História I Wanna Be Yours - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Twoshot, Yaoi, Yoonmin
Exibições 90
Palavras 3.162
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Obrigada pelos 10 favoritos c:
espero que vocês gostem desse finalzão que fiz com carinho <3

boa leitura amorecos ^.^ (pretendo fazer mais twoshot hahah) amei isso (:

~ GO GO VÁ LER !

Capítulo 2 - Just Tonight.


Fanfic / Fanfiction I Wanna Be Yours - Capítulo 2 - Just Tonight.

Yoonmin

Diário do Jimin (04/09/16)

Havia acabado de acordar, eram 07:00 da manhã e minha cabeça latejava um pouco ainda, já que eu chorei muito na noite anterior.

Eu sei que é bobeira chorar só por isso, mas eu estava esperando muito por aquele momento, sei que agi muito precipitadamente, mas eu precisava fazer isso.

Já estava enlouquecendo, fiquei escondendo meus sentimentos pelo Yoongi por muito tempo, então era agora ou nunca.

Mais estou muito confuso, não sei se fiz a coisa certa.. fico com medo que isso possa estragar nossa amizade, fico com medo de que o Yoongi me olhe como um estranho agora, possa começar a me tratar mal também, pois eu havia percebido isso no seu olhar..

Yoongi havia ficado pálido, não demonstrou reações e apenas saiu do quarto.

Eu sou um babaca mesmo, mil vezes um babaca, devia ter esperado o momento certo para dizer o que eu realmente sentia.

Mas, a verdade é que eu não aguentava mais ficar mantendo isso dentro de mim, já faz muito tempo que eu estou apaixonado por ele.

Já fazia muito tempo que eu estava aturando isso dentro de mim.

                    (...)

— Jimin ? posso entrar ? — Jungkook bateu na porta.

— Sim, Kook — sequei minhas lágrimas e logo o mais novo entrou. 

Jungkook estava com uma bandeja na mão, nela tinha uma xícara de café, torradas e alguns pãezinhos.

— Hyung.. — ele senta-se ao meu lado e coloca a bandeja no meu colo — Trouxe apenas isso pois o Jin disse que estava de dieta, só que se quiser mais, irei pegar pra você.

— Obrigado Kook — dei um beijo em sua bochecha fazendo o mesmo ficar vermelho. 

— Você está doente, hyung ? — Jungkook coloca a mão em minha testa, me olhando um pouco preocupado.

— Não, Kook..

— Você foi dormir cedo e não foi jantar ontem a noite, ontem só tomamos o café da manhã e já fomos gravar os short films, ficamos fazendo isso o dia inteiro.. hyung, me fale o que está acontecendo !

— Ontem eu confessei meus sentimentos pelo Yoongi.. — de repente um silêncio nos atinge, Kook abaixa a cabeça.

— E ele ?

— Ele não gosta de mim, Jungkook — tiro a bandeja de meu colo e coloco minha cabeça sobre o seu ombro, deixando algumas lágrimas caírem.

Me sentia bem quando estava com o Jungkook, ele e o Hoseok eram os únicos que sabiam que eu gostava do Yoongi, ás vezes acho que os outros meninos também sabia, porque era bem visível minhas atitudes com ele.

Por exemplo, o Hoseok percebeu que eu gostava dele só pelo simples fato de eu 'ver' ele.

Quando vejo Yoongi, meu coração acelera, e quando ele chega perto de mim ? fico nervoso, angustiado, igual como fiquei hoje.. e acabei fazendo o pior.. 

acabei dizendo o que realmente sentia por ele.

 

 — Hyung, não fique assim.. v-você irá achar outra pessoa que sinta o mesmo por você  — Jungkook disse, passando suas mãos em meus cabelos.

 — Não quero mais saber de ninguém na minha vida Jungkook, eu odeio o amor, odeio amar o Yoongi, isso me machuca muito, não queria nunca ter me apaixonado por ele, ás vezes não queria nem ter conhecido ele.. 

 — Ele disse que não gosta de você ? 

 — Não, mais eu percebi pelo jeito que ele ficou, Yoongi ficou pálido, só disse que depois nos falaríamos e saiu do quarto, Jungkook, Yoongi é hétero e eu tenho que aceitar isso.

Jungkook levantou meu queixo, nossos rostos ficaram á centímetros de distância, então me afastei.

 — b-bom, quer ir ao parque hoje ?

 — Não, obrigado Kook, não estou muito bem hoje.

