História I will be able to understand it? - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~MarryMS

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Escolar, Friendzone, Romance
Visualizações 6
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi! Espero que gostem do capítulo!
Um beijo!

Capítulo 5 - Capítulo 005 - Isis


Fanfic / Fanfiction I will be able to understand it? - Capítulo 5 - Capítulo 005 - Isis

POV’S Nico

Eu estava trancado em meu quarto, como sempre. Quando cheguei do meu expediente de trabalho na cafeteria Trinity.

Estava sendo dias normais como sempre foram, eu cheguei em casa, me tranquei em meu quarto e liguei meu computador e entrei no site “Ploff” para ver as notificações e mensagens, já que não costumo entrar muito no E-mail, até mesmo para ver se alguém mandou algo, algum trabalho, etc.

O site “Ploff” é como se fosse um site de relacionamentos, mas é quase isso. É como se fosse um site de encontrar pessoas, se comunicar com seus amigos, FAZER novos amigos e até mesmo novos amores.

Bem, quem me apresentou este site foi ninguém além de Noah. Noah sempre costuma entrar neste site, é como 24h por dia.

Ano retrasado, Noah encontrou um amor. O nome da garota era Katte. A garota tinha uma aparência muito bonita, era uma garota realmente bonita. Mas tinha um enorme defeito. Falava demais e costumava zombar de inúmeras garotas e também, inúmeros garotos. Esse era o defeito de Katte.

Katte tinha uma pele parda, olhos castanhos e cabelos da mesma cor. Tinha uma cintura de boneca e um corpo bem definido.

Mas, quando resolvi entrar no “Ploff”, eu recebi uma notificação; uma solicitação de amizade.

Era claro que seria as garotas do meu colégio que gostam de mim ou queiram saber do David ou do Noah. E isso já era um fato.

Eu aceitei. O Nickname dela se chama Isis (deve ser o nome real dela, mas eu acho que nunca ouvi falar de Isis no colégio), sua foto de perfil é parecida com um emoticon. Um emoticon muito fofo, aliás.

Quando aceitei, desci para pegar uma xícara de café. Sou apaixonado por cafeína desde criança e não, não acho café ruim. Nem um pouco.

Quando eu era criança, uns quatro a seis anos, eu via alguns filmes de terror no videocassete do meu pai. E o filme que eu gostava, por incrível que pareça, era o que eu tinha medo. O nome era “Hora do pesadelo”, de 1984. O filme é sobre um serial-killer chamado “Freddy Krueger”. E o “Freddy Krueger” tem garras de aço e meio que ataca os grupos de adolescentes em seus pesadelos e para você se salvar desse serial-killer, você precisa acordar.

E quando eu via a franquia desse filme de terror, eu via os adolescentes tomando café, para não dormir e não ser atacado por esse serial-killer. E eu meio que tinha medo desse filme e então, comecei a tomar cafeína até ser apaixonado por cafeína.

Depois de ter tomado a xícara de café, subi as escadas, indo direto ao meu quarto.

Não fiquei muito surpreso quando vi uma mensagem de “Isis”. Não fiquei realmente surpreso até porque eu com certeza tenho razão que a “Isis”, queira saber do Noah ou do David.

Isis: Oi.

Nico: Oi!

Isis: Como você está?

Nico: Poderia estar melhor... E você?

Isis: Estou bem como sempre. Por que poderia estar melhor?

Nico: Bem... hoje o dia foi meio cansativo. Nem pude jogar hoje com os meus amigos. Tive que ir ao trabalho. Cheguei quase agora...não faz nem uma hora.

Isis: Bem, eu sei disso.

Nico: Na verdade, todos sabem disso. Principalmente as garotas como você.

[Isis]: Eu não sou “as garotas”.

Nico: Mas com certeza é.

Isis: Sou diferente. Posso te provar isso.

Nico: Então prove, já que você diz.

Isis: Não agora.

Nico: Bem. Você parece uma pessoa misteriosa...nunca vi alguém no colégio chamada Isis. Bem, até que parece diferente. Me diz mais sobre você, Isis.

Isis: Bem...Eu quero saber sobre você. Me diz sobre você.

Nico: Se eu lhe dizer... você irá dizer sobre você, certo? Aliás, eu quero saber qual dos três você mais gosta.

Isis: Três...?

Nico: Eu, David ou Noah.

Isis: Nenhum dos três! Eu não gosto de ninguém e não quero gostar de alguém.

Nico: Por que tão diferente?

Depois de eu ter enviado a mensagem “Por que tão diferente? ”, Isis apenas visualizou e não respondeu mais.

Confesso que gostei dela. Não sei explicar, mas nossa conversa apesar de ter sido meio misteriosa e estranha, foi bom conversar com ela... espero que ela me responda logo. Aliás, não tenho muitas pessoas com quem conversar, me socializar além do Noah e do David e agora ela...A Isis.

Falando em garotas... aquela garota hoje, da saída da escola... eu não consigo tirar ela da minha cabeça... seus cabelos castanhos são tão bonitos e sedosos... E o brilho nos seus olhos... os seus lábios tão rosados... eu realmente gostei de tudo nela. Eu ainda não sei nada sobre ela..., mas, realmente preciso falar com ela imediatamente.

Então, logo respirei fundo e peguei meu celular que estava sobre a cômoda do lado do meu computador.

Peguei o meu celular e digitei a senha; entrei no contato do Noah e iria perguntar sobre a garota que esbarrei hoje na saída. Comecei a digitar, digitar..., mas eu não conseguia enviar a mensagem. Na hora, fiquei totalmente vermelho, respirava fundo e a mensagem não enviava. Eu fiquei com vergonha, fiquei tímido na hora. Comecei a pensar inúmeras vezes, me perguntando se Noah iria falar com a garota ou dar em cima dela...

Então, resolvi não enviar.

Coloquei sobre a cômoda novamente e sentei-me sobre a minha cama.

Logo, mamãe adentrou em meu quarto. Ela estava vestindo o vestido que meu pai biológico havia dado. Já que são irmãos. O vestido era azul, com alguns detalhes brancos e algumas flores desenhados nele. Aquele vestido, ele é realmente bonito.

- Nicholas. Você ainda não dormiu? – Perguntou ela, sentando-se ao meu lado, na cama. – Era para ter dormido... amanhã será um dia cansativo.

- Ah, sim. É verdade. Vai ser realmente um dia cansativo. – Respondi, bufando logo em seguida. – Bem, vou dormir. A Aisha já foi dormir?

- Bem. Ela está te esperando para contar uma história. – Respondeu mamãe, sorrindo.

- Sabe. Às vezes, quando vou dormir...eu lembro dos meus pais. Eu lembro daquele acidente... e-eu lembro... – Respiro fundo e quando percebo, algumas lágrimas caem sobre o meu rosto. E aquelas “algumas” lágrimas que estavam caindo sobre o meu rosto, logo estavam parecendo rios.

- Está tudo bem... Nicholas, nós estamos aqui com você...-Mamãe respondeu logo em seguida, me abraçando fortemente.

- Obrigado... – Eu disse, abraçando mamãe ainda mais forte.

- Acho melhor ir descansar Nicholas... temos um longo dia amanhã... – Disse mamãe, acariciando os meus cabelos, enquanto se afastava do abraço.

Logo, mamãe se afastou e levantou-se da cama, indo direto a porta. Ela sorriu tão docemente para mim, antes de virar as costas, apenas disse, sorrindo:

- Não se esqueça disso. Estaremos sempre juntos com você, Nicholas.


Notas Finais


Gostaram? Fico feliz por terem lido!
Um beijo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...