História I Want Your Bite - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster
Tags Bts, Hannibal The Cannibal, Jihope, Vkook
Exibições 76
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


i´m back, babys
AAAAAAAAH MAIS DE 2.000 VISUALIZAÇÕES E QUASE 120 FUCKING FAVORITOS, SOCORRO EU TO BERRANDO MUITO
gente é serio, eu não achei que fosse passar de 10, e só de gente que eu conheço.

Amo vocês, muito mesmo

amo tanto que roubei o computador da minha mãe pra escrever, valeu mãe

Capítulo 10 - Stage 10: Now, lets see who is the real killer.


Stage 10: Now, lets see who is the real killer.

— Quem foi o filho da puta? — Jeongguk praticamente rosnou quando Hoseok segurou-o pelos pulsos e empurrou-o contra a parede, com uma força desnecessária, apenas para descontar sua raiva e bater a cara daquele idiota contra a parede até sangrar, apontando o cano da arma contra sua cabeça, fazendo que o adolescente mordesse o lábio inferior, contendo um sorriso convencido. Não era a primeira vez que ameaçavam-no daquela maneira, devia ser a milésima. Lembrava-se perfeitamente de quando era pequeno e todos aqueles policiais o cercaram com armas pesadas. Também não seria a primeira vez que escaparia ileso. Mas ileso não estava nos planos de Hoseok, principalmente em um momento como aquele.

Quando finalmente descobriu quem procurava, não iria perder seu precioso tempo o prendendo. Claro que não. Seria tão sem graça acabar com a farsa de Jeongguk daquele jeito, simplesmente entregando as provas e o entregando junto... podia fazer isso sem problema algum, mas ele não iria sofrer como o mais velho queria, porque ele queria seu sangue, queria sua cabeça... depois que encontrasse Taehyung, teria os dois corpos aos seus pés. Ele pagaria por ter mentido por todos aqueles anos. 

— Seu único, primeiro e último erro foi ter me apresentado Yoongi, Jungkook... — Jimin; estava, afinal, certo. Lembrava-se perfeitamente de quando ele lhe disse que seu inimigo estava mais perto do que pensava. E mesmo que não soubesse, o ruivo estava certo por dois fatos distintos. Jimin sabia desde muito antes do acontecimento tudo o que iria acontecer. Sempre soube que Yoongi iria ser o único informante ileso. Conhecia Yoongi muito melhor que Hoseok, até melhor que Jungkook. A criança era muito convencida para sequer cogitar a ideia de ser derrotado por alguém. Mas era tão óbvio...

 

Yoongi era mais forte que Jungkook.

 

Mais controlado.

 

Mais calculista.

 

Mais frio.

 

Mais sádico.

 

— Eu sabia que aquele desgraçado iria fazer alguma merda... — o adolescente resmungou, deixando que um riso soprado seguisse e complementasse a frase. Novamente, convencido. Chegava a ser patético. O aperto nos pulsos aumentava à medida que ele tentava virar para encarar o Jung com seus olhos em tom belo de um âmbar reluzente, fazia-o rir mais ainda. Adorava sentir dor, afinal, era de suas sensações preferidas dentre tudo. Por mais que ainda tivesse um pingo de humanidade, e sentisse as coisas que a maioria das pessoas sentia, ainda preferia sentir dor física, era a coisa mais deliciosa seus nervos o proporcionavam. Mas sua própria risada fora interrompida por outra risada, a do próprio investigador. Sentira o cano da arma descendo por suas costas até que parasse em sua coxa direita, ainda com a risada um tanto quanto medonha do acastanhado o atordoando.

— Olha o jeito que fala do seu irmão, pirralho... Saiba que eu tenho gostado muito de Yoongi durante esse tempo, então espero que não se importe que eu faça uma coisinha com você...

°•°•♤ cut ♤•°•°

— Obrigado por isso, Yoonie... eu realmente sentia falta desse gosto... — comparado às suas conversas com seu mais que gostoso investigador, a voz do Park estava um tanto quanto doce naquele momento de calmaria com seu velho amigo, um dos únicos que se mantinha correto aos olhos da sociedade, e que não era ligado à máfia. (N/A: JOGUEI, QUEM PEGAR BOA SORTE TENTANDO NÃO MORRER E PENSANDO EM QUEM É) Yoongi era calmo, controlado e educado, diferente do poço de grosseria e destruição que era seu irmão. O tipo de pessoa que Jimin era quando não estava matando alguém. Ou transando, ou bebendo, whatever. Lobos em pele de cordeiros, assassinos como eles se entendiam. Mas diferente de Jimin, Yoongi era fechado, um sociopata funcional, diga-se de passagem.