 — Vamos, por favor, quem sabe assim você se anima um pouco hyung..

 — Não, eu..  — de repente Kook me puxa pelo braço forte e me puxa para fora do quarto.

Consigo me soltar e começo a correr dele, então ele me alcança e cai em cima de mim, ficamos brincando de lutinha até que Jin nos interrompe:

 — Crianças, vão se machucar..

 — Ommaa Jin, ele não quer ir ao parque comigo, faça alguma coisa..

 — Manda ele sair de cima de mim Omma Jin  — disse, caindo na gargalhada.

Namjoon aparece, nos observa e depois revira os olhos, logo se sentando na mesa.

 — Ta pronta a comida ?  — ele pergunta ao Jin.

 — O Jungkook e o Jimin estão quase se matando ali e você quer saber da comida ?  — logo todos nós rimos e, com tanta insistência do Kook, acabei indo ao parque com ele. 

                         (...)

O parque estava vazio e, confesso que isso me alegrou um pouco, até porque odeio ir em lugares muito cheios.

Jungkook pagou nossa entrada e, logo entramos no parque. Ele não era grande, mas também não muito pequeno.

Tinha apenas alguns casais com suas crianças, cheguei á ver um casal de dois homens e ficava os observando, eles estavam alegres, dividiam um sorvete e também tirava fotos juntos.

"Como eu queria você aqui comigo aqui Yoongi, como eu queria que fôssemos nós dois."

 

 — Hyung  ?  — logo saio dos meus pensamentos e encontro Jungkook paralisado me olhando.

 — O-Oi Kook, me desculpe, tava viajando aqui..

 — Ah, tudo bem, então.. eu estava dizendo para irmos para aquela roda gigante. 

 — N-Não Kook, eu morro de medo de altura, n-não posso..

 — Vamos comigo, por favor hyung..

 — Seu hyung é medroso e se ele ir, capaz de cagar nas calças ou, pode não sair vivo dali  — eu disse e Kook logo começou a rir, mais continuou a insistir.

 — Hyung, v-vamos comigo por favor.. se estiver com medo, é só segurar na minha mão..

 — Ah, tá bem. 

Fomos e logo entramos, um moço colocou os cintos e fiquei nervoso demais, sai logo e então Kook começou a chorar, disse que não queria ir sozinho.

O que o Park Jimin fez ? acabou indo.

De repente a roda gigante iniciou-se, ficamos há cerca de 60 metros longe do chão e fiquei apavorado, comecei a gritar muito e senti que meus pés estavam saindo da grade.

 — KOOOOOOOOK, EU VOU MORREEEEEEEEEEEEEER, MEUS PÉS MEUS PÉS MEUS PÉS AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH

 — CALMA HYUNG, É NORMAL, CALMA..

 — CALMAAAAAA ? AAAAAH, NÃO AGUENTO MAIS ISSO QUERO DESCER AAAAAAAAAAAAAAAHHHH.

Jungkook apertou minha mão bem firmemente e por um momento me senti protegido, fechei meus olhos e apenas apertava muito forte a mão de Jungkook..

Eu tava em desespero.

                           (...)

Havíamos indo em vários brinquedos, Jungkook havia se divertido muito, enquanto eu..

Assim que saímos do parque, fomos direto á uma sorveteria.

 — Hyung, quer sorvete de que ? 

 — Chocolate.  — Kook logo pega um sorvete de chocolate do freezer e pega um de chocolate branco á ele.

Quando chegamos ao caixa, Kook iria pagar os sorvetes mas eu o interrompi, pagando os dois de uma vez.

Sentamos na mesa e comemos o sorvete ali mesmo.

                             (...)

Depois que saímos da sorveteria, fomos á uma praça, sentamos no banco então Kook colocou sua cabeça sobre o meu ombro..

 — Se divertiu ?

 — Tirando aqueles brinquedos horríveis, sim eu me diverti..

 — Me desculpe hyung, sério..

 — Não precisa se desculpar Kook, eu estou melhor do que aquela hora, obrigado por me fazer ir á esse parque com você, me senti muito bem com esse passeio.  — logo uma lágrima cai de seu olho.

 — Obrigado por ser o melhor amigo do mundo  — completei.

 — Há algo que eu queria lhe dizer, hyung..

 — Diga, Kook..

 — E-Eu.. 

 — Você ?

 — Ah, hyung.. eu gosto tanto de você..

