História I Will Avenge You Dad - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~IAmStarlight

Postado
Categorias B.A.P, EXO, Got7, IKON, Monsta X, NCT Dream, NCT U, T-ara, VIXX
Personagens B.I, Baekhyun, Bang Yongguk, Bobby, Boram, Chanyeol, Eunjung, Himchan, Hyomin, Hyuk, Jackson, Jaehyun, Jinhwan, Jisung, Jiyeon, Joo Heon, Ki Hyun, Leo, Mark, Mark, Qri, Ravi, Show Nu, Suho, Taeyong, Ten, Won Ho, Xiumin, Youngjae, Zelo
Tags Bap, Chanbaek, Exo, Got7, Hentai, Ikon, Markson, Monsta X, Nct Dream, Nct U, T-ara, Vixx, Yaoi, Yuri
Exibições 22
Palavras 1.982
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIII MDS FOI TANTO TEMPO FORA ASSIM ? MDS gente do céu eu albibekei do verbo de im back ta parei de falar merda o ultimo aviso quem deu foi a Unnie não? ta foda-se eu voltei para essa caralha com um capitulo pegando fogo de varias formas que você pode imaginar bem acabei de me lembrar tem hot nesse capitulo não vou dizer de quem mas deu uma brisa em mim que eu escrevi esse hot o capitulo vai ser grande eu prometo AHHH E EU NÃO ESTOU VENDO PESSOINHAS COMENTAREM PARA EU CONTINUAR mas como eu sou chata vou continuar igual 2 BJS para quem reclamar :)

-BJS Da Kim

Capítulo 5 - You Do Not Remember Me ?.... (Um De Dois)


Fanfic / Fanfiction I Will Avenge You Dad - Capítulo 5 - You Do Not Remember Me ?.... (Um De Dois)

                                                    Lee JooHeon (POV ON)

 

-Eu finalmente te encontrei !!!!!! - Disse a abraçando pondo seu rosto na dobra de meu pescoço sentindo o calor de suas bochechas rosadas- Voce não lembra de mim ?.... -Perguntei receoso afastando seu rosto quente de meu pescoço fitando seu rosto e logo depois seus olhos vendo ela fazer um movimento com a cabeça de que não e sinto o clhek de meu coração quebrando em pedaços- Eu sou o Honey ! Voce tem que lembrar eu sou o seu Honey !!!! Se esqueceu de mim ?- Exclamei quase chorando eu sentia tanto a falta dela passei metade de minha vida a procurando e quando a acho isso que acontece ? Qual o seu problema comigo Deus ?-

-E-Eu não sei quem e você eu nunca lhe vi em lugar algum..... -Disse a menor com sua voz doce eu quase não consegui prestar atenção no que ela dizia apenas em sua voz angelical suas mãos que tremiam de leve será que ela estava com medo de mim? Ou nervosa ?-  A-Ai minha cabeça dói....- Vi ela por a mão na cabeça fazendo uma feição  de dor-

 

                                               FlashBack ON 

 

Quando era pequeno nasci e uma família muito pobre e sem muitas condições de criar eu e meus irmãos sendo que minha mãe ainda estava gravida de outra pequena criança que ela dizia ser uma menina no meio de todos os filhos meninos dela, eu como o mais velho de todos os meus irmãos com dezesseis anos ajudava minha mãe com as coisas que ela precisava ainda mais agora que estava gravida, ela me pediu que fosse junto a ela no mercado  para fazer as normais e chatas compras do mês como já era natural eu ir com ela não tive por que  negar de ir sendo que era meio que uma obrigação eu ir e a ajudar, como meu pai trabalha 24H por dia para poder manter as contas de nossa casa e ainda sobrar um pouco para as compras do mês, eu meio que fazia o papel de pai em minha casa ajudando minha mãe a cuidar de meus irmãos pequenos.

Fui com minha mãe ao mercado e ela me deu a lista do que devia comprar e assim foi embora para uma praça dizendo que estava cansada de andar  e que a barriga pesava então fiquei a observando ir embora e logo sumir de meu campo de visão logo entrei no mercado e comecei a entrar nos corredores do mercado pegando as coisas que pediam na lista, depois de um tempo acabo por pegar tudo e vejo que meu carrinho já estava cheio olhei para as coisas no carrinho e estranhei por ser muitas coisas minha mãe nunca comprava tantas coisas para as compras, lembrei que ela avia me dado o dinheiro para pagar as coisas no caixa e assim o fiz indo ao caixa e pagando tudo rapidamente acabo e sorrio para a mulher do caixa saindo de dentro do mercado com muitas sacolas em mãos, vou até o lugar onde minha mãe avia dito que ficaria mas não a vi lá então me sentei no mesmo banco onde ela devia de estar e senti meu celular vibrar em meu bolso e solto as sacolas pesadas no chão logo o atendendo

-JooHeon? -Ouvi uma voz masculina do outro lado da linha que não era de minha mãe mas será que a roubaram? esse numero e dela eu tenho certeza!-

-Sim? Quem é você ? Esse número que esta me ligando e da minha mãe!! 

