História Idiotas - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Sasunaru
Visualizações 171
Palavras 3.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meu amores.
Desculpa a demora, tive problemas para terminar o capítulo, e depois fiquei sem Internet, e como prometido ~AnneWasth, capítulo postado sexta feira a noite.
E DESCULPAS OS ERROS DE PORTUGUÊS 😜

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Idiotas - Capítulo 6 - Capítulo 6

-Ahn AAAAAAAAAAAH- grito acordando em um pulo, respiro desesperado e tremendo, abro meus olhos e os fechos novamente, a claridade me cegou por alguns segundos...pisquei meus olhos até me acostumar com a claridade.

- Ahn? Aonde eu estou? - perguntou pra mim mesmo olhando envolta, estou em um cômodo todo em branco... com uma poltrona ao meu lado esquerdo... junto com um tipo de criado mudo, e um sofá de dois lugares ao meu lado direito, uma TV em minha frente, o cômodo tem duas portas uma ao lado direito da TV e outra ao lado da poltrona. Me sento e só agora vejo que estou em uma cama de hospital......hospital? olho para minhas roupas e vejo uma camisola de hospital, isso aqui na minha é soro? Como eu vim para aqui?....Será que estou em um hospital mesmo?.. Não é um Manicômio que a Sakura me deixou para se vingar?!

-Ahn você acordou? como esta se sentindo? - falou uma voz masculina me tirando de meus devaneios.

-A-aonde eu es-tou? - pergunto olhando o mesmo - Que horas são?

- Está no hospital e são 10:36... 10:37 - falou o rapaz sorrindo - vou chamar a médica - falou saindo e alguns minutos depois aparece na porta uma mulher loira com peitos enorme.

- Como esta se sentindo senhor Uzumaki? - perguntou parando ao meu lado - sou Tsunade.

- Bem.

- Vou medir seu batimento cardíaco e sua pressão arterial- falou colocando o parelho em meu braço.....- está uma pouco baixa, mas nada grave visto de como você chegou aqui ontem...com pressão baixa e um quarto de hipotermia, os batimentos estão bom- falou retirando o aparelho - fiz alguns exames de sangue em você, e o resultado mostrou que você está com falta de várias vitaminas....o que tem sentido ultimamente?- perguntou examinando meus olhos.

- Não...Não estou sentindo nada.

-Senhor Naruto Uzumaki, se não me dizer o que tem sentido...Não vou saber o que tem - falou ela seria.

-Eu....eu es-tou bem - falo olhando para minhas mãos.

-Está tão bem que está abaixo do peso, não come direito, tem febre, vômito, dor no corpo, má disposição, tem chorado frequentemente sem motivos, eu esqueci de alguma coisa? - perguntou me olhando seria.

-M-mas co-mo?

-Como eu sei de tudo isso? seus amigos, eles estão deixando as recepcionista e enfermeiras quase loucas, perguntando de você toda hora e seu filho que estava pra lá de aflito....ele só ficou calmo quando viu que você estava bem, e como todos seus amigos não são silenciosa e fazem o maior caos por onde passam, fui obrigada a colocar todos pra fora, os únicos que ficaram foi seu filho, Ino e claro a Sakura, que está em horário de trabalho.

- To-dos....todos vieram? Meu filho está aonde?

-Sim, ele está na lanchonete do hospital.

-Como está meu filho? eu não gosto de deixar ele preocupado - falo me sentindo culpado, mais uma para o lista imensa - A Sakura....ela....a senhora poderia chamar ela, fazendo uma grande favor?

- Só depois que você me responder minhas perguntas, e quem você está chamando de senhora? eu sou uma dama, uma senhorita- falou brava, eu em?! de senhorita ela não tem nada- Pois bem, como está se sentindo?

-Estou bem agora.

-O que estava sentindo antes?

-Dor no corpo, Dor no estômago, tontura, febre, cansaço, e me sinto triste .....na maior parte do tempo - falo baixo, eu nunca fui tão sincero em toda minha vida.