 — Kook..  —levanto seu queixo e logo nossos rostos ficam á centímetros de distância  — eu também gosto muito de você, sempre quando estou triste você tenta me animar, do seu jeito mais tenta..  — logo rimos juntos.

 — Você é o melhor amigo que alguém poderia ter, e eu enlouqueceria se te perdesse algum dia..

 — Hyung.. você só me considera como amigo ?

Então ai que eu notei, Jungkook gostava de mim !

Fiquei em silêncio e mais lágrimas caíram de seu rosto..

 — Há quanto tempo você..

 — Há três meses, hyung..  — fico paralisado e não demonstro reações, não sei o que realmente dizer ao Jungkook.

Eu o considero como amigo, nunca cheguei á imaginar ele como outra coisa, até porque, sempre amei o Yoongi.

 — Kook, me desculpe..

 — Tudo bem, eu já sabia que ia ser assim..  — Kook seca suas lágrimas e logo abaixo a cabeça.

 — Você não sabe como eu queria gostar de você como namorado, queria parar de pensar no Yoongi, queria parar de gostar dele, queria parar de amá-lo ! mas, não consigo..

 — Tomara que dê tudo certo entre vocês hyung..

 — Não vai, ele não gosta de mim..

 — Ele não disse isso, você não tem certeza Jimin, tente conversar com ele outra vez, tudo bem ?

 — Não, só irei me machucar mais..

 — Hyung, apenas tente, pois só assim acaba de vez com a sua dúvida.

 — É Kook, tenho que apenas tentar.

                           (...)

Assim que chegamos do parque, Kook foi rapidamente ao Jin contar tudo como foi, inclusive sobre os meus sustos.

Taehyung estava mexendo no celular, Namjoon também estava, mas como sempre, vendo seus vídeos "educativos".. 

 — Aonde tá o Hoseok, Jin ?

 — Está no quarto do Yoongi.

 — Obrigado, Jin  — logo o mais velho deu um sorriso, então fui rapidamente ao quarto do Yoongi.

Quando estava um pouco próximo do quarto, escutei Hoseok falando em tom de voz alta..

 — SE VOCÊ NÃO GOSTA DELE, ENTÃO SE AFASTE !

 — Eu posso te explicar Hoseok ? por favor, pare de agir assim..

 — NÃO YOONGI, VOCÊ JÁ DEIXOU CLARO BEM ISSO, PARE DE ANDAR JUNTO COM ELE, NÃO VÁ MAIS NO QUARTO DELE, NÃO OLHE MAIS PRA ELE !

 — Você tem razão, eu vou me afastar do Jimin.

                            (...)

Corri ao meu quarto, tentando segurar as lágrimas que insistiam em cair..

Assim que cheguei, tranquei a porta do meu quarto e acabei desabando completamente..

Yoongi não gostava de mim, eu sabia disso..

Ainda bem que não fui conversar com ele, iria acabar me machucando muito mais.

Afundei meu rosto no travesseiro e logo apaguei.

                         (...)

Quando havia acordado, eram 09:00 da manhã e Hoseok estava ao meu lado, me observando e com uma bandeja sobre o seu colo.

 — Vamos acordar, bela adormecida ?

 — Todo mundo agora tá me trazendo café da manhã na cama.. vocês combinaram entre vocês isso ?

 — Ahn ? 

 — É que o Kook me trouxe café da manhã na cama ontem também..  — comecei a rir e logo Hoseok riu também, colocando a bandeja sobre o meu colo.

 — Hmmm.. você que fez as torradas ?  — comi um pedaço e logo Hoseok sorriu:

 — Foi o mozão..

 — Que ? Taehyung ?

 — SIMMM

 — NÃO ACREDITO, PARABÉNS HOSEOK !  — logo o abracei forte.

 — Tava demorando para se assumirem..

 — É.. tem algo que eu queria te dizer Jimin...

 — O que ? agora irá dizer que tem até casamento marcado ? por quanto tempo eu dormi ?

 — Aah Jimin..  — Hoseok sorriu mas logo seu sorriso desapareceu.  — Yoongi foi viajar por um tempo..

 — m-mas, pra onde ele foi ?

 — Foi visitar sua mãe, e voltará daqui há dois meses..

 — Como assim daqui há dois meses ?

 — Já terminamos o comeback, temos direito pra viajar também, Jin irá nos levar para Nova York, é claro, se você não for visitar seus pais também..

 — Ah, tudo bem..  — abaixo a cabeça.

