História I Will Come Back - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Balloon Boy, Bonnie the Bunny, Chica the Chicken, Foxy the Pirate, Freddy Fazbear, Golden Freddy, Mangle, Marionette, Plushtrap, Purple Guy, Shadow Bonnie, Shadow Freddy, Springtrap
Tags Golden Trap
Exibições 25
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu amo vcs, de verdade :3
Me sinto tão feliz quando sei q tem pessoas q me acompanham, e gostam do meu trabalho ^^
Bjs

Capítulo 4 - I'm Sorry


I'm Sorry|



[Spring Trap]


Há semanas, Plushie não fala comigo. Sempre me ignorando, como se eu não existisse, mas não o julgo por isso. Fui um completo idiota.


- Onde está o Plushie? – perguntou Cupcake, olhando para os lados, e logo voltando a me encarar.


- Eu não sei… – respondo, sem ânimo tirando os fones do ouvido. – Provavelmente a quilômetros de mim.


- Como assim? – Cupcake pergunta mais uma vez, confuso.


- Eu xinguei ele, mas ele só queria me ajudar… – suspirei.


- Hum.. – Cupcake sentou-se do meu lado, ainda me encarando com alguns livros em mãos. – Eu imagino…


- Sim, ele disse que... – hesitei, em continuar. – Disse que gostava de mim, como algo além de amizade.


- S-sério? – forçou um sorriso, pressionando seus livros contra o peito. – B-bom, mas você gosta dele por acaso?


- Só como amigos. – respondo. – E agora, eu não sei o que eu faço…


- Bom, peça desculpas à ele. – diz dando de ombros. – Simples.


- Não, ele me ignora por completo. – bufei, levantando com a mochila dourada nas costas. – Tenho que ir agora, ou chegarei atrasado. Tchau.



Na volta da escola, decidi – pela primeira vez – não visitá-lo no cemitério – recomendações da minha mãe – hesitei um pouco, claro, mas detesto ter que quebrar promessas. Até por que, não pude cumprir o que prometi ao Golden. Droga, preciso esquece-lo de uma só vez. Essas maluquices de falar com alguém morto, me fazem alvo de bullying na escola.


Sem prestar atenção, acabo esbarrando em alguém, fazendo-o cair facilmente no chão.


- Me desculpe. – peço, levantando-o. – Eu sou um desastrado.


- Sem problemas. – riu forçadamente.


Ele tinha cabelos negros tingidos de roxo, e seus olhos seguiam o mesmo padrão. Estatura baixa, até mais baixo que eu.


- Sou o Misaki, mas pode me chamar de Shadow. – ele se apresenta. – Shadow Bonnie.


- Eu sou Stefan, mas me chame de SpringTrap.


- Bom Spring, pode me dizer onde é a… – ele para um pouco folheando o papel que tinha em mãos. – Freddy's Hight School.


- Claro. É só você ir em frente, e virar à direita naquela esquina. – explico apontando para o local com o dedo indicador.


- Obrigado Spring Trap, eu vou indo. – ele diz apressado arrumando os vários papéis colocando em sua pasta. – Desculpe não poder conversar mais, eu estou atrassadísimo, tchau!


- Tchau! – me despedi, acenando, mesmo que não pudesse ver.



Minha mãe não está em casa, deve ter finalmente saído de seus dias de folga – ou simplesmente não aguentou o tédio de ficar em casa. Bom, de qualquer jeito estou sozinho, de novo.


Pego uma xícara de cor salmão – típico do gosto das mães – colocando-a na cafeteira enquanto lia o título do jornal em mãos. Bom, mais um guarda morto na pizzaria, que novidade.


Segundo William, o dono do estabelecimento, os robôs viam os pobres guardas como um endoesqueleto sem seu devido trage. Provavelmente, mais uma desculpa esfarrapada para manterem a franquia. Mas era apenas um caso perdido.


Sem perceber, o café transbordava em minhas mãos, queimando as mesmas.


