História If You Do - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Aly, Clary, Jackson, Mark
Exibições 33
Palavras 3.004
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Game


Fanfic / Fanfiction If You Do - Capítulo 3 - Game

~Clary Cooper Shone:

~Segundia dia de aula, horas antes de ir para a casa de Mark e Jackson...

Mais um dia de aula normal e eu estava debruçada sobre a mesa olhando pela janela. Ainda era a primeira aula, mas já estava bem entediante, a professora fazia anotações no quadro enquanto todos copiavam em silêncio, era aula de inglês então eu não me preocupava tanto com a matéria. O que realmente me deixava aflita era a demora de Alyce, me recusava a acreditar que ela mataria aula para se encontrar às escondidas com o Mark.

Estava tão perdida em meus pensamentos que nem percebi o Jackson me cutucando.

-Hum?-O respondi, acordando do desvaneio.

-A professora estava fazendo a chamada, acabei respondendo por você.

-Ah, obrigada.-Desde o dia que conheci o Jackson ele sempre mostrou ser uma pessoa legal, divertindo todos com suas piadas ruins. E sem contar sua beleza, tendo ele um ótimo físico.

-O que foi? Parece preocupada.-Ele se apoia em minha mesa, que é logo atrás da dele.

-Nada, só acho que a Aly já deveria ter chegado.

-É engraçado, não é?

-O quê?

-Como eles se conheceram. Fico me perguntando; e se isso tivesse acontecido com a gente? Sabe, você estava lá, eu também...

-Provavelmente...-Paro de falar assim que Alyce entra na sala, logo entregando um papel para a professora. Quando ela se virou para ir até seu lugar fiz questão de lançar um olhar repreensivo. Uma menina como ela não deveria ficar por aí, se pegando nos cantos da escola.

As aulas passaram rápido, e quando o sino finalmente soou anunciando o fim das aulas, eu e Alyce nos reunimos com os meninos no pátio da escola e depois seguimos como combinado para casa de Mark e Jackson. De longe pude ver o quão grande é a casa deles, uma mansão na verdade.

Depois do almoço ser servido, os garotos decidiram assistir a um filme que eu não gosto muito, mas infelizmente concordei por não ter uma opção melhor. Depois do filme acabar eles começaram a escolher um próximo, já que ainda tinha a tarde toda.

-Alguém quer pipoca?-Jackson pergunta se levantando.

-Eu quero com bastante manteiga e uma coca, valeu.-BamBam fala.

-Só vou trazer a pipoca mesmo, Bambam.

-Eu te ajudo.-Me levanto do sofá, o seguindo até a cozinha. Logo ele foi até um dos armários e me entregou o pacote de pipoca.

-Coloca no micro-ondas, por favor.-Ele aponta para um objeto em cima da arquibancada. Coloquei os minutos indicados, depois me encostei na bancada e fiquei observando a cozinha, que aliás é bem grande.

-Uau, sua casa é incrível!-Comento quebrando o silêncio.

-Vai ficar ainda mais impressionada com meu quarto.-Ele dá um sorriso que nem era pevertido. Imagina.

-Engraçadinho.

-É sério, não é todo mundo que convido para conhecer meu quarto.

-Devo me sentir especial?

-Só se quiser.

-Vou passar dessa vez.

-Então está insinuando que terá uma próxima vez?

-Não, não quis dizer desse jeito.-Comecei a rir de leve com a situação.

-Vim ver o que estão aprontando, por que tanta demora?-BamBam fala entrando na cozinha.

-Bem, não tem como fazer a pipoca de outro jeito, tem que esperar.-Falo.

Na hora o micro-ondas apitou avisando que já estava pronta.

-Gente, vocês não acham que a Alyce está demorando demais? Ela e o Mark sumiram.-BamBam fala e logo o Jackson me olha com desespero.

-É provável que tenham ido conhecer a casa.-Falo.-A Aly ficou bem impressionada!

