História I'd Come For You - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Mistério, Romance, Survival
Exibições 6
Palavras 926
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Estamos encrencados


Fanfic / Fanfiction I'd Come For You - Capítulo 3 - Estamos encrencados

Vamos aonde tinha uma cabana e ele me dá o seu celular,já que o meu não tinha crédito,disco o número de casa e logo escuto uma voz de choro do outro lado do telefone.
*Chamada On*
B:A-Alo?
S:Bru?
B:SCARLETT?OH MEU DEUS,AONDE VOCÊ TÁ MENINA?
S:Matem a calma por favor,obrigada,de nada.
B:tá mas me fala onde você está,fiquei preocupado,eu e o Erick tentamos ir no último lugar que ti vi,mas eu não sabia onde era,muito menos ele!
S:Eu tô...hey Michael,onde exatamente estamos? -digo tampando o telefone e o perguntando-
M:Em Kansas,na praia Lowre.
S:Okay...Ah eu tô em Lowre.
B:EM KANSAS?COMO QUE AQUELE ÔNIBUS FD...dsclp eu devia me lembrar de que prometi não xingar,mas voltando ao assunto,COMO QUE AQUELE ÔNIBUS FOI PARAR AÍ?
M:Ah eu conheço o cara então pedi pra ele passar por lá -diz cortando a minha vez de falar-
O olho com cara de assustada e volto ao telefone
S:Então não sei,mas eu estou bem e já estou indo pra casa ok?
B:ok,vou ti esperar na porta.
*Chamada Off*
M:Então não é querendo me intrometer mas quem é esse tal de Erick?
S:É o melhor amg dele,que me conhece desde pequena,foi ele que me salvou do...esquece eu não deveria estar falando disso.
M:Do o que?achei que amigos não escondessem as coisas um do outro!
S:Não somos tão íntimos pra eu ti contar sobre a minha vida de tal maneira -digo o olhando-
M:Então quanto íntimos devemos ser pra você poder me contar? -diz fazendo uma cara maliciosa-
S:Não precisa ser esse tipo de intimidade -digo o encarando séria-
M:Tá bom,não brinco mais,sua sem graça.
Ele começa a pegar suas coisas que estava na cabana e eu saio pra ir em direção à rede,calço minha sapatilha e pego minha mochila.
M:Vamos alteza?antes que me cortem a cabeça -diz se ajoelhando e erguendo a mão-
S:Que palhaçada,vamos logo -digo cortando o clima e o puxando pelo braço-
Passa um táxi e Michael o chama,entramos no próprio e passo o meu endereço,como iria demorar um pouco,resolvo cochilar em seu ombro.
Acordo depois de alguns minutos e vejo que já estamos no meu bairro,o táxi para em frente à minha casa,logo avisto o Erick e o Bruno que estava andando de um lado para o outro.
Agradeço o táxi e descemos,ao sair do mesmo vejo o Erick vindo em minha direção e logo me puxando pra um abraço apertado.
E:Meu deus Scarl,o que você achou que estava fazendo?o que seria de mim se ti perdesse?e a promessa que eu fiz aos seus pais?
S:Desculpa Eri.
Quando ele me solta vejo o Bruno correr em minha direção e me abraçar também,quase me deixando sem fôlego.
B:Pequenina,que bom que está tudo bem,é tão bom saber que você ainda está viva,não sabe o quanto eu chorei com medo de ti perder!
Ao me soltar ele encara o Michael e vai em sua direção,dando um soco no mesmo,corro e fico na frente dele o defendendo.
S:Bruno calma,ele não fez nada,se controla por favor!
Ele não me escuta e me tira da frente,me jogando em cima do Erick,o olho com cara de quem precisa de ajuda e ele entende,Erick segura o Bruno e o puxa pra dentro de casa,falando alguma coisa em seu ouvido,vou até o Michael que estava no chão.
S:Você está bem? -digo o ajudando a se levantar-
M:Estou,eu até que entendo,não é sua culpa,eu fiz errado ti sequestrar daquele jeito e não dar satisfação,já vou indo pra casa,até algum outro dia.
S:Ok,até algum outro dia.
Me viro indo em direção à porta,mas quando estou quase entrando sinto alguém me abraçando,me viro e era o Michael,o abracei de volta e nos despedimos.
Ao entrar em casa,vejo o Erick se despedir do Bruno e vindo em minha direção me dando um beijo na testa e logo saindo em sua moto.
S:vamos dormir -digo o puxando pra o quarto-
Bom eu tinha que dormir no mesmo quarto que o Bruno,por que ele estava reformando o dele.
Da sala até o quarto,percebi que estava sério.
S:Está me ignorando?
Ele continua em silêncio.
Vou até o banheiro fazer minhas higienes e tomo um banho pra me livrar de toda aquela areia,volto para a cama e vejo que já está dormindo,me deito ao seu lado e sussurro em seu ouvido.
S:Você nunca irá me perder maninho.
Me viro,ficando de costas e fecho os olhos logo pegando no sono.
Ao acordar,escuto barulho de ambulância,me viro para ver o Bruno mas ele não estava na cama,então desço as escadas,em sua procura,mas não o encontro,quando abro a porta,um policial aparece em minha frente.
P:Desculpe-me,mas a senhorita mora nesta residência?
S:Sim,aconteceu alguma coisa?
P:Um jovem que mora com a senhorita está indo exatamente para o hospital neste momento,pois relatos de alguns vizinhos,ele estava levando o lixo pra fora,mas começou a se sentir mal e desmaiou.
Quando escutei isso,meu coração apertou,fiquei com falta de ar e a primeira coisa que eu fiz foi correr em direção à ambulância,me deparo com o Bruno dentro da mesma,cheio de aparelhos e tubos,ele se mantinha desacordado.
S:Bruno por favor,acorda,por favor diz que tá tudo bem -digo já chorando-
Um enfermeiro aparece.
E:Por favor senhorita,caso queira o acompanhar entre na ambulância.
Após ele dizer isso,faço o mesmo,então ele entra também,junto a uma enfermeira,seguro a mão do Bruno enquanto a ambulância começa a ligar.
No caminho todo,de casa até o hospital,fui segurando a sua mão e rezando,eu sabia que algum dia isso poderia voltar acontecer,sabia que a doença dele voltaria e mais forte do que já era,só espero que a mesma não leve ele,como levou à sua mãe.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...