História If I Would Have Known It Could Have Been You - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jin, Namjin, Namjoon
Visualizações 39
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii *-*
Espero que gostem :)

Capítulo 6 - 6 - Namorados, então?


#6

Namorados, então?

- Jin, não se faça. Depende de que? – Perguntou o castanho, andando pelo apartamento, logo sendo seguido por Jin.

- Se você vai ter coragem de pedir ou não. – Rebateu Jin desafiador.

Namjoon nem pensou duas vezes. Ele simplesmente se ajoelhou e pegou a mão de Jin, o olhando com todo o amor do mundo.

- Você aceita namorar comigo, senhor Kim? – Os olhos de Jin se tornaram dois corações ao ouvir aquilo.

Ele se ajoelhou de frente para Namjoon e o abraçou forte, o apertando até demais.

- É claro que eu aceito. – Jin disse alegre. – E nada vai nos separar.

- Nem nada nem ninguém. – Namjoon puxou Jin mais para perto e iniciou um beijo calmo.

Quando os dois pararam o beijo, continuaram com suas testas coladas, acariciando um ao outro apenas aproveitando a bela companhia.

[...]

Na noite seguinte Namjoon foi convidado por Hoseok para um jantar de casais, sendo eles Jin e Namjoon, e Hoseok e Yoongi. Os quatro combinaram de se encontrar em um restaurante no centro da cidade e foram para lá após seus trabalhos.

Jin chegou com Namjoon e o outro casal já estava no aguardo dos dois. Eles entraram juntos e foram até a recepção, avisando que os amigos já o esperavam. Sendo assim, eles foram guiados até a mesa, logo vendo o lindo casal que estava lá sentado.

Jin observou bem os dois. Hoseok era um rapaz muito bonito, com cabelo castanho, e um sorriso muito contagiante. Yoongi tinha os cabelos loiros e também estava com um sorriso grande nos lábios.

- Oi, gente! – Namjoon cumprimentou eles, que levantaram e cumprimentaram os dois. – An, esse é Jin, meu namorado.

O sorriso do Jin aumentou mais ainda ao ouvir Namjoon o chamar de namorado. Ele não estava acostumado, mas estava adorando essa nova experiência.

- Jin, esse é Hoseok, meu melhor amigo. – Namjoon apontou para o castanho. – E esse é Yoongi, meu chefe?!

- Só chefe? – Ele se fez de magoado. – Sou noivo de Hoseok também.

- Bom, é um prazer te conhecer, Jin. – Disse Hoseok e o castanho sorriu para ele. – Nós já fizemos os pedidos, espero que não se importem.

- Sem problemas. – Disse Namjoon.

- Então, Jin... – Começou Yoongi. – Onde você trabalha?

- Eu trabalho em uma revista. Sou o editor chefe. – Jin disse orgulhoso de seu trabalho.

- E se interessou por um mísero jornalista? – Perguntou Hoseok, levando um olhar repreensor de Namjoon.

- Ele não é um simples jornalista. – Seokjin disse envergonhado.

- Bom saber. – Namjoon comentou rindo.

O jantar foi totalmente agradável, com direito a uma conversa tranquila, sem envolver problema algum, com eles falando apenas sobre assuntos confortáveis de se manter uma conversa.

Namjoon ficava olhando para Jin com um olhar de segundas intenções cada vez que a palavra "casamento" era citada durante a conversa.

- Já que estão falando tanto nesse casamento... – Começou Jin, ignorando os olhares de Namjoon. – Quando será o grande dia?

- Questão de poucos meses. Apenas o suficiente para planejarmos tudo que é necessário. Vai ser em um salão de festas e, depois da “cerimônia”, vamos fazer uma festa mesmo. – Respondeu Yoongi.

- E nós queríamos que Namjoon fosse nosso padrinho, aumentando o convite agora para incluir você, Jin. – Disse Hoseok, deixando Jin sem palavras.

- Me incluir? Me sinto honrado. – Jin disse sorrindo.