-É, deve ser isso.-O mais novo dá de ombros.

-Podem voltar pra sala, só vou pegar as bebidas.-O Jackson fala pedindo para que nós voltássemos a assistir o filme.

Quando o dia estava perto de escurecer, fomos embora já que era uma longa caminhada, e não seria muito seguro andar à noite.

[…]

O dia mal começou e eu lutava para levantar da cama, tomei um banho praticamente dormindo. Coloquei meu uniforme, penteei meus cabelos e passei apenas um rímel, e já estava pronta.

No corredor do andar de cima já se podia sentir o cheiro do que a Senhora Lee Chae prepara todos os dias, o que me faz lembrar da minha antiga governanta, que cuidava de mim e da Alyce desde que éramos pequenas. Também é a única que sinto falta desde que vim para Coréia.

-Bom dia, Clary.-A Senhora Lee fala assim que me vê descer as escadas.

-Bom dia.-Respondo.

Alyce apenas sorriu com a boca cheia. Me sentei ao seu lado e comecei a me servir.

-Meninas hoje vocês terão que ir sozinhas para escola, sabem o caminho não é?-Lee Chae pergunta.

-Sim, mas por quê? O Bambam não vem?- Alyce indaga.

-Não, ele acordou meio doente hoje, deve ser só manha, mas vou deixar passar desta vez. Agora tenho que cuidar do meu bebezão! Meninas se cuidem, e não demorem para voltar.-Ela subiu as escadas levando uma bandeja prata com um copo d´água e comprimidos.

Terminamos o café da manhã e logo saímos. O caminho até a escola é bem curto e fácil, então sabíamos andar até lá sem o Bambam.

-Clary?-Disse Alyce sorridente.-Sabe, como o Bambam não vai vir hoje, então talvez não precisemos voltar cedo.

-Verdade, então poderíamos ficar na quadra treinando para o teste.

-É que...bem, eu estava pensando em ficar com Mark.-Sua expressão mudou com medo do que eu falaria.

-De novo, Aly? Estou começando a ficar com ciúmes desse garoto magrelo.

-Não fala assim dele! Vai, por favor, Clary! Só desta vez, vai.-Ela fez uma carinha de pidona.-Você pode ir começando a treinar hoje enquanto me espera.

-Okay, só desta vez. Mas quando você vai treinar também?

-Amanhã sem falta. Ah, e eu não acho que eu esteja tão ruim assim, só preciso de um pouco de prática.

-Tudo bem. Fazer o que se minha irmã esta gamada pelo ''o Senhor Mark'', e esta até me trocando agora, não é mesmo?

-Ei! Deixa de ser ciumenta, sua hora vai chegar.-Ela ri.

 […]

 Entramos na sala e fomos rápido para os nossos assentos, Alyce e eu ficamos nas últimas carteiras perto dos meninos. E nada melhor do que começar a nossa primeira aula com Química. Que seguiu com uma lista imensa de exercícios. JinYoung é o único do grupo que parece que realmente estuda e nos ajudou em alguns problemas, e em um piscar de olhos já tinha chegado o intervalo. No refeitório logo avistamos YugYeom conversando com outras pessoas que de fato eu não conhecia.

-Oi.-Dei um sorriso tímido esperando que nos deixassem se juntar a eles.

-Ah oi, vocês devem ser as famosas novatas americanas, não é? Prazer sou Oh HaNi.-Uma garota linda de cabelos castanhos estende a mão para mim e Alyce nos cumprimentando.

-Prazer, sou Alyce.

-Clary.-Estendi a mão a cumprimentando.-E por que famosas?

-Todo ano têm vários novatos, mas é raro quando tem uma americana, então, só no que falam é de vocês. Ah, e esse aqui é o Jasan.-Oh HaNi apresenta o garoto ao lado dela.-Ele é meio tímido, mas é legal.

-Annyeonghaseyo.-Falo e ele apenas dá um sorriso com um aceno.

