História I Want Your Bite - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kris Wu, Lay, Sehun, Tao
Tags Bottom!lay, Chanbaek, Human!lay, Hunlay, Kristao, Sexing, Top!sehun, Vampire!sehun
Exibições 408
Palavras 6.207
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha primeira Sexing, que emoção mds <3 era pra ser uma pwp baseada na música "I Want Your Bite" do Chris Crocker, mas eu me empolguei UHSSHUAHUSAHUAS, ainda é baseada na música, mas eu mudei algumas coisas :3
Em itálico são flashbacks, espero que gostem <3 desculpem por algum erro ortográfico, agradeço ao blog "Cloud Nine" por ter feito essa capa linda <3
Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction I Want Your Bite - Capítulo 1 - Capítulo Único

Capítulo Único

From begs to moans
(De súplicas a gemidos)
We're both seeing red
(Nós dois estamos enxergando em vermelho)
The way you're making me hot
(Esse jeito de você me deixar com tesão)
Don't stop, you're hitting the spot
(Não pare, você está atingindo o alvo)
Gonna rock your body all night
(Vou agitar seu corpo a noite inteira)
It's lust at first sight
(É luxúria à primeira vista) — I Want Your Bite, Chris Crocker. 


               Yixing acordou sentindo-se observado. Ao invés da sensação o assusta-lo, ela o deixava tranquilo e seguro. Yixing sabia que era ele que estava o observando, velando seu sono. 

Oh Sehun preferia muito mais a noite do que o dia, por isso, preferia observar Yixing somente à noite. Poderia ver como seu namorado se encontra e se tranquilizava ao ver que o menor estava sempre dormindo tranquilamente e quando tinha princípios de pesadelos, Sehun sempre conseguia o distrair mentalmente. 

— Acordei você, meu amor? Me desculpe. — Sehun disse após ouvir a respiração de Yixing deixar de ser tranquila e sua movimentação na cama.

— Você devia vir deitar comigo. — Yixing murmurou e se virou para encarar o namorado.

          — Prefiro ficar aqui, observando você dormir. — Sehun estava próximo a janela, sentindo a brisa gelada que não incomodava sua pele, mas adorava ver os arrepios que a brisa causava em Yixing. — Quer que eu feche a janela?

— Não, eu quero que deite aqui comigo. — Yixing resmungou manhoso e Sehun sorriu antes de realizar o pedido do namorado.

— Melhor? — Sehun sussurrou e o namorado deitou a cabeça em seu peito. 

— Muito melhor. — Yixing resmungou já sentindo o sono voltar a seu corpo e sorriu fraco. 

— Tenha bons sonhos, meu amor. — Sehun disse baixo e logo ouviu a respiração de Yixing voltar a ser tranquila. 

Yixing lia seu livro de romance favorito enquanto se apoiava em uma estante. A livraria estava parcialmente vazia e logo chegaria seu horário de encerramento das atividades, Yixing estava louco para fechar o local e ir embora, assim poderia ler seu livro com calma. 

— Com licença. — Yixing se assustou quando ouviu uma voz próxima ao seu lado e derrubou seu livro, e por um reflexo rápido o estranho pegou o livro, antes do mesmo cair no chão. — Me desculpe.

— Tudo bem. — Yixing tentou não gaguejar envergonhado e pegou seu livro das mãos do desconhecido. — Posso ajudar em algo, senhor?

— Eu procuro livros de um tema específico, mas não estou achando aqui. 

— E qual é o tema?

— Romance. — O homem disse e Yixing sorriu fraco, era o seu tema favorito. 

— Os livros de romance, ficam por aqui. — Yixing guiou Sehun até um canto mais afastado da livraria, uma área calma e tranquila. — Aqui nessa área temos os mais variados livros e todos com o tema de romance.

— São muitos. — Sehun disse fingindo interesse, já que ao invés de encarar a área em que os livros estavam, ele disfarçadamente encarava Yixing.

— E todos são ótimos. — Yixing comentou.

— Já leu todos? — Sehun perguntou não escondendo sua curiosidade e Yixing assentiu, envergonhado. — Qual foi o seu preferido?

— Bom, é o que eu estou lendo atualmente. — Yixing sorriu fraco e pegou um livro igual ao seu. — É esse aqui. 

— Pode me fazer um resumo? — Sehun perguntou. 

O certo era Yixing entregar o livro e voltar para sua posição inicial, mas Sehun queria apenas prolongar alguns minutos ao seu lado.

— Conta a história de um humano que acaba se apaixonando por um vampiro, que é de uma família rival. — Yixing explicou tentando evitar os spoilers. — Ah e é um romance gay, acho que o senhor não irá querer, os outros romance ficam por aqui.

— Primeiro, não precisa me chamar de senhor. — Yixing ficou surpreso quando sentiu uma das mãos de Sehun, tocar delicadamente seu pulso. — E segundo, era justamente o que eu estava procurando. 

— Que bom. — Yixing murmurou envergonhado. 

— Obrigado por me ajudar na escolha. — Yixing apenas assentiu e preferiu deixar o cliente misterioso sozinho. 

. . . 

O horário de fechar se aproximava mais uma vez e novamente, Sehun já estava lá. Sentado na mesma cadeira de sempre, chegando sempre no mesmo horário e fingindo que lia um livro. Tudo para observar Zhang Yixing. O jovem dono da livraria que sempre ficava lendo livros escondido. Sehun sempre ficava até o horário de fechar, já que Yixing só saía depois de fechar a livraria.