- Vou fazer mais alguns exames em você, já fiz os exames de sangue como já tinha dito e você está com falta de vitamina, depois você vai fazer outros e mais tarde eu volto com os resultados, você quer que eu chame quem primeiro?- Antes que eu responda, a porta é aberta e por ela passa Boruto como os olhos vermelhos e inchados.

- Pa-pai - falou correndo em minha direção e se jogando em meus braços.

-Oi meu bem - falo o abraçando forte e vendo a médica sair do quarto.

-Eu....eu esta-va tão preocupado com o se-nhor - falou entre soluços.

-Me desculpa meu filho- falo com a voz falha, sentindo meu coração doer.

-O tio Sasuke ligou dizendo que o senhor tinha saído naquela tempestade sem rumo, ele estava tão desesperado no telefone papai, e o senhor sabe que o tio Sasuke e sempre controlado, o que aconteceu papai? ele só disse que o senhor estava alterado- falou se afastando de meus braços e se sentando na beira da cama.

- ah filho, eu fiz uma burrada das grande- falo com um suspiro, e olhando para minhas mais em meu colo- Eu...eu dormi com ele.....o ... Sa-suke.

- É ....O que?! sério?- perguntou ele surpreso- Isso não é bom?

-Claro que não, a Sakura ....eu traí ela, não...Não poderia ter acontecido, eu sou um monstro Boruto, não se deve trair ninguém....traição é traição, não importa em que sentido a traição seja, quando alguém perde a confiança em você ...não espere que depois de um tempo as coisas vão voltar ao normal, porque não vão - falo tudo de uma vez.

-Pai respira - falou Boruto com os olhos arregalados- Não vai ter um ataque de pânico agora né? - falou pegando um copo de água, ensina do criado mudo e me entregando - bebé devagar papai, o senhor tem que conversar com o tio Sasuke. 

- Ahn você já acordou?- falou uma voz feminina, depois alguns segundos senti uma dor aguda na minha cabeça, e me engasgo com a água - Isso é pra nunca mais me deixar preocupada seu loiro burro.

-Sa-kura - falo entre lufadas de ar e tosses.

-Boruto meu amor, você pode me dar licença?

- Claro tia- falou beijando minha bochecha e saindo porta a fora.

-Sa-kura...eu- ela está parada ao meu lado me olhando seria, sua expressão mudou de seria à triste em segundos, seus olhos esmeralda se encheram de lágrimas.

-Nunca. ..nunca mais faça isso- falou me abraçando forte- como você pode fazer isso comigo? com Boruto, com seus amigos- falou entre soluços e lágrimas.

-Me desculpe....Me desculpe Sakura, eu....me perdoa Sa-kura- falo a abraçando mais forte, minhas lágrimas e soluços se misturava com os dela -Eu não sei o que me deu Sakura, eu não estava pensando, quando....Quando eu dormi com ele, eu não queria te trair e nem fazer ele te trair.

-Espera - falou se afastando e me olhado incrédulos - Você dormiu com o....o ....o Sasuke...tipo....vocês?....O MEU DEUS!!!- gritou com os olhos arregalados e vermelhos.

-Sakura. ...me perdoa- falo limpando meu rosto e engolindo em seco.

-Então foi por isso que você saiu na tempestade? Eu olhos pra você e para o Sasuke e tenho vontade de quebrar a cara dos dois - falou pisando duro, saindo do quarto e voltando logo depois arrastando um moreno pra lá de branco -Anda Sasuke fala alguma coisa - falou ela brava - Você não é mudo Uchiha, abre a boca e fala com o Naruto - falou indo até a porta e se virando novamente para nos - E você só vai sair daqui quando conversar tudo que precisa ser tido e isso serve para os dois - falou e fechou a porta, mais que merda está acontecendo? porque ele está aqui? porque ela o trouxe? porque eu estou rodeado de tantas perguntas sem repostas? porque minha vida é tão confusa?!.

- Na-ruto - falou olhando pra mim e depois desviou para o chão - Você....Você está bem?...Não está com dor?

-estou bem....e não, não estourou com dor - falo olhando para a janela.

-Você....Você está mais calmo? eu queria conversar sobre ontem e tudo o que aconteceu. 

-Sa-suke, você sabe que aquilo foi errado. 

