História Idas e Vindas - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Anne, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Lucy, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Rainha Amberly, Rei Clarkson, Shalom Singer
Tags América, Asperica, Casamento, Drama, Maxerica, Maxon, Paixão, Reviravoltas, Romance, Selecao
Exibições 272
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Meus amores! Não sei se terei internet nesse fim de semana, então estou postando o capítulo que era pra amanhã. (Mas já é sábado mesmo, né?) <3

Capítulo 43 - Life With You


Fanfic / Fanfiction Idas e Vindas - Capítulo 43 - Life With You

Maxon

Parando para pensar em todas as coisas que já vivi nessa vida, nada se compararia com a felicidade que está no meu peito agora. Aquele sentimento que tive na primeira vez que estive com America havia sido consumido pela culpa, mas agora estava de volta, maior, mais forte e eterno.

Eu havia saído para comprar algo para nós almoçarmos, e quando volto para a casa de praia, entro sorrateiramente e encontro minha mulher em frente a um espelho, observando o próprio corpo. Minha mulher. Era tão bom poder chamá-la assim.

– Deixei alguma marca no seu corpo? – Ela sorri e me fita pelo espelho. Então se vira e pega um lençol para se cobrir.

– Não, pelo menos não ainda. Eu estava olhando o tamanho da minha barriga.

– Não precisava ter se coberto, a visão estava maravilhosa... – Cheguei perto e a puxei pela cintura colando nossos corpos. Meus lábios buscaram os de America que me retribuíram um beijo calmo.

Olhei bem para ela, linda, corada. Seus cabelos em uma bagunça perfeita caindo pelos ombros e seus olhos hipnotizantes mergulhando nos meus. Puxei o lençol devagar e deixei seu corpo nu novamente. Conduzi America de volta pra cama e ela deitou. Dei um beijo em sua barriga, em seguida, deitei ao seu lado. Ela voltou a me olhar.

– Eu confesso que quando você me disse que estava grávida, eu queria ter ficado feliz. Sempre quis ter um filho. Sempre sonhei com quando eu poderia ser um pai melhor do que o que eu tive. Mas eu fiquei desesperado, America. Não parava de pensar em como iríamos explicar pra ele toda aquela história... Mesmo sentindo tudo isso, tive que ser forte, por você. – Fechei os olhos. Ela ergueu a mão e tocou meu rosto. 

− Eu fiquei assustada também. Não sabia se estava pronta pra encarar tudo isso, e ainda por cima, com todo o sofrimento que nos fizeram passar simplesmente por nos amarmos. Mas agora, isso passou. Vamos ter nosso filho e ficar juntos, sendo felizes. – Nós sorrimos um para o outro. Dei um beijo em America, enquanto acariciava sua barriga.

− Agora vamos comer que eu não quero que o meu filho e nem a minha mulher morram de fome!

− É tão bom ouvir você me chamar de sua mulher.

− Minha mulher! Não é isso que você é? – Dei a mão ajudando-a a levantar da cama.

− Pra sempre! – Ela se aproxima e me beija. Pego um roupão no meu guarda-roupa e dou para America vestir.

Nós almoçamos juntos e em seguida, fizemos amor de novo. Duas vezes. Agora está entardecendo e estou esperando America tomar banho, depois de ter tomado o meu. Vou até o carro e pego o blazer que estava usando quando saí de casa hoje de manhã, sem ter ideia de que a minha vida, que estava de cabeça para baixo, voltaria pro lugar. Nele estava a caixinha com o anel que dei pra ela no dia que fugimos. Ele nunca deveria ter saído da sua mão. Peguei o anel e pus no bolso da bermuda. Eu tinha roupas limpas aqui, mas America teria que continuar com as que estava. Só voltaríamos para Recife amanhã. Quando ela terminou o banho, saímos para caminhar pela praia.

− No que você está pensando? Ficou calada, de repente... – Pergunto e ela olha pra mim me dando um beijo antes de responder.

− Em como as coisas vão ficar agora. Nossos pais, Kriss...