Sehun já estava do lado de fora quando Yixing apareceu fechando a porta da livraria.

— Olá. — Yixing se assustou assim que ouviu a voz de Sehun. — Desculpe-me.

— Precisa parar de fazer isso. — Yixing sorriu exibindo suas covinhas. — Como você está?

— Eu estou bem e você?

 — Eu estou bem, o que faz aqui essa hora? — Yixing perguntou curioso. — É perigoso.

— Eu estou esperando você. — Sehun disse e Yixing arregalou seus olhos.

— Me esperando? — Yixing perguntou e não pode evitar um bocejo que escapou de seus lábios. — Desculpe.

— Você está cansado, não quer uma carona?

— Carona? Não, não precisa. — Yixing sorriu fraco. — Obrigado pelo convite, mas eu vim com o meu carro.

— Eu insisto. 

— Terei que recusar, obrigado pelo convite. — Yixing recusou educado. — Quem sabe outro dia, tenha uma boa noite Sehun.

— Você também, Yixing.

Sehun mesmo com um sentimento estranho no peito, deixou Yixing partir. Mas, não deixaria o menor ir sozinho. 

Assim que o carro de Yixing se afastou, Sehun entrou no seu e começou a seguir Yixing. Sentia que algo estava errado e mesmo achando estranho, queria cuidar de Yixing e protege-lo.

. . . 

Yixing bocejou pela possível décima vez, desde que havia ligado seu carro. Estava começando a se arrepender por ter aceitado dirigir mesmo morrendo de sono. Involuntariamente seus olhos se fechavam. 

Mais uma vez os olhos de Yixing se fecharam, sua cabeça lentamente caiu para frente e Yixing acordou bruscamente. Havia algo na pista e o moreno não pode perceber o que era, ele apenas virou o carro evitando bater no objeto fazendo seu carro derrapar na estrada e capotar, o carro não capotou tantas vezes mas foi o suficiente para o carro ficar com as rodas para cima e Yixing perder a consciência por breves segundos. 

— Droga. — Yixing murmurou assim que tentou abrir a porta de seu carro. Ele estava sem força devido ao choque do acidente e a porta parecia estar emperrada.

O chinês apoiou suas mãos no teto sem saber o que fazer, novamente tentou abrir a porta e tentou tirar seu cinto de segurança, mas Yixing não tinha força o suficiente para conseguir se livrar de nenhum dos dois. Yixing ainda havia sofrido alguns ferimentos devido os vidros que haviam trincado e quebrado com a intensidade do acidente, estava com um corte próximo ao supercílio, alguns cortes no braço e um profundo corte no abdômen. 

— Está tudo bem? — Yixing gritou assustado quando Sehun apareceu para lhe ajudar.

— Sehun? É você? — Yixing perguntou e gemeu de dor, só então havia se dado conta do ferimento que havia em seu abdômen e parecia ser profundo. — Eu estou sangrando, Sehun.

— Calma. — Sehun falava para Yixing e para si mesmo. 

Sehun conseguiu forçar uma parte da lataria do carro e puxou a mesma, arrancou o cinto de Yixing e o pegou no colo, o levando para longe do carro.

— Yixing, olhe para mim. — Sehun largou Yixing sob o asfalto. 

— Eu não vou aguentar Sehun. — Yixing pôs sua mão em cima de seu ferimento, sentindo seu sangue sair por ali em abundância. — Está doendo muito.

— Yixing! — Sehun o chamou mais alto, ao observar o menor perder o foco. 

Sehun suspirou nervoso, o cheiro do sangue de Yixing não o ajudava em nada e se chamasse uma ambulância, Yixing estaria morto antes que a mesma chegasse.

O vampiro sem opção mordeu seu pulso e o colocou sobre a boca de Yixing, obrigando o chinês a engolir seu sangue.

— Beba, irá curar você. — Sehun pediu. — O que você está fazendo comigo? Não consigo imaginar perder você.

. . . 

Yixing acordou na manhã seguinte, sentindo seu corpo dolorido e com uma insuportável dor de cabeça. 

— O que aconteceu ontem? — Yixing perguntou para si mesmo enquanto terminava de se vestir. — Eu não lembro de nada.

Antes de sair de sua casa, Yixing analisou tudo ao redor e notou que não havia nada de diferente. Apenas notou que as chaves de seu carro não estava em cima da mesa e que seu carro não estava estacionado na frente de sua casa.

Yixing sorriu fraco ao lembrar o que havia acontecido, seu carro havia ficado com um problema assim que chegou na livraria e que por isso, havia preferido chamar o mecânico. Yixing também lembrou que mais uma vez Oh Sehun quis lhe dar uma carona e dessa vez o chinês aceitou, depois disso Yixing chegou em casa, tomou um banho, jantou e em seguida dormiu.

Nada de especial aconteceu, se isso fosse realmente verdade. Essa memória que Yixing tinha era uma memória falsa, já que Sehun com medo de que o chinês descobrisse o que ele realmente era, hipnotizou o mesmo. 

Yixing sentiu sua cabeça latejar quando tentou relembrar outros fatos. 

— Eu preciso ir. — Yixing disse e quando abriu a porta de sua casa, teve uma grande surpresa ao ver quem estava na porta. 

— Eu já ia bater. — Sehun sorriu. — Como você está?

