História I Wanna Be Yours - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Tags Aluna, Onceuponatime, Professora, Swanqueen
Exibições 286
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Vou explicar minha ausência.... Se baseia dm bloqueio criativo. Fico olhando horas para o computador e nada sai... Tá complicado, mas vamos lá... Espero que gostem.

Capítulo 40 - Capitulo 40


ALGUNS DIAS DEPOIS

Emma e Regina voltaram para casa, ficaram algumas horas na presença de Zelena que perguntou cada detalhe da viagem que fizeram.

Regina foi tomar um banho após a irmã ter ido embora e a loira decidiu que seria a hora de ligar para seus pais. 

Pegou o celular e ficou olhando para o aparelho.

- Emma... - A morena lhe despertou de seus pensamentos. - Estou te chamando há alguns minutos. - Riu.

- Desculpa, amor. Eu estava pensando no que falar para os meus pais depois de todos esses meses... - Sorriu fraco.

- Tem certeza que quer contar agora?  Podemos nos preparar melhor para isso... Tenta voltar a ter contato, deixar as coisas como eram e depois quando se sentir a vontade... Falamos sobre o casamento.

- Eu vou chama-los para jantar no meu apartamento e lá contamos... Pode ser? - Emma sussurrou e Regina assentiu sorrindo.

- Quando você quiser, Em... Não se sinta pressionada. - Beijou calmamente sua testa.

- Eu só não sei como ligar. Eles não falam comigo desde que mudei... - Suspirou e apertou o botão para ligar.

Regina sentou no sofá e a loira deitou em seu colo deixando o celular no viva-voz. 

- Alô? - A mãe da aluna atendeu e seus olhos ficaram marejados.

- Mãe, sou eu... Emma. - Vários segundos de silêncio. - Mãe?

- Querida, quanto tempo... - A mais velha disse emocionada.

- Sim... Espero que vocês tenham entendido minha decisão de vir estudar aqui.

- Seu pai se culpa todos os dias, Emma... Ele se culpa por você ter saido de casa. 

- Mãe, eu entendo vocês. Mas, eu precisava criar a minha vida... Estou estudando, namorando, trabalhando.

- Fico muito feliz que você tenha conseguido tudo isso, meu amor. Nós sentimos muito a sua falta, a casa ficou tão vazia...

- Me escuta, mãe... - A loira se encolheu no colo da morena. - Eu estou ligando para convidar vocês para um jantar no meu apartamento. Quero apresentar uma pessoa muito especial e matar a saudade que estou de vocês. - Uma lágrima escorreu.

- Quando? Pode ter certeza que iremos.

- Meu pai não pode negar isso a mim, é só uma visita... - Sussurrou.

- Eu não vou negar, filha... - O homem disse do outro lado da linha.

- Pai, sinto sua falta...

Regina sorriu docemente e acariciou os cabelos da loira, aquela ligação era o primeiro passo para uma reconciliação da mesma com os pais.

- Eu também sinto sua falta, princesa. Quando será esse jantar? 

Emma olhou para a morena e a mesma sussurrou que poderia ser no sabádo.

- Sabado, pai. Vocês podem dormir no meu apartamento e passar o domingo conosco também.

- Ok... Me mande o endereço. Fique com Deus, Emma. Eu te amo. 

Emma encerrou a ligação e sorriu lindamente para a morena.

- Viu? Não foi tão dificil assim. - Sussurrou.

- Ele não falava comigo há tanto tempo... - A loira suspirou.

- Precisamos conversar sobre a Ruby, amor... O que quer fazer?

- Eu não sei. Tenho medo de que ela tente algo contra você novamente...

- Ela não vai fazer nada em relação a isso, porque eu já avisei que chamarei a policia caso ocorra novamente. Mas, e você? Estou preocupada com a sua segurança.

- Eu sou mais forte do que ela. Fica tranquila, só preciso que me garanta que ela não vai chegar perto de você... - Sentou e a encarou intensamente.

- Ela nunca mais vai chegar perto de mim, meu amor. - Sorriu e aproximou seu corpo ao da mais nova. - Nunca mais. 

Emma empurrou levemente a morena fazendo-a deitar no sofá.

- Bom mesmo, porque você é só minha... - Sorriu maldosa e sentou sobre a barriga da mesma.

Regina brincou como se estivesse sendo sufocada e apertou as coxas da garota.

- Swan, que me matar?!

- Está me chamando de gorda? - Emma arqueou uma das sobrancelhas.

- Você está mais para palito, amor. - A morena gargalhou. - Tão gostosa... - Deslizou a unha por um de seus braços. - Tão minha... - Fez o contorno do decote que tinha na blusa da loira.

- Completamente sua... - Sussurrou lentamente.

- Queria acabar com você aqui mesmo... - Sorriu maldosa. - Mas, minha irmã já deve estar voltando.

- Quer que Zelena e Killian flagrem Regina Mills fodendo a noiva? - Gargalhou.

- Eu não te ensinei essas palavras, Emma Swan! - Brincou.

- Desculpa, mamãe.... Pode me castigar. - Fingiu estar triste.

- Mais tarde vou te castigar, querida. Pode ter certeza disso! - Revirou os olhos.

A campainha tocou e logo Killian abriu a porta.

- Estamos atrapalhando algo? - Riu corado.

- Claro que não. - Emma levantou e gargalhou. - Estavamos apenas conversando. Zelena, trouxe minha pizza? - Gritou para a ruiva que estava entrando.

- Não, mas já estão vindo entregar. - Mostrou a língua e fechou a porta.

A noite ocorreu tranquilamente, ficaram até de madrugada assistindo filmes e rindo. Familia, essa era a palavra certa para descreve-los... Uma familia extremamente unida.


Notas Finais


Comeeenteeem! 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...