História If These Walls Could Talk - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Itwct, Lauren Jauregui
Visualizações 92
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo 1


"Nossa... 4 meses! 120 dias que não nos vemos. Não sei como foi pra você, mas pra mim foi como quase uma eternidade. Tenho saudades da gente, de nossos beijos, de nossas carícias.
Espero poder te ver logo.

Te amo! From his unicorn"

Como o tempo passa rápido... recebi esse e-mail à praticamente 3 anos. Nem lembrava que tinha guardado isso por tanto tempo. Pra falar a verdade, não lembrava nem que tinha isso na minha Inbox.

Quando eu recebi isso, estava entrando no mundo da moda, como sempre foi meu sonho. Pra quem me conhecia sabia como isso era importante para mim, e que uma paixão de adolescente não iria me fazer mudar de opinião em relação a tudo que poderia me fazer deslanchar a carreira.
Não, eu não sou egoísta, muito menos sem coração como aparento! Sofri muito com a despedida também, mas era minha única e talvez última chance de conseguir virar o que sou hoje e quando eu saí de lá, nós prometemos nos reencontrar, porque não importasse quanto tempo passasse, eu seria seu sol e ela minha lua!

Não me apresentei para vocês e quase acabo esquecendo.. Meu nome é Camila e sou modelo profissional.

O tempo foi passando, e acabamos esquecendo de cumprir o que tínhamos planejado pra nossa vida e nosso reencontro.

Hoje sou noiva do Lorran Sudsilowsky. Ele é herdeiro de um dos maiores bancos do país, mas que não me interessa em nada. Somos apenas um projeto de um marketing bem feito. Ele precisava de alguém pra acompanha-lo, ou perderia a herança, e eu, aparentemente, era esse alguém, pelo menos, até o momento.

Meu verdadeiro amor se chama Lauren, Lauren Jauregui.. ela sim é a pessoa que eu gosto. Mas com o inicio da carreira, veio as responsabilidades e o tão inesperado "adeus" que acabei tendo que dar. Sim eu sou lésbica, mas isso não interessa a ninguém nesse momento.
Lauren é a mulher mais especial em minha vida, e por mais de todo nosso afastamento ela continuará morando em meu coração. Sempre viva.

...

- Acorde, vamos! - Lorran me chamava rispidamente.
- Já estou acordada. Só não quero sair da cama! - Respondi
Esse "carinho" matinal dele é algo bem normal, ainda mais se precisar de mim para qualquer coisa.
- Estou mandando você levantar dessa cama! Temos que sair e se você demorar muito vamos acabar nos atrasando! - Ele continuou com o mesmo tom.

Não falei! Sabia que ele precisa de mim.

- O que quer? Vamos pra onde? São só 08:00 da manhã - Respondi me sentando na cama.
- Não lhe importa agora para onde vamos.. Só quero que vá fazer o que tem que fazer e se arrumar agora! Estou na sala te esperando. - Ele mantém o tom grosso e mandão e saí do quarto.

Que homem chato. Por mim mandava ele se f*der, mas contrato é contrato e isso eu não posso fazer. Por incrível que pareça eu gostava dele no início desse "relacionamento", e hoje em dia, ele me dá nojo a cada momento.

Levanto da cama, vou até o banheiro para fazer minhas higienes pessoais. Saio do banho e visto uma roupa. Coloco um vestido amarelo, com um cinto vermelho vinho, um salto de cor nude, com os cabelos soltos.
Vou em direção a sala, a procura dele.

- Estou pronta - Falei - Mas só saio quando me disser pra onde vamos!
- Já disse que não gosto de repetir, mas vamos lá. Não lhe importa! - Ele disse berrando - Quando chegarmos lá você vai ver.
- Sabia que eu odeio isso em você? Que droga.
- Olha Camila, você é tão chata que... - Ele bufa
- Que o quê? - Retruco
- Vamos logo, antes que eu me revolte. - Ele fala e sai andando pra fora de casa
- Que homem insuportável - Falo comigo mesma saindo de casa.
Chego ao lado de fora e ele já está entrando no carro.
- Vamos, adiante! - Ele fala pela janela.
- Já estou indo.
Entro no carro e ele faz um sinal ao motorista, que logo em seguida dá partida.
O carro vai seguindo por uma rua extensa, cheia de árvores nos dois lados das vias. Lindo por sinal. Abro a janela do carro e fico olhando a paisagem.

...

30 minutos de viagem e finalmente parecia que começamos a chegar. Entramos em um condomínio cheio de mansões contemporâneas enormes.
Nosso carro estaciona em frente à uma dessas mansões, que em sua frente estava lotado de carros, aparentemente uma festa ou coquetel.. Mas minha maior dúvida agora era, de quem é essa casa?!
Saímos do carro e fomos em direção ao portão de entrada da casa.
- Bom dia Sr. Sudsilowsky, sra. Cabello.. - Um segurança mau encarado falou
- Bom dia - Lorran respondeu
- Bom dia..
O segurança falou no walk talk e os portões se abriram logo depois.


Notas Finais


Se você chegou até aqui, queria agradecer imensamente por ter lido o primeiro capítulo inteiro! E se gostou, favorita ou comenta.. lembrando que aceito idéias, concelhos e críticas construtivas serão sempre bem vindas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...