História Ice Cream - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, J-hope, Jikook, Kim, Lemon, Namjin, Taehyung, Taeseok, Vhope, Yaoi
Exibições 76
Palavras 1.665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


❦∵ Hi! ∴❦

❄ Voltay bem gay com o capítulo bem gay também! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje eu não tive aula! Então deu para eu postar essa capítulo com mais tranquilidade na mente. Bom, finja que eu tenho uma voz séria: está confirmado que no capítulo sete será lemon. AEEE! Mas não me culpem, eu estou querendo andar a passos de tartaruga porque se não daqui a pouco é:
PAH!
BUH!
CARAIO!
❄ E eu não gosto de andar rápido, por preguiça normalmente mas nas fanfics eu gosto de dar mais suspense, sou do mal MUAHAHAHAHAAA! Ningujém comentou antes e então eu sorteei e vai ser....
...
....
.....
....
...
❄ KATHERINE!! Bom, para vocês não ficarem muito tempo lendo issaqui, eu já vou dar boa leitura, só peço que pelo amor de Jikook, leiam as notas finais.

❦∵ Boa Leitura! ∴❦

Capítulo 5 - Five: Ships?


F I V E: Ships?

 

Kim Taehyung;

Eu reconheceria aquela garota de longe. Além de eu já ter a visto, ela era diferente de todos. Ela me lembra o Hoseok, sempre sorridente e animada.

— Oi...? — ouvi Namjoon dizer meio confuso. Não o culpo por estar confuso, pensa bem, uma garota mais loucamente louca mais abraçando mais dois garotas, igual a...?

— Oi! Tudo bem com vocês? Porque eu estou bem, eu acabei de encontrar os garotos que eu shippo! — ela disse virando para eles – que só agora eu percebi que os outros também estavam lá – dando um eye smile¹.

— Pessoal, essa é a moça da cafeteria, lembram? — Hoseok disse, e não demorou muito tempo para que eles dessem sorrisos maliciosos para nós.

— Ah...a moça da cafeteria! Qual é o seu nome? — Jimin perguntou ainda sorrindo maliciosamente.

— Katherine! Na verdade eu sou mais conhecida por Wendy mas meu nome verdadeiro é Katherine memo! E vocês? — agora finalmente eu sabia o nome dela.

— Eu sou o Jimin, esse é o Jungkook, aquele isolado é o Yoongi, e esses dois são Jin e Namjoon! — ele deu um eye smile também, agora ficou difícil saber qual é o melhor eye smile

— Ah tá! Bem... isso é meio estranho de perguntar mas qual o nome deles? — ele disse apontando pra nós dois, e quando eu iria abrir a boca para falar Yoongi se pronunciou.

— Apelidados de V e J-Hope, mas são Hoseok e Taehyung. — espera, desde quando eu sou V?

— V e J-Hope, Hoseok e Taehyung... — ela parecia pensativa — Já sei! VHope! Ou Taeseok! Qual dos dois vocês preferem? — Katherine pareceu descobrir a América.

— Espera, como assim? — Jin pareceu totalmente confuso. Eu também estava confuso, na verdade, todos estavam confusos.

— Quando eu vi eles na cafeteria eu não sabia o nomo, então não dava para criar um ship, mas agora que sei eu criei, que é: VHope e Taeseok! Vocês escolhem o mais legal! — dessa vez eu corei um pouco.

— Os dois é bom, agora vou shippar também! — Jungkook disse rindo.

— Vamos gritar por aí em um campo com unicórnios pretos matando os unicórnios rosas "Vhope is real!", que lindo! — ela parecia estar em um mundo diferente do nosso.

— Que brutal, mas tudo bem! — Jungkook estranhou no início mas depois ficou normal.

— Espera aí, nós não somos namorados! Amigos, apenas... — disse tentando disfarçar os nervosismo.

— Vai me dizer que nunca quis beijar o Hoseok-hyung de uma vez? — Namjoon arqueio uma das sombrancelhas oque me fez corar um pouco lembrando de ontem. — Tá na cara, V!

— D-desde quando eu sou V? — tentei mudar de assunto.

