História I wanna i little bit California - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, JC Caylen, Kian Lawley, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Magcon
Exibições 55
Palavras 4.308
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HEEEEEEEEEEEEY EVERYBODY
COMO ESTÃO ?
MIL DESCULPAS PELA A SUUUPER DEMORA
Eu meio que fiquei sem tempo nenhum, to em época de provas, recuperação, é foda!
MAS..
INFELIZMENTE CHEGOU :(
POR FAVOR COLOQUEM AS MÚSICAS QUANDO EU PEDIR!!
Eu vou deixar pra me despedir dessa beleza aqui, lá em baixo tá ?
Então... Eu comecei outra fic, com o Matt, o link esta lá em baixo. NÃO ME LARGUEM!!!!!
Por favor COMENTEM, sabe que eu amo vcs que sempre estiveram aqui comigo né?
BJU NA BUNDA
ATÉ LÁ EM BAIXO..
VÃO LER <3
Música do capitulo: Salvation da Gabrielle Aplin

Capítulo 30 - The Torn Shirt Boy


Fanfic / Fanfiction I wanna i little bit California - Capítulo 30 - The Torn Shirt Boy

....

Tivemos que esperar uma semana para a lua de mel. O porque ? Eu meio que passei mal e a semana inteira. Pois é. Fui ao médico e ele disse que provavelmente era só uma vírus ou algo assim. Decidimos que vamos pro Havaí, em uma casa, eu acho.

-VAMOS LOGO!- escuto um berro lá de baixo, um ou um monte.

Ontem teve meio que uma festa aqui em casa, só com os meninos e com as meninas. Ficamos fazendo vídeos para os canais, cantando, dançando, bebendo, foi único.   Ou seja, fomos dormir 5 da manhã pra acordar 12:00. Nosso voo é 15:00, mas como o aeroporto é em San Francisco, temos que sair mais cedo. Vamos passar uma semana lá, era duas, maaaaaas temos que voltar a trabalhar, pois é. Arrumei minhas malas hoje, na hora que acordei, com a ajuda da C, então já sabe né? Bagunça total.

Vejo Tay andando no corredor, sorrio

-TAYLOOOR- ele aparece com a cabeça dentro do quarto

-Me ajuda com as malas?- ele revira os olhos e vem até mim

-Só por que vou me livrar de você por uma semana..- sorrio cínica e entrego a mala grande, e pesada, de rodinhas pra ele, junto com uma outra mochila de costas do Tigrão. -Sério isso? Vai aproveitar e vai ficar até o ano novo?- ele faz cara de surpreso

-Vai tomar no cú- pego minha bolsa normal e mais uma maletinha pequena

-Só isso? - reviro os olhos saindo do quarto

-PARA de reclamar! Jesus!- desço as escadas e eles gritam

-QUE DEMORA! -rio com a cara do Cam, por causa do tanto de malas

-Rainha né..- mando beijo e caminho até a garagem, guardo as malas no carro

-Dez conto.- Tay diz estendendo a mão, depois de colocar as malas no porta malas.

-Ah claro, isso é o que você recebe no seu trabalho por semana. -bato em sua mão e volto para dentro.

Chego na sala e tenho uma ótima visão da minha família, todos rindo e felizes. É que quando a gente chegar da viajem, todos vão voltar pra suas devidas casas, pros seus trabalhos, até pra outros países. Essa seria a nossa "despedida" até não sei quando vamos nos ver de novo. É bem difícil dizer adeus, na verdade nunca é realmente um adeus. Nós sempre voltamos uns aos outros.

-Esta na hora.- Cam diz e eu assinto suspirando. Caminho até Aaron.

-Ei.. - ele me puxa e me abraça -Você sabe que você é minha coisinha fofa não sabe? -sorrio e beijo sua bochecha

-Cuida dele viu Ang..- abraço Angela do seu lado

-AMIGAAA- Cartah que estava com os braços abertos, começo a chorar e rir ao mesmo tempo. Ele fez uma camiseta personalizada com a minha cara nela. Ele tem problema não é possível.

-Japa, toma cuidado e se cuida! - ele ri

-Mommy..- bato fraco em seu braço.