-Errado? Errado porque?

-Você ainda me pergunta? o nome Sakura não te diz nada?- falo o olhando sério.

-Por mais que eu pense ainda não te entendo - falou suspirando.

-Eu que não te entendo Sasuke, você é casado e traiu a Sakura comigo, e ainda sorri como se não estivéssemos fazendo nada de mais - falo coçando minha nuca e faço um bico, o olho e o mesmo me olha confuso e depois sorriu como se entendido tudo.

-Ah meu deus, é isso - falo gargalhando e coçando os olhos.

-Do que você está rindo seu idiota? - pergunto raivoso- tá vendo ...Você é um monstro, como pode rir em um momento sério.

-Mais é um dobe mesmo- falo sorrindo em deboche e andando em minha direção. 

-Não chega perto Sasuke- falo pulando para o outro lado da cama, sentindo minhas pernas bambas.

-Olha o soro - falou me olhando sério - senta nessa cama de novo - falou batendo na cama.

-Sa-suke - falo o olhando ficar com o rosto mais sério e com um tique nervoso na sobrancelha - tá bom seu teme raivoso - me sento e o mesmo me puxa pelos cabelos e beija meus lábios - Ahn n-ão pa-para Ahn PARA SASUKE - grito o empurrando e eu olho para o outro lado.

-EU NÃO VOU PARAR, EU TE AMO, EU QUERO VIVER COM NARUTO -gritou segurando meus braços e me puxando para seu peito.

-PARA SASUKE, NÃO FALA ISSO...VOCÊ TEM A SAKURA ...TEM QUE AMAR ELA - falo entre lágrimas e soluços.

-Eu não tenho nada com ela - falou me apertando contra seu peito- eu quero você comigo, do meu lado.

-O q-ue....o que você está dizendo?

-Eu e a Sakura não temos nada.

-como não tem? Vocês moram juntos.

-Nos SÓ moramos juntos, não temos nada desde o colegial - falou se afastando.

-Vocês não tem nada? mesmo?...eu achei que....- meu coração se enche de alegria....eu sou mesmo correspondido? eu sou correspondido!!! e dessa vez sem magoar ninguém.

-É eu percebi, eu tentei conversar com você ontem, mas você começou a gritar e saiu daquele jeito alterado, eu coloquei a roupa e fui atrás de você...mas você já tinha sumido, eu fiquei tão desesperado Naruto....eu não poderia te perder, não depois que você me correspondeu tão bem, liguei para os nossos amigos e ninguém sabia de você....o celular da Sakura só dava na caixa postal, eu e nossos amigos rodamos a cidade em sua procura e só de madrugada que eu recebi uma ligação da Sakura, falando que você tinha aparecido em casa...mais como você estava muito mal e não falava coisa com coisa ela te trouxe ao hospital- falou perdido em pensamento, seu rosto estava aflito e mais pálido que o normal, com olheiras escuras, seus cabelos negros estavam desgrenhados, suas roupas amassadas e suas mãos geladas -Eu te amo tanto e a tanto tempo Naruto- falou fechando os olhos e afundando seu rosto em meu pescoço - fiquei com tanto medo de te perder - falou fungando - Seu dobe ....Você me deixou tão preocupado, sempre ...Você sempre me deixa louco de preocupação - falou entre fundadas e soluços.

-Sasuke eu tô bem - falo o Abraçando e lágrimas de felicidade caem de meus olhos.

-Todas as vezes que eu tô perto de você dobe, eu me transformo em um idiota sem cérebro - falou batendo de leve em minhas costas.

-Eu definitivamente estou sonhando - falo entre soluços e risada- é estranho te ver assim tão ....tão sentimental, cadê o Sasuke sério de sempre? esta preso em alguns porta malas por aí, não está?

- Seu idiota, é claro que você não está sonhando.... ate porque se você estiver sonhando... meu sonho seria o mesmo que o seu- murmúrio me apertando em meus braços -Naruto...o que você senti por mim? - perguntou se afastando de mim e me olhando curioso.

-Eu te amo Sasuke...tanto que meu coração dói- falo sorrindo.

