História I will be your remedy - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swanqueen
Visualizações 304
Palavras 2.603
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello galera! Essa cap tá um pouco grande, mas acho que vocês vão gostar. Sem dúvidas, foi o que eu mais gostei de escrever.

Algumas partes, precisam de música pra dar aquele clima então aqui vai

a primeira ( https://youtu.be/M-7A0g8Y0OA)

a segunda (https://youtu.be/HCjNJDNzw8Y)

a terceira eu vou dar duas opções, aí vc vêem qual vcs gostarão mais

( https://youtu.be/_FRYoJOk74o)

(https://youtu.be/Iu1h1VnXZH0)

Capítulo 6 - Uma nova era


Fanfic / Fanfiction I will be your remedy - Capítulo 6 - Uma nova era

Emma POV


Fiquei vendo Regina partir em seu grande carro. Parecia um tanque de guerra de tão brusco que era. Se não me engano, é um Jeep Gran Cherokee 2018. A cor dele é prata e os bancos são da cor vinho. Da pra pagar minhas dívidas com aquele carro. Era bem a cara dela. Aliás, uma obra divina dessa tinha que andar de carrão mesmo.


Ainda sentia seus lábios em mim. Passei as mãos nos meus cabelos e mordi meu lábio inferior lembrando das mãos dela passeando por cada pedaço meu. Regina me deixou completamente fora de mim. Em todos os sentidos. Hoje eu tive certeza de que eu amo.


Entrei para me ajeitar e ir dormir quando vejo a mensagem dela.


flashback on


- Minha noite foi incrível. Tudo se torna incrível ao seu lado Emma. Não consigo parar de pensar em você. Já estou com saudades.


Meu coração batia tão rápido que eu achei que ele fosse sair pela minha boca.


- Eu não sei explicar como eu me sinto quando estou com você. Uma vontade louca de tê-la em meus braços. Te enchendo de amor e carinho. É inexplicável o que eu sinto por você Regi. Muito obrigada. Vamos dormir? Está tarde. Sonhe comigo senhorita Mills.  Estarei pensando em você.


- Durma bem senhorita Swan. Eu não paro de pensar em você desde o dia que eu te vi.


Flashback of


Ajeitei minha cama e fui dormir com uma paz gigante em meu peito.



Seattle.


Arizona POV


Faz mais de uma semana que não tenho notícias de Regina. Ela ainda não apareceu, o que eu acho bem estranho pois ela nunca foi de deixar seu trabalho nas mãos de outra pessoa. Se bem que seu tio Alfredo, tem responsabilidade e é de confiança.


Eu sei que o que fiz foi totalmente errado, mas o que posso fazer? Agora já tá feito. Meu relacionamento  com ela já tinha terminado faz tempo, pra mim isso não faria diferença. Ela vivia viajando à trabalho, todo final de semana era uma festa, reunião. Nem parecíamos um casal. E Meredith sempre estava comigo e eu sabia que ela era afim de mim. Então, acabei cedendo. Óbvio que eu me arrependo. É Regina que eu amo.


Essa semana tem uma festa que reunirá as maiores empresas do país. Como a Design Mills está no ranking das melhores, Regina não vai faltar a esse evento. Eu darei um jeito de ir nisso, preciso vê-la, saber como ela está. E se ela já tiver outra pessoa? Não, Regina não se desapega assim tão rápido. Eu sei que ela me ama e se ela tiver outra pessoa, eu não vou desistir até reconquistá-la. Farei de tudo para tê-la pra mim novamente. Ninguém terá Regina se não eu.



Nova York  


Passaram-se os dias e Regina se encontrava com Emma sempre. Zelena voltou pra empresa junto com Regina  e tentou levar Ruby junto, mas não conseguiu. Ia demorar para Ruby deixar Emma e Henry morando sozinhos. Eles sempre foram uma família, então ela ainda não estava pronta pra esse grande passo. Zelena mandava flores pra ela todo dia. A convidou para ir ao evento junto com ela e Emma iria com Regina. Henry ficaria com Granny.


( Dias atuais)


Emma POV


Eu estava terminando de me arrumar. Eu e Ruby iríamos pegar o vôo para Seattle o mais rápido possível. Estávamos ansiosas para a grande festa. As flores que o evento encomendou foram todas da minha loja. Estava louca para ver a arrumação da festa com todas aquelas flores que eu tinha escolhido.