Hayes estava com minha prima de seu lado e eu começo a rir, lembrando de momentos.

-Lagoa azul 2, gato, lindo, maravilhoso. Se cuida anão! - ele ri e me abraça

-Você é gigante né?- sorrio e mando beijo pra minha prima

Jack G e Madis, Jack J e Lari.

-Olha aqui vocês quatro crianças.. - coloco a mão na cintura

-Shiu!- Madison e JG me puxam e me abraçam

-Fiquem sempre style e arrasem sempre viu?  - sorrio

Faço meu toque de mão com Johnson e abraço Lari

-Usem proteção crianças..- grito e caminho até Jc e Kian.

-What's Up Cam's girl!- rio e abraço Jc

-Se você cortar o cabelo eu corto seu pinto fora..- sorrio e ele ri

Fico encarando Kian e depois o abraço forte

-Te amo loira..- sorrio e o solto.

-GOXTOSA-sinto um peso no meu pescoço e vejo Lox pendurada no mesmo

-O Mogli se cuida tá?- ela desce e continua me abraçando

-Vê se VOCÊ usa proteção, os dois. -rio e beijo sua bochecha

-MOMMY! -Matt me abraça e eu bato em sua cabeça

-Se você ficar de palhaçada com menininhas eu vou cortar o seu pinto..- ele ri e eu escuto Jc gritando 'acho melhor acreditar nela'. Rio.

Nash e Dani parados que nem dois bestas me olhando.

-Que é?- cruzo os braços e abraço Dani enquanto observamos o momento Cash <3 Cam abraçava Nash e eles riam de alguma coisa

-QUE LINDO MENINAS!- eu e Dani gritamos e eles sorriem cínicos

Abraço Nash

-Se você machucar ela eu te mato ok ?- ele assente corado

-O mesmo vale pra você..- ele olha em direção de Cam e eu sorrio boba encarando aqueles olhos azuis mais um pouco

Nate, Sammy estavam viajando então não dava pra abraçar eles. Shawn veio pra cá, pra festa mas já tá voltando pra turnê.

-Thau Justin!-o abraço

-Bjo delicia..- sorrio e olho pra perto da porta. Clary e Taylor.

Você consegue. Abraço os dois tipo muito forte.

-Cuidem da Kris e do Chris-

-Só deles?- Tay pergunta

-Pra vocês to pouco me fudendo!- digo e dou de ombros limpando umas lagrimas

-Percebi..- mando o dedo do meio pra C

Sinto uma mão na minha cintura e me viro

-Vamos..-era Cam. Assinto com a cabeça e subo na cadeira do lado da porta

-Vocês são minha família okay? Até logo, amo muito todos vocês! É nóis! -mando beijo e eu e Cam saímos e  vamos até a garagem com chuva de arroz na gente. Pois é. Entramos no carro e ele sai dirigindo até o aeroporto, que era daqui 1 hora e meia de carro. Mas não ligo, É MINHA VIAGEM DE LUA DE MEL!!!

-Liga o rádio.. - ele diz e eu ligo me ajeitando no banco. Passava Sugar do Robin Schulz, a mesma música do nosso quase beijo. Ele olha pra mim

-Você lembra?- pergunto aumentando o rádio

-Como esquecer ?- sorrio

-Got me lifted, drifted higher than the ceiling. And ooh baby it's the ultimate feeling. You've got me lifted, feeling so gifted. Sugar how you get so fly? - canto fazendo um microfone com a mão e ele grita para as pessoas na rua.

-Meu Deus parece que foi ontem, que estávamos no meu carro, que você bateu, cantando aquela música..-ele é interrompido por meu grito

-TA DE ZOEIRA?!?!-tava tocando Little Do You Know! Nossa música! PORRA!

-Você fez essa playlist ou o que ?- rio e aumento mais um pouco

-Bateu nostalgia! -ele começa a cantar, gritar, e eu solto uma gargalhada.

-I'LL WAIT, I'LL WAIT. I'll love like you never felt the pain, i'll wait! -canto e depois que ele volta a andar com o carro, eu abro o vidro e começo a gritar -EU AMO ESSA MÚSICA!- as pessoas riam algumas olhavam assustadas. Fecho o vidro e ele para o carro, olho pra ele e ele olha pra mim.

