História I Will Always Love You - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Ronald Weasley
Tags Draco, Dramione, Granger/malfoy, Hermione
Visualizações 291
Palavras 1.941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Saga
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amores, demorou mas saiu 😂
Em plena 2 horas da madrugada eu consegui acabar com um pouco do bloqueio. Espero que gostem desse capítulo porque ele está sem grandes emoções, mas prometo que no próximo, vai ser tudo de bom 😍❤

Capítulo 31 - ~ Capítulo 29 ~


Hermione acordou bem mais animada do que nos outros dias, escolheu uma lingerie ciano, calça caqui preta e uma blusa branca de mangas cumpridas, um look confortável e bonito, que não lhe dava o ar de pessoa antiquada; dirigiu-se até o banheiro, fez sua higiene matinal e depois tomou um banho morno e relaxante. Depois que terminou, vestiu-se e pegou sua varinha e bolsa, além de documentos para o trabalho e desaparatou em uma cafeteria bruxa, próxima ao ministério.

O dia estava incrível e ela só sorrisos; nem sequer importou-se com o fato de seu cabelo estar rebelde ou seu rosto estar sem maquiagem, porque a única coisa que lhe importava era saber que a noite ela estaria com Draco, mas só de lembrar desse detalhe seu estômago novamente embrulhou. Respirou fundo e depois de pagar e pegar seu pedido, um cappuccino com creme, entrou no ministério seguindo para seu departamento sem parar. Talvez sua roupa jovem estava impressionando as pessoas mais do que deveria, já que todos a olhavam de uma forma esquisita, mas ela não teve muito tempo para pensar sobre o assunto já que chegou em sua sala.

- Bom dia, Helena - Ela disse animada a moça que estava concentrada em seus afazeres.

- Ah, bom dia Hermione - Ela respondeu sorridente - Como você está linda e radiante hoje!

- Com essa roupa? Imagina, já tenho ela a um bom tempo!

- Não é a roupa. Tem algo diferente em você, um brilho especial. - a moça disse sorridente

- Muito obrigada, mas você com certeza está sendo muito gentil! E como foram as coisas ontem?

- Não se preocupe, foi tudo muito bem. Deixei em sua mesa a agenda com todos os afazeres de hoje.

- Muito obrigada, Helena. Você de fato, é a melhor secretária que eu poderia querer - Ela disse sorrindo sincera enquanto entrava em sua sala para mais um dia de trabalho, mas o que o tornara totalmente diferente, era saber que naquela noite ela o veria. 

#

Draco também havia levantado muito bem disposto para aquele dia. Estava em seu trabalho a cerca de uma hora e já havia perdido as contas de quantas pessoas atendeu ou deu uma "rápida olhada". Naquele dia St. Mungus parecia estar pegando fogo, coisa que ele estranhou já que para os bruxos, estadia em hospitais são bem menores.

Apesar de ter muito o que fazer, ele não conseguia parar de pensar em Hermione. A castanha mexia cada vez mais com seu coração, sua mente e principalmente suas emoções. Nunca imaginou que ficaria nervoso perto de uma mulher ou mesmo que suas mãos ficariam levemente trêmulas, mas esse momento havia chegado; Hermione mexia com todas as suas emoções da forma mais natural possível: desde um sorriso sem jeito até uma expressão de raiva o faziam sentir uma louca vontade de beijá-la e mesmo agora, com essa suposta tentativa de amizade, não sabia se iria conseguir controlar. Só lhe restava tentar e mais nada.

~*~

Hermione estava tão concentrada na papelada encima de sua mesa, que levou um susto notório assim que Helena entrou na sala.

- Merlin, que susto - a castanha disse levando a mão ao peito.

- Me desculpe Hermione. Eu pensei que você não estivesse mais aqui! - ela disse também parecendo um pouco assustada.

- Ué, como assim? 

- O nosso expediente já acabou a vinte minutos. Eu fui entregar uma última papelada para a secretária do ministro e pensei que você havia saído enquanto isso e esquecido a luz acesa!

- Helena, já está tão tarde assim? Ah, não! Draco já deve estar aí fora me esperando a horas. Vamos logo - Ela disse levantando-se da cadeira e organizando os documentos para o outro dia, pegou sua bolsa e assim que a moça saiu, ela desligou a luz e fechou a porta atrás de si.

