História Ice meets Fire - Taehyung - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Drama, Ódio, Romance, Tragedia
Visualizações 78
Palavras 1.380
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, sim eu demorei
Desculpem por demorar, mas é assim mesmo p quem me Segue a um tempinho... Mas já era para ter saído esse já faz tempo, não saiu, pq? Bom tava eu lá escrevendo, já estava terminando quando decidi parar um pouquinho, e ir beber água, como sempre eu saio do app e nn acontece nada assim fiz, quando entrei novamente cadê o capítulo? Essa merda não salvou .... Raivinha rs
Mas agr tô aqui ❤🙂
Sorry qualquer erro e BOA LEITURA 😊😏

Capítulo 3 - It would be a kiss?


Fanfic / Fanfiction Ice meets Fire - Taehyung - Capítulo 3 - It would be a kiss?

Taehyung on 

Definitivamente eu e ____ não nos damos bem, até agora não sei o do porque, felizmente ela não vai com minha cara muito menos eu com a dela, mas o que me chama a atenção é seu personalidade forte, eu gosto disso é tentador. Estava em minha sala analisando melhor sobre o caso do garoto que estou cuidando e que infelizmente _____ está nesse caso junto a mim - bufo pois queria cuidar de um caso sozinho, outras pessoas me tiram do sério. Ouço batidas na porta, o que me deixa irritado, eu não consigo trabalhar neste lugar. 

- entre! - falo grosseiramente logo vendo uma garota que se não me engano seu nome é Julie 

- olá, taehyung preciso de uma ajuda - fala tímida, mas essa aí não me engana - 

- e no que minha ajuda é precisa? - pergunto sem tirar os olhos dos papéis. Sinto a mesma ir chegando mais perto, ela não está pensando em fazer isso né? - 

- preciso que me alivie - sussurra em meu ouvido ... 

_____ on 

Acabei de chegar ao hospital, infelizmente meu querido dispertador não me acordou hoje, então levarei uma bronca do Sr. Bravinho - bufo estava sem ânimo para chegar até a sala do ser, mas logo lembro que hoje chegaria um novo enfermeiro, então me trato de me apressar. Chego na sala do taehyung e bato na porta, o mesmo não abre, então bato novamente, alguns minutos depois a porta se abre, vendo ali uma cena do Sr. Bravinho com seus cabelos bagunçados junto a Julie - sabe quando você quer rir mas não pode? Então eu tava me controlando para não rir feito uma foca engasgada, calma ___ se controla -

- Taehyung, preciso da ficha do novo enfermeiro que irá chegar hoje - falo segurando meu riso, o mesmo da meia volta e pega alguns papéis logo me entregando - obrigada - saio de lá o mais rápido possível, querendo muito rir, mas que bom né então quer dizer que o sr. Rabugento quebra regras tembem,  irresponsável ao mesmo tempo. 

Taehyung on 

Onde eu estava com a cabeça? Agora a ___ pode ter argumentos como " irresponsável" "aqui não é lugar para gracinhas né taehyung" aishe o que eu fiz?! 

- vamos continuar? - disse Julie com uma cara maliciosa, reviro meus olhos. 

- Julie volte ao seu trabalho - falo meio impaciente

- Mas... - a interronpi

- AGORA! - sim eu estou sem paciência, mais do que eu já não tinha. Fui grosso? Claro é da minha natureza. 

Taehyung off 

____ on 

Depois de muito rir a tal ato acontecido, finalmente me controlei e fui procurar saber mais sobre o novo enfermeiro. Seu nome era Park Jimin, pela sua foto não tem mais do que 22 anos, bem bonito aliás - acabei rindo de meus pensamentos mas logo voltei ao normal. Hoje teria que arrumar tempo para, cuidar de alguns pacientes meus, de conhecer e mostrar tudo a jimin, e ver o pequeno menino Chung-hee, o caso do garoto está me deixando acordada em todas as noites. - respiro fundo tentando me relaxar 

- ____?  Novo enfermeiro chegou! - alertou uma enfermeira, apenas assenti e fui ao encontro do Mesmo. Caminhando até a secretaría do hospital avistei um garoto de cabelos loiros muito bonito, mantinha em sua face um sorriso lindo, chegando perto abri um sorriso para o mesmo. 

- Park Jimin? - falei para o mesmo que manteu seu sorriso no rosto.

- Sim Srta. _____ - reverenciamos como modo de falar "olá" ainda não me acostumei com isso, é tão estranho. 

