Hist√≥ria I was made for you ūüíēūüĎ≠ - Cap√≠tulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Tags Arizona, Calliope, Calzona, Grey's Anatomy
Visualiza√ß√Ķes 103
Palavras 1.489
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiramente quero pedir mil desculpas pela demora... Eu prometi não demorar ne? Mais semana que vem é os 15 anos da minha irmã (a doida que escreve comigo kkkk) então não estamos tendo tempo pra escrever... Então tenham só mais um pouquinho de paciência que depois que a festa passar voltamos a escrever pra vocês.. Ok?

Capítulo 18 - Capitulo 18


PENNY POV

Ouvir minha namorada dizer que dormiu com a ex mulher dela fez meu sangue ferver, minha vontade era de matar ela, mas não podia, não ali, mais Callie iria sofrer por essa traição.

Saiu do quarto em que ela estava e caminho atè a sala onde fica os medicamentos, precisava fazer a latina sentir a mesma dor que eu estou sentindo.

CALLIE POV

Acordo no outro dia com a cabeça latejando, vou abrindo meus olhos devagar pois a claridade das cortinas faziam minha cabeça doer mil vezes mais. Quando abro os olhos percebo que estou no hospital, e como flashs cena da noite passada passam pela minha cabeça como num filme. Meus pensamentos são interrompido quando ouço passos de alguma mulher de salto andando em minha direção, a cada passo minha cabeça lateja mais, a dor chegava ser insuportável e eu precisava fazer aquilo parar.

Callie - PAAAARAAAAA

A mulher de imediato para me encarando assustada.

Mulher - A senhora esta bem? Posso te ajudar?

Callie - Primeiramente tire esses sapatos ou então para de andar, pois o barulho desses saltos estão me matando. E segundo me de algum remédio pra dor pq eu não aguento mais

Mulher - Bom eu vou tirar os sapatos então,  fica calma. Seu nome é Callie certo?  *Eu apenas aceno um Sim com a cabeça* - Certo meu nome é Regina e sou sua médica

Callie - Oh Doutora me desculpe ter te assustado, não foi minha intenção. *Sorri fraco pra ela que sorriu de volta*

Regina - Tudo bem, não tem problema.. Então o primeiro problema foi resolvido, agora sobre te dar mais remédio eu não posso, pois a pancada que sua cabeca sofreu foi forte demais e os remédios podem te causar problemas demais. Mais creio que hoje ja te medicaram então já que a dor diminui

Callie - Ah sim, espero poder ir embora pra casa logo, pq não gosto de ficar aqui sem ter nada pra fazer

Regina - Vou te manter em observação só por uns dias, ai já posso te liberar ok... Agora tenho que ir, descanse que a noite eu volto pra ver como está 

As horas vão passando é parece que a dor não diminiu, manter os olhos abertos tem se tornado impossível, minha cabeça parece que vai explodir a qualquer momento. Tento levantar da cama pra ir ao banheiro mais de imediato fico tonta e me apoio na cama.

REGINA POV

Após fazer minhas rondas decido ir ver se a dor de Callie tinha diminuído, lembro dela reclamar do barulho do meu salto então resolvo ir ao vestiário por meu chinelo. Logo depois retorno ao quarto, mais quando estou chegando a porta observo uma certa residente ruiva sair da sala de medicamentos com frascos de remédio na mão, decido ignorar. Quando chego a porta do quarto de Callie observo que ela estava pálida e escorada na cama. Me aproximo devagar chamando sua atenção.

Regina - Callie? Está tudo bem?

Callie - Ah, Oi doutora, desculpa não te vi entrar, mais pra falar a verdade eu não estou nada bem, a dor não passa e ta ficando cada vez pior

Regina - Estranho já faz tempo que você tomou seu remédio ja era pra dor ter passado... Deixa eu te ajudar a se deitar que eu vou te dar mais um remedio

Caminho até ela colocando a sentada na cama de forma confortável, depois sigo até a bancada de remedio pra injetar uma dose maior em seu soro. Porem noto algo estranho, normalmente o remédio que receitei a ela são amarelos e o líquido desse frasco esta transparente

Regina - Callie, você pode me dizer quem esta responsável pela sua medicação?

Callie - A interna Penny Black, uma ruiva, que por sinal é minha namorada

Regina - Certo, preciso checar uma coisa antes então e já volto com o seu remedio

Achei muito suspeito à dor de Callie ainda não te passado, com os remédios que ela estava tomando, ja nem era para ela sentir nenhum tipo de dor. Fico intrigada com a possibilidade de algum residente ter trocado a medicação da mulher, quando fui vê Callie outra vez e ela me disse o nome da residente responsável pela sua medicação, lembro-me de te visto a ruiva sai da sala de medicamentos, com os remédios da morena.

Resolvo procura Penelope para tira essa história a limpo

Regina - Penelope

Penny -Sim doutora Mills - *diz a residente com um olhar cínico* - Posso te ajudar em alguma coisa?

