História Ice Cream - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, J-hope, Jikook, Kim, Lemon, Namjin, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yaoi
Exibições 94
Palavras 2.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


» Hi!

◘ Olá pessoas! Como vão? Espero que todas muito bem! Bom, já é tarde e eu estou no computador, então provavelmente eu terminarei depois, mas eu estou escrevendo na mesma data do primeiro capítulo. Eu espero que realmente estejam gostando da história, okay pessoal? Okay.

◘ Sem nada a mais a dizer. Espero que gostem realmente do capítulo, e, caso quiserem, omente! Ajuda muito :).

Capítulo 2 - Two: The Change


T W O: The Change

 

Jung Hoseok;

Tinha – finalmente – colocado todas as caixas no novo apartamento. Estava totalmente cansado e queria dormir, mas a cama nem estava montada. Tudo bem, Jung Hoseok você terá muito trabalho agora! Começando por saber oque tem na caixa e separá-las. Fui abrindo as caixas e vendo oque tinha. Aos poucos fui arrumando as coisas, montando os móveis e tudo mais, foi muito trabalhoso. Quenado finalmente terminei, deitei na cama e liguei a tela do meu celular. Dez horas. DEZ HORAS? Puta que pariu!

Fui procurar minha toalha para tomar banho urgentemente, eu precisava pois estava muito soado. Tomei meu banho e confesso, queria ficar ali por mais de mil anos. Coloquei  toalha em minha cintura e fui para o meu quarto. Procurei uma roupa para dormir, optei por uma blusa e calça de moletom. Penteei meu cabelo e deitei na cama. Peguei meu celular e fui me distraindo com ele, tudo bbem, eu tinha que dormir cedo para ir à faculdade, mas já eram quase onze horas, então não era melhor eu aproveitar? E mexer no celular é muito bom.

Fui ver minhas mensagens e vi um número desconhecido. Depois de um tempo me dei conta que era o de Tae.

TaeTae:

Oi hyung! (:

Eu:

Oi!

TaeTae:

Tudo bem?

Eu:

Não muito, estou cansado :/

TaeTae:

Oque você fez?

Eu:

Me mudei de apartamento, definitivamente um saco

TaeTae:

Eu também acho, quando me mudei pela primeira vez eu quase morri!

Eu:

As vezes me pergunto se eu ainda tô vivo com isso tudo!

Mas e você?

TaeTae:

Eu oque? '-'

Eu:

Oque você tá fazendo?

TaeTae:

Nada e você?

Eu:

Acho que agora dormir, minha cama nunca foi tão atraente

TaeTae:

Acho que eu também vou, boa noite! :)

Eu:

Boa noite! :)

 

Desliguei a tela do meu celular e fui dormir. Amanhã realmente seria um dia longo: faculdade, compras, terminar de limpar a casa, fazer o trabalho que eu me esqueci, ah...tantas coisas!

(...)

Acordei com uma música no celular como despartador. Desliguei imediantamente pois odeio que fique por muito tempo, mesmo que seje uma boa música. Levantei e cocie meus olhos querendo agarrar minha cama. Espera, comida, geladeira, compras, EU NÃO FIZ AS COMPRAS ONTEM E NÃO TENHO CAFÉ DA MANHÃ! Não, agora vou ter que ir em uma cafeteria, e eu odeio cafeterias.

Fui ao banheiro para fazer minhas higienes matinais e voltei a procura de uma roupa. Usei uma blusa larga preta e uma calça jeans, depois calcei meus converse vermelho. Peguei minha mochila, arrumei meus horários como sempre e sai de casa.

Fui até uma cafeteria na frente do meu apartamento e quando desci, encontrei nada mais nada menos que Kim Taehyung.

— Você me persegue? — eu disse de brincadeira rindo.

— Na verdade não, é que ontem eu fui pelo caminho mais longo porque...sei lá! E hoje eu estou saindo do meu prédio indo para o colégio. — ele explicou.

— Ah, bom, agora eu vou na cafeteria ali porque eu não comi em casa, quer vir comigo? — perguntei a ele.

— Ahh... — ele corou — claro que não, hyung! — vi claramente que ele estava com vergomnha de estar em uma cafeteria sozinho comigo.

— Nem vem! Eu odeio cafeterias, preciso apenas de uma boa companhia como você! — o arrastei até a cafeteria e sentando com ele em uma mesa.

Ele cobriu o rosto com as mãos provavelmente morrendo de vergonha. Ele é muito tímido comigo,  isso me deixa feliz, por quê? Ele é a coisa mais fofa do mundo corado. 

— Hobi-hyung, eu já comi, e eu tenho que chegar mais cedo, não fiz o dever de novo! — deu uma desculpa esfarrapada.

— TaeTae, se você menti pra mim com uma desculpa dessas mais uma vez eu vou te bater! — eu disse fazendo uma cara óbvia.

— Tá, tá, eu fiz o dever sem entender porra nenhuma mas tudo bem. — le disse olhando para os lados e começando a mexer nas mãos.

