História I will be reborn on the ice - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yuri!!! on Ice
Personagens Christophe Giacometti, Emil Nekola, Georgi Popovich, Hiroko Katsuki, Jean-Jacques Leroy, Ji Guang-Hong, Kenjiro Minami, Lee Seung Gil, Leo de la Iglesia, Mari Katsuki, Mila Babicheva, Minako, Otabek Altin, Personagens Originais, Phichit Chulanont, Toshiya Katsuki, Victor Nikiforov, Yuko Nishigōri, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Visualizações 109
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fluffy, Harem, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem! Boa leitura 💙

Capítulo 11 - Tarado pelo loiro


Lev on

- Eu vou pro Cazaquistão. - Falei rapidamente.

Os olhos de Hikari ficaram marejados.

- Como assim? - Perguntou em um tom de urgência.

Passei minha mão em sua bochecha e sorri tristemente.

- Vou treinar, e me tornar um homem maduro para poder lutar por seu amor.

- Mas você não precisa lutar, ele já é seu! - Exclamou ele deixando uma lágrima escorrer pela bochecha esquerda.

Sequei sua lágrima e o fiz se abaixar para juntar minha testa a dele.

- Eu não quero do modo fácil, quero conquistar você, merecer estar ao seu lado, e para isso preciso me tornar alguém melhor.

Esse é o meu real desejo, além de amadurecer como patinador também.

- Entendo... - Sussurrou.

Afastei minha testa da sua e sorri, me permitindo chorar um pouco, afinal finalmente consegui me declarar para ele. Nos abraçamos e nos despedimos.

(...)

Cheguei no aeroporto às sete da manhã. Lucy já está a minha espera. Meus pais não pararam de chorar durante a despedida, não posso culpar eles, pois também chorei. Vorona e Hayato ainda não me soltaram.

- Logo estarei de volta, então se comportem, e cuidem de tudo. - Falei confiante.

- Você volta quando? - Perguntou Hayato.

- A tempo de cursar o terceiro ano com vocês.

- Isso é muito tempo! - Reclamou Vorona e me abraçou mais forte, quase quebrando minhas costelas.

Depois de confortar os dois, dei um último aceno para eles, meus tios e meus pais, depois fui em direção ao embarque.

Dois meses depois...

Acabei de chegar no hotel após o treino, estou exausto.

- Quero dormir...

Lucy surgiu a minha frente, e começou a me puxar até a frente da TV.

- O que foi?

- O torneio de inverno terminou, Hikari e Margareth ganharam. - Disse Lucy através da linguagem de sinais.

- Vorona e Hayato devem estar chateado...

Peguei meu celular e liguei pra Vorona.

Chamada on

Vorona: LEV! LEV! LEV! QUE SAUDADE!

Eu: Eu também, como você está?

Vorona: Bom, acho que você deve ter visto que perdi para aquela demonia loira... Mas já afoguei minhas mágoas em cinco potes de sorvete.

Eu: CINCO? VOCÊ VAI PASSAR MAL!

Vorona: Acabei de vomitar.

Eu: Você não muda mesmo em. Não desanime, continue se esforçando, estou torcendo por você.

Vorona: VOU IR TREINAR AGORA, TCHAU!

Chamada off

Sorri ao ver que ela está melhor do que eu imaginava. Agora é a vez de Hayato.

Chamada on

Hayato: Lev!

Eu: Como você está?

Hayato: Em relação a competição? Péssimo, mas estou feliz por ter me ligado.

Eu: Fico feliz, estou com saudade.

Hayato: Eu também, parece que faz uma eternidade desde a última vez em que nos vimos.

Eu: Realmente. Não desanime, pois logo estarei aí, e quero te ver na sua melhor forma.

Hayato: Estou indo treinar, até depois.

Chamada off

Desliguei o celular e sorri, resolvi mandar uma mensagem para o Hikari.