- Tenha uma ótima noite, Hermione - Helena disse sorrindo um tanto maliciosa ao perceber que a castanha sairia com alguém.

- Você também, Helena! - respondeu corada para a moça que desaparatou em seguida.

×××

Ainda nervosa, Hermione passou as mãos pela sua roupa tentando tirar qualquer vestígio de poeira ou mesmo os pequenos amassos e em seguida, caminhou lentamente até um certo loiro que estava encostado no carro de braços cruzados e sorria largamente para ela, enquanto atravessava a rua.

- Oi - Ela disse tímida e sorrindo

- Nossa, já estava pensando em subir e ver se estava tudo bem com você. - disse Draco também sorrindo e tentando disfarçar o nervosismo.

- Desculpe! Não notei as horas passarem com todo esse trabalho que eu tive.

- Tudo bem, eu entendo. Vamos?

- Carro? Imagino que vamos à Londres trouxa hoje. - especulou a olhando curiosa.

-  Não me pergunte onde vamos, porque isso é surpresa.

- Ah, não Draco! Me conta vai... Por favor!

- Não faz esse olhar para mim. - Ele disse encantado com a beleza da mulher a sua frente, que fazia uma expressão muito pidona.

- Você sabe que eu poderia entrar na sua mente se quisesse, não é? - Ela começou divertida.

- Tente! - ele respondeu também brincando e fingindo um tom ameaçador que a fez rir e colocar uma das mãos dentro de sua bolsa .

- Ah, não.  Eu acho que esqueci minha varinha em minha sala. - disse ainda procurando pelo objeto em sua bolsa.

- Quer que eu vá buscar para você?

- Ah, imagina. Você está me esperando a vários minutos aqui! Pode deixar que eu subo rapidinho e depois nós vamos.

- tem certeza?

- Claro, Draco. Não se preocupe, eu já volto. - Ela disse já virando -se de costas e entrando novamente

- Tudo bem, volta logo. - Ele disse um pouco alto pela distância da Castanha, que virou-se discretamente e sorriu com o pedido do loiro.

Enquanto Hermione adentrava um dos elevadores de forma apressada, em algum lugar do 3° andar um jovem casal que  estava aos beijos e carícias, aguardavam o outro elevador.
Rony e Pansy não tardaram a entrar no pequeno compartimento que se mexia para trás e para frente, cima e para baixo os fazendo vez ou outra cair um sobre o outro, o que obviamente eles aproveitavam da melhor forma possível. Logo que saíram do pequeno compartimento, arrumaram suas roupas e tentaram parecer um casal normal, pois mesmo sem saber quem encontrariam ali, era melhor não se meterem em nenhuma encrenca ou perderiam seus empregos.
Pansy e Rony ainda estavam entre sorrisos maliciosos e olhares fogosos saindo do ministério,  quando Draco os avistou ao longe e de uma forma involuntária, ele deu dois passos a frente, depois respirou e pensou sozinho:

'O que você está fazendo comigo Granger? Okay Draco, vamos lá'

- Weasley! - ele gritou e em seguida viu o jovem casal virando-se na direção dele, enquanto ele continuava se aproximando.

- O que você quer, Malfoy? - Rony disse ainda surpreso, mas mostrando o seu pior tom de voz para o loiro.

- Sei que sou a última pessoa que vocês dois desejam ver hoje e sempre, mas apenas gostaria de me desculpar pela noite em que eu, bom... Vocês sabem - foi o máximo que ele conseguiu dizer, enquanto sentia o olhar dos dois sobre ele de forma surpresa e totalmente incômoda.

- Olha Draco, não sei o que essa garota está fazendo com você, mas se quer um conselho... Vai fundo! O Draco que eu conheci, jamais se desculparia com alguém com tanta facilidade - Pansy disse abrindo um sorriso bagunceiro - Bom, por mim está tudo bem! Talvez se não fosse seu surto, Ronald não estivesse me levado pra casa naquela noite. - disse sorrindo maliciosa para o loiro que apenas sacudiu a cabeça lembrando-se de como Parkinson sempre havia sido travessa.

- Weasley? - ele encarou o ruivo enquanto o mesmo parecia pensar.

- Vamos, Rony. Sei que se Pansy foi capaz de lhe perdoar, você pode perdoar Draco pelo que ele fez. - Dessa vez quem se pronunciou foi uma certa castanha, vindo das portas do ministério.