Henry já estava com a avó de Ruby. Ela adorava passar o dia com Henry e ele também gostava. Eu vesti meu vestido cor creme com uns detalhes pratas. Fiz um penteado prendendo uma mecha de cabelo de cada lado para trás. Fiz uma maquiagem leve, passei um batom claro. Minha maquiagem destacava a cor dos meus olhos. Coloquei meu scarpin prata e fui atrás de Ruby. Ruby vestia uma saia preta, soltinha que ia até a metade da coxa. Uma blusa branca curta que lhe caiu muito bem. Saltos de cor creme. Seu cabelo estava solto com leves ondulamentos. Uma maquiagem que destacava por completo a cor de seus olhos e um batom vermelho sangue.


Pegamos nossas coisas e fomos ao aeroporto. Um dos seguranças de Regina e Zelena nos esperava lá para irmos acompanhadas. Todos sabiam do relacionamento  de Ruby com Zelena. Isso não era mais novidade para ninguém. O senhor que nos esperava tinha o cabelo grisalho e era muito bem educado. Entramos no avião e partimos para Seattle. Regina e Zelena estavam lá nos esperando. Foram quatro horas de vôo, não aguentava mais esperar para chegar.

      

           Chasing Cars- Snow Patrol (play)


O avião finalmente pousou e nós duas saímos. De longe avistamos um carro gigante. Regina e Zelena saíram de dentro deles com buquês de flores. Todos que estavam no aeroporto viram e aplaudiram aquele momento lindo. Fazia uns dias que nós quatros não nos víamos. Eu e Ruby caminhávamos plenamente. Pude sentir meus olhos ficarem marejados com aquilo. Não é possível, eu tô sonhando? A mulher que eu amo está me esperando com um buquê de flores nas mãos. A cada passo que eu dava meu coração batia mais forte.


Regina usava uma saia justa preta, uma blusa branca com rendas e um laço preto na gola da blusa. Seus cabelos estavam ondulados. O vento batia e eles iam se mexendo com leveza. Ela estava linda, impecável. Zelena usava um vestido com estampa colorida e por cima um blazer preto. Seus cabelos ruivos estavam lisos. As duas estavam lindas.


O tempo corria devagar. Meus olhos se encontraram com os de Regina. Tinha me esquecido de Zelena e Ruby. Meu mundo parou quando cheguei perto de Regina. Encostei minha testa nas suas e antes que ela dissesse algo. Eu a interrompi.


- Eu amo você Regina. Não consigo mais esconder isso dentro de mim. Eu quero você. Eu quero que você seja minha. Não aguento mais esperar para te fazer a mulher mais feliz desse mundo.


Meu coração batia forte, dava pra ouvir o som dele de longe. Me ajoelhei, vi um sorriso nascer em seu rosto, suas lágrimas rolavam. Eram lágrimas de felicidade.


- Regina Mills, aceita ser minha namorada?


Fiz o pedido e senti minhas pernas bambas. Ela estava nervosa, começou a tremer. Me levantei para secar suas lágrimas.


- Eu aceito ser sua namorada Emma Swan. Eu quero você.


Coloquei o anel em seu dedo e ela pôs o outro anel em meu dedo. Nos beijamos intensamente. Sentia seu rosto molhado encostado no meu. Envolvi minhas mãos na cintura dela e esquecemos de todos que estavam ali. Pude ouvir os gritos de Zelena  e Ruby. Elas não sabiam de nada. Eu tinha comprado as alianças sozinha e planejado tudo. Queria que fosse uma surpresa, e como esperava, foi uma surpresa. Tudo deu certo. Uma nova era estava começando. Entrelaçamos nossos dedos, peguei o buquê com a outra mão. Olhei para o lado, Ruby e Zelena faziam o mesmo. O motorista abriu a porta do carro e todas nós entramos. Eu estava feliz, não conseguia parar de sorrir e de olhar para Regina.

Aquela dor que existia dentro de mim, e aquela descrença de que o amor existe, sumiu dentro de mim desde o momento que eu conheci Regina Mills.  