— Eu estou... bem e você? — Yixing estranhou sua pergunta. — Obrigado pela carona ontem à noite. 

— De nada, sobre isso... — Sehun coçou sua nuca. — Eu imaginei que você obviamente ainda estaria sem carro e resolvi vir, aceita uma carona?

— Não será incomodo? — Yixing perguntou levemente inseguro. 

— Claro que não. — Sehun rapidamente respondeu. 

— Então eu aceito! — Yixing sorriu exibindo suas covinhas.

— Ótimo. — O sorriso que Sehun dava era mínimo, mas Yixing considerava aquilo um grande avanço. — Dormiu bem?

— Na verdade sim, eu acho que apaguei ontem à noite. — Yixing riu fraco e Sehun ficou o encarando. 

Yixing era com certeza, a criatura mais linda que já havia visto em todos os séculos de sua existência. 

— Ainda é um pouco cedo e... — Sehun ficou levemente envergonhado. — Gostaria de ir tomar um café comigo?

— Eu adoraria. 

. . . 

Yixing resmungou assim que abriu seus olhos, a manhã de sábado mal havia dado as caras e Sehun já havia ido embora. O chinês odiava quando o coreano fazia isso. 

O moreno sentou em sua cama e estranhou estar com o colar que Sehun havia lhe dado, lembrou-se que havia tirado o mesmo para dormir sem incômodos. 

— Sehun. — O chinês sussurrou, provavelmente o namorado colocou o colar em si durante a noite. 

Sehun odiava que Yixing tirasse o colar, aquele colar o protegia de outros vampiros. 

— Não está com medo? — Sehun perguntou baixo. 

             — Não. — Yixing sussurrou sua resposta. — Sei que não vai me machucar. 

Sehun e Yixing já namoravam quando Sehun resolveu contar ao namorado que não era humano e que era um vampiro. Um vampiro que há séculos vagava pela terra.

Era a primeira vez que o chinês via a verdadeira face de Sehun. Seus olhos mantinham sua cor natural, mas ao redor de sua pupila a cor vermelha surgia e veias apareciam em baixo de seus olhos. Fora seus caninos que aumentavam de tamanho.

— Quando comemorarmos o dia das bruxas, não irá precisar de fantasia. — Yixing brincou e riu ao ver a expressão irritada de Sehun. — Eu só estou brincando. 

— Tenho um presente para lhe dar. — Sehun acariciou o rosto do namorado.

— Um presente? Hunnie, eu não tenho um presente pra dar pra você. — Yixing formou um bico com seus lábios e Sehun fez questão de beija-lo. 

— Só quero que você aceite. — Sehun retirou de seu bolso, uma caixinha azul. — Abra.

Yixing pegou a caixinha das mãos do namorado e arregalou os olhos assim que abriu a mesma, ficando totalmente surpreso.

— É lindo, Sehun. — Yixing observava o colar que continha uma pedra lápis lazuli. — Ele é parecido com o seu anel, é a mesma pedra?

— É sim. — Yixing lhe deu o colar, para que o coreano o colocasse em seu pescoço. — Meu amigo bruxo que o fez.

— Luhan?

— Esse mesmo, ele irá proteger você... — Sehun beijou de leve o pescoço de Yixing, causando um arrepio no namorado. — De vampiros, nenhum irá conseguir hipnotizar você enquanto estiver com isso.

— Obrigado Sehunnie. — Yixing beijou o namorado.

— Que lindo, estão trocando presentes! — O beijo do casal foi interrompido por Baekhyun.

— E você está atrapalhando. — Sehun disse irônico e Yixing o repreendeu.

— Olha só, isso era pra ser um encontro entre amigos e não pra vocês ficarem se comendo. — O vampiro menor esbravejou.

— Você está chato hoje, vamos tomar um banho de sol. — Chanyeol agarrou a mão do namorado.

— Você devia é tomar um banho, você está todo suado. — Baekhyun disse com nojo, mas era apenas uma desculpa para continuar encarando os braços do namorado desprotegidos pela regata que o mesmo usava. — Bola de pelos.

— Vampiro fresco. — Chanyeol retrucou. 

. . . 

“Acho bom você já estar pronto, a bola de pelos e eu passaremos aí. — Baek”

Yixing riu ao ler a mensagem, Baekhyun não mudava. Baekhyun e Chanyeol eram amigos de Sehun, e essa amizade já durava alguns séculos. 

A história do casal era um pouco complicada, Baekhyun e Chanyeol haviam se conhecido após uma das muitas transformações de Chanyeol quando a lua era cheia. O vampiro iria ser atacado por outro lobo quando Chanyeol o defendeu, Baekhyun ficou com pena do lobo cinza ao ver que o mesmo estava machucado e tentou fazer companhia para Chanyeol até que sua transformação acabasse. Mesmo sendo arisco, Chanyeol aceitou sua companhia e assim que a lua cheia desapareceu, Baekhyun cuidou de Chanyeol. 

Foi um pulo para a amizade que os dois tinham, resultar em um namoro. Apesar de Baekhyun ser um vampiro escravo do sol e Chanyeol um lobisomem escravo da lua cheia, isso nunca impediu os dois de começarem um relacionamento. 

Baekhyun e Chanyeol conheceram Sehun, quando durante uma de suas transformações e descontrole, Chanyeol mordeu Sehun. A mordida havia sido fraca e Sehun havia conseguido ser salvo, já que o antidoto nesses casos era apenas o sangue do lobo que havia o mordido. Desde aquele momento delicado, os três haviam conseguido ter uma grande amizade.