-So lay your head on me - cantamos essa última parte juntos e ele encosta a cabeça em meu ombro. Depois ele levanta a cabeça e olha pra mim.

-Eu te amo..- ele diz e eu lhe beijo lentamente

-Como a primeira vez. - sorrimos

-Chegamos.- sorrio e saio do carro, indo pegar aquele carrinho de colocar malas

....

O voo foi tranquilo, ainda não tínhamos chegado, estávamos quase chegando. Olho pro lado e vejo Cam dormindo, como um anjo. Sorrio e levanto minha poltrona, a deixando normal, já que ela estava totalmente deitada. Me espreguiço e pego minha mochila com roupas, pra me trocar. Levanto e caminho até o banheiro, era grande, mais do que o normal.

Molho meu rosto, meu pescoço, seco, passo algum creme hidratante, coloco a roupa da bolsa e passo um pouco de batom.

Volto para as poltronas e ele ainda dormia, sento do seu lado e lambo sua cara. Rio com a cara que ele faz

-Caralho, deixa eu..- sorrio e ele abre os olhos

-Estamos chegando preguiçoso!- ele sorri e me abraça -Ain que fofinho..- ele lambe minha bochecha -Filho da linda mãe!-

-Vai trouxa!- ele levanta com a sua mochila e vai até o banheiro

Fico encarando o espelho e pensando no quanto ele me faz feliz esse miserável. Incrível que parece que foi ontem que eu entrei pelas portas daquela casa e encontrei os meninos, nunca pensei que seriamos uma família tão ligada e unida. Evoluímos muito desde o começo de tudo, mais ainda somos todos aquelas crianças, bem crianças que cuidam de outras crianças, se é que entendem. Coloco meus fones na música Over and Over Again do Nathan Sykes, vários flashes vem a minha mente.

" . Ele tinha olhos castanhos extremamente lindos,cabelos castanhos,era meio musculoso. Pra falar a verdade LINDO POR INTEIRO. 

 -GENTE EU AMOO O MOLETOM DESSA MENINA!- ele grita e todo mundo grita também. Bêbados. Ele devolve o microfone pro moço e vira pra mim. Ele vai chegando mais perto,e mais perto.  E me beija. Em cima de um carro de som. Na frente de todo mundo.  

-O cabelo! CAMERON ALEXANDER DALLAS O QUE EU DISSE SOBRE O CABELO ? -ele começa a correr até água fugindo de mim que estava com dois ovos nas mãos. 

Me: Vou estourar na sua cara!-ele corre atrás de mim e me pega no colo, me colocando no ombro. Um dos ovos cai na água, o ovo eu estouro em suas costas. Começo a espernear. 

-Shiu!- beijo seu pescoço, beijo atrás de sua orelha, mordo o lóbulo de sua orelha. Ele estava exitado. Pelo visto achei seu ponto fraco. Beijo sua bochecha. Passo minha língua em seus lábios e mordo o inferior. Desço de seu colo e passo a mão por dentro de sua camiseta, em sua barriga a arranhando.

-Deixa eu ver!-ele começa a correr de mim com o celular na mão. -IDIOTA!- começo a correr atrás dele

-Depois você vê..-ele para e me puxa me dando um selinho logo quando paramos de correr

Estava ensaiando minha fala em meu quarto, pra um trabalho da faculdade. Falando sozinha e quando olho pelo espelho vejo Cam, deitado na minha cama me imitando com uma cara muito engraçada.

-Babaca!- rio corada

Nós, eu e meu marido, estávamos deitados na cama do nosso quarto. Ele acariciava meu cabelo e eu seu braço, eu estava lembrando do dia em que nós estávamos no hospital, quando eu tive o Chris. "

-Porque esta sorrindo ?- me assusto e olho pro lado, vendo Cam com seu lindo sorriso

-Nada não..- ele levanta a sobrancelha e da de ombros colocando o outro fone e buscando outra música em meu celular

-Essa aqui miga! -logo começa a tocar Milk-shake -My milk-shake brings all the boys to the Yard and damn god it's better than yours!- solto uma gargalhada e ele não aguenta e começa a rir também

..... (COLOQUEM POR FAVOR A MÚSICA Yours da Ella Henderson. PLEASE)

Era uma casa isolada, em uma ilha que tinha poucas casinhas. A nossa, como sempre a maior. Era a ultima e a mais isolada. ERA MARAVILHOSA! De frente pra praia, absolutamente linda!