 — Não fica assim, foi melhor ele ter ido á casa da mãe dele, assim ele fica longe de você..

 — Sim, eu sei disso, inclusive você sugeriu isso á ele..  — Hoseok logo abaixa a cabeça..

 — Então você escutou..

 — Sim, eu escutei..

 — Jimin, é melhor assim, tente entender..

 — Ele disse á você que não gosta de mim né ?

 — Ele ficou me enrolando, disse que estava confuso mas, eu sei que era mentira, Yoongi é um sonso Jimin !

                          (...) 

~DOIS MESES DEPOIS~

Já haviam passado dois meses, as armys já estavam enlouquecendo e ainda teríamos que fazer outro mv.

Fiquei encarando o caderno em minha frente e Kook logo veio por trás, beijando meu pescoço.

 — Tava com saudades, meu amor.

É, decidi dar uma chance ao Kook, ele gostava de mim e disse que tentaria de tudo para me fazer esquecer o Yoongi.. se estava dando certo ? talvez..

Não vou negar que eu não sinto mais nada pelo Yoongi, mas o Kook me fazia muito bem, ele era meu anti-depressivo, só ele conseguia me animar e me fazia me esquecer do Yoongi por umas boas horas.

 — Eu também Kook.. me desculpe ter me levantado da cama, vim tentar compor uma música..

 — Você ? compondo músicas ?

 — Sim.. Yoongi voltará amanhã e também até ele compor uma, pelo menos já teremos uma música pelo menos..

 — Meu amor, o hobby do Yoongi é escrever, e ele tem muito talento.. não demorará muito pra compor a música.

 — É..

 — Agora vem cá..  — Kook puxa meu braço e me pressiona contra a parede, me dando longos beijos.

Nosso beijo era profundo, e até perdi a vontade de compor a música.. 

agora, estava apenas aproveitando o tempo com o Kook.

                        (...)

 — Meninos, vamos ?  — Jin disse, com as malas prontas.

Já estávamos indo embora da praia, o motorista estava nos esperando para irmos ao aeroporto.

 — Sim, vamos.  — Kook pega sua mala e dá um sorriso.

 — Sentirei falta desse lugar..  — olhei pela janela, vendo a bela paisagem.

 — Eu também, pois foi aqui que você decidiu me dar uma chance, e foi embaixo daquela árvore  — Kook aponta o dedo  — que foi o nosso primeiro beijo.

Sorri e assenti, assim fomos direto para o aeroporto.

                        (...)

Foram longas horas de viagem, havíamos chegado muito cansados, então Jin apenas preparou algo para comermos e logo fomos dormir..

 — Amor, posso dormir com você ?  — Kook entra no meu quarto.

 — Pode sim, mais só iremos dormir.. nada de brincar.

 — Tá  — Kook sorriu e colocou sua cabeça sobre o meu ombro, então acabamos adormecendo juntos.

                      (...)

Passou-se algumas horas e escutei um barulho.. quando abri meus olhos, vi o Yoongi, ele havia derrubado o abajur no chão e ficou pálido ao me ver com o Kook na cama.

 — O que está fazendo aqui ?  — perguntei, me levantando logo da cama.

 — B-bom, acabei de chegar e vim ver como você estava mais.. parece que está ocupado né..

 — É, eu estava dormindo..

 — Só dormindo ?  — ele logo olha o Jungkook, ao ver que ele estava sem a camiseta e apenas com um short.

 — Kook tem costume de tirar sua camiseta para dormir, tem vezes que ele dorme até de cueca, isso não significa que estávamos fazendo outra coisa, Yoongi.

 — Significa sim.

 — Tá bom, acredite no que quiser, sua opinião é tipo dez..

 — Dez ?

 — DEZnecessário !

 — Aish..

 — Como foi a viagem ?

 — Foi ótima.. a sua nem preciso perguntar, não é ?

 — É, agora..  — abro a porta  — pode sair.

 — Tudo bem.

Logo quando vou fechar a porta, Yoongi olha no fundo dos meus olhos..

 — Você mudou, Jimin.

                   (...)

Passou-se mais algumas horas, estava na sala tentando compor uma música novamente, até que vejo Jungkook vindo em minha direção:

 — Amor, me deixou sozinho na cama de novo..

 — Me desculpe Kook, não acontecerá mais..

 — Você nunca me chamou de amor, sabia ?  — Kook abaixa a cabeça, logo levanto seu queixo..

 — Eu gosto de você, e é isso o que importa Kook.