— Desde que a gente quis, porque sim. Agora, não muda de assunto... — Jin deu de ombros.

— Ontem você não ficou desejando imensamente que eu te beijasse? Não minta para mim, TaeTae... — Hobi sussurrou no meu ouvido, e juro que eu fiquei tão vermelho quanto o tênis do Jungkook. TaeTae, ele não pode mais me chamar assim, eu fico louco só de ouvir isso, e principalmente como ele disse.

— C-claro q-que n-não, h-hyung! — eu deixava cada vez mais avista que sim, e só agora percebi que os outros conversavam com Katherine e esqueceram de nós dois ali, isso era bom.

— Você dizendo isso só deixa mais claro que você queria, você não sabe mentir bem... — ele assoprou no meu ouvido, me fazendo arrepiar totalmente.

Tentei falar várias vezes, mas nenhum som saía, e eu via Hobi rir disso. Fiquei com uma raiva-não-raiva dele, porque ele me fez ficar sem palavras, e é difícil isso acontecer, ele rouba todas as palavras da minha boca com tanta facilidade.

— Hey! Terra chamando Taehyung! Se bem que eu não sei se você é mesmo da Terra. — Namjoon passou a mãe na frente dos meus olhos e só então me dei conta de que Hoseok me abraçava por trás rindo.

— Claro que sou, hyung! — tirei a mão dele da frente da minha. — Oque é?

— Já que ontem você e o Hobi não puderam lindamente ir em uma festa porque... sei lá! Enfim, combinamos de fazer uma festa hoje a noite, sem faltas, e você tem que vir! — ele revirou os olhos.

— Que horas então? — foi a minha vez de revirar os olhos.

— Oito da noite. Vai ser na casa do Jimin, e você já sabe onde é. — ele disse, e ouvimos o sinal tocar, e então fomos para nossas salas.

Senti uma enorme falta dos braços de Hoseok, amava os abraços dele, era quentes e confortáveis, tipo os de mães, só que...o de mãe é o de mãe, o do Hobi é o do Hobi! Fui andando para minha sala e me sentei no mesmo lugar de sempre. Coloquei minhas coisas na mesa e pela primeira vez sorri ao ver que minhas contas estavam completas e provavelmente certas, pelo menos tinham chance.

— Os deveres na mesa. — o professor chegou. Sabe, dar "oi" primeiro significa ser educado, e não faz mal.

Ele foi passando de mesa em mesa para ver quem fez, e quando passou na minha ele arregalou os olhos, mas discretamente. Eu sorri que nem um bobo me lembrando da hora em que Hobi me ensinava.

— Bom, os que fizeram os deveres do ano todo, oque conseguiram concluir disso tudo? — ele disse após terminar de olhar os deveres. A sala ficou em silêncio, e então eu levantei a mão.

— I mousikí eínai metamfiesménoi epistími, significa a música está disfarçada como ciência. A música é a ciência e matemática fora de contas. — disse com a frase tão constante dele. Eu havia pesquisado oque significava e descobri isso.

— Muito bem, vejo que alguém prstou atenção nas aulas. — ele deu uma semi-arregalada-de-olhos.

(...)

Logo havia chegado o intervalo, e lá estava eu como o último da sala, guardando meus materiais quando vi Hoseok entrar. Ele encostou na porta com um sorriso e eu fui até ele depois de terminar de guardar minhas coisas. Me surpreendi ao ver ele me abraçar, e é claro, corei. Ele me faz corar constantemente, se for contar quantas vezes corei na presença dele, eu vou ficar até...

— Por que você é sempre o último a sair? — ele me perguntou terminando o abraço.

— Porque todos da minha sala são desesperado para fugir das aulas, mas eu não, e eu amo a aula da professora Seun. — respondi sorrindo, e eu amava mesmo as aulas da professora Seun.

— Seun? Acho que já estudei com ela... mas enfim, vamos? — ele sorriu para mim, acenti com a cabeça.

Eu quase morri ao ouvi a voz de Katherine gritando igual a uma louca e bom, algumas pessoas davam atenção, mas um fato: todas ouviam.