Chegamos no evento. O carro parou na frente de um grande salão de festas. O motorista, Paul, abriu as portas para nós desejando-nos uma boa festa. Nós  agradecemos e seguimos andando. Tinha um tapete vermelho que ia até lá dentro. Alguns empresários passaram, flashs de câmeras brilhavam à todo momento. Nunca vi tantos paparazzis como ontem.


Regina me deu um beijo e seguimos logo atrás de Zelena e Ruby, que sorriam pra câmera. Um fotógrafo nos parou e Regina envolveu seu braço em minha cintura. Ele batia várias fotos de nós duas e reparou em nossa aliança. Ele nos parabenizou e seguimos. O salão estava lindo e sofisticado. Vi os arranjos que eu tinha montado, todos sobre as mesas. Tudo estava lindo e incrível. Fiquei orgulhosa de mim mesma por ter feito parte disso de alguma forma. Regina foi falar com alguns senhores e eu fiquei conversando com um amigo meu, Killian que eu nunca imaginei que fosse vê-lo novamente. Ficamos conversando por um bom tempo.

        

Vejo uma loira de vestido preto vindo em minha direção.


- Emma se segura, a ex de Regina está vindo na sua direção. Ah será um babado! - Killian disse pondo a mão na boca.

Senti meu rosto ficar vermelho, uma raiva me subiu. Eu sabia que Regina tinha se casado e sabia também que ela estava divorciada a pouco tempo. Mas isso não me importava, o que essa loira de farmácia não fez para deixá-la feliz, eu farei.


- Olá, prazer lhe conhecer. Sou Arizona. E você…?  


Dissimulada, ela sabe que eu sou a nova namorada de Regina. Que falsa! Eu explodia de raiva.


- Sou Emma Swan. Atual da sua ex. E para mim, não é prazer nenhum te conhecer.


- Nossa, sua mãe não lhe deu educação?


Killian ria da situação, e me controlava pra não sentar a mão nela.  “ Classe Emma, não desce do salto. “


- Ela me deu sim, mas também me ensinou a não dar confiança a esse tipo de gente feito você! - disparei e cerrei os punhos.


- Hahahaha minha querida, Regina será minha de novo. É questão de tempo. Você se acostumará. Sou capaz de fazer tudo só pra tê-la. - ela chegou perto de mim e sussurrou: - Farei qualquer coisa pra tirar você e sua cria de perto dela.


Cerrei meus punhos, olhei e vi Regina me olhando com cara de espantada. Me controlei novamente. Se não fosse por Regina, eu teria dado um murro naquela cara pálida. Cheguei no ouvido dela e sussurrei também.


- Toca um dedo na minha família, que eu faço da sua vida um inferno.


Disse muito segura de mim, seu semblante ficou espantado e eu saí de perto dela sem dar tempo pra ela me responder. Fui até Regina com um sorriso no rosto. Ela estava paralisada assistindo tudo. Tirei ela do transe dando um beijo nela.


- O que aquela vagabunda queria? - vi seus olhos vermelhos de raiva.


- Ela veio encher meu saco e eu disse que faria da vida dela um inferno se ela tocasse um dedo na nossa família.


Regina me beijou, olhei pra trás e vi Arizona nos olhando. Seu corpo estava vermelho, dava pra sentir a raiva que a consumia. Dei um sorrisinho sarcástico pra ela e fui dançar com Regina. Fui até o DJ pedir pra ele colocar uma música com o ritmo sexy. Disse que era pra impressionar a minha gata.


Havana- Camila Cabello ( Play)


O salão de dança ficava longe do salão principal. Era mais escuro e tinha poucas pessoas. Era mais para casais.


Fui andando na direção do sofá que Regina estava. Nossos olhares transmitiam desejo um ao outro. Ela se ajeitou, cruzando as pernas. Jogou o cabelo pro lado. Limpou a bebida que escorreu pelos seus lábios e me fitou de cima a baixo. Eu juro que podia gozar só de vê-la sentada ali, fazendo caras sexys e me desejando.


Comecei a remexer meu quadril devagar. Dançar era uma habilidade para mim. Passei a mão no cabelo, mexendo meu corpo até estar em sua frente. Mexia meu ombros, um movimento que fazia meus peitos balançarem. Desci rebolando até o chão. Joguei meu cabelo pra frente e voltei com ele, passando a mão na minha perna. Ela se contorcia de tesão. Aquilo estava me deixando maluca. Fiquei  dançando pra ela, provocando-a.  