-Vocês sabem por que BamBam não veio hoje?- YugYeom pergunta.

-Ele está doente, mas não é nada grave.-Aly explica.

-Falem pra ele não faltar amanhã, temos um trabalho para apresentar.

-Okay.

-Vocês já estão sabendo?- Oh HaNi do nada ficou super animada.

-Do quê?

-No fim deste mês terá um baile de abertura.

-E o que é isso?

-Uma festa de ''Bem vindos de volta ao inferno''.-Comenta JaeBum que aparece junto com os outros meninos.

-Pena que não pode rolar nada de interessante.-Jackson fala e se senta ao meu lado.

-Tipo o quê?- pergunta YugYeom.

-Hum, bebidas, o que mais?

-Verdade, mas eu sei que todos levam escondido.-JinYoung comenta.

-Não precisa de bebidas, a festa já é divertida, e a melhor parte é encontrar seu par.-Oh HaNi ainda estava bem animada com o tal baile de abertura.

-Pra mim essa é a pior parte, acreditem, já me recusaram três vezes.-YoungJae fala derrotado.

-É porque você não leva jeito, quando for chamar uma menina tem que chegar assim.-Jackson se aproxima de mim e com o susto recuo na hora.

-Não, não mesmo. YongJae, não escute o Jackson. Se fizer desse jeito vai assustar a garota.-Falo me recuperando do susto e me afastando do Jackson.

O sinal de término do intervalo soou e todos voltaram para a suas salas, eu e Alyce seguimos para a nossa aula de literatura; a única aula que não tínhamos com os meninos. Logo no meio da aula a professora deu o aviso sobre o baile e que teria mais informações no mural da escola.

Eu não estava muito afim de ir, principalmente chamar alguém ou esperar que alguém me chame para o baile, contrário da Alyce que já deve saber quem vai ser o seu par. Isso se eles resolverem não esconder mais o que rola entre os dois.

Quando o sinal tocou todos começaram a guardar o material e sair da sala, inclusive Alyce que antes de sair me avisou que iria me chamar na quadra depois para irmos embora.

Demorei para organizar os meus materiais e saí da sala, guardei tudo no armário e fui direto para o vestuário, colocar roupas mais confortáveis. Entrei no ginásio e o silêncio reinava, nem os faxineiros estavam presentes nos corredores ou na quadra, então era só eu, ainda bem!!! Prendi os meus cabelos e comecei me aquecendo dando algumas voltas na quadra. Eu e minha irmã sempre tivemos um ótimo físico por conta dos treinamentos sem sentido que minha mãe nos obrigava a fazer depois da morte do nosso pai, então eu não pretendia treinar muito.

Quando terminei de dar três voltas completas, comecei a me alongar e depois treinar os meus saltos que nunca foram muito bons, só parei quando percebi o Jackson encostado na grade que cercava toda a quadra.

-Oi.-Ele me oferece uma garrafa com água.

-Oi, o que faz aqui a essa hora?-Me acomodo ao seu lado na grade.

-Esperando o Mark. Comecei a ficar andando pela escola até te encontrar. Como eu não queria atrapalhar, só fiquei observando, aliás, você faz muito bem o que estava fazendo.

-Eu só estava treinando, quero entrar para o time de torcida, sempre gostei, e parece um ótimo começo para me enturmar mais com as pessoas deste colégio.

-Olha que eu tenho um fetiche muito grande por animadoras de torcida.-Ele fala quase que sério e começo a rir sem graça.-Pode continuar o que estava fazendo.

-Com você me olhando?

-Não me diga que está com vergonha.

-Não, só acho estranho.

-Estamos atrapalhando alguma coisa?-Ouço a Alyce falar entrando na quadra junto com o Mark.

-Ah, não.-Me afasto da grade e vou em sua direção.

-E aí, vamos?

-Sim, só deixa eu pegar minhas coisas no armário.