-Vou nadar ta ?- ele aparece por trás de mim e me abraça

-Okay Sr. Parker..- ele sorri bobo e tira a camisa caminhando até a praia, que estava já entardecendo. Vou correndo até minha bolsa  pego minha câmera e tiro uma foto. Ele de costas, aquele lugar maravilhoso, o mar, o céu. Paraíso! Sorrio e me troco, coloco meu biquíni preto e dourado e solto meu cabelo, que batia no meio das costas, aparei um pouco as pontas tava muito grande.

Caminho até água cristalina do mar, até onde ele estava. Pulo em suas costas e beijo sua bochecha.

-Olá! -ele sorri e me deixa cair na água de propósito -NOSSA! Seu grosso! Eu venho toda amorzinho e você faz isso? - ele ria da minha cara e eu seguro o máximo pra não rir. Mostro a língua e ele sorri malicioso e vem até a mim me beijando, calmamente. Ele encaixa suas mãos, que eram maiores que minha cara, em meu rosto e eu coloco minha mão em seu cabelo, foi ficando mais intenso e mais intenso. Ele me pega no colo, como um bebe, e começa a sair da água, me levando até a casa.

-Amo seus olhos..- ele diz subindo as escadas até o quarto e me coloca na cama de casal, deitando me devagar sobre os edredons macios.

-E eu amo os seus, mesmo sabendo que os meus azuis são irresistíveis. -ele ri fraco e beija meu pescoço devagar. Suspiro sentindo o toque de sua boca em minha pele, sentindo sua pele quente na minha, me esquentando, me protegendo. Passo as mãos em suas costas e paro em seu pescoço o puxando mais pra perto, me ajeito e fico observando ele tirando a bermuda ficando de cueca, subindo com beijos pela minha barriga, ombros, pescoço, bochecha, até chegar aonde eu queria.

Ele me beija calmamente, sem pressa, como se o tempo tivesse parado e só houvesse nós no mundo inteiro. Não tinha nenhuma malicia em seus atos, nem em seus olhos, ele fazia isso como se eu fosse quebrar em suas mãos. Eu amo isso. Ele era tão delicado em questão a mim. Ele nos separa e fica me olhando enquanto vai tirando o laço da parte de cima do biquíni, assisto seus movimentos atenta, como se fosse um dos filmes favoritos, e realmente era! Ele era o melhor filme, é definitivamente. Ele vai tirando cada pedaço dos problemas, em apenas um simples toque ou olhar.

(PAREM A MÚSICA SE JÁ NÃO TIVER ACABADO)

.....

Abro os olhos devagar, olho pro lado e vejo Cam dormindo como um anjo, sorrio e me enrolo nos lençóis. Levanto e caminho até o banheiro, tomo um banho rápido, me enrolo na toalha e saio do banheiro. Ele ainda dormia, e como ele estava tão fofo lá, decidi não incomodar. Me troquei com qualquer coisa e fui até a cozinha, encontrei a mesa grande cheia de comidas, doces, frutas, sucos. Sorrio de orelha a orelha. Que horas ele fez isso?

Me sento na mesa e pego uma waffle, chantilly, morangos e calda de chocolate. Os meu favoritos, pego um copo e coloco um pouco de suco de uva. Como e lavo meu prato e copo, coloco café em uma xicara e caminho até a varanda. Pego meu caderno de desenhos na bolsa e começo a desenhar igual a foto que tirei dele ontem. Ficou bem bonito, sem querer me gabar sabe.

-Bom dia..- ouço uma voz rouca em minha voz que me arrepia toda. Sorrio

-Bom dia.- digo concentrando me de novo no desenho

-Sempre achava que Matt era sua musa..- começo a rir e balanço a cabeça -Vamos passear ?- fecho o caderno e olho pra trás lhe dando um selinho e levantando.