E até hoje Chanyeol pedia desculpas pelo incidente com Sehun.

Quando Yixing conheceu o casal, não conseguia acreditar que os dois eram namorados. Baekhyun reclamava de Chanyeol e dizia que o mesmo estava soltando pulgas, enquanto Chanyeol reclamava que Baekhyun não tinha coração por beber sangue de animais ao invés de humanos ou bolsas de sangue. Baekhyun havia esquecido de colocar seu anel — O mesmo que o protegia do sol —, e assim que colocou sua mão sob a luz do sol, conseguiu uma bela queimadura e isso foi o bastante para Chanyeol esquecer qualquer briga que estavam tendo. 

. . . 

Yixing bufou ao encarar seu celular e deixou o mesmo sobre o encosto do sofá, o chinês tentou prestar atenção no filme. Apenas tentou, já que não conseguia parar de pensar em Sehun.

— Yixing, a ida de Sehun até a China será rápida. — Chanyeol começou a dizer, vendo a inquietação do amigo. — Em alguns dias ele volta

— Ele disse isso semana passada, já fazem duas semanas que ele está na China. — Yixing reclamou. — O que ele foi fazer lá?

— Resolver alguns problemas sobre o Yifan. — Baekhyun se calou ao ver o olhar do namorado. — Yixing não sabia?

— Sabia do que?! — Yixing se ajeitou no sofá.

— De nada, vamos ver o filme. — Baekhyun desconversou.

— Olha só, seu vampiro branquelo! — Yixing chamou Baekhyun. — Você começou e agora você vai terminar, quero ouvir isso até o final.

— Acho bom você explicar. — Chanyeol disse ao ver o namorado pedir sua ajuda, pelo seu olhar aflito. — Não vou ajudar.

— Aish... — Baekhyun murmurou e revirou os olhos. — Eu explico.

— Pode começar, quem é Yifan?

— Ele é um inimigo do Sehun, quando Sehun era humano... Eles foram amigos. — Baekhyun começou a contar e Yixing arregalou os olhos. — Sehun o conheceu em uma viagem até a China e os dois ficaram amigos, os dois também foram transformados juntos pelo mesmo vampiro. Só que enquanto Yifan continuou ou tentou continuar bom, Sehun meio que...

— Desligou suas emoções? — Yixing interrompeu Baekhyun e o vampiro assentiu. — Continue.

— Houve um tempo que Sehun se cansou da China e resolveu ir para a Coreia, mas ele foi embora sem o Yifan. — Baekhyun suspirou. — Yifan se apaixonou por um humano. Huang Zitao era seu nome e tudo parecia que iria dar certo para o casal.

— Até que Sehun voltou para a China. — Chanyeol continuou a história pelo namorado. — Sehun havia feito amigos vampiros na Coreia e amigos de outras raças, desde lobisomens até bruxos e havia se aproximado mais de sua... espécie e viu que era errado o que Yifan estava fazendo.

— Como assim? — Yixing perguntou com receio.

— Sehun tentou convencer Yifan a esquecer Zitao ou mata-lo, mas Yifan disse que amava o humano e que não iria conseguir fazer isso. — Chanyeol suspirou. — Como naquela época, Sehun não se importava com nada...

— Sehun matou Zitao. — Baekhyun completou a frase do namorado e Yixing arregalou os olhos. — Arrancou seu coração e deixou que Yifan encontrasse o corpo do namorado, logo depois ele fugiu pra Coreia.

— Como Sehun teve coragem de fazer isso? — Yixing perguntou baixo.

— Sehun não tinha emoções naquela época e você sabe como é um vampiro sem emoções. — Chanyeol disse e Yixing assentiu. — O problema agora é que parece que Yifan apareceu e quer vingança contra o Sehun.

— Contra o meu Sehunnie? — Yixing sussurrou e segurou a pedra que havia em seu colar entre os dedos, aflito. 

— Sehun ainda não sabe se Yifan descobriu sobre você, mas mesmo assim ele foi lá checar. — Baekhyun explicou.

— Acham que ele pode vir atrás de mim? 

— Sehun irá impedi-lo antes. — Chanyeol assegurou. 

— E não é fácil acreditar que o terrível Oh Sehun caiu nos encantos de um humano fofo como você. — Baekhyun disse calmo e Yixing sorriu fraco envergonhado. — Você fica ainda mais fofinho, todo vermelhinho.

— Baek! — Chanyeol repreendeu o namorado. — Não se preocupe Yixing, Baekhyun e eu também protegeremos você. 

. . . 

O movimento na livraria de Yixing naquela manhã estava calmo, assim como o começo do dia de quarta-feira. Era o típico dia perfeito para Yixing que poderia ler seu novo livro em paz enquanto os outros clientes faziam o mesmo. 

O chinês resmungou assim que sentiu uma leve queimação e irritação em seu pescoço, o colar estava o fazendo ter essa sensação incomoda havia dias e o moreno sempre esquecia de contar para Sehun, achando que era apenas um problema bobo. 

             — Com licença? — Yixing fechou seu livro rapidamente assim que ouviu uma voz interromper sua leitura. — Desculpe.

— Tudo bem, posso ajudar em algo? — Yixing sorriu simpático. 

— Ah sim. — O homem coçou a nuca. — Pode me dizer onde ficam os livros do gênero terror?

