História Idiota, mas eu amo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Turma da Mônica Jovem
Personagens Carmem, Cascão, Cascuda, Cebola, Denise, Do Contra, Eduardo "Dudu", Franjinha (Franja), Irene, Magali, Maria Cebolinha, Marina, Mônica, Xaveco
Tags Cebola, Escolar, Monica, Romance
Visualizações 33
Palavras 1.726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi povo aqui estou com mais um cap estou feliz com os resultados logo no primeiro cap já teve gente que favoritou. Bom chega de enrolacão e vamos ao cap.
BOA LEITURA ❤❤❤

Capítulo 2 - Primeiro dia de aula, e novas amizades


Pov. Mônica 

Acordo com o barulho irritante do despertador, e lembro que hoje é meu primeiro dia de aula, levanto e vou direto para o banheiro tomar um banho. Acabo de tomar meu banho e saio enrolado em uma toalha branca, visto uma calça jeans preta, uma blusa branca colada, e uma mini jaqueta jeans, calço um tênis da Adidas branco passo um make mude sem sombra nos olhos, e passo um gloss vermelho, penteio meus cabelos e deixo-os solto e estou pronta, pego minha mochila,  meu celular e desço. 

Pov. Mônica 

Mônica depois de pronta, logo desce para tomar café da manhã e encontra seus pais sentados a mesa da cozinha. 

-Bom dia mãe, bom dia pai_diz sentando e se servindo do suco de laranja 

-Bom dia querida_diz seu pai 

-Bom dia meu amor, dormiu bem?_pergunta sua mãe com um lindo sorriso. 

-Dormi sim_diz Mônica retribuindo o sorriso 

-depois que terminamos, vou te levar para sua escola querida, não é muito longe da pra você vir à pé todos os dias_fala seu pai 

-tudo bem_ responde Mônica 

Enquanto isso na casa ao lado 

-anda Cebola, o papai falou se você não descer agora vai vim te buscar_diz uma menininha de mais ou menos seis anos 

-Já tô indo, calma pirralha_fala um garoto saindo do quarto, de cabelos rebeldes, alto e forte. 

-Meu nome é Maria cebolinha não pirralha_diz a menina fazendo um biquinho e cruzando os braços. 

-ho minha pirralhinha Maria Cebolinha, não fica assim cê sabe que eu te amo_diz o garoto fazendo cossegas na menina e a pegando no colo e colocando-a em seu pescoço. 

-kkkk para Cebola eu sei que você me ama, kkkk_fala a menina entre os risos enquanto seu irmão descia as escadas correndo com a garota. 

-Bom dia meu garotão, venham logo tomar seu café, se não vão se atrasar para a aula_diz um senhor de aproximadamente quarenta anos 

-Bom dia meu velho_diz colocando a menina no chão e seguindo até a cozinha e se sentando. 

-bom dia, meu querido_fala uma moça 

-Bom dia mãe_diz se servindo do suco de abacaxi 

Pov. Mônica

Depois que  tomamos nosso café, sai eu e meu pai para fora de casa e entramos no seu carro, logo ele da a partida, e seguimos em direção a minha nova escola. Depois de mais ou menos de uns sete minutos, ele para em frente à uma enorme escola de três andares, muito bonita. 

-Chegamos filha, tenha um bom dia_diz ele com um lindo sorriso 

-pra você também, obrigado_digo e dou um beijo em seu rosto, e saio do carro. 

Entro na escola, tinha muitos alunos, de fato era uma escola muito boa para estudarb,sigo entre os corredores a procura da diretoria quando sinto alguém se chocar contra meu corpo, e caio no chão. 

-Mas pelo o amor do Santo Deus, ninguém olha pra onde anda não_digo me levantando do chão era um garoto bonito, alto e forte de cabelos rebeldes e olhos castanhos 

-Calma aí nervosinha, não te vi aí você é tão baixinha que fica difícil te enxergar_fala ele em um tom sarcástico 

-Olha aqui seu idiota, não sei pra que serve esses dois olhos nessa tua cara de imbecil, se nem presta pra usa-los e olhar pra onde anda_digo já irritada e sinto meu rosto ficar vermelho de raiva. 

