História I Will Always Love You - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 11
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Heyy ❤

Eu apaguei o capitulo anterior, porque não o achei o suficientemente bom, por isso resfiz o capitulo e mudei algumas partes, e deixei-o maior.

Falamos lá em baixo.
Flw

Capítulo 13 - THIRTEEN


Fanfic / Fanfiction I Will Always Love You - Capítulo 13 - THIRTEEN

É de manhã, e o dia está horrível, pois está a chover, e, apesar de April adorar a chuva, hoje ela está a detesta-la, pois Toby e ela têm que ir para a escola a pé porque sua mãe recysa-se a levá-los, e a chuva não facilita. Os dois ainda não haviam comido, pois não havia comida na cozinha para os dois comerem, e April tem a certeza que a sua mãe havia escondido a mesma.

Os dois pararam á frente de um mini mercado que havia á frente da escola, onde compraram comida para comerem no momento, e comida para April e esconder, para quando a sua mãe não lhes der comer, eles comerem e não ficarem com fome durante a noite inteira.

Quando nos dois acabaram de comer, entraram na escola e, depois de um abraço de despedida, cada um foi para a sua sala.

A aula já havia começado, e April e estava atrasada para a mesma, mas o professor deixou-a entrar na mesma, já que era a primeira vez que a ruiva se atrasava.

Ela se sentou ao lado de Marceline e começou a prestar atenção ao que o professor falava.

[…]

— Era apenas o primeiro dia lá e eu e Toby já queríamos ir embora! — April falou.

April e Mathew estavam agora sentados em um banco do pátio da escola, era o tempo de intervalo, e os dois estavam a conversar.

— Mas o que se passou? — Mathew perguntou.

— Primeiro, eu e Toby temos que dividir a mesma cama. Segundo, ela não nos dá comida quase nenhuma, deixando eu e Toby com fome. Terceiro, ela e o namorado dela quase que transam á nossa frente. E quarto, o homem me encara muito, e eu já estou a começar a ficar assustada com isso.

— Isso do homem te encarar não me cheira bem… — Mathew começou — se acontecer algo me liga. Prometes?

— Prometo — ela disse sorrindo para ele.

[…]

O dia havia corrido bem. April passou todos os intervalos com Mathew, tal como fazia sempre. Ela também havia passado no clube de jardinagem para regar algumas coisas e falar um pouco com Carmen.

Já Toby tambem havia passado um dia ótimo. As aulas lhe correram bem e ele havia recebido duas provas, e tirou nota alta em ambas, o que o deixou muito feliz. Também passou os intervalos com o seu novo melhor amigo, Rúben, e os dois falaram sobre imensas coisas e riram bastante.

Agora April e Mathew haviam acabado de chegar a casa e correram diretamente para o quarto, para não terem que falar com ela…

Fizeram os trabalhos de casa, tomaram banho e agora cada um está a ler um livro silenciosamente.

— Venham comer — a mulher disse após ter entrado no quarto dos ruivos.

— Já vamos — a ruiva disse continuando a ler o seu livro.

— Não é "já vamos", é agora! — a mulher disse saindo do quarto.

April revirou os olhos, arrumou o seu livro e, juntamente com Toby, foi até á cozinha.

Cada um se sentou numa cadeira, e assim, todos começaram a comer. Mais uma vez, a mulher serviu uma pouca porção de comida para os mesmos, e, mais uma vez também, o homem não parava de encarar a ruixa, deixando a mesma extremamente desconfortável, novamente.

[…]

— Mana — Toby começou.
Os dois ruivos já tinham a acabado de jantar, e encontram-se agora os dois deitados na cama, a comer um pacote de bolachas, pois a comida que lhes foi servida não foi suficiente para encher as barrigas doa ruivos.

— Fala pequeno.

— A mãe está estranha, não gosto dela assim. Também não gosto do novo papai, ele é estranho, fica sempre olhando para ti.
— É… Nao chames o homem de papai, ele não é nosso papai. E não te preocupes — ela depositou um beijo na testa do ruivo — nós iremos sair daqui rapidinho.

— Espero que sim.

— O que me dizes de amanhã irmos visitar a Yuki com o Mathew? — ela perguntou.

— Sim! Quero jogar á bola com o Mathew — ele disse sorrindo e mostrando os dentinhos.

Toby gostou logo de Mathew mal o conheceu. Adora fazer tudo com ele, jogar, fazer os deveres que Toby trás da escola, assistir televisão, etc. E a relação que os dois têm deixa a ruiva extremamente feliz.

[…]

— Estou a achar muito esquisito ele ficar a encarar-me durante todo o tempo. É estranho, e eu estou com medo disso, Mathew — a ruiva falou.

April, Toby e Mathew estão agora na verdadeira casa dos ruivos, pois como prometido, April levou Toby a ver Mathew e Yuki. Agora Mathew e April estão a falar, enquanto Toby está a jogar futebol no jardim das traseiras da casa.

— Eu também estou a achar isso esquisito. Secalhar é apenas confusão na tua cabeça, e ele na verdade não está a olhar para ti.

— Não, ele está, até o Toby já reparou.

— Tenta não ficar sozinha com ele em nenhuma altura.

— Vou fazer os possíveis para isso.

— Mathew! Anda jogar! — Toby chamou da outra ponta do jardim.

Mathew sorriu para April e foi ter com Toby, os dois estiveram a jogar á bola, enquanto April cuidava das suas flores e plantas, mas não lhe saia da cabeça o que os policiais lhe tinham dito, sobre terem sabutado o carro de Jacob, pois que ela saiba, ninguém o detestava a ponto de o matar.

Também não lhe saia da cabeça o namorado de sua mãe, era esquisito ele estar sempre a encarar a ruiva, e isso incomodava a mesma de uma maneira terrível.

Outra coisa que também incomoda April, é a maneira como a sua mãe mudou, ela antes era tão carinhosa e gentil com Toby e April, mas agora, ela trata-os como se fossem cães. Não da comer o suficiente para eles se alimentarem como deve de ser, é rude com eles.

Isso deixa April triste, mas ela esta decidida a sair daquela casa o mais rápido possível


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Comentar não custa, nem que seja apenas um "gostei"...

Beijos e até á próxima ❤🙈😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...