História I Wanna Be... (Jikook) - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~PandaAnyaS2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Exibições 425
Palavras 471
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoinhas <3
Nosso objetivo com esta fanfic é sair um pouco da mesmice. Mais pra frente será explicado tudo que está acontecendo e o porquê de estarem em tal lugar, esse é só um pequenino início.
Esperamos que gostem c:

Capítulo 1 - Dentes de coelho?


Eu caminho rapidamente pelos corredores do novíssimo e tedioso internato, tentando inutilmente desviar dos olhares direcionados à mim. Aquelas pessoas me encaravam sem o menor pudor, dando risadinhas e sussurros maldosos. Perderam alguma coisa em mim?!
Ok. Essa situação constrangedora pode ser por minha culpa. Ômegas passando-se por alfas ainda é um tanto fora dos padrões e um grande tabu, apesar de estarem se tornando cada vez mais clichês. Não que eu seja um desses projetos de contentamento, mas tenho meus motivos. Minhas roupas de couro escuro chamam a atenção, juntamente a maquiagem fosca, que não colabora. Infelizmente meu orgulho não me permite andar de cabeça baixa. Não que isso esconda este meu cheiro, que, na minha opinião, é repugnante; ser perseguido pelo aroma de café sem açúcar, recém feito, não me agrada, ainda mais porque detesto tal bebida. 

Olho para os lados, procurando alguém que me ajude a encontrar meu quarto. Falho miseravelmente. Eu devia mesmo ter vindo com roupas femininas, mas não, tinha que reservar o dia para bancar o anti-social revoltado. Roupas coloridas são bonitas, mas aquelas saias e meias não são muito utilizáveis em público, principalmente porque os tons de chicletes nada criativos me dão tontura. 
Suspiro profundamente e permito-me encarar o chão por alguns segundos. 

– Ei, projeto de grão, sai do caminho!

Estremeço. Algum alfa idiota acabara de usar sua voz "especial" comigo. Ainda por cima me chamou de grão podre. Zombou da altura, perdeu a amizade. Ao mesmo tempo que isso me irrita, me instiga. Tons de alfas geralmente soam quase como um estrondo, fazendo-me sentir um possível sangramento em meus ouvidos. Porém sua voz mostra-se uma excessão à essa regra; levemente rouca e grossa, sem causar danos em meus tímpanos. Aquele tom sensual e mandão quase explode minha cabeça de dentro para fora, cada sílaba dita percorre todas as extremidades de meu cérebro. 
Olho para cima e vejo uma espécie de prédio em forma humana. Demasiadamente alto, comparado a mim. Nem para ser feio o indivíduo serve! Literalmente um Deus grego, mas não deixa de ser arrogante e mesquinho, ao que se vê.

– Já estou saindo. – Ele sorri em satisfação. Não consigo conter o riso. Que tipo de alfa tem dentes de coelho? 

Dou um passo para o lado, como se abrisse um corredor extra para o garoto. Seu sorriso coelhesco aumenta, mesmo acreditando ser impossível.
Talvez – com certeza – seja uma péssima escolha, mas não posso deixar a oportunidade passar. 

Ele me ignora totalmente e começa a andar. Em um pequeno deslize, um de meus pés "escorrega" para frente dos seus. Presenciar um tropeço nunca fora tão engraçado. Dessa vez me extrapolo e acabo-me em risadas. 

– Desculpe, coelho. – Meus olhos lacrimejam de tanto rir. O que recebo em troca não é um olhar ameaçador, como o esperado, mas surpreso, acompanhado por um sorriso divertido.


Notas Finais


Continuamos?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...