-Sim eu sei se acalme eu não a roubei deixe eu explicar -Me acalmei ficando quieto deixando o homem continuar a falar-

-Bem eu estou falando do hospital principal de Seul, pelo o que sabemos sua mãe foi encontrada caída no meio de uma praça por uma mulher que passava por lá e a mesma mulher a trouxe para o hospital...... Sua mãe estava em trabalho de parto quando a analisamos agora ela está tendo o bebe se você viesse para cá nos ajudaria muito a acalma-la e ter um parente por perto ainda mais nesses momentos sempre e bom..... Tentamos ligar para seu pai mas ele não atendeu o celular.....  Pelo o que  sabemos agora não ouve nenhum problema no parto mas.....

-Não me conte nada por celular,não gosto disso em alguns minutos á estou ai cuide bem de minha mãe...-Disse sem esperar resposta dele apenas acabei a chamada e guardei meu celular pegando as sacolas de comida e me dirigi correndo até o hospital que não ficava muito longe do mercado mas para correr era cansativo, cheguei la depois de alguns minutos correndo entrei dentro do hospital observando um homem totalmente de branco com os cabelos loiros deixando meio que um ar angelical no mesmo-

-Você é o médico que eu falei pelo telefone não ? Onde  está minha mãe?-Perguntei ofegante mas ao mesmo tempo preocupado e curioso-

-Sim foi eu, no momento ela esta na sala de cirurgia -Disse o homem arrumando os óculos em seu rosto-

-Ela está bem ? Não ouve nenhum problema no parto ? Ah obrigada por ter me ligado se não fosse por você eu nem saberia como reagir a isso- Disse nervoso e envergonhado coçando minha nuca  ouvindo a gargalhada do maior-

-Tudo bem isso e normal ainda mais sendo que você não estava junto a ela para ajuda-la e mesmo que estivesse a traria para nos da mesma forma como a Moça que a trouxe fez -Falou ele  calmo solo sorrindo para mim estendendo sua mão-Me chamo Lee MinHyuk mas pode me chamar apenas de MinHyuk- Sorri e apertei sua mão em sinal de respeito-

-Eu sou Lee JoHeon mas isso você já sabe-Disse soltando uma leve risada vendo o sorriso do outro-Bem.....eu poderia ir ver minha mãe?

-Claro o parto foi feito com grande sucesso  bem foi eu mesmo que fiz não e mesmo-Disse ele num tom brincalhão me guiando até o quarto onde minha mãe estava e abriu a porta e assim fechei meus olhos um pouco sentindo a claridade que emanava do quarto branco, entrei no mesmo ouvindo um leve choro de bebe e assim me virei para a cama que ficava do lado direito do quarto olhando paralisado para a imagem de minha mãe e um pequeno bebe com poucos cabelos na cabeça,pele avermelhada e enrugada meus olhos se encheram de lagrimas e fui chegando perto da cama e minha mãe sorriu para mim me entregando o pequeno bebe que desastradamente peguei no colo olhado para minha mãe-

-É uma menina ? -Perguntei enquanto ninava o pequeno ser humano que estava agora dormecido em meus braços-

-Sim quero que que ajude a dar um nome para ela...-Ouvi o que ela avia dito e sorri olhando bem nos olhos da pequenina-

-Boram...... O nome dela será Boram -Disse vendo o sorriso desdentado no rosto do pequeno bebe que agora se chamava Boram-

-Gostei e um nome lindo filho -Falou a mulher sorrindo e logo a devolvi Boram me virando para Minhyuk que sorria alegremente para mim-

-Quando minha mãe vai poder levar alta ? -Perguntei animado vendo sorriso dele-

-Se tudo correr bem como o esperado daqui a alguns dias-Sorridente peguei meu celular do bolso e liguei para meu pai que logo atendeu-

-Pai a mãe já teve o bebe eu estou com ela no hospital então não precisa se preocupar com nada pode trabalhar tranquilo- Avisei a ele pelo celular logo ouvindo um obrigado meu filho e ele encerrar a chamada-

-Pelo visto esta tudo bem agora -Disse MinHyuk sorrindo enquanto olhava para meu sorriso-

 