Regina - Penelope, você pode me explica o porque a medição da paciente Calliope Torres é água?

Percebo que a residente fica nervosa logo após escuta minhas palavras.

Penny- Água?, não faço a mínima ideia doutora. - *fala a ruiva se fazendo de desentendida*_ Estou medicado a Callie como a senhora mandou.

Nunca fui com a cara dessa menina, ela sempre me inspirou um pouco de desconfiança, mais nunca me deu motivo para chamar sua atenção, pelo contrário sempre se mostrou muito eficiente.

Regina - Ok, de agora em diante só eu terei acesso a medição da paciente. - *digo ja seguindo meu caminho de volta para o quarto de callie*_ E mais uma coisa Penélope, você está suspensa do meu hospital.

Penny - Mas porque?

Regina - Por não prestar atendimento adequado a um paciente, agora pegue suas coisas e saia do meu hospital.

Logo após volto ao quarto de Callie, e agora medicada corretamente vejo sua expressão de dor ir desaparecendo.

Regina - Se sente melhor?

Callie - Sim, muito.

Regina - Bom se é assim logo, logo você tera alta.

Callie - Quando especificamente?

Regina - Bom hoje e dia 17 ,então no máximo no dia 23 você sai daqui.

Callie - O que? hoje é dia 17 ?

Regina - Sim, porque algum problema?

Callie - Sim e não, amanhã eu teria que ir buscar a minha filha com a mãe.

Regina - Infelizmente você não poderá sair do hospital Callie.

Callie - Não tem poblema, peço para Penny ir buscá-la.

Não sei o porque mais um arrepio percorreu por tudo meu corpo, so de imaginar Penelope perto dessa menina.

Regina - Infelizmente ela também não podera ir. - *minto* - Mandei Penelope para um congresso em outra cidade, me desculpa Callie, não sábia que ela teria um compromisso.

Callie - Não tem problema, mas agora terei que liga para Arizona para avisá-la que não irei pega Sofia amanhã.

Regina - Bom se você quiser lógico e me permitir eu posso buscá-la para você, justamente amanhã terei que ir para Seattle, se você permiti eu posso trazê-la quando voltar.

Callie - Mas não iria te atrapalhar doutora?

Regina - Em 1° me chame de Regina, e em 2° claro que não.

Callie - Bom então eu aceito, douto... Regina. - *Ela sorri* - Só preciso ligar avisando minha ex-mulher

Regina - Claro, eu vou resolver algumas coisas e amanhã de manhã eu venho aqui combinado?

Callie - Combinado.

Regina - Então descanse e até amanhã

Callie - Ate amanhã

*MANHÃ SEGUINTE*

POV CALLIE

Não havia conseguido fala com Arizona, e como combinado logo de manhã Regina estava no meu quarto. Não sei o porque mais a morena me inspira confiança, pode ser que não mais eu ainda acho que seremos grandes amigas.

Regina - Bom dia Callie - *diz a mulher com um grande sorriso* - Como amanheceu hoje? 

Callie - Bom dia Regina, amanheci muito bem.

Regina - Fico feliz, e então falo com sua ex?

Callie - Não, Arizona não atendeu nehuma das minhas ligações e não respondeu nenhuma des minhas mensagens.

Regina - Bom agora como iremos fazer?

Callie - Bom,ela vai está me esperando no aeroporto as 11:00 da manhã, você pode encontra-la explica o que aconteceu e trazer Sofia?!.

Regina - Está com saudades da sua filha?

Callie. Muito, não posso mais fica nem uma dia sem ver minha pequena.

Regina - Ok, so que tem um problema.

Callie - Qual?

Regina - Eu não conheço sua Ex nem a sua filha como irei encontra-las?

Callie - Bom eu tenho uma foto no meu celular, posso te mandar.

Regina - Ta bom. Agora eu ja vou, é quando volta trago sua filha direto aqui para você pode ver ela ok?!.

Callie - Ta bom... Obrigada 

REGINA POV

Logo após sai do hospital, pego um táxi indo em direção ao aeroporto.

A viagem foi sossegada, após o avião pousar ligo novamente meu celular recebendo uma mensagem de um número desconhecido. Após ver que se tratava de uma foto de uma mulher loira com uma menina de cabelos pretos soube de quem se tratava, salvei o número e fui a procura da loira de olhos azuis da foto. Depois de 10 minutos procurando avisto a mulher com a menina segurando em sua mão, me aproximo tocando em seu ombro.

Regina - Me desculpe, mais você é Arizona Robbins?

Arizona - Sim, so eu!

Regina - Desculpa não ter me apresentado, meu nome e Regina, Regina Mills


Notas Finais


Esta ai mais um cap, desculpe qualquer erro que tiver... Espero que gostem... Bjs e até o próximo ‚̧‚̧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...