História I wanna die... {CHENMIN/XIUCHEN} - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Chenmin, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Xiubaek
Visualizações 207
Palavras 772
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Lemon, Mistério, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiin

Obg por não terem me matado

E sim, DESCULPA PELO ULTIMO EPISODIO

Boa leitura =3

Capítulo 11 - I go.... die?


Fanfic / Fanfiction I wanna die... {CHENMIN/XIUCHEN} - Capítulo 11 - I go.... die?

JongDae, eu te amo


(....)


Acordo tonto e com dor de cabeça, olho pra cima e vejo o teto do banheiro, e sinto o chão gelado.

Me levanto, ainda tonto. Olho pro meu braço e vejo-o todo cortado. 

Lágrimas caem no meu rosto, eu prometi pra mim mesmo que eu nao iria mais me cortar. Mas eu sabia que era impossivel, afinal, eu tenho depressão e se eu me estresso muito com uma coisa, acabo fazendo "merdas" como essa. 

Saio do banheiro e procuro minha caixa de remédios. Tomo as doses, depois pego minha caixa de emergência, e passo os medicamentos certos nos meus cortes, que estavam mais fundos do que o normal. 

Pego minha blusa no chão mas não a visto, só a tiro do chão. Vejo as horas e percebo que eu demaiei por muito tempo, ja eram 19 horas da noite. 

Me lembrei que eu tinha que encontrar Baekhyun, se não eu perdia tudo eu e me restava de forças pra continuar viver a vida. 

Coloco um moletom Branco que tinha no meu Guarda roupa. Afinal, eu não iria deixar ele ver meus cortes fundos no meu braço. 

Eu ainda estava bem tonto, então tomo um remédio para dor de cabeça mesmo e saio de la. Entro no elevador e, cara, de novo eu me encontro com aquele rapaz. 

- O que foi? Por que estava chorando mais cedo? 

- Me deixe em paz

- Só quero ajudar, o que houve? 

- FALEI PRA ME DEIXAR EM PAZ! É A MINHA VIDA, E EU FAÇO O QUE QUISER COM ELA! ENTAO, POR FAVOR, ME DEIXA EM PAZ! - Acabo explodindo no pobre coitado que tava só querendo me ajudar. 

- D-Desculpe... - ele diz

Saio do elevador irritado. Irritado com a vida, irritado com tudo. 

Vou andando pelas ruas escuras em direção àquela biblioteca. Porque estou indo pra la? Por que se eu não for, Baekhyun não vai nunca mais falar comigo. Assim como o JongDae. Merda. 

Entro na biblioteca e procuro um ser pequeno (pequeno é, mas é maior que eu). Quando eu o encontro, ele estava de costas pra mim. Dei um sorrio, por mais que ele não visse. Acho que ele estava nervoso, pois ficava andando pra la e pra cá. Me aproximo dele devagar, mas, quando eu estava mais próximo dele, corri e abracei ele por trás, o surpreendendo. 

Ele se virou e sorrio, como se estivesse aliviado. 

- Minnie... - ele diz e me abraça forte. Depois de um tempo, saio do abraço, sem parar de sorrir. 

- Baekhyun, ahhh me desculpe. Eu fui um idiota mesmo. - O abraço enterrando meu rosto sobre seu torax/peito. 

- Está bem... Eu aceito seu pedido de desculpas.. - ele dá um beijo em minha testa, fazendo-me sorrir. - Mas... Minnie, vem cá. 

Ele me leva até uma mesa distante ali na biblioteca. 

- O que foi? - pergunto

- Érr... Minnie... Eu falei com o JongDae mais cedo.... Ele estava muito triste, chorando. Fui perguntar o motivo, e ele disse que nunca mais iria falar com você, mas que queria muito falar com você. Eu ia perguntar pra ele porque ele não falava mais com você, mas resolvi não perguntar, ele estava acabado. 

Me sinto triste novamente, e meu sorriso murcha. Olho pra baixo, pra tentar não chorar. 

- Ele... ele disse que.... me ama.... 

- Então você parou de falar com ele por isso? 

- N-Não... eu estava mesmo triste e ao mesmo tempo com raiva, então não disse. Ele achou que eu não amava ele é tal, e achava que eu não queria mais falar com ele, pra ele sumir da minha vida. Eu também disse coisas horríveis pra ele... 

- Tipo...? 

Suspirei fundo e olhei nos olhos dele. Uma lágrima escorre dos meus olhos, mas logo a enxugo. 

- Olha isso aqui... - Levanto uma parte do meu moletom, a do braço, pro Baek ver o que eu tinha feito mais cedo. Ele viu e fez um perfeito "o" com a boca. 

- M-Minnie... p-porque fez i-isso? 

- Porque... não sei se sabe, mas eu sou depressivo. Antes de conhecer vocês dois, a toda hora eu queria morrer. Quando percebi que tinha perdido  o JongDae, me cortei. Fundo. O que me fez levantar e não me matar, foi o fato de você ainda não ter desistido de mim. Ainda. Todas as pessoas que eu conheço desistem de mim... 

- E porque... você acha que eu iria desistir de você..? 

- Porque todas as pessoas que eu ja conheci desistiram. Meus pais desistiram de mim e me deixaram sozinho. Todos os meus "amigos" me deixaram. Por isso, me tornei depressivo. 



Notas Finais


Oiie

Ep bem deprê :')

Kisses


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...