- Com uma condição. – Se pronunciou Namjoon.

- O homem das condições. – Brincou Hoseok.

- Podemos cantar para vocês? – Namjoon perguntou quase que implorando e sorriu grandemente ao ouvir o amigo sorrir e assentir. – Então está tudo certo. Que venha esse casamento, então.

O restante do jantar seguiu na calmaria e, após ele, Jin e Namjoon foram para o apartamento de Jin, mas Namjoon não ficou por lá, já que no dia seguinte precisaria acordar mais cedo que o normal para o trabalho.

Namjoon se despediu de Jin com um breve beijo e voltou ao carro, logo seguindo seu caminho com calma para casa. Ele chegou e foi tomar um banho. Durante o tempo que ele ficou dentro do banheiro apenas Jin vinha a sua mente.

O castanho era tão perfeito e conseguia fazer Namjoon ficar cada vez mais apaixonado. Como isso era possível? Namjoon não saberia dizer, ele só sabia que o amor dele aumentava cada segundo mais.

Após o banho Namjoon deitou em sua cama e pegou seu computador para fazer uma pesquisa.

Mas que pesquisa era essa?

Namjoon pegou em um pen drive todos os arquivos sobre o ano que o irmão de Jin nasceu e resolveu juntar todos os itens para ajudar o namorado.

Quanto mais ele pesquisava, mais percebia o fato de que ele e Jin tinham todas as coincidências no mundo para serem irmãos. Se calcular a data que a mãe de Jin foi embora já grávida e contar os meses que davam até o bebe nascer, dá exatamente no mês de Namjoon.

Namjoon nasceu na Califórnia, lugar para onde a mãe de Jin supostamente fugiu.

Namjoon não tem pai.

Mas, o principal... Jin tem os mesmos olhos da mãe de Namjoon.

O castanho queria acreditar que eram apenas coincidências, mas ele tinha quase certeza de que não eram.

Não podiam existir tantas coincidências assim.

Aquele quebra-cabeça estava quase completo. Só precisava da peça final. E não é que o destino sempre ajuda quando queremos?

O celular de Namjoon começou a tocar e ele viu no visor escrito "mãe".

"Oi, mãe!" – Disse ele.

"Oi, meu amor. Como você está?" – Ela perguntou do outro lado da linha.

"Bem. E você, mãe?" – Perguntou largando o computador de lado.

"Estou do lado de fora do apartamento do meu filho." – Ela disse soltando uma risada.

Namjoon levantou-se e andou preguiçosamente até a porta, logo a abrindo e vendo sua mãe. A mulher entrou e abraçou seu filho com uma enorme saudade no peito. O abraço foi retribuído, obviamente, já que Namjoon também sentia a falta de sua mãe.

- Que saudade que eu estava. – Ela disse sorrindo para o filho.

Os dois se sentaram no sofá e um silêncio irritante se instalou entre eles, que nem pareciam mãe e filho naquele momento.

- O que anda fazendo, meu amor? – Ela perguntou carinhosa.

- Ah, estou trabalhando, terminei a faculdade, estou namorando e ajudando meu namorado a encontrar o irmão dele. Nada demais. – Namjoon disse sem vontade.

Ele queria olhar nos olhos da mãe dele e perguntar se ela conhecia Jin, mas ele sabia que ela desconversaria e falaria sobre outra coisa qualquer, sem dar importância alguma a ele.

- Namorando, uh? – Ela perguntou ainda sorrindo. – Posso saber o nome do sortudo?

-Jin. – Ele disse e viu a mulher ficar nervosa, como se ele tivesse falado sobre um fantasma. – Kim Seokjin.

Insistiu nas palavras, mas obteve o silêncio como resposta.

- Mãe, eu posso te perguntar uma coisa? – Perguntou calmamente.

- Claro. – Ela disse ainda nervosa.

- Você tem outro filho?


Notas Finais


deveria ter atualização dupla?
Bjo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...