— Você realmente prsta atenção nas aulas? — zombei dele rindo fraco.

— Eu presto, mas eu tenho culpa se o prefessor veio lá da Grécia! — ele disse rindo um pouco. — Mas é sério, ele é grego, e fala algumas coisas gregas e, puta que pariu, como alguém vai entender?! — ele riu mais.

— Realmente ele não é legal, se você, eu posso te ajudar se você quiser, já que a gente é praticamente vizinho! — me ofereci para judá-lo, pois o professor dele realmente era um filho da mãe.

— Se não te incomodar... — ele disse, mexendo cada vez mais as mãos.

— Eu tenho cara de alguém que realmente faz algo útil a tarde a não ser mexer no celular? — arqueei uma sombrancelha fazendo-o rir.

— Então tá, mas na minha casa ou na sua? — ele perguntou.

— Na sua, a minha ainda tá uma bagunça e eu me sinto desconfortável com ela, meus pais compraram um apartamento exagerademente grande pra mim. — eu disse, e então finalmente uma mulher veio nos atender.

— Oque o senhores desejam? — senhores? Pegou mal.

— Um café com leite e... — esperei Taehyung dizer algo.

— Dois, cafés com leite. — ele disse.

— Sem querer me intrometer nem nada mas vocês são tão fofos que não me seguro, vocês são namorados? — ela perguntei e vi o rosto de Tahyung ficar totalmente vermelho. Eu ri com a situação.

— Não, pelo menos ainda... — encostei meus cotovelos na mesa olhando para Tehyung arqueando a sombrancelha. Ele ficou mexendo com as mãos tentando disfarçar o nervosismo.

— Ah, tá...o pedido de vocês já vai ser feito! — ela saiu quase dando pulinhos de alegria, gostei dela.

Taehyung ainda estava muito vermelho. Mexia com as mãos uma hora e escondia o rosto quando eu o olhava. O amava ver desse jeito.

— Já sabia que ia dar merda, quero socar sua cara. — Tae disse escondendo o nervosismo e a vergonha.

— Ora TaeTae, para que agressividade? Podemos usar isso na sua cama mais tarde! — quando se trata de Jung Hoseok envergonhar algum garoto por causa da suas safadagens, eu viro um Namjoon querendo comer um Jin.

Tae só não me bateu porque iria chamar atenção mas se pudesse ele acabaria comigo. Eu mereço um oscar, sério. A moça veio com os pedidos e dei o dinheiro a ela. Terminei de beber o café com leite igualmente Tae e fomos andando para a escola, bom, eu fui andando, ele ndava de skate. Sendo sincero, Taehyung era extremamente bonito. Queria saber sua sexualidade já que em nenhum momento tocou neste assunto comigo.

Chegamos na escola ainda com tempo. Sorte? Não, isso se chama Taehung te puxando para andar rápido. Eu quase cai uma três vezes, e ele disse que foi uma vingança pelo que eu o fiz passar. Eu vou rir por muito tempo, se eu me lembrar disso na sala do professor Kodah e rir na sala, alguém provavelmente vai se foder.

— Caralho! Alguém trouxe guarda-chuva? — Yoongi disse e eu estranhei. O dia não tava com sol mas não dizia que iria chover.

— Não, por quê? — Jin estranhou a pergunta.

— O CASALZINHO FINALMENTE CHEGOU! E Jin tá com uma blusa normal mesmo com chupões. — ele disse oque fez a gente rir.

— Casalzinho? Esse filho da puta aqui me fez passar uma vergonha! — Taehyung disse dando tapinhas fracos no meu ombro e eu afastando me rosto. — E Jin, dá mesmo pra ver. — só rimos com esse comentário dele.

— Que vegonha que o Hobi te fez passar? — Jimin perguntou curioso.

— Esse troço aqui não comprou comida depois de ter se mudado para o meu prédio e ele odeia cafeterias, então oque ele faz? Me puxa pra dentro da cafeteria. E ainda a mulher, que disse 'senhores oque vão querer' e eu só tenho dezoito anos, disse que éramos muito fofos e não se segurou e perguntou se éramos namorados! Puta que pariu! ù ele disse ainda corando e me socando agora.

— Eu também faria a mesma coisa, eu shippo vocês! E oque vocês disseram? — Jungkook perguntou.

— Ele ficou totalmente envergonhado e parado com a minha beleza porque ele queria falar que sim porque ninguém me recusa, mas eu disse que não, ainda... — eu disse rindo e fazendo o restando rindo, menos Tae que ficou me batendo. — depois que ela foi ele disse que sabia que ia dar merda e que queria socar minha cara, e sério, essa parte foi a melhor... — eu poderia processar Tae por causa de espancamento nesse momento.

— Sério, se você falar... — eu o cortei.

— Eu disse pra ele uar a agressividade na cama dele mais tarde, e ele ficou mais vermelho que o tênis que tá usando, e só pra informar quem sabe não acontece, não é mesmo? — eu disse e Tae pulou em mim me batendo. — Ai! Acabei de dizer que agressividade só na cama, não precisa ficar vermelho! — os outros só riam.