-Vou me arrumar..- ele sorri ao ver minha roupa e eu reviro os olhos indo até o quarto

.....

-Baby look what you've done to me!- eu cantava enquanto andávamos de mãos dadas pelas ruas lindas, daquela cidade maravilhosamente maravilhosa. Cam segurava algumas sacolas de compras minhas e na minha mão livre eu segurava meu milk-shake de nutella.

-Olha aquele menino..- uma menina passa por nós. "ah é normal, ela tarar algum menino" MAS NÃO O MEU MENINO! Ela e a amiguinha dela sorriam e encarando Cam, babando.

-Espera um segundo por favor.. - falo pra ele que estranha mas fica parado

Vou até as duas meninas e paro na frente delas

-Licença..- a morena diz fazendo sinal com a mão pra sair

-Tá vendo isso? - estico a mão com a minha aliança a mostra pras duas que me olham confusas

-Legal, parabéns..- reviro os olhos e aperto a palma da minha mão forte.

-Percebi que vocês tão olhando pro cara que me deu essa belezura aqui..- elas olham pra trás e logo sinto uma mão em minha cintura, elas sorriem vermelhas.

-Olá madames..- ele diz pra me irritar e eu sorrio irônica pra ele

-Desculpe a gente não sabia..-elas dizem e saem andando

-Uau! -ele diz voltando a andar com a mão na minhas costas

-Elas estavam te tarando e eu vi uns olhares..- ele me interrompe

-Da pra parar?- ele pergunta parando de andar e me encarar -Vai começar a dar a louca ?-cruzo os braços e bufo -Quantas vezes eu vou ter que falar que eu te amo? Hein? Por favor não me faça gritar! -sorrio e balanço a cabeça.

Já tínhamos voltado da nossa volta pela cidade, subo para procurar minha blusa na bolsa, uma carta cai da bolsa e eu me lembro da carta que minha tia havia me dado, no dia do casamento. Sorrio e desço as escadas indo até a areia, perto da água. (If I Could Fly - One Direction PLEASEE)

" Minha linda, doce, Alice. Lice, chata, estrela.

Não posso expressar o quanto eu estou orgulhosa de você, do seu sucesso, da família que você construiu, da evolução que houve de uma menina a uma mulher. Estou escrevendo isso para lembrar de momentos nossos, da nossa família, do que eu cuidei todos esses anos e me orgulho mais do que tudo. Desde que você era uma menininha indecisa do que fazer da vida. Desde quando você estava em depressão por causa de seus pais! Desde quando você chorou no meu ombro, contando sobre os seus problemas pra mim e para o seu tio. Lembra de quando você chegou bêbada em casa com seu tio? Eu fiquei furiosa confesso, mas espero que um dia você possa contar todas as suas historias para seus netos e para seus filhos. Espero que um dia você esteja andando na praia com suas crias e com seu marido, andando na água e lembrando de quando eu te levava pra tomar sorvete. É muito difícil ver minha menina crescida, casada e com seu filho no colo! Lembro quando sua mãe casou, eu chorava vendo ela segurando você no colo. É bem difícil deixar você ir, deixar você seguir sua vida sem nós. Acordar, sem seus berros e sim com os berros de seus filhos. Sei que não sou muito de me abrir pras pessoas, mas quando você foi morar em LA sozinha, eu chorei por quase uma semana sabe? Você tem os olhos de sua mãe e o cabelo também. Já o nariz arrebitado e a boca de seu pai! Seu jeito teimoso e engraçado, não foi de mim pois é, você herdou de seu pai. Sua habilidade de fazer os outros sorrirem e ser atenciosa, veio da sua mãe, que estava sempre sorrindo. Quando seu mundo estiver desabando lembre-se da sua família, a que você construiu saiba que eles vão sempre estar lá pra te dar um abraço apertado ou um beijo estalado! Sei que você cresceu sem seus pais, mas saiba que eu e seu tio sempre fizemos de tudo pra você e seus irmãos tivessem a sensação que tinham eles por perto. E eles estão e sempre vão estar, assim como e seu tio também vamos estar. Bem há alguns anos atrás, seu tio infelizmente teve um câncer mas GRAÇAS A DEUS ele conseguiu vencer e lutar  pela sua vida. Esperei pra te dar essa carta agora pois não queria estragar seu casamento te deixando triste ou algo assim, sei que você é muito emotiva, principalmente com essas coisas. Fomos no médico uma semana antes do seu casamento, seu tio não estava se sentindo muito bem, então tivemos a noticia de que o câncer não tinha sido totalmente vencido e tinha ainda a doença em seu corpo. Câncer terminal, ou seja, ele não tinha mais que 1 mês de vida. Ele insistiu em não desistir do seu casamento, pra te segurar nos braços mais uma vez, uma ultima vez. Ele tomou a decisão de que queria passar seu ultimo mês comigo lá onde nós nos conhecemos, no que ele chama de "Paraiso". Já eu não sei o que vai acontecer depois que ele se for, você sabe que ele é tudo pra mim, e principalmente minha família! Assim como todos vocês, meus bebes! Eu não posso seguir sem ele, me desculpe por desistir assim tão repentinamente. Como eu disse, nós sempre vamos estar aqui te olhando. Não posso estar ai do seu lado agora, não sei quando vai estar lendo isso, mas saiba que eu sinto muito por deixar vocês, mas já estão todos crescidos e lindos, casados e felizes. Já eu não poderia ser feliz sem ele! Seja feliz minha gota de felicidade, minha princesa, meu porto seguro. E saiba que eu e seu tio te amamos muito e só queremos o bem de vocês!

