desvio o olhar rapidamente e me sento ao seu lado, evitando contato visual, mas era impossível, ele não parava de me olhar, aquele “talvez possamos ser apenas amigos” eu duvido que ele esteja pensando assim nesse momento, pois colocou lentamente a mão em minha coxa e eu penso em tirar ela dali.

Mas então eu penso, por que não?

                         -----

Ele já estava indo embora e eu o acompanhei até o carro, ele me olha sorrindo e da uma risada

-O que foi?-Pergunto confuso

-Eu quero te pedir uma coisa, mas... –Ele diz suspirando

-O que foi? –Pergunto ficando em sua frente, perto o suficiente

-Quer sair para jantar? –Ele pergunta nervoso

-Está me chamando para um encontro Park Jimin?-Pergunto para ele colocando a mão em meu peito

-Como amigos? Talvez... –Ele diz dedilhando meu ombro e lambendo os lábios

-Eu vou-digo suspirando e colocando as mãos no bolso do meu casaco

Ele da um sorriso bem grande e abre a porta do carro para mim e faz sinal para eu entrar, entro e ele fecha a porta para mim, ele da à volta e entra no banco do motorista.

No caminho para lá, o silencio era insuportável e a única coisa que eu podia escutar era a minha respiração e a dele.

-Então... Vai ficar na casa do Jin... –Ele diz olhando para mim

-Vou.

-Sabe, depois, se você se cansar dele, pode vir para minha casa, meus pais estão viajando então... –Ele diz sorrindo-Pode ficar lá

-Vou pensar no seu caso. –digo piscando

                         ----

No restaurante ele se sentou a minha frente e continuava a me olhar

-O que vai pedir? –Jimin me pergunta olhando por cima do cardápio

-Macarrão mesmo - Digo suspirando

-Então tudo bem-ele diz e chama a garçonete

-O que vão pedir? –Ela pergunta ignorando Jimin e dando atenção a mim

-Pode ser-ele diz tossindo- Uma porção beem grande de macarrão-ele diz sorrindo para ela

Ele então coloca sua mão em cima da minha e a acaricia, um calor gigante sobe pelo meu corpo e engulo um seco de como isso foi tão bom, esse calor é impossível de descrever.

Olho para ele, que sorria para mim

-Tudo bem então-ela da de ombros e sai da mesa

                           -----

 Quando nossa comida chega, percebo que era apenas um prato, olho confuso para ele

-Vamos dividir-ele diz sorrindo

-Ta brincando né?-Pergunto

-Não-ele diz sorrindo

Ele pega um hashi e começa a comer, faço isso logo em seguida e então o silencio começa a aumentar e fico cada vez mais desconfortável.

Então quando tudo aquilo finalmente acaba, fomos embora e quando ele para em frente à casa de Jin, eu estava prestes a sair do carro, mas ele pega a minha mão e diz:

-A gente se vê amanhã Jeon

Então ele se aproxima e penso que ele ia me beijar na boca, mas foi apenas um beijo no rosto.

-Tchau-ele diz me soltando

Saio do carro pasmo, não fico bravo pois ele ter me beijado, fico bravo pois eu queria que tivesse beijado minha boca.

 


Notas Finais


O Q PODEMOS ESPERAR DO PROXIMO CAPITULO?
EU REALMENTE N SEI...
2BJ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...