— Tae, fica de boa, afinal oque você... — Yoongi ia dizer mas Tae gritou que ele não queria. — afinal oque o Hoseok queria fazer com você o Namjoon já fez no Jin. Jin, eu irei te assombrar com essas marcas de chupões! E não diga que machucou por (a) você não é um Kookie todo atrapalado, pelo ao contrário e (b) o Namjoon saiu da sala quase te comendo. Eu iria te assombrar, Seokjin! — Yoongi fez o Jin olhar para ele como se quisesse insistentemente bater nele.

— Acho que já devemos ir pra sala e...pintorolacubaguete você senta atrás de mim. — Jin disse suspirando.

— Essa mania é minha! Eu que digo isso! — Jimin protestou por causa de Jin dizer pintorolacubagute, toos pegaram isso dele.

Depois de algumas outras briguinhas entre Jin e Yoongi como: "Aposto que o Namjoon está com o braço envolta de você para esconder!" e "Ele sempre faz isso!" e Taehyung dizendo coisas tipo: "Todo mundo já sabe de vocês Jin, entenda.". Eu fui para minha sala com Namjoon e insisti em pertubá-lo também perguntando: "Quem mete e quem recebe?" porque hoje minha mente não estava sã. Talvez fosse falta de sexo. Ou talvez fosse pensamentos obscenos com Tahyung. Para de pensar isso Hoseok!

— Senhor Jung? Poderia nos informar o porquê dos risos? — oh não. Droga. Droga. Droga!

— Ah...é que...eu escrevi uma coisa super errada no meu caderno e me fez rir, apenas. — eu não sei mentir, mesmo. Sou péssimo em mentiras.

— Apenas não ria na sala, e tente menti melhor da próxima vez... — a sala toda riu. Definitivamente eu precisava de aulas para poder mentir melhor.

Continuei fazendo minha atividade super estranha da matéria mais estranha do universo. Logo bateu os outros sinais e oque eu tanto esperava: o do intervalo. As quatro primeiras aulas eram sempre chatas, não tinha como fugir, então o intervalo era melhor hora. Arrumei minhas coisas rápido e fui para o intervalo procurando os outos com os olhos.

Namjoon logo encontrou Jin e quando ele ia dar um beijo no mesmo, Jin o empurrou e consegui ouvir: "Dá próxima vez que tiver tesão em uma quarta-feira, evite chupões!" e eu tentei não rir. Passei pela sala de Taehyung, e ele estava lá arrumando suas coisas. Entrei sem ele perceber novamente, mas quando ele se levantou, eu o abracei por trás.

— Hobi! — disse virando, corado. — Daqui a pouco as pessoas vão achar que sou vermelho naturalmente! — reclamou cruzando os braços e inflando as bochechas de forma fofa.

— Amo deixar você vermelho! — disse apertando suas bochechas. Eu realmente adorava aquilo nele.

— Percebi! — ele disse pegando a mochila e indo comigo até o intervalo.

— Qual a sua sexualidade? — eu perguntei, direto como sempre, isso era um erro meu completo.

— Ah...bom, sou bi, e você? — ele tentou falar normal, só que eu vi que começou a mecher as mãos.

— Sou gay. Desculpa perguntar isso, eu...sou muito direto as vezes, um erro. — eu estava realmente envergonhado por perguntar aquilo à ele, talvez tenha soado mal.

— Eu também sou muias vezes também. Tipo, é super normal você ver o Jin com o Namoon pelo oque, a segunda vez e falar:"quantas vezes já se comeram?"! — ele disse rindo, e eu fiz o mesmo.

— Super! Tão normal! — eu fiz irônia com a frase dele.

Logo chegamos até os meninos. Ficamos conversando mais e toda vez que Yoongi pertubava Jin com as marcas no pescoço, ele cupava Namjoon. Foi um curto intervalo – pelo menos pareceu – e voltamos para as salas. As vezes acho que as aulas depois do intervalo não deviam ser feitas, porque ninguém presta atenção direito. Foram rápidas? Não. Mas pareceu? Sim. Logo eu estava voltando para casa com Tae andando de skate enquanto conversávamos. Decidimos que eu iria no apartamento deles umas quatro horas porque antes ele estarria visitando os pais e eu, bom, terminando de arrumar as coisas e ir comprar comida, minha urgência do momento.

Eu talvez estivesse um pouco inseguro por causa das aulas que eu daria a Tae. Meus pensamentos hoje não estavam dos bons, aquela moça fala aquilo, Yoongi fala de chupões...era difícil pensar em algo sem ser erótico. O pior de tudo: eu acho que gosto do Taehyung.


Notas Finais


• Gentem já é tarde e estou postado esse cpítulo às pressas, erros serão corrigios depois. Espero que tenham gostado, e se caso puderem, comentem! Deêm suas opiniões, mas não sejam maldosos com as críticas, podem dar, mas apenas crítica contrutivas.

» Bay! «


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...