— VHOPE IS REAL! TAESEOK IS REAL! — por um momento eu quis virar e fingir que não conhecia ela, mas só fingir não estar ouvindo. — Olha vocês aí! — ela correu em nossa direção, tentei esconder o rosto mas Hoseok tirou meu braço da frente.

— Aqui estamos nós! — ele disse sorrindo. Não foi necessário muito tempo depois para que ouvíssemos outra voz meio abafada gritando a mesma coisa. 

— Jungkook! — eu e Hobi dissemos na mesma hora.

— TAESEOK! VHOPE! — ele chegou até nós. — Olá! Essa doida me contagiou pior que a contagiação do ebola porque não é bola, é doença mesmo.

— Você tá doido ou oque? — Hoseok riu fazendo uma cara confusa. — Onde está os outros? — ele perguntou.

— Um: eu não sou doido. Dois: o Jimin tá jogando basquete, o Nam e o Jin tão em algum lugar que eu não sei e o Yoongi tá desenhando ali. — ele apontou para o lado e vimos Yoongi, que estava desenhando e não vimos.

— Ele é muito concentrado. E estranho. — disse olhando para ele.

— Yoongi! Suga! Vem cá! — Katherine grtiou o chamando pelo apelido.

Ele levanta a cabeça e cora um pouco. Ele é extremamente fofo quando cora, por mais que seja difícil. Fecha o caderno rapidamente e se levanta vindo até nós.

— Oi. — ele disse sem muita emoção.

— Oi. — eu e Hobi dissemos igualmente.

— Nossa, tenham emoção! Seus chatos! — ela dá um soco fraco nos nossos ombros.

— Oi! Tudo bem?! — Yoongi fingiu empolgação e depois bufou.

— Oi Suga! Tô bem, e você?! — Katherine também fingiu emmpolgação.

— Quem te deu a autoridade de me chamar de Suga? — ele aqueiou a sombrancelha. Normalmente chamamos ele de Suga, porque ele é alguém doce e tem a pele branca como açúcar.

— Eu...? E você realmente é muito doce e branquinho, se eu não te chamar de Suga eu sou normal. — nós fizemos uma cara confusa. — Eu não sou normal! — revirou os olhos, isso era fato.

— Você é irritante.

— Eu sei.

Eles ficaram discutindo porr mais um tempinho e então os outros chegaram.

— NAMJIN CHEGOU! — ela gritou para o Namjoon e Jin.

— Namjin? — eles se entre-olharam estranhando oque a mais nova falou.

— O ship de vocês, e Jikook é o Jimin e o Jungkook. — ela revirou os olhos como se fosse óbvio oque Namjin significava.

(...)

Hoseok estava andando comigo para casa – no caso o apartamento. Ele fazia piadas engraçadas me fazindo rir pra caramba. Ele estava muito lindo hoje, mais lindo que o normal.

— Tae eu quero te abraçar. — eles fez cara de gato de botas. Cori um pouco com o pedido.

— Por que? — falei sem gaguejar ainda andando, enquanto olhava para o chão.

— Porque seu corpo é quentinho e bom de abraçar. — ele respondeu dando de ombros.

— Você é doido, hyung! Só deixo porque sou legal. — eu disse e ele me abraçou pelas costas.

Continuamos andando juntos e ele falava coisas muito engraçadas, e dizia que gostou do nome do nosso ship. Eu corei quando ele falou isso. Ficamos conversando também sobre hoje de manhã quando eu fui o único a dizer oque entendemos da matéria. Ele ficou orgulhoso por mim.

— Agora você nem precisa mais das minhas aulas. — ele fingiu uma cara triste.

— Mas você pode ir lá pra casa, para ficarmos conversando, sei lá... — disse, meio que insistindo para le ir lá em casa.

— Tá bom. Vamos para a festa juntos? — ele perguntou a mim me soltando do abraço e me olhando.

— Vamos. — sorri, um sorriso sincero.


Notas Finais


• Pessoas, eu estou pensando em fazr coleção de lemons do BTS, com vários ships, TaeJin, Namjin, VHope, Jikook, enfim, vários, oque vocês acham?

• Espero que tenham gostado do capítulo, comentem oque acharam <(pessoas liendas)3

• Bay! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...