História If You - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias NU'EST
Personagens Aron, Baekho, Jason, Jr, Minhyun, Ren
Tags Amizade, Aron, Baekho, Fluffy, If You, Jason, Menção Jren, Minhyun, Nu'est, Nuest Crianças, Nu'est W, Nu'est-m, Ren, Srachoiren
Visualizações 20
Palavras 2.104
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem, chegamos ao último... Não tenho muito o que dizer, foi uma fic meio complicada né? Mas como eu disse, ela era pra ser lida em forma de One Shot, então a realmente a divisão ficou confusa. Mas eu senti muita coisa enquanto escrevia e espero ter conseguido transmitir esses sentimentos.
No mais, vamos dar view em If You❤

Capítulo 4 - Como a força que liga a agulha ao Norte(...)


Fanfic / Fanfiction If You - Capítulo 4 - Como a força que liga a agulha ao Norte(...)

Hey gente! Cheguei no alojamento fazem algumas semanas mas só agora tive tempo de escrever. Esse lugar é incrível, vocês iriam amar. Quando essa carta chegar eu provavelmente já vou estar em sala de aula, tendo as primeiras aulas da pós graduação. Eu realmente queria muito que vocês estivessem aqui comigo, é bem chato olhar pro lado e não ver a bagunça do BaekHo, as maquiagens do Ren ou os mangás do JR. Minha internet deve ser instalada mês que vem, então vai ficar mais fácil da gente conversar. Vou tentar de todos os jeitos diminuir essa distância e matar a saudade. Apena fiquem bem e se cuidem, eu amo muito vocês.

Ass.: MinHyun."

Jonghyun leu a carta em voz alta, derramando algumas lágrimas no meio das falas. Os outros tentavam não chorar, mas era quase impossível. MinHyun estava no Japão fazia praticamente um mês, mas para quem nunca havia ficado nem dois dias sem se verem, aquilo já parecia uma eternidade. Apesar de tudo, eles não carregavam tristeza, era apenas uma enorme saudade junto com o desejo de coisas boas para o amigo.

Os dias iam se passando, aos poucos os cinco se adaptavam com a distância e o novo ritmo de vida que estavam levando. Estudos, trabalhos, pilhas de responsabilidades e aquele tempinho no final de semana para ligar a webcam e matarem a saudade. Nos dois aniversários - de JR e de BaekHo - eles receberam uns mimos vindos do Japão. E quando menos esperavam, já era agosto.

-Falta uma semana pro aniversário do Hyunnie... - dizia Ren.

-Você comprou alguma coisa? - perguntou JR.

-Não. Tive que pagar a parcela dos móveis e fiquei sem nada.

-Eu só vou receber do estúdio no fim do mês - lamentou o mais velho - era pra eu estar te ajudando com os móveis também.

-Amor, relaxa - o maknae tranquilizou - eu estou dando conta de tudo. Quando MinHyunnie voltar já estaremos na nossa casa.

-Voltando pra ele... Temos que lhe comprar um presente né? Ele lembrou de mim, do Baek...

-Relaxa, vamos fazer algo especial pra ele também. Quem sabe os outros já não pensaram em algo?

Quando a noite daquele sábado chegou, todos estavam na casa de BaekHo e haviam acabado de falar com MinHyun, que precisou se despedir um pouco mais cedo do que estava habituado.

-Agora é sério, pessoal. Alguém tem alguma ideia do que fazer no aniversário dele? Acho que todos estamos sem dinheiro pra enviar um presente, né? - comentou Aron.

-E fazer só uma chamada por vídeo seria muito sem graça, já fazemos isso sempre - disse JR.

-Também não queria só escrever uma carta, seria muito pouco - disse Ren.

-Gente... - BaekHo começou a dizer - eu tenho algo pra enviar à ele. É uma surpresa. Mas pensei em cada um escrever alguma coisa pra botar junto do pacote. O que vocês acham?

-Você comprou algo? - perguntou JR.

-Na verdade é algo que já tinha. Algo que tem um valor grande pra ele e também pra nós. Mas não queria que fosse algo só meu, por isso pensei se vocês poderiam escrever algo.

-Não vai nos contar o que é? - perguntou o maknae.

-Quando eu for enviar eu digo - disse BaekHo com um sorriso malicioso - vocês podem escrever até segunda?

Todos concordaram, e apesar da enorme curiosidade dos três, BaekHo não disse nada quanto ao presente.

Uma semana depois/Japão

MinHyun passou o dia no shopping com alguns amigos de classe. O tempo todo olhava o celular, esperando alguma mensagem ou ligação da Coréia. Nada. Seus pais já haviam ligado no dia anterior, já temendo não conseguirem falar com ele naquele dia. Mas já fazia uma semana desde que falara com seus amigos. Se estivesse na Coréia, provavelmente estariam os cinco na casa de JR ou de Aron, ouvindo música alta e comendo besteiras. Pensar nisso só aumentou sua saudade.

Ao chegar na residência - onde vivia sozinho - se deparou com um pacote na caixa do correio.