— Eles ficam no segundo andar, logo nas prateleiras de entrada. — Yixing disse e sorriu. 

— Obrigado, senhor... 

— Pode me chamar apenas de Yixing. 

— Certo, Yixing. — O estranho sorriu. — Meu nome é Kris

— Muito... — Yixing parou para resmungar, sentindo novamente aquela queimação em seu pescoço. — Prazer.

— Está tudo bem?

— Sim, apenas esse colar está me incomodando hoje. — Yixing sorri fraco. — Eu posso acompanhar você, temos ótimos livros de terror que chegaram recentemente. 

. . . 

Depois de alguns dias, Kris já havia virado seu cliente e sempre aparecia em sua livraria, no mínimo uma vez por semana. E até que Yixing gostava da companhia do loiro, já que Kris era simpático e parecia saber muito sobre livros. Principalmente sobre livros antigos. Faltava pouco para Yixing fechar sua livraria e Kris ainda não havia chegado. 

— O que há de errado com você? — Yixing resmungou sentindo o colar queimar sua pele. — Aí! 

— Tudo bem? — Yixing se assustou assim que ouviu a voz de Kris. — Desculpe.

— Tudo bem, eu estou bem. — Yixing massageou com a ponta dos dedos, o local queimado pelo colar. — É só meu colar que está estranho.

— Já faz dias que ele parece estar assim, você reclama que ele queima você. — Kris disse confuso e Yixing assentiu. — Devia comprar um novo. 

— Não posso, esse é um presente. — Yixing sorriu fraco e resmungou sentindo uma leve ardência. — Qual livro vai começar a ler hoje?

— Tem algo novo? 

— Tenho sim. — Yixing sorriu largo. — Eu irei buscar lá no depósito. 

Assim que Yixing virou de costas, Yifan sorriu sentindo que seu plano estava dando perfeitamente certo. 

. . . 

— Vai ficar uma marca horrível. — Yixing resmungou e retirou seu colar, o deixando em cima de alguns livros. — Qual deve ser o seu problema?

— Isso deve ser minha culpa. — Yixing se assustou quando ouviu a voz de Kris. — Provavelmente culpa do feitiço que eu pedi para fazerem. 

— Do que está falando? — Yixing perguntou com medo. 

— Do feitiço que eu pedi para fazerem para rastrear você. — Kris sorriu fraco. — Na verdade, esse colar era para rastrear Sehun e bom, o resultado foi ainda melhor ao ver que quem usa ele agora é você.

— Não pode ser. — Yixing sussurrou. 

— Você já está me reconhecendo? — Yifan tinha um sorriso sarcástico nos lábios. — Não fomos apresentamos ainda. Eu sou Wu Yifan, antigo amigo de Sehun. 

Yixing tentou pegar seu colar novamente, mas Yifan foi mais rápido. Yifan atirou o colar de Yixing longe e segurou o menor pelo pescoço, o prensando contra uma estante.

— Não tentaria fugir se fosse você. — Yifan avisou. 

— Por favor... me solta. — Yixing pediu. 

— Ora, nem começamos nossa brincadeira. — Yifan acariciou o rosto de Yixing e o chinês moreno tremeu sentindo seu toque frio. — Não fique com medo. 

— Eu...

— Olhe em meus olhos. — Yifan pediu e Yixing contra sua vontade acatou sua ordem. — Você irá mandar os clientes que ainda estão aqui embora, eu detesto plateia e depois sairemos juntos daqui e você continuará normal, sem demonstrar medo. Certo?

— Sim. — Yixing respondeu involuntariamente e Yifan sorriu.

— Ótimo. — Yifan segurou um dos braços de Yixing. — Vamos.

. . . 

— Que demora. — Yifan revirou os olhos assim que o último cliente havia ido embora. — Você enrola muito.

— Eu já fiz o que você pediu. — Yixing disse com medo e receio.

— Eu já percebi. — Yifan foi sarcástico. — Agora, a melhor parte irá começar. — Yifan estendeu sua mão para Yixing. — Segure em minha mão, Yixing.

— O que? — Yixing murmurou sem acreditar. 

— Segure minha mão. — Yixing segurou a mão de Yifan que estava estendida para si. — Vamos nos divertir.

Yifan arrastou Yixing para um beco que havia ao lado da livraria do menor. 

— Me solta. — Yixing pediu baixinho e gemeu de dor, sentindo Yifan apertar sua mão com força.

— Fique quieto, em silêncio e não se afaste. — Imediatamente Yixing se calou após ouvir a ordem de Yifan. — Não quero ouvir sua voz, apenas seus gemidos de dor. 

Yifan girou o corpo de Yixing, o rodopiando e o puxou para si. Agarrando a cintura do outro chinês e deixou seus lábios próximo ao pescoço do menor.

— Eu esperei séculos para conseguir minha vingança. — Yifan sussurrou e Yixing fechou seus olhos, deixando de segurar suas lágrimas. — Nunca imaginei que o temido Oh Sehun, se apaixonaria por um humano bobo como você. Ele cometeu o mesmo erro que eu cometi e que tipo de amigo eu seria, se eu não acabasse com esse erro por ele? Ele mostrou que eu nunca seria feliz ao lado de um simples humano e agora mostrarei isso para ele.

Soluços escapavam pelos lábios de Yixing e ele pedia mentalmente, para que Sehun aparecesse rápido.