-Aí careca finalmente te achei, Tava te procurando_chega um garoto da mesma altura que ele, forte e de cabelos um pouco enrolados, junto com ele vem um garoto da mesma altura e de cabelos loiros e cacheados, ele olha pra mim e dá um sorriso de lado sem os dentes-pelo jeito já deve tá se divertindo hein, safadinho! 

     - Você não perde tempo mesmo hein moleque_diz o de cabelos loiros 

-Aí me poupe né, até parece que eu ia ficar com um garoto desgovernado desses_digo 

-E eu com uma baixinha irritada como você_diz o tal "careca" 

-Olha aqui vão para os quintos dos infernos vocês três, não vou ficar aqui perdendo meu preciso tempo com vocês_digo já perdendo a paciência e saio 

Belo jeito de começar  o dia, sigo entre os corredores continuando a procura da maldita diretoria, depois de uns cinco minutos, graças ao nosso grandioso Deus lá encima, achei. Bato na porta e ouço  alguém dizer entre como resposta 

-Com licença_digo entrando 

-Mônica Sousa certo?_assinto com a cabeça - Seja bem vinda a nossa escola, meu nome é diretora Leila espero que goste de estudar aqui conosco. 

-Obrigada_digo 

-Bom aqui está o número de seus armários do vestiário e do corredor, vamos o sinal já bateu vou lhe acompanhar até a sua sala_fala ela me entregando um papel 

-está bem_pego o papel e saímos da sala da diretoria, chegamos em uma sala, ela bate, pede licença e entramos. 

-Bom dia classe!_fedeu vai me apresentar pra sala inteira- essa é Mônica Sousa, a nova colega de classe de vocês, espero que recebam ela muito bem, tenham um boa aula!_fala e logo sai, eu estava totalmente corada 

-Oi, sou a professora Ana sua  professora de Matemática, seja bem vinda_fala a professora 

-obrigada!_digo, olho para o fundo da sala e vejo o tal garoto que eu trombei junto de seus dois amigos imbecis, revirou os olhos e ele rir junto de seus amigos 

-Pode se sentar na quela cadeira vazia ali que começaremos a aula_ a professora Ana fala apontando para uma cadeira vazia atrás de uma menina de cabelos longos e negros, ela estava com um sorriso meigo. Sento no meu lugar e tiro meus materiais. 

-Oi, meu nome é Magali prazer em te conhecer_ menina de cabelos longos e negros fala 

-Oi, o prazer é meu_falo 

-Oiii gatz, seja bem vinda a nossa escola_fala uma garota de cabelos ruivos. 

-Eh Oi, Obrigada_digo 

-Essa aqui é a Denise, liga não ela bem tem alguns parafusos amenos, e uns neurônios foi fritos pela sua doidice_ diz Magali rindo 

-Aí maga me deixa, mas que corpo hein Monicota , tem até uns boys babando, se você quiser a gente te mostra a escola na hora do intervalo!_fala Denise 

-É Mônica_fala Magali 

-tudo bem, obrigada Denise seu corpo também é muito bonito_digo 

Pov. Cebola 

A garota nova é a quela nervosinha que trombei hoje cedo ela está conversando com a Magali e a Denise, confesso que ela é bonita mas a garota é bem das irritadinhas hein. 

-Olha cebola até agora tô bobo de como a garota que você trombou não se derreteu toda por você hein._fala Xaveco 

-É mesmo isso é um recorde mundial, tinha que ir para o livro dos recordes já que ninguém resiste ao nosso querido amigo Cebola aqui, o maior pegador dessa escola_fala Cascão 

-Aí me poupe né, até parece que eu ia ficar com um garoto desgovernado desses_fala o Xaveco fazendo uma voz fina e engraçada, o cascão rir junto com o Xaveco. Meu Deus que amigos retardados eu tenho 

-Vocês é retardados ou o que, até parece que eu ia ficar com aquele baixinha irritada_falo 

-Mas bem que você achou ela bonita né Cebola_fala o Cascão 

-É mesmo isso você não pode negar a mina é bonita_fala Xaveco 

Reviro os olhos e eles riem, a fessora chama nossa atenção e é lógico calamos o bico ela, a prof.Ana é uma das mais brabas da escola e não arriscamos com ela.  