Remetente: Kang DongHo

Seoul - Coréia do Sul.

-Eu sabia que eles não iam esquecer - disse para si mesmo.

Sentou no sofá para abrir o pacote, e haviam alguns bilhetinhos enrolados em fita. Pegou um deles e leu;

"Mesmo que andemos em estradas diferentes, o tempo passa junto

Mesmo que a visão que estamos olhando seja diferente, estamos olhando o mesmo céu. Ass.: Ren"

-Aaawwn meu maknae - disse.

Pegou o segundo;

"Somos um time. Você é parte deste quebra cabeça. Manterei seu espaço vazio, vazio. Apenas você pode nos completar. Ass.: Aron."

O terceiro;

"Eu sinto sua falta, eu sinto sua falta

Eu sinto tanto sua falta. Desculpe, não consigo pensar em outras palavras. Se você estivesse perto de mim agora eu te daria um parabéns decente. As.: JR"

-Bem a sua cara mesmo, Jonggie - comentou rindo - também sinto sua falta, amigo.

E por fim, o quarto;

"Minha saudade cresce como meu cabelo, amigo. O que me conforta todos os dias é saber que você vai voltar, e cheio de histórias pra compartilhar. Por mim andaríamos sempre na mesma estrada, mas é inevitável seguirmos outros caminhos, e apesar dessa saudade que dói, eu sinto uma felicidade imensa em ver você concretizando seus sonhos. Esse presente é de todos nós, para lembrar que não importa quantos caminhos vamos seguir, nós sempre vamos nos encontrar em algum ponto. Amamos você. Ass.: BaekHo"

E com lágrimas nos olhos, MinHyun voltou sua atenção para o pacote, onde havia mais alguma coisa enrolada em um plástico. Antes de mesmo de abrir, ele já sabia o que era.

O objeto que estava no grupo há anos, que de alguma forma já passara pelas mãos de todos. Um objeto perdido no parque, que se tornou o maior símbolo de união daqueles cinco.

Naquela noite, MinHyun dormiu com a bússola na mão.

------

Seoul/2018

BaekHo estava chateado. Era pra MinHyun ter chegado em Seoul em meados de dezembro e eles já estavam no dia 31, resolvendo os últimos detalhes para o réveillon. Não queria encerrar mais um ano sem o amigo, mas pelo visto, era isso que iria acontecer.

Estava no supermercado com Ren e JR, que também não estavam com as melhores caras.

-Não acredito que vamos passar mais uma queima de fogos sem ele - reclamava JR.

-Ninguém conseguiu mesmo ligar pra ele? - perguntou o mais novo.

-Aron tentou, mas também não teve respostas. O que será que pode ter acontecido?

-Bem, tem coisas que atrasam. Lembram do Jason? Ele acabou ficando quase um mês aqui mesmo depois de encerrar, tinha umas coisas pra resolver e tal...

-Verdade - BaekHo concordou - mas o Minnie não liga nem manda notícias. Estávamos esperando tanto esse dia.

Os três amigos terminaram as últimas compras e voltaram para a casa que o maknae dividia com JR. A comemoração de ano novo seria no terraço da mesma e Aron provavelmente já estaria lá arrumando a mesa de som.

-Pessoal, eu já acabei aqui - disse o mais velho de todos, assim que os viu chegar - eu vou em casa e volto mais tarde, ok?

-Vai lá, Aron - disse BaekHo - vamos terminar de arrumar a casa e começar a preparar os lanches.

-Até mais tarde, pessoal.

Aron chegou em casa e começou a separar a roupa que usaria à noite. Colocou a calça em cima da cama e foi até a gaveta da cômoda pegar o cinto, quando viu que tinha um objeto que não estava ali mais cedo.

-Isso é impossível - disse, encarando a bússola.

-Não achou mesmo que íamos passar outro réveillon separados, não é? - a voz de MinHyun ecoou no quarto quando o mesmo saiu de trás do guarda roupa.

Aron se jogou em cima do amigo sem pensar duas vezes, dando enfim o tão esperado abraço entre as lágrimas.

-Senti tanto sua falta, hyung - dizia MinHyun - tanta saudade já não cabia mais em mim.

-Também sentimos muita saudade, Hyunnie - disse o menor - já estávamos tristes por passar mais um ano novo separados.

-É, eu resolvi fazer uma surpresa, por isso não atendi ninguém na última semana. Desculpa se eu preocupei vocês...

-Não tem o que desculpar. Você voltou! Finalmente está com a gente de novo. Não preciso mais lavar a louça da turma - Aron disse rindo.

-Palhaço - MinHyun também riu - se bem que eu morri de saudade de lavar a louça de vocês - completou.

-Você quer ir lá nos outros? Estão na casa do Jren.

-Quero, mas... Quero chegar de supresa também. Alguma ideia?

***

-Aron! Voltou cedo.

-Cadê os outros?

-BaekHo foi em casa e JR está no banho. Vamos entrar, eu to...