Os casais começaram a sair pois viram que o clima estava ficando intenso. O DJ trocou de música e colocou uma mais sexy.


Janine- You Deserve It / We could Be Better (Play) 


Peguei dois copos e enchi com bebida. O som estava alto.O DJ saiu, nos deixando a sós. Eu tinha falado pra ele que queria o salão fechado por algumas horas. Ele rapidamente entendeu o recado. Só tinha nós duas ali.


Fui até ela lhe entregando o copo com uísque e deixei uma garrafa de vinho importado na mesa ao lado. Levei o copo até minha boca, fixando meu olhar nela. Ela fechou os olhos, passando a língua nos lábios. Cheguei mais perto dela e lhe beijei lentamente, segurando sua cabeça com uma mão e a outra apertando seu seio lentamente. A deitei no sofá e sentei em cima dela. Dancei conforme a batida da música e ela dava alguns gemidos. O som que saía da  boca dela, era melodia para os meus ouvidos.


Passei a mão pelo seu corpo, afastei seu cabelo e enchi seu pescoço de beijos. Senti seus pelos se arrepiarem. Seu corpo se contorcia com as mordidas que eu dava em seu pescoço. Chupei seu lábio inferior, lentamente.Puxei sua blusa devagar para cima. Abri seu sutiã. Minha boca saliva ao ver os peitos morenos.


Voltei a beijar sua boca dando gemidos abafados entre o beijo. Sentia seu seio roçando em mim, me deixando excitada.


- Quer fazer amor comigo? - perguntei olhando para ela.


- É o que eu mais quero, Emma. - ela disse sorrindo de forma maliciosa.


Lhe dei um beijo demorado e fui descendo com a língua, molhando seu corpo com minha saliva. Parei com a boca no vale de seus seios e me deliciei. Ela dava gemidos baixos e cheios de tesão. Segurou meu cabelo com força, me empurrando contra seus seios para que eu os chupasse mais. Chupei e mordi o bico com delicadeza. Tirando dela um suspiro pesado. Depois de um tempo, fiz o mesmo no outro.


Desci dando beijos até chegar em sua virilha. Abri o fecho de sua saia com a boca, o que fez ela gemer alto e gostoso. Tirei sua saia, passando o dedo na sua calcinha molhada. Depositei um beijo lento no tecido úmido e fui tirando lentamente. Regina segurou meu cabelo com força, empurrando meu rosto contra sua intimidade. Eu dou um gemido quando vejo ela toda molhada. Começo a chupar sua intimidade, deixando-a cada vez mais molhada. Beijei sua coxa de até chegar em sua vagina. Lambi seu clitóris fazendo movimentos circulares com a língua. Afastei meu rosto para fitar seus olhos. Ela estava de olhos fechados, se contorcendo, me deixando cheia de tesão.


- Emma, por favor, continua..


Ela disse quase gemendo. Voltei a chupar sua intimidade encharcada e dei a primeira estocada. Ela suava. Dei a segunda, terceira, quarta, fazendo ela gemer cada vez mais. Enfiei outro dedo, dando estocadas cada vez mais rápido, seguido de mordidas em suas coxas.


- Mais rápido, por favor, eu vou gozar.


Quando eu ouvi aquilo, meu corpo se arrepiou todo, enfiei meus dedos mais rápido do que antes. Ela arqueia a coluna, segurando com força o estofado do sofá. Começo a pressionar o seu clitóris, dou mordidas. Provoco-a de uma forma de que ela não se esquecerá jamais. Depois de muita a provocação, diminuo o ritmo dos meus dedos em sua intimidade, fazendo ela gemer de prazer.


- Goza pra mim meu amor. Goza na minha boca.


Sinto seu orgasmo chegando. Ela geme alto, chupo todo seu líquido até não ter mais nada. Sinto seu corpo relaxar no sofá. Sorrio de vê-la deitada nua para mim. Subi dando beijos pelo seu corpo e a beijo. O beijo é calmo  e apaixonado.


- Eu amo você Regina. - disse enquanto fazia  carinhos em seu rosto.


- Eu também amo você Emma. Muito!








Notas Finais


Espero que tenham gostado. Me perdoem se tiver algum erro. Beijão e até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...