Pov. Autora 

As três primeiras aulas até que passaram rápido, e logo deu a hora do intervalo, Mônica saiu para o pátio junto de Denise e Magali, Mônica ria muito dos casos que Denise contava para ela não tinha como não rir com certeza não dava pra ficar sem rir perto da Denise 

-Eae fofa tem algum boy dono desse seu coração?_Denise pergunta já sentadas em um dos bancos

-Ah não sou solteira, tô bem assim_fala Mônica- e vocês? 

-Não também tamos solteiras_fala Magali 

-Gente para tudo olha ali, os boy magia da escola_fala Denise olhando para Xaveco, Cascão e Cebola, que estavam jogando bola no pátio. 

-Menos Denise_fala Magali 

-Ah aqueles imbecis, pra mim são todos idiotas_diz Mônica 

- QUE!_fala Denise e Magali em coro 

-Mônica vocês sabe quem eles são?_diz Denise 

-Não por quê? pra mim são três garotos idiotas 

-Não querida são os garotos mais populares dessa escola, toda garota faz de tudo pra ficar com eles principalmente o Cebola_fala Denise 

-Aí Denise não é pra tanto_Magali 

-hoje cedo trombei com esse Cebola, e acabei enfrentando eles mandei todos os três para os quintos dos infernos, e tô cagando para que eles pensam pra mim nem chera nem fede_fala Mônica

Denise e Magali acabam rindo logo o sinal bate dando fim ao intervalo Mônica e as meninas vão para sala elas viraram ótimas amigas, Denise até que deu a idéia de fazerem uma festa de pijamas um dia desses, Mônica pegou o números das suas novas amigas, as duas últimas aulas acabaram e deu o sinal para ir embora. 

-Tchau Monicota_fala Denise 

-tchau Mônica_fala Magali 

-Tchau meninas até amanhã_fala Mônica 

Mônica acabou de chegar em casa e foi direto para seu quarto, tomar um banho, tomou um banho e vestiu um shots jeans curto prazo uma regata vermelha e calçou uma rasteirinha. E desceu para almoçar . 

-Oi filha como foi seu primeiro dia de aula?_pergunta sr. Sousa 

-há foi legal, até fiz duas amigas a Denise tá até pensando em festa do pijama_falou Mônica 

-que bom filha_fala dona Luiza

Mônica passou o resto do dia ouvindo músicas, assistindo TV, fez as tarefas, e a noite jantou e tomou um banho, vestiu um shots de pijama bem curtinho pouco acima do meio da coxa, e uma blusa larguinha pegou um livro e foi ler na varandinha de seu quarto, sentou no sofazinho, e começou a ler passou alguns minutos que estava lendo e logo escuta uma voz na varanda do quarto vizinho. 

-Olha então é a nervosinha baixinha que se mudou para esse casa_falou Cebola na varanda do quarto ao lado, usava apenas uma calça de pano e deixava seu abdômen totalmente definido. 

-Aí pelo o amor Deus, não acredito que sou vizinha desse retardado_fala Mônica 

-Pode acreditar que sou baixinha, e você é chata hein_fala Cebola 

-Meu nome é Mônica e não baixinha e de eu fosse você não pagaria para ver eu nervosa idiota, e sim sou chata com meninos idiotas e imbecis como você é se me der licença vou dormir_fala Mônica e vai para sua cama 

Continua... 


Notas Finais


Eae gostaram, não gostaram, se poderem deixe suas opiniões independente de qual seja, obrigada e tchau tchau (desculpe qualquer erro ortográfico)
🌟💓❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...