- Como deve saber, eu irei te mostrar tudo aqui, como funciona, os andares que você irá trabalhar, enfim irei te ajudar. - falo e o mesmo sorri - então vamos? - perguntei e o mesmo assentiu 

Ia explicando tudo a Jimin, que no caso ia entendendo tudo, ele era tímido, muito aliás, mas ele logo acabou com isso. Hoje seria só um dia de treinamento para ele, amanhã irei lhe ensinar mais coisas.

- Jimin, essa é a dona yang ela é uma senhora de idade já, muito simpática, a única coisa que você irá fazer, é checar a cada uma hora a pressão dela, dar os remédios, e hoje ela irá tomar uma injeção, além dela você tem mais dois pacientes, não fique nervoso, vou lhe mostrar tudo o que você vai fazer - falei 

- Tudo bem Srta. ____ - disse simpático

- Por favor apenas de ____ - disse e o mesmo sorriu. 

(...) 

Jimin já tinha pegado a manha, agradeço por isso, pois queria visitar meus pacientes na qual eu não estou cuidando mais, por conta do caso de Chung hee, visitei um por um deles/a, ficaram muito felizes com minha presença, fico feliz por gostarem de mim. Agora iria ver Chung, espero que ele esteja bem. - respiro fundo antes de entrar na sala onde o menor estava 

- Olá pequeno - murmuro sorrindo para o mesmo que mantinha seus olhos na televisão que ali passava um desenho qualquer - 

- Oi doutora - falou todo alegre - a senhora vai cuidar de mim de novo? 

- Claro, aliás eu sou sua médica - disse rindo o mesmo Também 

- O que vamos fazer hoje? - disse animado 

- Bom, hoje vou tirar um raio-x de você, para ver como está ai, se caso estiver tudo bem, prometo te trazer sorvete - falo sorrindo o mesmo grita de alegria, vendo ele sorrir assim me deixa feliz e triste ao mesmo tempo, caso algo dê ruim acontecer graças a mim, eu nunca me perdoaria. 

O pequeno havia dormido e eu estava sentada ao seu lado em um poltrona, analisando aquele raio-x, nada parecia colaborar, estava chegando ao fim do dia e eu não obtive respostas, seria mesmo que taehyung está certo? E eu estou apenas enrolando aqui? Achando que sei alguma coisa? - suspiro e jogo levemente minha cabeça para trás fechando meus olhos, sinto-me frágil, sinto que não sou mais capaz de fazer isso, minha mente está tão perturbada, estou preocupada com o garoto, e por isso não consigo me concentrar, imagino como se ele fosse meu filho, eu iria querer a todo custo que os médicos os salvassem - saio de meus pensamentos quando vejo a porta se abrir mostrando ali taehyung. 

- Está tudo bem por aqui? - perguntou

- Não taehyung não está nada bem, mais um dia sem respostas- suspiro e o mesmo permanece quieto - acho que você está certo, e eu estou fazendo hora aqui, pondo em risco a vida do pequeno - me levanto e com meus olhos lacrimejando - é taehyung, acho que falhei. - disse e sai da sala. 

Taehyung on 

Nunca vi ____ daquele jeito, ela está Mesmo triste, devo ir lá? Acho que sim. Sigo a mesma, percebendo que ela estava chorando, eu não sei porquê mais isso me deixou triste, e porque disso? Ela subiu até o último andar, onde dava para ver a cidade inteira, encostou em uma parede e derramou lágrimas, isso me, doeu muito. Cheguei próximo da mesma e ela abriu os olhos 

- o que faz aqui? - pergunta e sua voz estava falha 

- Vim... Lhe ajudar - disse simples - ____ sei que não nos damos muito bem, mas quero lhe dizer que vai ficar tudo bem, calma, eu já passei muito por isso, sei como é se sentir frágil e incapaz - digo a mesma 

- Me desculpa - disse baixo.

- Por que está pedindo desculpas? - falo 

- Nós não começamos bem, não quero continuar assim - falou e eu dou um suspiro 

- Eu também lhe devo desculpas, mas olhe iremos resolver este caso - falei a olhei dentro de seus olhos, algo em mim dispertou eu não sei como explicar - juntos... 

_____on 

Nossos olhos estavam se entre olhando, era como um ímã, não conseguia sair dali, derrepente algo me consumiu por dentro, um sentimento novo? Mas o que é isso? Meus olhos pararam em seus lábios o mesmo olhava direção aos meus também, mas que diabos estava acontecendo? Percebi que nossos rostos estavam perto demais, e antes que pudesse falar algo, uma coisa me interrompeu. 

Seus lábios tocaram os meus. 






~ continua ~ 






Notas Finais


Oiii gostou??! Comentem amores
:3 não me matem
Por isso ahahhahahaha​
Até mais prometo não demorar para voltar ok..??


Beijão ❤❤❤😚😚😚

!!!Sorry algum erro!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...