— Sehun arrancou o coração do meu Zitao. — Yifan encostou uma de suas mãos no peito de Yixing. — Eu poderia fazer o mesmo, mas isso é tão rápido e sem graça. 

Yifan desceu uma de suas mãos para a cintura de Yixing enquanto apoiou a outra na nuca do moreno.

— Eu sinto o seu coração batendo, ele está batendo tão rápido. — Yifan sorriu. — É tão bom saber que eu provoco medo em você e que todo o pavor que está sentindo agora é por minha culpa. 

Yixing tremeu quando sentiu Yifan morder seu pescoço de leve e beijar o mesmo local, em seguida.

— Sugarei sua vida com prazer. — Yifan sussurrou e veias escuras apareceram embaixo de seus olhos, enquanto suas íris ficavam mais escuras e ao redor das mesmas ficava avermelhado. — Aproveite seu último minuto vivo. 

Yifan cravou seus dentes no pescoço de Yixing, mordendo o local com força para então sugar o sangue do chinês. Yixing abriu a boca tentando gritar, gemidos de dor e desespero escapavam por seus lábios. 

O humano começou a sentir seu corpo ficar mole e sua visão começou a ficar embaçada, o corpo de Yixing estava quase cedendo quando Yifan foi arrancado a força de perto de si. 

— Calma, calma, eu peguei você. — Chanyeol segurou Yixing antes que o mesmo caísse no chão, e deitou o corpo do chinês no chão. — Baekhyun, preciso da sua ajuda aqui!

— Mas e Yifan? — Baekhyun perguntou preocupado. 

— Eu e Chanyeol demos um jeito nele. — Sehun disse raivoso.

Parecia que já fazia anos desde que Sehun ficou extremamente irritado pela última vez, esses momentos haviam diminuído em sua vida desde que Yixing apareceu na mesma. 

— Oh Sehun! Quanto tempo. — Yifan tinha seus dentes, lábios e queixo sujos com o sangue de Yixing. — Veio ver eu acabar com o seu namorado? 

— Eu irei acabar com você. — Sehun partiu para cima de Yifan, seguido de Chanyeol.

— Yixing, olhe pra mim. — Baekhyun pedia desesperado e respirou fundo, tentava se controlar ao máximo sentindo o cheiro doce do sangue de Yixing, o vampiro mordeu seu pulso pronto para dar seu sangue a Yixing e cura-lo.

— Não abra a boca, Yixing. — Yifan gritou sua ordem e Yixing chorou, sentindo que devia obedece-lo.

— Abre a boca, Yixing. — Baekhyun colocou uma de suas mãos sobre a mordida no pescoço de Yixing, tentando estancar seu sangramento. — Vamos abra a boca. 

Mesmo com Baekhyun fazendo pressão sobre seus lábios ou suas bochechas, Yixing se recusava a abrir sua boca.

— Sehun! Rápido, Yifan está controlando Yixing! — Baekhyun gritou. — Droga, aguenta Yixing.

— Eu devia ter matado você junto com Zitao. — Sehun socou o rosto de Yifan mais uma vez. — Eu devia torturar você por séculos, e faze-lo pagar por ter machucado meu namorado. 

Sehun enfiou uma de suas mãos no peito de Yifan e agarrou seu coração.

— Você não merece estar vivo, espero que reencontre Zitao e que aproveitem o tempo perdido. — Sehun apertou com um pouco mais de força o coração de Yifan. — Nos reencontraremos no inferno. 

Sehun puxou o coração de Yifan, o arrancando de seu peito e o corpo do chinês caiu sem vida no chão, sua pele ficou cinza e as veias que antes estavam embaixo de seus olhos, surgiram em todo o seu corpo. 

— Chanyeol e Baekhyun. — Sehun chamou os amigos. — Livrem-se do corpo desse idiota.  

O casal seguiu a ordem do amigo e Sehun correu até Yixing. 

— Yixing, meu amor. — Sehun chamou o namorado e Yixing o encarou com os olhos semi cerrados. — Não feche os olhos.

— Eu... Eu estou morrendo, Sehunnie. — Yixing sussurrou com a voz fraca e fechou seus olhos. — Eu te amo. 

Sehun rapidamente mordeu seu pulso e o colocou sobre os lábios de Yixing.

— Beba, meu amor. — Sehun pediu e se assustou ao notar que Yixing não havia reagido. — Seu coração ainda está batendo, fraco... Mas está batendo, resista! Por favor, meu amor. 

Os olhos de Sehun se encheram de lágrimas e ele não se importou ao solta-las, não podia acreditar que estava perdendo o que havia procurado a sua vida inteira. 

— Fique comigo. — Sehun balançou o corpo pálido de Yixing. — Eu te amo. 

Yixing resmungou algo e franziu seu cenho, mas começou a beber o sangue de Sehun. 

— Isso, meu amor. — Sehun comemorou e segurou a nuca de Yixing com cuidado, inclinando o mesmo para beber mais de seu sangue e assim se curar por completo. 

O chinês colocou uma de suas mãos sobre o braço de Sehun e o afastou. 

— Sehunnie? — Yixing perguntou baixo e acariciou uma das bochechas de Sehun com uma de suas mãos. — Você está aqui?

— Eu nunca deixaria você. — Sehun fechou os olhos por um instante, sentindo o carinho do namorado. — Você está salvo agora. 

