História I hate love you - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Álcool, Bullyng, Drama, Drogas, Humilhação, Lemon, Originais, Romance, Romance Gay, Violencia, Yaoi
Visualizações 375
Palavras 463
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Lemon, Lírica, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Boa leitura.

Capítulo 5 - •Sweet Lips•


Fanfic / Fanfiction I hate love you - Capítulo 5 - •Sweet Lips•

"O que caralhos você esta fazendo na minha casa?"

   "Eu não sei." Me encara de forma desafiadora, estreito meus olhos e o puxo para dentro, fecho a porta prestando ele na parede enquanto eu segurava seus pulsos com força.
     

"Acha o que? Não sou tão fraco assim, se é apenas você eu consigo me defender facilmente." Franzo minha testa.


    "E porque nunca o fez?" Aproxima seu rosto do meu me provocando.

    "Porque nunca é apenas você, esta sempre acompanhado pelo seus escravinhos ridiculos." Encaro seus olhos. "Porque esta aqui? Quer tanto dar para mim?" Seguro seus pulsos agora com apenas umas mãos e a outra levo até seus cabelos batendo sua cabeça contra a parede para afastar seu rosto de mim.

    "Vai abusar de mim?" Fala de forma irônica.

    "Você não merece tanto esforço de minha parte." Roço meus lábios em seu pescoço "O que será que os outros fariam se soubessem que você transou com um cara, né? Não foi exatamente por isso que me expôs para todos e deixou de ser o que eu achava ser meu amigo?"

     "Eu era... Eu acreditei em você mesmo tento suspeitas! Você me traiu." Tenta se soltar.

        "Eu disse que gostava de você, não disse que queria fazer coisas a mais com você, apenas queria que tivesse noção do que eu sentia. " o solto, mas ele me derruba no chão ficando por cima de mim. "Eu estava me descobrindo... Eu só queria ter certeza." Falo em um tom de desprezo.

      "Eu estava com medo de começar a sentir alguma coisa por você, medo do julgamento da sociedade..." Ele olha para baixo.

    "Por medo me tortura todo dia? Iria morrer se dissesse um simples não e esquecesse depois?" Grito com ele sentindo meu rosto ficar quente de raiva.

  "Você se cortou..." Ele acaricia algumas cicatrizes em meus pulsos, era uma época de fraqueza ao qual achei que eu não tinha direito de viver como todo ser humano. 

  "Isso não é por sua causa, não me machucaria por um ser tão patético quanto você."  Volto a falar em um tom aceitável.

 Seus lábios encostam os meus delicadamente, algo dentro de mim queria empurrar ele, mas não o fiz, deixei que continuasse, o permiti aprofundar o beijo calmo e doce que me dava, meus lábios ainda doíam mas aparentemente isso não os machucava. 

  Ouço o portão da garagem abrir e saio daquele transe empurrando ele de cima de mim. Eu nunca usava o portão apenas meu tio, ou seja, ele havia voltado.

" Merda! Você usou alguma droga meu filho? Porra... Vem! " Seguro seu pulso o puxando escada a cima o levando para meu quarto, o jogo dentro do guarda roupa. " Fica aí sem fazer barulho ou eu te Mato! " sussurro e fecho a porta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...