História Idiot Boy || TaeHyung - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Tae Hyung
Exibições 237
Palavras 865
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura, meus cheiros <3

Capítulo 6 - Five


Fanfic / Fanfiction Idiot Boy || TaeHyung - Capítulo 6 - Five

Acordar e levantar nunca tivera sido tão difícil, minha cabeça doía, meu corpo pesava, não me sentia bem! Minha mãe já havia saído para trabalhar, com muita, extremamente muita, dificuldade eu me levanto e vou para o banheiro. Depois de longos minutos fazendo minha higiene, fui me trocar e colocar meu uniforme, peguei a mochila e desci para a cozinha. Não estava com um pingo de fome, só tomei um café e fui indo pra escola. Passei pelo portão morrendo e assim que cheguei no armário, joguei minhas coisas dentro e tirei meu livro de literatura. Estava fechando o armário quando alguém toca meu ombro, estava fraca e por conta do susto, acabei derrubando o livro. 

— Hey, tudo bem? — Sua voz grossa ecoou no meu ouvido e ele pega meu livro.

— Sim! — Disse com a mão na cabeça. 

— Você mente extremamente mal. — Ele diz rindo nasal. — Vem, eu te ajudo. — Ele diz e passa meu braço por cima de seu ombro e coloca o braço em volta da minha cintura. 

Fomos indo assim até a sala. Ele me colocou na cadeira e sentou na minha frente.

— Tá sentindo o quê? — Ele se apoiou na minha mesa e me olhou.

— Dor de cabeça, dor no corpo, frio, dor na garganta... Tudo! — Disse deitando a cabeça na mesa.

— Quer ir na enfermaria? A Sra.Hae pode te dar um remédio! 

— Não precisa! Obrigada! — Disse e fechei meus olhos.

Não ouvi mais nada depois disso, simplesmente apaguei.

xxx

— S/n! ... S/N! — Levanto o rosto rapidamente e minha cabeça dói ainda mais. — Dormindo na aula? Está querendo visitar a sala da diretora? — A Sra.Lee é um saco, aula de matemática já é chata, imagina com ela.

— Me desculpe, isso não vai acontecer novamente. — Disse e ela voltou a explicar a matéria. 

O sino do recreio bateu e todos se levantaram, devido a empolgação o barulho das mesas foi imenso, fazendo assim, minha cabeça doer mais ainda.

— Ei princesa, não quer ir pra casa descansar? Eu te levo! — Jimin disse docemente ão meu lado.

— Acho que sobrevivo esse dia. — Disse e ele sorri.

— Você é forte! — Ele diz e eu sorri. — Pelo menos consegue sorrir. — Ele diz e senta na cadeira a minha frente.

— Ei, trouxe remédio! — Tae entra na sala com dois comprimidos e uma garrafinha de suco de laranja. 

— Ah, não precisava! — Digo fraca.

— Como não? Está quase morrendo de dor! Obrigada Tae. — Jimin diz sorrindo.

— De nada! — Ele sorri quadrado.

Coloquei as duas pílulas na boca e tomei o suco, voltei a me deitar e Tae sentou do meu lado, ele e Jimin ficaram conversando, eu acabei dormindo de novo.

xxx

Depois de longos dois tempos a aula acabou e eu pode ir pra casa, Tae insistiu em me levar e eu acabei cedendo. Entrei em casa e Tae me ajudou a ir até o quarto.

— Qualquer coisa é só ligar, daqui a pouco eu volto pra gente assistir Harry Potter! — Ele diz e deposita um beijo na minha testa. 

Ele sai do quarto e eu me ajeito na cama, jogo a coberta por cima de mim e pego meu celular, respondo algumas mensagens e coloco Body Say - Demi Lovato pra tocar, abaixo um pouco o volume e fecho meus olhos deixando a música invadir meus ouvidos. Começo a pensar em Taehyung, ele tem sido tão carinhoso, atencioso e cuidadoso comigo, as vezes chego a pensar na possibilidade de que ele pode estar realmente gostando de mim... Talvez eu sinta o mesmo, mas não quero dizer nada até ter certeza.

Pensamento vai, pensamento vem, minha cabeça para de doer, meu corpo já está mais suportável, tento me levantar e vou para o banheiro tomar um banho gelado.

Assim que saiu, pego uma calça moletom cinza e coloco meu sutiã vermelho vinho, estava procurando uma blusa quando alguém abre a porta.

— Trouxe todos, pensei em marato... Meu deus, desculpa! — Ele se vira.

— Calma, eu estou com roupa, não se preocupe. — Disse rindo fraco e coloquei minha blusa.

— Eu deveria ter batido na porta, me perdoe. — Ele diz voltando a se virar e eu sento na cama.

— Ei, calma Tae. — Sorri. — Pode colocar o filme se quiser. — Disse e ele riu indo colocar. 

— Trouxe salgadinhos, refrigerantes e doces! — Ele sentou do meu lado.

— Que amor! — Sorri, e beijei sua bochecha. — Obrigada por me ajudar hoje, você tem sido tão atencioso ultimamente. — Disse e ele me olhou.

— Eu não estava brincando quando disse que esse Taehyung existe por sua causa. — Ele diz me olhando. Estávamos muito perto um do outro.

— Tae, eu... — Não sai nada.

— Não se preocupe s/n, eu vou esperar o tempo que for por você, quando não estiver confusa, me procure, sabe que eu moro aqui em frente. — Ele sorri.

— Eu só... — Não sabia o que falar, só me deixei levar, selei nossos lábios. 

Seus lábios quentes se encaixavam perfeitamente nos meus. Borboletas tomaram conta do meu estômago. 

E foi aí que eu tive a certeza de que estava realmente gostando de TaeHyung. 

Notas Finais


Obrigada por ler <3
Comentem <3
Favoritem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...