"Parabéns pela vitória! Mas não pense que o título de rei estará a sua disposição por tanto tempo, afinal seus concorrentes irão amadurecer ainda mais com a derrota, e estarão mais fortes do que nunca. Estou... Com saudades, até qualquer hora."

Não sou bom em parabenizar os outros... Mas acho que ele vai entender.

O cachorro da Lucy correu e se jogou em cima de mim.

- Ei, Simba, calma aí. - Falei rindo.

Ele é um cachorro que foi treinado para entender os comandos de Lucy, e ele é uma gracinha.

- Você gosta tanto de gatos, por que não tem um?  - Perguntou ela em gestos rápidos.

- Quando eu era pequeno nós tínhamos dois gatos, mas elas morreram de velhice e meu pai, Yuri, ficou muito abalado, e não pegou mais nenhum ainda, mas eu penso em ter um quando voltar.

Ela jogou um catálogo de piercings no meu colo e sorriu maliciosamente.

- Já quer escolher? Mas só vou colocar eles uns cinco meses antes de voltarmos...

Ela insistiu para que eu avaliasse a revista.

- Certo, certo.

Lev off

Hikari on

Sorri ao ver a mensagem de Lev, mesmo ela parecendo ser uma ameaça do que uma parabenização.

Estou com tanta saudades dele... Que não consigo pensar em nada que não seja o loiro, e sempre que penso de mais... Acabo ficando excitado.

Estou sozinho no quarto do hotel, não consigo dormir... Sempre que fecho os olhos me lembro do Lev, e em como gostaria de ter ele aqui comigo agora... Senti meu membro ficar duro ao pensar no cheiro de cerejeiras que o Lev tem... Droga, não vou conseguir dormir se não fizer isso.

Me sentei na beira da cama e tirei meu membro para fora da cueca, o toquei e me lembrei do jeito manhoso que Lev me chama quando está bravo. Comecei a me masturbar lentamente, soltando baixos suspiros de prazer, ficando cada vez mais excitado ao lembrar das características do loiro.

Quanto mais pensava nele, mais aumentava a pressão da minha mão contra o meu pênis, me fazendo soltar gemidos baixos.

- Ah... Lev... - Sussurrei.

A pele dele é tão macia, queria poder abraçar ele... Queria poder estar dentro dele... sentir seu cabelo e ouvir seus gemidos. Aumentei a velocidade dos meus movimentos quando comecei a sentir que estava chegando perto do orgasmo.

Queria poder encher o corpo imaculado do Lev de mordidas e chupões... Poder toca-lo por completo.

Senti meu corpo estremecer e soltei um gemido um pouco alto, e gozei, sujando a minha mão e minha perna.

Fui tomar um banho rápido, e vesti um pijama confortável, quando meu celular começou a tocar, me assustando. Ao pegá-lo, vi que era Lev que está ligando, e atendi no exato momento.

Chamada on:

Lev: Oi, te acordei?

Eu: Não, eu... Estava vendo um filme.

Lev: Entendo, como você está?

Eu: B-bem, e você?

Lev: Com um pouco de dor, mas bem.

Eu: Dor?! Você se machucou?

Lev: De um certo modo sim... Acabei me empolgando ao olhar o catálogo de piercings e coloquei mais dois! Agora tenho seis.

Eu: SEIS?! EU SÓ SABIA DE DOIS!

Lev: Além dos que tem nas orelhas, eu havia colocado outros dois em um lugar mais escondido, assim como os novos.

Eu: Onde?

Lev: Surpresa. Boa noite, Kari.

Chamada off

Eu acho que não vou conseguir dormir essa noite, afinal não consigo parar de pensar onde podem estar esses quatro piercings misteriosos.


Notas Finais


E aí, gostaram? Onde vocês acham q são os outros quatro piercings do Lev?


Me desculpem a demora! Estou com dificuldade de desenvolver as ideias, mas vou tentar não atrasar tanto o próximo capítulo! Obrigada por lerem e apoiarem meu trabalho ❤️❤️😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...