História I want to be your girlfriend - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Chaesoo, Jenlisa
Exibições 61
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hi, sei que tô atolada com mais 3 histórias, mas resolvi posta mais essa.
A fanfic vai ser praticamente toda no ponto de vista da Rosé e as partes em itálico são os pensamento dela.

Capítulo 1 - 1 Passo


Fanfic / Fanfiction I want to be your girlfriend - Capítulo 1 - 1 Passo

É tão cansativo, sabe? Ter uma crush e não poder chegar nela e já ir beijando aquelas lábios. Se eu pudesse eu chegava na Jisoo e ia atacar a mesma na sala de treinamento.

Mas não. Tínhamos uma relação profissional e só isso, tirando o fato de todas sermos muito amigas e Jennie e Lisa serem o famoso "casalzinho que não se assume".

Como eu queria ser um casalzinho com a Jisoo. 

Por isso, resolvi procurar vários sites na internet sobre como conquistar a crush. Até usei o de macumba, mas o melhor que encontrei foi de como conquistar a pessoa amada em sete passos. Vou contar para todos como foi vergonhoso esse primeiro momento, estava morrendo de vergonha do que eu iria fazer para tentar beija-la.

Primeiro Passo: Beba sexualmente uma bebida que tenha canudo.

Não foi tão difícil sair chamar a Jisoo para sair, afinal ela é uma das minhas unnies e faria qualquer coisa que eu pedisse assim como a Jennie. Mentira, a Jennie ia falar que se algum deus me deu pernas e braços e uma cabeça era para eu fazer as coisas sozinhas, porém isso é só comigo, se a Jennie pudesse ela até respirava pela Lalisa.

Poxa, Jennie unnie por que tão agressiva comigo?

Enfim, vou contar como que foi esse primeiro passo.

 

Flashback On

Lá estava eu- lindíssima como sempre- esperando a unnie sair da aula de canto dela. O dia já estava acabando e eu iria a chamar para tomar algum chá ou café comigo.

Quando a porta abriu, eu juro que estava vendo Deus. Jisoo saiu com os cabelos castanhos dela fazendo uma moldura perfeita para o seu rosto que estava exibindo um de seus maravilhosos eye smile. 

Infelizmente, seu eye smile não era para mim. Era para um de seus treinadores que eu tinha vontade de socar cada vez que o via. Sério, ele precisava colocar o braço dele sempre ao redor dos ombros dela e precisava exibir seus "músculos " a todo momento?

- Pasta! Nem vi que você estava aqui. - Jisoo exclamou saindo dos braços daquele ser repugnante e me abraçando, nem liguei para o apelido que ela me chamou.

- Jisoo unnie, eu vim aqui te perguntar uma coisa. - Eu murmurei baixinho e com vergonha.

Essa é a verdade, eu sou piranha, mas sou piranha tímida.

- Pode falar, baby. - Ela falou apertando minhas bochechas. E eu fiquei receosa de fazer o pedido o que resultou nela saindo dos meus braços e voltando-se para aquele homem. - Oppa, você já pode ir. A aula foi boa hoje. Te vejo daqui dois dias, certo?

- Sim, Jisoo. Até daqui dois dias! - Ele falou acenando e indo para o elevador enquanto eu ainda tentava formular alguma frase na minha cabeça caótica.

- Unnie, você quer ir na lanchonete comigo? - Eu perguntei muito rápido e duvidei se ela foi capaz de me ouvir.

- Claro que sim, Pasta. - Ela respondeu e segurou na minha mão nos guiando para o elevador. - Por que você estava com vergonha de me perguntar isso?

- EU NÃO ESTAVA COM VERGONHA. - Acabei ficando histérica. - Desculpa, unnie. Eu estou um pouco cansada por causa do treinamento cada vez mais pesado.

- Está tudo bem. - Ela falou acariciando meu cabelo e me puxando para dentro do elevador. - Tem certeza que quer mesmo ir na lanchonete? Eu posso cozinhar algo.

- Vamos na lanchonete, também quero ficar um pouco fora de casa. - Eu falei rápido sem nem pensar se isso seria estranho ou não.

[...]

- O que você vai querer, Chaeng? - Jisoo perguntou enquanto olhava o cardápio e eu só conseguia olhar pra ela.

- Você... QUERO... Não... DIZER... O que você vai querer? - Eu sou muito sonsa.

- Rosé, o que deu em você hoje? - Jisoo perguntou enquanto ria e eu pegava mico, pelo menos ela tá rindo. - Eu vou querer um pedaço de bolo de chocolate e um chá.

- Eu vou pegar um milk-shake. 

- Mas está frio hoje, Roseanne! - Ela falou meio que brigando comigo.

- Mas eu quero um milk-shake! -Insisti e ela suspirou, eu ganhei! OH YES BABY.

- Tudo bem vou chamar a atendente.

[...]

Os pedido já estava na mesa e Jisoo já se encontrava devorando o bolo. Até com a boca suja e comendo que nem uma esfomeada ela consegue parecer uma rainha.

Deus, porque eu sou tão trouxa por ela?

O pior de tudo é que ela nem estava me dando atenção enquanto comia, poxa para a dica dar certo ela tem que olhar diretamente para mim. Como eu faço isso? Eu nem quero tomar esse milk-shake, eu quero tomar é Jisoo.

- Não vai tomar o seu milk-shake, não? - Ela perguntou finalmente erguendo a cabeça.

- Vou sim, unnie! Olhe e aprenda como se toma um milk-shake. - Eu falei sorrindo por fora e surtando por dentro.

Abaixei a cabeça em direção ao canudo e lambi meus lábios antes de abri-los para enfim encostar meus lábios no canudo e tomar o milk-shake. Levantei meu olhar para Jisoo que ainda me observava e comecei a chupar o canudo.

Eu estava surtando de tanta vergonha, mas tinha que manter uma expressão neutra. Não podia perder nessa altura do campeonato, não mesmo. 

Abri a boca de novo para deixa o canudo enquanto mordia os lábios e sorria para Jisoo. Se isso não desestabilizou ela, nada mais desestabiliza.

- O que você tá tentando fazer? Meu Deus, Rosé! - Ela começou a rir.

Deus, se eu erguer as mãos você me leva?

- Eu estou só tomando a minha bebida!

- Então toma de uma maneira normal e não assim! - Ela rebateu e pegou o meu milk-shake. - É assim que se faz, pequeno gafanhoto.

E então ela tomou quase o conteúdo todo que tava no copo em menos de dois minutos.

- Aprendeu? Milk-shake tem que tomar rápido pra não virar água, podemos ir? Já acabei. - Ela falou e eu com toda a minha lerdeza finalmente percebi que não tinha mais nada no prato dela e eu era a única que ainda estava "comendo".

- Sim, vamos só deixa eu terminar. - Falei e voltei meu olhar para a minha bebida.

Poxa, por que a crush tem que comer tanto?

Flashback Off

 

Conclusão: pula o primeiro passo se possível só chama a crush pra sair.


Notas Finais


Então é issooooo até a próxima pessoal 💞

Aliás, desculpem qualquer erro prometo que vou corrigir amanhã. Agora sim, tchau 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...