História Ice Heart - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanmin, Chanseok, Chanyeol, Colegial, Exo, Poderes, Sobrenatural, Xiumin, Xiuyeol, Yaoi
Visualizações 98
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IouIou pessoal! Olha só quem está de volta com um capítulo novinho pra vocês ♥ hehe
Me perdoem os erros e boa leitura

Capítulo 12 - The Price


Fanfic / Fanfiction Ice Heart - Capítulo 12 - The Price

- Chanyeol? - Xiumin se aproximou do mais novo aos poucos enquanto o mesmo guardava alguns livros em seu armário.

- Ah, oi! - ele sorriu e fechou a pequena portinha encostando suas costas na mesma, mas logo se distanciando - Aí! Gelado...

- Oh - ele acabou rindo da expressão do garoto - eu só... Queria te agradecer.

- Me agradecer por...

- Por este dia, eu não me sinto tão vivo a anos! - o mesmo sorriu e arrumou a mochila em suas costas.

- Sabe de uma coisa Xiumin, podemos mudar isso - o garoto girou animadamente e esticou sua mão para o mesmo - amigos?

- Está falando sério?

- Mas é claro, eu sabia que uma hora ou outra isso ia acontecer. Eu não ia desistir de você tão fácil.

Seu corpo formigava, ele respirava profundamente em tamanha alegria. Minseok nunca imaginou que conseguiria uma amizade com o garoto de fogo, eles eram opostos. Enquanto ele era alegre e animado, Kim se sentia entristecido, fechado e com cada vez mais de se distanciar do mundo.

- Amigos! - assim apertou a mão do mesmo, porém logo em seguida ambos gruniram de dor e se afastaram pela dor que sentiam, mas não deixaram de cair na risada.

Eles sabiam que essa amizade não era compatível, mas nada que não poderiam tentar.

- MAS QUE MERDA - Lay socou a porta de um dos armários assim que se aproximou e percebeu que os dois se afastaram. Arregalou os olhos ao perceber que o som do soco foi muito mais alto do que algo normal.

- Meu Deus Lay! - Jongdae colocou a mão no peito enquanto respirava profundamente, agora o garoto havia entendido o que causara tal estrondo.

- Perdão Chen, não era minha intenção... - respondeu enquanto se virou para encontrar o rapaz.

- Está tudo bem - o mesmo o interrompeu e riu, em seguida arrumando sua postura - achei que aquele trovão ia levar junto a minha alma pelo susto - ambos riram daquela bobagem e começaram a caminhar até a saída.

Lay e Chen eram melhores amigos desde pequenos, ambos se conheceram quando se mudaram para capital Sul-Coreana e se tornaram vizinhos. Desde então não se desgrudaram, desde o fundamental até a entrada no colégio de magia.

Durante o caminho para casa, o chinês explicou a seu melhor amigo tudo que estava preso em seu peito.

A verdade era o ódio que sentia de Minseok, pelo mesmo nunca ter sido legal com ele, tinha certeza que queria uma aproximação de Chanyeol para provoca-lo, ou o mais temido, de alguma forma magoar seu amado.

- Eu preciso fazer alguma coisa... - ele olhou para a porta de sua casa e em seguida para o amigo - essa amizade não pode acontecer.

- Eu não acho certo isso Lay, você pode acabar entristecendo seu namorado.

- Mas eu quero protegê-lo! - ele suspirou e segurou as mãos de seu amigo, que no exato momento deixou seu rosto avermelhar - eu amo tanto Chanyeol, ele vai entender que tive a melhor das intenções.

- Eu... - ele olhou para o ato e rapidamente se distanciou - tenho uma idéia, mas me prometa que não me envolverá nisso.

- É claro que não vou te envolver, é meu melhor amigo! - o mesmo riu e esperou que ele prosseguisse.

- Você me disse que o Chanyeol queria marcar um jantar com você e a mãe dele, para se conhecerem melhor, não é? - afirmou com clareza - e se convencer o Chanyeol a levar o Minseok junto e fazer ele se irritar com ele na frente da senhora Park?

- Ela mesma vai distanciar eles por conta própria - Lay abriu um sorriso e sem pensar duas vezes abraçou o amigo - Muito obrigada Chen, eu nem sei como te agradecer.

- Amigos são para isso, mas tome cuidado, o amor é algo frágil... - retribuiu o abraço e aconchegou sua cabeça no ombro do colega - não faça sua preocupação se tornar um problema.

Os dois logo se despediram, o chinês adentrou sua casa enquanto Jongdae prosseguia seu pequeno caminho com os pensamentos distantes.

Inalava profundamente o perfume do amigo que permanecia em seu moletom azul, as mãos macias que acariciavam as suas ainda pareciam estar ali, e o doce abraço do qual nunca queria sair.

A resposta do amor não correspondido era tão clara que nem forças para argumentar consigo mesmo tinha.


Notas Finais


Eita, muita informação :v nosso Lay dando uma de... Malvado (?) Mas com boas intenções não é?
(Até eu tô confusa Jisoo ksnsksskssm)
Até mais /o/ ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...