Beijo da sua tia linda maravilhosa, delicia!  Vee "

Eu não sabia o que fazer, estava parada encarando a carta em minhas mãos, chorando que nem um bebe. Não pode ser verdade, eles não foram embora também! NÃO PODE SER!

Saio correndo pra dentro da casa, subo as escadas e entro no quarto pegando meu celular na bolsa e discando o numero dela. Um bipe, dois, três, quatro, caixa postal. " Olá pra você que veio encher o saco me ligando a essa hora, deixa sua mensagem depois do bipe. " Sua voz diz e o bipe soa

-Por favor.. Não me deixa! - eu digo e o outro bipe soa. Jogo o celular longe e me jogo no chão, soltando um grito e deixando o choro me dominar.

Cameron Dallas POV'S

Que lugar maravilhoso, que mulher maravilhosa. Ela estava sentada na areia, perto da água lendo a carta que sua tia escreveu a ela. Linda até de costas, porque ela me transformou nesse cara gay que fica sorrindo olhando as costas dela? Esse é o efeito dela sobre mim! É incrível dude!

Tomo mais um gole da minha cerveja enquanto eu sentia o vento na minha cara e olhava o mar, e ela. Sorrio e do nada ela levanta e sai correndo pra cima. Doida!

Levanto e subo as escadas, ouvindo ela gritando e chorando. Eu literalmente nunca tinha visto ela desse jeito! Ela estava jogada no chão, chorando muito e segurando algo na mão. Abaixo do lado dela e rolo meu olhos pela carta, meu Deus!

Pego a cabeça dela e coloco em cima de meu colo, me encosto na cama e deixo ela chorar.

Seus tios tinham falecido, eles eram como seus pais pra ela!

Nada vai machucar minha menina, nunca! Deixa ela chorar, faz parte.

-Eu estou aqui.- digo afagando seus cabelos

Alice Parker POV'S

-Eu estou aqui.- ele diz com a voz rouca e eu me lembro do que minha tia me disse "Lembre-se da sua família, a que você construiu"

Levanto e fico observando seu rosto, deixando as lagrimas rolarem devagar, fico memorizando cada pedacinho de seu rosto, como se eu já não soubesse de cor, eu não conseguia dizer nada. Mas acho que ele soube o que eu queria dizer.

-Olha, eu sei que é difícil, na verdade MUUITO difícil! Mas só quero que você saiba, e acho que sabe, que você tem o meu amor pra contar com. E sempre quando se sentir perdida, que meu amor seja sua ancora, pra te deixar forte e sempre voltar pra mim- ele diz e eu sorrio fraco. O abraço forte e deito minha cabeça em seu ombro.