-Espere. Tenho algo pra falar contigo, mas aqui fora. Fique aqui - Aron puxou o maknae para fora, deixando-o de frente para a porta.

-O que você está aprontando, hein?

-Nada, criatura. É que eu tenho que te dar uma coisa... Feche os olhos - ordenou. Ren fez o que foi pedido, enquanto o mais velho tirava o cordão com a bússola do seu pescoço e colocava na mão do maior.

-Aron... - Ren sussurrou ao abrir os olhos - isso não estava com o MinHyun?

-Estava.

Nesse momento, Ren sentiu sua cintura ser envolvida e um rosto sendo apoiado em seu ombro.

-Meu maknae...

-Hyunnie? KYAAAAAAAAAA MEU HYUNNIE! - Ren se virou para abraçar melhor o amigo mais alto.

-Minha criança... - MinHyun apertava aquele abraço - que saudade da minha criança!

-Que saudade da minha omma - disse o maknae - finalmente a família tem sua omma de volta!

-Cadê o JR? Quero muito abraçar o JR! - MinHyun dizia, empolgado.

-Vamos, ele tá lá dentro, já deve ter saído do banho - respondeu o maknae.

Os três entraram na casa do mais novo, indo em direção ao quarto onde provavelmente JR já estaria se vestindo.

-Jonghyunnie? - Ren bateu na porta - está aí?

-Estou sim, Rennie!

-Abre a porta pra mim, eu preciso entrar - disse o maknae, logo em seguida puxando Aron e saindo da vista, deixando apenas o recém chegado na porta.

-AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH - ambos gritaram juntos, parando apenas quando o mais velho se jogou no colo do recém chegado.

-Você quase me matou do coração, como você passa uma semana sem dar notícia nenhuma? Aish você não tem direito sobre minha vida, Hyunnie, isso não se faz - JR atropelava as palavras.

-Calma, cara. Isso era parte do plano - MinHyun deu um sorriso sarcástico - eu queria fazer uma surpresa pra todos...

-Esse tipo de coisa não se faz - JR repreendeu, porém estava rindo - espero que tenha curtido o Japão pois você nunca mais volta lá, entendeu, mocinho?

-Claro, meu líder - MinHyun fingiu uma reverência - venham cá vocês dois - chamou. Aron e Ren vieram e se juntaram ao abraço - eu só saio do país de novo se for junto de todos vocês.

-Hey, não esquece do BaekHo - disse Aron.

-Onde está ele?

-Deve estar chegando - disse Ren.

Menos de cinco minutos depois, uma batida foi ouvida na porta, e Ren empurrou o recém chegado para a cozinha enquanto JR recebia BaekHo.

-Já está tudo pronto? - perguntou o tigre.

-Bem, os salgados estão prontos, a torta tá na geladeira, as bebidas no freezer...

-BaekHooooo - gritava Ren - preciso da sua ajuda lá na cozinha - dizia andando no corredor e indo de encontro ao amigo - pode ir lá ver se aquela calda tá no ponto?

-Claro, vou lá - BaekHo foi até a cozinha e assim que chegou, uma sinfonia de gritos pôde ser ouvida na casa toda.

-Eu não aguentava mais de saudade, Hyunnie...

-Ei, não chora, ok? - MinHyun secava as lágrimas do amigo - não chora. Eu estou aqui agora - os dois se abraçaram sem conseguir conter as lágrimas e os soluços. Logo, os três entraram na cozinha e se abraçaram juntos, botando pra fora todo o sentimento que estava guardado no peito há tanto tempo.

-Peraí gente - o maknae interrompeu - precisamos de uma foto pra guardar esse momento!

-Ren, por que não pega a câmera polaroid? - sugeriu JR.

-Ótima ideia. Já volto!

O maknae foi dando pulos até seu quarto, onde pegou sua câmera polaroid e voltou correndo para a cozinha. Como MinHyun era o mais alto, ficou na frente segurando a câmera pelo tempo necessário. Em menos de cinco minutos o maior já tinha a foto impressa em mãos.

-Ficou linda - disse.

-Ficou mesmo - todos concordaram.

BaekHo sugeriu que a foto ficasse em um porta retrato ali mesmo na casa do maknae.

Ren tinha vários porta-retratos pela casa, boa parte apenas com fotos suas. Tirou uma delas e substituiu pela foto do grupo. Pôs o objeto na sala, bem na estante principal onde todos pudessem ver. Por fim, tirou a bússola que ainda estava em seu bolso e a pendurou ali em uma das extremidades. Um lembrete de que mesmo quando estivessem em estradas diferentes, eles sempre achariam o caminho de volta uns para os outros. E assim como a força que liga a agulha ao Norte, uma força ainda maior ligava aqueles cinco corações.


Notas Finais


Não sei vcs, mas essa foto me traz uma coisa tão boa ❤ essa união do ot5 depois de tanto tempo, ao mesmo tempo sendo um reencontro e uma despedida... Eu amo essa foto❤
Acho que não tenho mais o que explicar, outras interpretações ficam por conta de vocês, beijinhos de algodão doce💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...