- Merda! – grito.



[Plushtrap]



- Olha, eu já disse que não, não vou perdoar aquele merda de cor dourada chamado Spring. – repito, tentando ao máximo me conter.


- Mas ele faz isso, por que ainda ama o amigo. – ele insiste. – Tente entender o lado dele.


- Não. Eu sempre fiz aquilo por ele, e olhe só como ele me trata!


- Eu sei, mas você sabe como ele é. – Cupcake diz, apoiando a cabeça em seus finos braços. – Ainda 'tá de luto, isso é uma pena.


Permaneço calado, talvez o momento não fosse apropriado para conversas. Baixo os olhos envergonhado, fingindo brincar com as mãos.


- Plushie, existem muitas outras garotas interessadas em você. Ou até mesmo garotos... – ele quebra o clima.


- Quem gostaria de alguém como eu? – reviro os olhos bufando.


- Um ser humano, talvez. – ele responde irônico.


- É mesmo? – pergunto mantendo o tom. – Pensei que algum ET se interessase no meu eu.


- Não me culpe, você que fez uma pergunta idiota. – brincou, rindo abafado. – Mas, mudando de assunto, eu queria saber de uma coisa.


- De quê? – pergunto curioso.


- Sabe, aquelas teorias que você quebrava a cabeça para descobrir por causa do Spring? – ele perguntou.


- Sim, eu sei... – concordo com a cabeça.


- Vou ser direto: eu andei pesquisando, e eu acho que pode estar certo. – diz, acomodando-se em minha cama.


- O que? Claro que não! – nego. – Aquilo era só idiotices de um besta paixonado.


- Talvez, mas quem sabe se você está certo? – isistiu.


- E o que te fez pensar nisso? – pergunto o mais direto possível. – A Chica por acaso?


- Não coloque a minha irmã nessa história! – ele exaltou-se. Parecia prender a tristeza. – Eu apenas andei pesquisando, só isso.


- Não adianta nada.. – suspirei, olhando o relógio de pulso, e me levantando da cama. – Bom, eu vou indo.

- 'Tá bom, sei que ainda tem muitos haters para responder. – ele diz, abrindo a porta para que eu passasse. – Ainda vamos conversar sobre aquilo, ouviu?


Bufei.



[SpringTrap]



Eu estava na praça, tentando ler um livro apenas para passar o tempo. Apenas tentando, aquilo estava pesando minha consciência. Por que ele ainda não chegou?


Eu pedi para que Cupcake, fingisse um encontro com Plushtrap, para que eu pudesse me desculpar, e – apesar de ter sido complicado – ele aceitou. Reclamou, achando que o loiro pensasse na possibilidade do rosado sentir alguma atração por ele, mas eu acho que não passa de idiotice.


Interrompi meus pensamentos, começando a prestar mais atenção no local. Poucas pessoas, a maioria eram casais namoravam na grama molhada, debaixo de uma figueira, apontando para o sol, e para os pássaros que por ali voavam. Isso me lembra... Ah! Droga...


Mas lá estava ele, concentrado em mais um de seus jogos portáteis, apertando agilmente os botões do mesmo. Sentou-se em um banco, sem tirar atenção do PSP.


Suspirei, levantando-me e indo em sua direção receioço de que algo ruim acontessece.


- Então... Tem como me perdoar? – tomei a iniciativa, meio desajeitado, assim que vi "Game Over" na tela de seu game.


- Arg! Será que pode sair do meu pé? – ele exaltou-se, indo embora furioso sem me dar atenção.


Sigo-o, e ao alcança-lo, entrelaço os braços em sua cintura, sentindo-o tremer e provavelmente corar com inesperavel ato.


- Por favor, Plushie. Eu realmente sinto muito. Eu fui idiota. Me desculpe…


Ele ignora, se soltando de forma brusca, e indo embora com seu PSP.



Continua...


Notas Finais


Hehe, até o próximo capítulo
>3•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...