-Eu.. Eu te amo!- digo baixinho

~ 1 ano depois~

Cadê a merda do meu célular? Sumiu!

-CAMERON CADE O MEU CELULAR!-grito do carro olhando onde toda a minha família, as duas, estavam lá. Ele não escutou, ótimo, quanto mais velho mais surdo! Fecho o carro e corro até onde todos estavam reunidos na praia de Venice.

-O pedaço de merda! -alguém taca uma bolinha na minha cabeça

-AI SEU BOSTA! -olho pra trás vendo Dylan e Taylor juntos, com bolinhas na mão. Pego uma batata inteira, sim inteira, e taco nos dois que desviam rindo.

Caminho até C que estava tentando arrumar a blusa da Kris.

-PARA QUIETA MENINA!- ela grita e eu rio passando pelas duas

Olho pro lado e vejo Brad com uma menina, andando de mãos dadas. Ele olha pra mim e manda beijo, reviro os olhos.

Vou até Cam que estava com minha bebe no colo, sim outra bebe. Ele me vê e sorri, o abraço de lado e beijo a cabeça dela.

-Ta olhando minha beleza?- ele diz e eu reviro os olhos

-Não to observando o quão feio você é, por isso mesmo que os dois filhos tem a minha cara e por isso que eu casei com você né?- ele ri fraco -Sou interesseira!- beijo seu ombro e ele me da um selinho

-MANHEEE- Chris aparece correndo na minha frente -Cadê meu boné?- dou de ombros

-Deve ter ficado em casa..- ele olha pra baixo e eu rio tirando o boné da cabeça do Cam e colocando na dele -CHRISTHOPER DALLAS JONES CUIDADO SENÃO VOU TE BATER! -ele sai correndo rindo

Vee começa a chorar e eu rio pegando no colo -Já volto..- digo pra ele e caminho até Dani que ria do Nash correndo atrás da Sky que tava conversando com um amigo dela. Rio

-EI GATA DELICIA!- ela revira os olhos rindo

-Já sei! Da ela aqui.. -sorrio e dou um beijo na testa dela. Entrego a mesma pra ela -Cuida do meu pacote em..-

-Acha que sou o que? Já segurei crianças antes vaca! -rio e volto até Cam que estava de costas

Pulo nas costas dele

-MEU DEUS QUEBROU!- ele me ajeita nas costas dele e começa a andar comigo em suas costas

-Dramático!- beijo seu pescoço e ele ri

-Sinto que estamos aonde deveríamos estar! -ele me põe no chão me virando de frente pra ele

-Com você estou no meu lugar certo! - ele sorri e segura meu rosto me beijando calmamente

-Bem vinda a Califórnia..- ele pega na minha mão e começamos a correr que nem idiotas.

Sim eu estou no lugar que eu devia estar.

 


Notas Finais


HEEEEEEEY EVERYBODY
GENTEEE DESCULPA MESMO A DEMORA VIU?
Então, acabou ;(
Só tenho a agradecer por tudo e por todos vocês que tiveram comigo desde o começo
Brigada por shippar meus shippes shippaveis! HAN?
É NÓIS VIU! AMO TODOS VCS!
TENHO MINHA NOVA FIC COM O MATT
Tem pouquinhos capítulos, pois eu esta esperando acabar essa pra começar "de verdade " aquela!
MAS É MUUUTO LEGAL VIU? E tem a ver um pouco com essa história!
Link : https://spiritfanfics.com/historia/20-days-6634055 VÃO LÁ E NÃO ME ABANDONEM!
Pois é!
Esse é o meu thau pra essa fic MARAVILHOSA que eu amei escrever!
COMENTEM, COMPARTILHEM COM OSZAMIGO, FAVORITEM POR FAVOR!
OBRIGADA POR TUDO AMORAS LINDAS<3
PEACE!

Link da roupa "qualquer coisa" : http://www.polyvore.com/beach_house/set?id=211993612
Link da roupa do role : http://www.polyvore.com/cute/set?id=211996118


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...