-E bom ouvir isso- falou com um sorriso - se você 

soubesse como eu tinha ciumes da Hinata...- falou de uma vez, depois mordeu os lábios e continuou - Que Deus a tinha....de preferência bem longe de você.

- Credo Sasuke - falo negando.

-O que você está fazendo aqui? -falou a médica loira de antes, entrando no quarto de uma vez, com um olhar nada agradável - Não estamos em horário de visita Sasuke.

-Ahn Tsunade, quebra essa pra mim - falou o moreno.

- nem começa Uchiha - falou ela seria - você só aparece quando que algum favor meu, seu pirralho....Agora saia, porque eu vou levar o Naruto pra fazer os exames, já que ele ainda está de jejum...Vamos aproveitar e fazer os exames o quanto antes, dois minutos- falou e saiu.

- você a conhece? 

-É ela que fez o meu parto do Itachi, ela e meus pais já se conheciam antes de nos nascermos...eram bons amigos, a Tsunade e meia louca..mas é uma boa pessoa, ela fica mais legal quando está bêbada- falou rindo- Claro quando ela não está com os dois maridos dela, eles são bem ciumentos.

- Dois...tipo dois mesmo?- falo chocado.

-É dois - falou rindo - fazia anos que eu não a via, uns quinze anos....Esta jurava que ela já tinha até morrido, por ela é bem velha...

-velha e seu passado fedelho - falou Tsunade entrando no quarto sendo acompanhada por outras duas pessoas -Agora suma, que eu tenho um paciente pra levar para fazer exames.

-Tchau Naruto - falou beijando meus lábios em um selinho demorado.


Quebra de tempo (19:49) 


-Ahn eu tô com sono - resmungo pra mim mesmo - quando eu vou sair daqui? - pergunto olhando a médica em minha frente.

-Só amanhã- falou olhando os papéis em sua mão.

-Que? mais por que?- choramingo.

-Vamos aos resultados dos exames- falou me ignorando- você está com falta de várias vitaminas...Como já tinha dito, seus desconforto no estômago, dor, pontada e ânsia é gastrite, vou passar a receita com alguns remédios para o tratamento, e outra com as vitaminas e também calmante, você anda muito ansioso e stressado, stress interferi em todo o organismo inclusive no estômago, vou te encaminhar para nutricionista e para psicólogo. 

-Nutricionista eu até entendo, mas pra que psicólogo? eu não vou- falo decidido.

-Vai sim, pra você conversar sobre sua vida e também sobre seu futuro relacionamento, que provavelmente vá te ajudar muito.

-É o Sasuke sempre ajuda- falo suspirando apaixonado- Eu queria ter visto ele de novo no horário de visita, mas eu estava fazendo os exames - murmuro emburrado.

-É para o seu bem, resmungão- falou uma voz masculina, aquela que me faz arrepiar.

-Sa-suke?- gaguejo.

-Eu achei que você iria gostar de velo novamente - falou Tsunade saindo da sala, sem antes dar um cascudo em Sasuke.

-Aí...Oi Naruto, como está?- falou sorrindo de lado.

-Estou bem - falo olhando para minha mãos.

-O que foi? não....Não está feliz em me ver?

-Ahn? estou sim...só...

-Ei loiro - falou erguendo meu rosto pelo queixo e deslizando sua mão até deixar em minha bochecha, fazendo um leve carinho- Eu não gosto de te ver triste- falou beijando meu queixo e subindo até meus lábios, dando mordidinhas e beijos molhados me fazendo rir- Assim mesmo, você fica ainda mais tentador quando sorri assim.

-É tão estranho ter você assim - falo abraçando sua cintura.

-É um estranho bom ou um estranho ruim? - perguntou afundando seu rosto na curva do meu pescoço.

-É um estranho muito estranho - falo entre risos, escutando sua gargalhada.

-Só você mesmo dobe- falou colocando suas mãos em minhas costas nuas - como se senti vestido assim?- perguntou se referindo a roupa hospitalar.

-Constrangido, aonde já se viu deixar a bunda dos outros de fora - falo deslizando meu nariz por seu pescoço....tão cheiroso.