− Fique tranquila! A anulação do casamento vai sair e como foi a Kriss que estragou tudo, a empresa não vai ser prejudicada. Os pais dela não poderão fazer nada contra nós. Já nossos pais, vão ter que aceitar de uma vez que também nunca conseguirão fazer nada para nos afastar. Se o que o seu pai falou é verdade e sua mãe quis que nós ficássemos sabendo, não acredito que ela vá nos impedir agora.

− É verdade, eu confio completamente no meu pai... Não confio é nela. E no seu pai, também não, desculpa.

− Tudo bem, eu também não confio no meu pai. – Dei um beijo na testa de America. – Agora, não fica com essa carinha, tudo vai começar a dar certo pra nós dois. – Ela me beija. Minha língua pede passagem para a boca dela suavemente, e meus movimentos tentam lhe passar a certeza do que acabei de lhe dizer.

– Tenho que te devolver uma coisa... – Digo apalpando o bolso e tirando o anel de lá. America fecha os olhos por um segundo e sorri. – Eu não sei se você percebeu da outra vez, mas esse anel tem uma gravação em italiano. “Fedele per sempre”. – Mostrei para ela.

– Fiel para sempre? – Ela perguntou olhando dentro dos meus olhos.

– Sim. E foi assim que eu me mantive. Fiel aos meus sentimentos por você, mesmo acreditando que nunca seriam possíveis. Na verdade, meu coração não estava errado em continuar sentindo isso. Eu te amo, e ficando com você ou não, você teria sido o amor da minha vida. – Digo enquanto lhe coloco o anel no dedo de novo.

– Nossas almas nunca se conformaram em estar separadas. Elas souberam antes de nós dois que haviam sido feitas para estarem unidas... – Ela me beijou e a retribuí com toda a paixão que havia dentro de mim. – Eu te amo, Maxon Schreave!

– Eu te amo, America Singer! – A suspendi e girei com America pelo ar enquanto ela sorria encantada segurando meu rosto. Chamávamos a atenção das pessoas que estavam por ali, nas não importava. Estávamos em um mundo particular só nosso agora. – Eu te amo!

Sentamos na areia e ficamos aos beijos por um tempo. Eu não tinha trazido minha câmera, mas com o celular mesmo, tirei fotos de America e de nós dois juntos. O pôr do sol deu um tom alaranjado lindo para as fotos e fez um contraste maravilhoso com os cabelos dela. America era a mulher mais linda do mundo para mim, e eu tinha plena consciência de que sabia disso não só por apreciar quem ela era por fora. Eu conhecia seu coração e sua alma e eles eram incrivelmente lindos também. Depois do nosso momento na praia, levei America para jantar no melhor restaurante de frutos do mar da região.

– Minha querida? – Chamei quando voltamos para a casa de praia.

– Hmmm? – America sorriu de lado erguendo uma sobrancelha.

– Tem uma coisa...

– O que?

– Amanhã quando voltarmos a primeira coisa que eu vou fazer é procurar um apartamento para nós dois. – Ela abriu a boca e arregalou os olhos.

– Meu amor...

– Não posso mais suportar a ideia de ficar longe de você. Nós vamos começar uma família e viveremos juntos. – Ela tinha os olhos brilhando quando me abraçou forte.

– Uma vida com você é tudo o que eu quero daqui pra frente. – Ela disse e nossos lábios se encontraram. Busquei seu corpo para junto do meu e agarrei suas pernas fazendo-a enlaçar a minha cintura. Caminhei com ela para o quarto.

Cumpri todo o ritual de tirar cada peça de roupa dela outra vez. Cobri cada centímetro do seu corpo com beijos e observei-a ofegar ansiando minhas carícias. Então uni nossos corpos em mais um momento sublime no qual todos os nossos sentimentos explodiam em prazer e satisfação. Terminei o dia com essa mulher em meus braços. Nós dois extasiados e agradecendo pelo privilégio de podermos estar um com o outro de novo. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, próximo capítulo tem um p.o.v Marlee cheio de amorzinho. Beijão! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...