— Se Hoseok não fosse tão possessivo, eu o visitaria mais vezes, Minnie. — o de cabelos coloridos comentou, observando o jeito quase delicado do ruivo ao levar a xícara com o líquido rubro até seus lábios carnudos e aparentemente macios, que na verdade possuíam uma textura áspera por conta dos machucados e da pele arrancada pelo próprio garoto. Não sabia o porquê, mas adorava arrancar a pele de sua boca até que sangrasse. Mania estranha, segundo Yoongi. Normal, segundo Hoseok. Devia ser por seu peculiar gosto por sangue, ou seu peculiar-não-tão-peculiar gosto de sentir dor. 

Jimin refletiu por alguns segundos as palavras do mais velho, cogitando a ideia de contar tudo o que conversaram ali para o moreno, simplesmente para ver a característica faísca de ciúmes irradiando por seus olhos até tornar-se uma chama e ser visível seu desejo de socar a parede mais próxima ou a pessoa que estava conversando com aquele que considerava seu. Achava até mesmo engraçado seu jeito ciumento, parecia um leonino, seu jeito lembrava um leonino, talvez estivesse apenas disfarçado de aquariano. Por mais que não pareça, O assassino nunca admitiria em voz alta, mas o Jung era o tipo de pessoa que conseguia seduzir seu jeito indomável. Sádicos são as melhores pessoas. 

— Se Hoseok não fosse tão ciumento, nossos joguinhos não teriam tanta graça, hyung. — finalmente completou, abrindo um sorriso quase infantil enquanto lambia o sangue que manchava seus lábios (N/A: começou a tocar lie socorro), a imagem assimilando-se a uma criança comendo um de seus doces preferidos. Não deixava de ser isso de certa forma, o doce preferido de Jimin era o doce gosto da carne e do sangue humano. E sua aparência era infantil, de certa forma. Uma perfeita antítese. De olhar doce e voz angelical, seu interior era composto por trevas. Devia ser isso que intrigava Hoseok, ou o que o atraía, ou os dois.

— Sempre tive uma curiosidade, sobre isso, na verdade. — fizera uma breve pausa, amassando a manga da blusa longa entre seus dedos, em uma mania por falta de ter o que fazer. Esperou que ele murmurasse um ¨prossiga¨, antes de continuar, então apenas fitou-o, com uma expressão quase que confusa. — Você realmente gosta de Hoseok? Ou está apenas usando-o?

O Park quis rir, mas não o fez para não derramar o conteúdo da xícara em sua mão. Nem ele sabia responder aquilo, não sabia como deveria se sentir caso amasse alguém, era apenas uma máquina de matar, sem qualquer sentimento que atrapalhasse isso. Achava que se amasse alguém, iria acabar matando-o por seu desejo de ¨você vai ser só meu e de mais ninguém¨. Com Hoseok era algo menos... mortal e mais desejo por sexo. Isso era gostar?

— Hm... sinceramente?

° cut °

— Deixa eu matar ele, por favor, hyung!

— E estragar tudo? Não seja birrento, Kookie...

— Ele vai me pagar por isso!

— Eu mesmo vou cuidar disso, bae, ele vai se arrepender de ter tocado em você. 

 

Eu realmente estava querendo a cabeça daquele maldito canibal em uma bandeja, Hoseok é só um motivo a mais.

 


Notas Finais


O que será que o Hoseok fez?

num sei

quem sabe

ele estuprou

ou atirou

ou sei lá

ninguém sabe

só eu



aguardo comentários, beijos



quem não comentar vai ser assombrado por essa dúvida do Jimin e por esse mistério do que o Hoseok fez com o Jungkook

beijos

boa sorte tentando dormir

me sigam no twitter @DarkFuckUnicorn
me amem lá
leiam minhas ones curtinhas
só entrar no meu perfil

até a próxima, talvez demore, talvez não
gosto que vocês sofram.-q


MAIS DE 1K DE PALAVRAS DEUS ME EMPOLGUEI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...