— Eu fiquei com tanto medo. — Yixing abraçou Sehun e escondeu seu rosto no pescoço do maior, não impedindo suas lágrimas de voltarem. 

— Shii, está tudo bem agora. — Sehun sussurrou aliviado. — Eu estou aqui, está tudo bem. 

. . . 

Yixing resmungou assim que ouviu seu despertador tocar logo cedo pela manhã. O chinês tateou sua cama de casal e bufou ao encontrar o outro lado vazio e pouco bagunçado. 

Já fazia meses que Yifan havia morrido e fazia semanas que Sehun andava estranho com Yixing e o chinês sabia o motivo. 

Durante mais uma de suas transas, Sehun quase se descontrolou sentindo a pulsação de Yixing e quase mordeu o mesmo e o que Sehun não esperava era que Yixing permitisse sua mordida e ansiasse por ela. O coreano preferiu se controlar e não mordeu Yixing, apenas respirou fundo ignorando a dor que sentia em sua gengiva e a ardência em sua garganta.

E desde aquele dia, o vampiro estava evitando o namorado cada vez mais e causando uma grande frustração no humano.

. . . 

— Eu acho que você deveria agarrar ele, e implorar. — Baekhyun comentou e Yixing revirou os olhos. — Ou seduza ele e o excite ao máximo, seja romântico também. Você pode ser todo fofinho, mas sinto que você muda isso durante o sexo. 

— Baekhyun! — Chanyeol repreendeu o namorado.

— Você também é assim. — Baekhyun sorriu e o namorado bufou. 

— Apenas não apresse Sehun. — Chanyeol disse antes que o namorado falasse mais alguma coisa. — Continue normal, seja você mesmo e seduza ele... Um pouquinho.

— Eu tive que seduzir o Chanyeol por vários dias até ele se convencer de que uma mordida minha, não iria mata-lo. — Baekhyun disse e Chanyeol revirou os olhos. — E ele até gostou no final.

— Acredite, não será do jeito que Yifan o mordeu. — Chanyeol disse e Yixing tremeu levemente com a lembrança. — Yifan fez aquilo para lhe machucar, e nem sempre a dor está presente na hora. 

— Você sabe, não é Channie? — Baekhyun sorriu safado e Chanyeol o ignorou. — Nunca vou esquecer da primeira vez que mordi você, foi um momento inesquecível bola de pelos.

— Cala a boca, vampiro fresco.  

. . . 

— Sehun! — Yixing gemeu manhoso sentindo Sehun lamber seu pescoço e assoprar o mesmo em seguida, movimento que fazia Yixing se arrepiar e gemer manhoso. 

— Adoro suas reações. — Sehun beijou os lábios de Yixing. — Adoro sentir seu corpo implorando por mim. 

— Não é apenas o meu corpo que implora por você. — Yixing virou Sehun na cama e ficou por cima, rebolando sobre o colo do namorado, fazendo os membros de ambos se friccionarem. — Você também não consegue evitar. 

— Não consigo mesmo. — Sehun ofegou sentindo Yixing arranhar seu abdômen. — Yixing!

— O que amor? — Yixing depositou beijos pelo abdômen de Sehun até chegar nas coxas do vampiro e provoca-lo. — Posso ajudar em algo?

— Me chupa. — Sehun suspirou quando sentiu a língua de Yixing passar por sua glande, o chinês lambeu seus lábios sentindo o gosto do pré gozo do namorado, Yixing chupou apenas a glande do namorado para provoca-lo e o vampiro rosnou impaciente. — Deixa eu foder sua boquinha, perfeita pro meu pau.

Yixing apenas abriu a boca e deixou que o namorado segurasse seu cabelo com força, lentamente Sehun invadiu a boca de Yixing e gemeu alto quando sentiu a garganta do mesmo. O chinês continuava encarando o vampiro enquanto chupava o membro do mesmo.

— Você é tão bom nisso. — Sehun disse e gemeu mais alto quando sentiu a garganta de Yixing novamente. — Porra!

— Eu adoro chupar você. — Yixing depositou um beijo na glande de Sehun. — Você é tão gostoso, tão delicioso. 

Sehun puxou Yixing obrigando o chinês a largar o seu membro. 

— Você está ficando ainda mais irresistível. — Sehun resmungou e novamente beijou Yixing, virando o chinês na cama e ficando por cima. — Chupa pra mim. 

          Enquanto Yixing chupava dois de seus dedos, Sehun beijava e mordia o pescoço de Yixing e ouvia os gemidos manhosos do mesmo. 

— Essa é uma das partes do seu corpo que mais me encantam. — Sehun mordeu com um pouco mais de força aquela região sensível e Yixing gemeu alto. 

O coreano lentamente invadiu Yixing com um de seus dedos. 

— Você é tão maravilhoso. — Sehun nunca se cansava de elogiar o namorado durante o sexo. 

— Sehunnie. — Yixing gemeu e Sehun o invadiu com mais um de seus dedos. 

— Está pronto, meu amor? — Sehun sussurrou contra o pescoço de Yixing. — Eu estou louco para me enterrar dentro de você.

— Pode vir. — Yixing pediu rapidamente e Sehun retirou os dedos de dentro do namorado. — Quero sentir você dentro de mim. 

Sehun abriu mais as pernas de Yixing e acariciou as coxas de chinês, lentamente com o auxílio de uma de suas mãos se enterrou no interior quente e apertado do namorado humano. 