 — Gosta tanto como gostava do Yoongi ? ou seja, ainda 'gosta'.

Fiquei em silêncio e logo o mais novo saiu, de cabeça baixa.

 — Yoongi, você voltou !  — escutei a voz do Jin da cozinha e logo escutei do Yoongi também.

Sai da sala e fui rapidamente ao meu quarto, porque sabia que o Yoongi ia diretamente pra sala, e não, eu não queria vê-lo. 

Sentei-me em minha cama e fiquei quase meia hora pensando na letra da música, apagava e reescrevia várias vezes..

é, eu não tinha jeito pra isso.

De repente, Yoongi entra no meu quarto e finjo que não o vejo, continuo tentando me concentrar na letra mas.. não consegui por muito tempo..

Yoongi havia sentado ao meu lado, ele vestia uma calça jeans azul escura com um rasgo no joelho esquerdo, uma blusa preta com manga comprida e um all star preto.

Seu cabelo estava um pouco bagunçado como de costume, seus olhos.. aqueles olhos..

 — Não está conseguindo compor uma música ?

 — N-não, e sai daqui..

 — Jimin.. compor uma música não é fácil, você precisa pensar no tema, precisa transferir seus sentimentos todos para o papel, fazendo os virar em notas e ritmos.  — disse, logo ignorando o que eu falei.

 — Não sou bom com isso, eu não preciso da sua ajuda..

 — Não tem como eu te ajudar nisso também Jimin, não sei o que você sente, até porque, uma das principais regras para criar uma música, precisa expressar-se com palavras aquilo que se sente.

 — Obrigado pelas dicas, agora..  — levanto-me e abro a porta  — pode se retirar do meu quarto, por favor ?

 — Por que está assim comigo ?

 — Assim como ?

 — Aish Jimin, você sabe.. o que eu fiz pra você ?

 — Nada Yoongi, eu só não quero você aqui mais, eu detesto escutar sua voz novamente, detesto sentir o cheiro do seu perfume, eu detesto te ver, detesto amar ainda você..  — logo ele abaixa a cabeça e dá um sorriso.

 — Então, você ainda não me esqueceu ?

 — Por mais que eu tente, eu não consigo.. m-mas eu vou conseguir.. estou começando uma nova história com o Jungkook, tenho certeza que irei conseguir te esquecer Min Yoongi !

 — Não faça isso..

 — O-Oque ?  — fico paralisado e Yoongi se aproxima de mim, deixando nossos rostos á centímetros de distância.

 — Demorou muito, mas.. eu gosto de você, Jimin.  — abaixo a cabeça e sinto umas lágrimas virem, Yoongi não consegue conter e algumas lágrimas caem de seu rosto.

Nós dois ficamos emocionados, nunca achei que Yoongi ia corresponder meus sentimentos, nem em sonho.. isso foi uma surpresa pra mim.

 — Como assim, você diz isso do nada pra mim ?  — questiono ele, ainda não estava acreditando naquilo.

 — Você também disse do nada que gostava de mim Jimin..

 — M-mais.. c-como..

 — Percebi isso nesses dois meses, senti falta de você Jimin !  — não me contive e acabei chorando ali mesmo.

 — Nesses dois meses estive muito sozinho, não tinha ninguém para passar a tarde jogando ou conversando sobre coisas bestas, quando eu ia compor uma música sentia falta das suas opiniões, senti falta do seu jeito meigo quando sempre me via, sentia falta de estar com você.. e isso, só me mostrou o quanto eu quero (e preciso) de você por perto.

 — Y-Yoongi..

 — Eu te amo, Jimin, e acho que sempre te amei.. nunca pude demonstrar isso pois eu achava isso errado, minha mãe sempre me dizia que o homem foi feito para a mulher, e a mulher foi feita para o homem.. mas eu percebi que ela estava errada, eu me apaixonei por você Jimin e..  — ele seca minhas lágrimas  — amor, a gente não escolhe.. simplesmente acontece.

 — Eu te amo, Yoongi !  — puxo seu queixo e logo inicio um beijo.

Yoongi tranca a porta e logo me empurra para a cama, me dando beijos profundos e cheio de desejo.

 — Y-Yoongi.. e o Kook..  — tento me conter, ao perceber que ele estava mordendo meu pescoço.

 — Vamos ficar juntos nem que seja só por essa noite, Jimin.


Notas Finais


é isso amores c: espero que tenham gostado do finalzão <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...