-Então você está pelado aqui embaixo? Seu safado,você...Você quer um agrado Naru? - perguntou chupando meu pescoço até chegar em minha orelha e dar mordidinhas.

-Ahn teme não faz isso, Não faz uma promessa assim....Estou com tanta vontade de fazer amor com você de novo- choramingo com ele maltratado meu pescoço e retirando minha roupa e descendo seus lábios para meus mamilos, e depois abdômen, os sugando, mordendo, lambendo, beijando- Ahn Sa-suke Ahn an- seus lábios chegaram em meu pênis, ele nem pensou ou me torturou..... Sasuke apenas....apenas me engoliu fazendo movimentos fortes e rápidos - Ahn Sa-suke Ahn ahn me-u ah Deus aaahhn te-me ahn aaahhnn Sa-su ahn eu ahn eu v-ou Aaaahhhnnn Sasuuukeeeeehhhh- falo entre gemidos segurando seus cabelos - Ahn m-me descu-lpa - falo ofegante e envergonhado por não o ter avisado. 

-Eu já te disse, você é doce- falou me ajudando a arrumar a roupa - se você soubesse como fica lindo, corado e ofegante em meus braços.

- N-ão fa-la assim, você quer aju-da? - pergunto envergonhado assim que ele me abraça novamente, e sinto seu pênis duro entre minhas pernas.

-Não se preocupe- falou brincando com minha orelha.

-Não faz isso - falo batendo em suas costas - Para de me molestar seu teme tarado. 

-Tarado por você Naru.... só por você - falou rindo safado e me abraçando forte, ficamos assim entrelaçados curtindo um ao outro....me sinto tão bem em seus braços, tão leve, seu perfume me levar a um mundo só nosso, sua pele se arrepia com meu toque...mesmo os mínimos, seu corpo treme em meus braços, seu coração está tão acelerado ou seria o meu? provavelmente os dois, seus toque em mim são igualmente intenso e tem os mesmo efeitos que os meus toque dele, ficamos assim por segundos, minutos...até a porta ser aberta com certa força....Nos tirando de nosso mundo particular.

-Acabou o horário de visita- falou Tsunade, se ela resolvesse vir mais cedo? provavelmente teria visto de camarote toda a cena quente, e nossa que vergonha - agora fora Sasuke.

- Você é lindo corado- sussurrou rindo e me dando um beijo e saindo, mas antes de sumir porta a fora me mandou uma piscadela com um sorriso safado e sexy. 

-Teme gostoso- murmuro baixinho, me deitando e Tsunade medir minha pressão e meus batimentos cardíaco, que com certeza está pra lá de alterado, aquele teme me desequilíbria de um jeito muito louco.


Quebra de tempo 

(13:40 Do outro dia)


-PAPAI!!! Como esta? dormiu bem? comeu? - perguntou Boruto ao meu lado- conversou com o tio Sasuke? Se acertaram? estão bem? vamos pai me responde - pergunta extremamente animado.

-Calma Boruto, respira filho...Vamos começar assim, boa tarde, como foi na escola?-pergunto sorriso com seu bico.

-Foi normal pai- falou me olhando emburrado - boa tarde também.

-Agora vamos às perguntas, uma uma de cada vez e já respondendo algumas, estou bem, dormi bem sim, e me alimentei também, o que mais quer saber?

-O senhor conversou com o tio Sasuke?-perguntou me olhando curioso.

-Sim, conversei sim- falo com um sorriso bobo. 

-Vocês se acertaram?

-Sim meu bem- falo sentindo meu rosto esquentar e coço minha nuca constrangido.

-OMG que bom- exclamou feliz-Eu te disse pai, o tio Sasuke e a tia Sakura não estão juntos, e a tia Sakura está namorando...o tio Gaara - falou sorrindo.

-É, você tem razão filho - falo lhe puxando para um abraço apertado - eu deveria te escutar mais, mas espera aí?! como assim o Gaara e a Sakura estão namorando? quando isso aconteceu que eu não tô sabendo? - pergunto desnorteado, eu sou tão desligado assim?! Boruto ri e se afasta.