— Você está me recebendo tão bem dentro de você. — Yixing gemeu alto e Sehun mordeu seu lábio inferior. — Você é tão perfeito, tão gostoso e tão meu. 

— Sehun! — Yixing gemeu alto quando Sehun o estocou com força, o coreano além de usar sua força ia fundo no interior do chinês e alcançava sua próstata. — Isso!

— Você gosta assim, huh? — Sehun beijou o namorado e mordeu o lábio inferior do mesmo. — Responde, meu amor.

— Sim! Sehunnie, eu gosto assim. — Yixing respondeu manhoso. — Você vai tão fundo, é tão bom. 

Sehun gemeu contra o ouvido de Yixing e o mesmo revirou os olhos. 

— Não pare. — Yixing pediu ao vampiro. 

Sehun segurou nas coxas de Yixing e o mesmo segurou em seu pescoço, rapidamente graças a sua velocidade acelerada, Sehun chegou a parede mais próxima da cama e prensou Yixing contra a mesma. Sabia que o chinês amava aquela posição.

— Porra, eu não vou aguentar. — Sehun adorava quando Yixing falava palavrões durante o sexo, era assim que o coreano reconhecia quando o limite do chinês se aproximava. — Isso Sehunnie, me fode!

O vampiro mordeu seu lábio inferior, conseguia ouvir o coração acelerado de Yixing e já estava começando a sentir sua gengiva latejar e sua garganta secar. As veias aos poucos surgiam embaixo de seus olhos e logo sua face já estava transformada. 

Yixing percebeu a mudança no namorado quando o mesmo acelerou ainda mais seus movimentos e começou a respirar fundo. 

— Sehunnie. — Yixing o chamou. — Me morda, por favor.

              — Yixing. — Sehun resmungou. 

Eu quero sentir seus dentes em meu pescoço, eu quero sentir a sua mordida! — Yixing gemeu alto. — Eu sei que você quer sentir meu sangue invadindo sua garganta, eu sei que você quer me foder enquanto me morde e gozar sentindo meu sangue em sua boca. 

Sehun gemeu ouvindo as palavras do namorado, Yixing estava o atiçando e Sehun estava começando a desistir de tentar se controlar. 

Ele precisava sentir o gosto do sangue de seu namorado. 

— Acho bom você parar de me provocar. — A voz de Sehun estava rouca. — Você pode se arrepender. 

Eu não quero o seu beijo. — Yixing disse impedindo Sehun de o beijar. — Eu quero a sua mordida

Sehun viu sua sanidade ir embora quando Yixing inclinou seu pescoço para o lado. 

— Droga, Yixing! — Sehun lambeu o pescoço suado do namorado e deu um beijo demorado naquela região. 

Yixing gemeu alto quando sentiu os caninos do namorado furarem sua pele, o chinês fechou seus olhos sentindo um estranho prazer se apossar de seu corpo. 

— Isso! — Yixing acariciou a nuca de Sehun e gemeu alto. — Eu vou gozar, Sehunnie.

— Goza enquanto eu provo seu sangue. — Sehun lambeu a marca dos furinhos que havia causado em Yixing. — Sinta o quanto isso é prazeroso. 

Yixing não aguentou quando Sehun o mordeu novamente, o chinês gozou entre seu corpo e o corpo do coreano. Em seguida, Sehun veio mordendo de leve o local próximo a sua mordida e gemendo baixo. 

— Você é louco. — Sehun murmurou ofegante e Yixing depositou um selinho em seus lábios. — Eu poderia ter matado você.

— Poderia, você devia ter feito isso antes. — Sehun segurou o namorado e o colocou na cama. — Foi tão bom sentir seus dentes em mim, Sehunnie. 

— Seu sangue é o melhor do mundo, e o mais viciante. — Sehun puxou Yixing para um beijo e o humano nem se importou de provar seu próprio sangue. — Agora você está marcado. 

— Logo essa marca some. — Yixing sorriu fraco e logo gemeu, sentindo a língua de Sehun sobre a marca recém feita e sentindo o coreano o estocar lentamente. — Sehunnie...

— Irei marcar você mais vezes, para todos saberem que você é meu. — Sehun segurou os braços de Yixing.

— Você não cansa? — Yixing perguntou já ficando excitado.

— Eu sou um vampiro, meu bem. — Sehun sussurrou contra o ouvido do menor. — Eu não canso fácil e mesmo se isso fosse possível, nunca me cansaria de sentir você.

E Yixing novamente gritou sentindo o membro de Sehun dentro de si o estocando e os dentes de seu namorado vampiro em seu pescoço, o mordendo e sentindo o quão delicioso e doce seu sangue era.

I want your bite
(Eu quero sua mordida)
Wanna feel your teeth on my neck
(Quero sentir seus dentes em meu pescoço)
Wanna taste the salt of your sweat
(Quero sentir o gosto salgado de seu suor)
Gonna rock your body all night
(Vou agitar seu corpo a noite inteira)
It's lust at first sight
(É luxúria à primeira vista) — I Want Your Bite, Chris Crocker.


Notas Finais


Então, gostaram? Espero que sim <3, vou deixar os links das minhas outras fics
Play (1S Hunhan): https://spiritfanfics.com/historia/play-6493236
Excited (Two-shot Chanbaekhun): https://spiritfanfics.com/historia/excited-6281237
Give Me Love (Fic Chanbaek): https://spiritfanfics.com/historia/give-me-love-6444908
Espero que tenham gostado, beijos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...