Depois de todos os dias de repouso minha mãe foi para casa, meus irmãos ficaram felizes em saber que agora teriam uma irmã, depois de um tempo vamos dizer uma semana meu pai subiu de cargo no trabalho e estava ganhando bem mais ja tinhamos dinheiro para nos mudarmos para uma casa maior sem baratas ou ratos na parede, depois que Boram nasceu tudo melhorou pode-se dizer minha família começou a ficar mais pode-se dizer feliz ? acho que sim, nossas dividas pararam de apertar tudo estava bem podia dizer que eramos uma família mediana com melhores condições agora, um certo dia meu pai cegou estranho em casa e chamou minha mãe para conversar num canto distante de todos me deixando cuidando de Boram que agora já tinha um ano de vida (ela tem 1 e o JooHeon 17) depois de um tempo distante minha mãe voltou e me olhou nos olhos suspirando ´Nos estamos falidos´ foi a unica coisa que consegui entender de todo o texto de explicações de minha mãe

-Como assim? -Perguntei largando Boram no berço sabendo que iria me exaltar, olhei nos olhos de minha mãe que começou a chorar e assim a abracei-

-Seu pai foi demitido por um motivo inexistido - Falou ela me apertando e a afastei olhando  em seus olhos vermelhos -Ele foi  ameaçado por um homem que era de um cargo mais baixo que o seu, que iria matar a nos então seu pai pediu demissão de seu trabalho e agora estamos falidos e esse homem pede dinheiro para seu pai dizendo que devemos dinheiro para ele-

 

Sem reação apenas me sentei cautelosamente no sofá que avia no quarto de Boram e assim olhei para a menor que sorria para mim, como minha mãe avia dito esse homem estava atras de nos  e agora estava tirando tudo o que tínhamos as contas estavam apertando como antes os gastos estavam sendo menos como antes meus irmãos que estavam em escola particular entenderam a situação mesmo sendo muito novos e foram para um publica, depois de algumas semanas estavam tomando nossa casa nos literalmente estávamos na rua, um dia antes de tomarem nossa casa eu fui até o hospital para ver MinHyuk que avia se tornado um amigo desde o dia do nascimento de Boram, cheguei lá e contei tudo o que estava acontecendo para ele que entendeu perfeitamente e levou isso como gananciosidade do homem mas que o mesmo não ficou feliz apenas com aquilo e acabou indo mais a fundo, eu concordei  com ele e vi que já estava tarde e falei que teria que ir embora e ele entendeu e continuou seu trabalho como medico, sai do hospital e fui direto para minha casa hoje teria que empacotar minhas coisas, chegando na frente de minha casa vejo que a porta estava aberta estranhando aquilo entro na casa cautelosamente e vejo uma das piores cenas da minha vida, minha mãe estava jogada na parede toda ensaguentada enquanto meu pai era atacado fortemente por socos e chutes enquanto meus irmãos assistam a tudo isso, paralisado analisei o que devia fazer primeiramente peguei um taco de beisebol e dei na cabeça  de um dos homens que batia em meu pai logo o vendo cair no chão mas no mesmo instante sinto uma dor forte em minha barriga notando que avia recebido um chute forte de um homem de cabelos escuros e orelhas abertas o que me fez rir por um segundo mas logo acabo caindo no chão ouvindo o grito de minha mãe enquanto os homens me chutavam e riam com um sorriso sádico nos labios oque mede fazia arrepiar ate a alma, depois de um tempo ouvi um tiro que foi direcionado a meu pai que caiu no chão a meu lado com um grande furo ao lado do rosto me levantei rapidamente e ouvi passos em minha direção me direcionei para o homem e bati com tudo no mesmo e olhei para meus irmãos que estavam encolhidos no chão fui ate eles e ate minha mãe que já estava morta com Boram em seu colo que chorava altamente, peguei ela em meus braços e a mão de um de meus irmãos que fizeram uma correndo e sairam correndo junto a mim 

 

CONTINUA -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.---.-.-.----.-

 

 

 

 

 


Notas Finais


Bem pessoinhas esse e o quarto capitulo parte um a parte dois vou soltar amanha desculpe pelos erros de portugues ou essas caralhada a 4 eu espero não ter deixado vocês no suspense ou confusos seis viru que o MinHyuk e medico? hjdbcidbchid Bem e que eu estava pensando em alguém para ser mas não sabia quem então pensei nele e foi ele mesmo :) espero que estejam gostando da fic PORQUE EU NÃO TO VENDO COMENTARIO NENHUM AHHHH mas vou continuar igual
Mas Kim por que você dividiu o capitulo? Primeiramente porque ficaria muito grande e eu tenho somente uma parte dele no momento (Sou muito competente viu :) ) GENTE JA TEM 58 EXIBIÇÕES MDS SOCORRO eu não achei que chegaria a tanto mas OBRIGADOOOOOOO serio amo muito isso quando chegar a 100 exibições eu vou fazer u OVA ou um capitulo extra como quiser chamar mas vai ser muito lecau :) (se chegar a 100 exibições antes das minhas expectativas eu vou aumentar a meta de exibições para 110 mas só se subir muito rápido)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...