-Eu também não sabia pai, só descobri ontem à noite - falou sorrindo e mudando para uma seria- O tio neji está furioso com o senhor...ele falou que já está voltando.

-Ah meu deus - falo desesperado, neji furioso é um perigo para o planeta.

-A tia Tenten também está brava...ela estava nervosa e não consegui fazer a inseminação, Só por que eu queria logo um priminho lindo - falou fazendo um bico.

-Espero que eles se acalmem antes de vim me ver - falo suspirando - E o bebê pode ser menina também filho, você sabe.

-Eu sei pai, só quero ter um bebê pra ensinar à brincar, jogar, pintar e fazer muita bagunça - falou rindo sonhador- eu quero um bebê pra apertar e morder as bochechas fofas.

-Você é um perigo para os bebês- falou uma voz baixa- Oi Sen-senhor Na-naru-to -falou corado e tímido.

-Oi Inojim- falo sorrindo.

-Co-como o sen-hor está?- falou chegando perto de Boruto, que sorriu para o mesmo e o Abraçou e beijou sua bochecha, o baixinho escondeu o rosto na curva do pescoço de Boruto que abriu um sorriso lindo e murmurou um " seu fofo"

-Estou bem Inojim, como você está?

- Es-tou bem tam-bém- falou abafado.

-Você fala que eu sou um perigo, mas você pensa o mesmo- falou Boruto. 

-Eu não penso que os bebês são almofadas e muito menos comida -murmurou se afastando com um bico.

-Até porque a almofada e a comida é você né? bebê - falou com um sorriso travesso, vendo o namorado ficar quase roxo de vergonha e me fazendo segurar uma gargalhada.

- Oi gente - falou uma voz alegre entrado no quarto- Crianças esperem lá fora, tá bem?- falou Ino passando as mãos nos cabelos dos meninos, em um leve carinho.

-Tá bom mamãe - falou Inojim saindo e puxando Boruto junto, que murmurou um "Tchau pai" e sumiu porta a fora - como está?- perguntou se sentando na beira da cama.

-Estou bem e você?

-Estou bem também, Naruto....eu estive conversando como nossos amigos e com a sua médica, Naruto todos concordamos que você precisa tirar férias.

-Que? não! Estou bem...digo...Estou bem mesmo, como nunca estive antes, é tão estranho saber que o Sasuke me corresponde - falo suspirando- as vezes eu ainda acho que estou sonhando, de tão feliz que estou. 

-Bem que Sai falou - falou ela rindo.

-Como? o que ele falou?- pergunto curioso. 

-Que você preferia homens, eu sempre achei que fosse implicância dele com você - falou com se lembrasse de algo.

-Estou achando que o Sai já me viu com alguém - falo pensativo, a última vez que eu fiquei com alguém em público foi na faculdade....o meu relacionamento com a Hinata sempre foi aberto, não sei se poderia ser chamando de relacionamento, estava mais para uma amizade colorida....um colorido um pouco fosco, porque eram poucas vezes que íamos para a cama.

-Provavelmente- falou Ino com um bico - Ele bom que poderia ter me falado.

-Ele deve ter ficado receoso de te falar e você achar que eu estava traído a Hinata. 

-E não estava?!- falou com sarcasmo. 

-Não Ino, A Hinata sempre soube que eu jogava mais pro lado rosa da força, assim por dizer - falo rindo- Ela 

disse que só queria estar ao meu lado como uma amiga.

-Vocês eram só casado no papel?

-Sim Ino, nos éramos bom amigos, nós nos ajudavam sempre...Ela soube que eu estava quebrado a muito tempo, ela sempre estava lá pra me colar - falo triste me lembrando da Hinata, minha eterna amiga.

-Você sabe que não precisa mais ser colado, não é dobe?- perguntou uma voz grave me fazendo arrepiar da cabeça aos pés.





Notas Finais


espero que tenham gostado, comentem não importa se são crítica Ou se são apenas um " continuem" ...eu adoro ler seus comentários.... Eles que me motivam a continuar...eu quero saber se vocês estão gostando do rumo da história....Então até o próximo capítulo 😊 espero não demorar 😎😎😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...