- Agora você deu pra ouvir atrás das portas, Mione? - o ruivo disse sorrindo para a amiga.

- Não mude de assunto! Além do mais, não tem nenhuma porta aqui. Estamos ao ar livre.

Draco pigarreou e olhou para ambos, enquanto Pansy fazia cara de tédio e aguardava a resposta.

- Eu realmente não sei o que a Hermione viu em você... - ele começou.

- Ronald! - disse a castanha.

- Tudo bem, tudo bem. Por ela, Malfoy. Pela Hermione eu te desculpo. Mas não vacile mais!

- Dou a minha palavra que não irá mais ter problemas comigo.

- Agora vamos, Ron. Estamos atrasados. - disse Pansy pegando sua varinha enquanto Rony acenava para os dois ali e Pansy sorriu. Em seguida, os dois desapareceram.

- É, parece que essa foi a nossa deixa. Vamos ? - disse a castanha.

- Claro.

E assim os dois se dirigiram ao carro e o loiro abriu a porta para que ela pudesse entrar.

×××

Hermione estava calada e parecia pensativa e por mais que Draco não quisesse admitir, também estava muito nervoso para puxar um assunto com ela. Alguns minutos se passaram e finalmente ela quebrou o silêncio.

- Draco, por que fez aquilo?

- Aquilo o quê?

- Ah, você sabe... pedir desculpas ao Rony! Quer dizer, foi uma atitude bem madura e legal, mas mesmo com suas mudanças, não achei que faria isso tão cedo.

- Ah, isso... Bom, foi coisa de momento, sabe?! O vi ali e pensei "pra quê adiar o inevitável?".

- Ah, sim - a castanha disse um pouco frustrada. Imaginava que a resposta seria outra, como "fiz isso porque você me pediu" mas antes que pudesse criar falsas esperanças, segundo ela mesma, sacudiu levemente a cabeça e tentou pensar em outras coisas.

- Aconteceu alguma coisa? Você ficou tão séria...- o loiro disse, percebendo as feições de Mione.

- Não, nada. Dia cheio! Onde vamos?

- Ah, isso é um surpresa. - disse em tom de mistério .

- Olha bem o que você vai me aprontar. - Ela disse agora sorrindo e concentrando-se apenas na beleza do sorriso daquele lindo rapaz ao seu lado - Mas seja onde for, parece ser longe. Estamos rodando há  minutos.

- Não precisa se preocupar, já chegamos!  - o loiro disse parando o carro enquanto Hermione admirava boquiaberta o local. Não acreditava que Draco havia lhe levado ali e nem mesmo sabia que expressão usar.

- Draco, por que você me trouxe aqui? - Ela disse enquanto sentia um calafrio.

- Sei que pode parecer assustador, mas está tudo diferente.  Não é o mesmo local de antes! Eu mesmo trabalhei duro durante essas 2 semanas pra mudar tudo, só não consegui ajustar a parte externa, ainda!

- Mas Draco, por quê? - Ela disse sentindo seus olhos marejarem. As lembranças ruins daquele local ainda mexiam com ela.

- Herms, por favor não faz assim. Não te trouxe aqui para chorar ou sofrer e sim para me conhecer de fato. Sei que você tem péssimas lembranças dessa mansão e acredite, eu também tenho mas precisei enfrentar os meus temores.

- Você ainda não entendeu a minha pergunta. O que estou fazendo aqui? - Ela disse ainda nervosa.

- Você disse que precisava me conhecer melhor e não existe ninguém que me conheça mais nesse mundo do que a minha mãe. Eu quero que você me conheça, que saiba quem eu fui e quem eu sou hoje, mas não vou forçar você a nada. Se quiser, nós entramos aí mas se não eu tiro você daqui agora mesmo.

Hermione ainda estava nervosa e vulnerável à simples lembrança daquela mansão, mas olhou nos olhos de Draco e pôde ter certeza de que ele estava se esforçando ao máximo por ela. Seu olhar preocupado e sincero deixava isso claro! Então ela respirou, tomou coragem e finalmente deu sua resposta.

- Vamos, Draco!


Notas Finais


Meus amores, estou ansiosa pela resposta de vocês 😍❤ comentem por favor. Estou morrendo de saudades!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...