-Tchau Jackson, Tchau Mark.-Aceno para os dois saindo do ginásio junto com a Alyce.

-Hum, sobre o que vocês dois estavam falando?

-Ah, nada de mais.

-Sei... ele parece está interessado em você.-Aly fala rindo.

-Não, ele parece ser do tipo que só se diverte.

-É sempre bom se divertir de vez em quando.

-Talvez...

-Eu sabia, está interessada nele também, não é?

-Não, eu não falei nada, okay?-Nós duas começamos a rir que nem duas bobas pelo corredor da escola. Saímos do colégio e logo chegamos em casa, e de cara encontramos o Bambam no sofá enrolado em meio de lençóis jogando videogame.

-Está se sentindo melhor?- Alyce pergunta se sentando em um outro sofá do lado oposto.

-Sim, bem melhor.-Ele ainda mantinha a atenção no jogo.

-Onde está a Senhora Lee?-Pergunto me juntando a eles.

-Foi dar um passeio com a MinHee, mas o almoço já está pronto, é só esquentar.

-Okay. Ah, Bambam, o YugYeom pediu pra você não faltar amanhã, vocês têm um trabalho para apresentar.

-Verdade, eu já tinha me esquecido.

-Vou me trocar. Alyce, esquenta o almoço pra mim?

-Folgada.

-Vai, por favorzinho! Não custa nada! Estou morta de cansaço e toda suada.

-Tá, eu esquento.

Subi as escadas eu fui para o meu quarto, tomei um banho bem demorado, depois desci para almoçar, e em troca da comida quente tive que lavar a louça.

 ~1 semana depois.

 Na última semana fiquei bem mais próxima do Jackson, Alyce andou tendo vários de seus encontros escondidos, o que já estava me dando nos nervos. Nas aulas em que ela e o Mark não estavam presentes, não me restava outra escolha a não ser pedir ajuda ao Jackson quando necessário.

Eu e minha irmã só conseguimos treinar uma vez, pois o teste seria hoje depois da aula. Eu não estava tão nervosa porque eu não sabia que tipo de animadoras de torcida eram. Pois existem as que entram em competições, e outras que só fazem torcidas nos jogos do time da escola. As mais difíceis são as competições, há eventos em que grupos competem a melhor coreografia e os vencedores recebem algum tipo de melhorias na escola ou são chamados para fazer parceria com algum artista famoso.

Quando chegamos no local levei um susto, não imaginava que teria tanta gente, todos amontoados na arquibancada.

-Então...parece que neste ano têm muitos concorrentes.-Fala alto uma menina para que todos pudessem escutar, ela estava bem no meio dos outros integrantes do time, só podia ser a capitã. Mas nesse momento me recusei a acreditar que justo aquela garota, a qual no início das aulas quase tivemos uma briga. Go HyeMin. É a capitã.

-Eu não mereço, vamos mesmo fazer parte disto?-Fala Alyce tão surpresa quanto eu.

-Sabe, agora me interessou mais ainda fazer parte disto.-Eu sei que sou boa, e quero mostrar principalmente para aquela metida.

-A possibilidade de entrarmos para o time é quase que inexistente.

-Tem nada não. Acho que só em fazer o teste já vale apena.-Alyce sabia exatamente sobre o que eu estava falando.

-Pensando neste lado...

-Então, vocês se acham bons o bastante para se tornarem animadores de torcida? Será cômico se não souberem fazer isto.-A capitã aponta para uma das meninas do time que fez uma abertura perfeita.-Não nos faça perder tempo.

Algumas pessoas começaram a se levantar e a ir embora.

-E se não souberem fazer isto.-A outra deu um salto em formato de X.-Estão aqui por que, então? E nem pensem que vão passar sem saberem fazer isto.-Um garoto começou a dar vários saltos e acrobacias no longo tatame que estava na quadra.

Depois de quase todos terem saído, sobraram no maxímo vinte pessoas.

-É o seguinte; minha equipe vai fazer um número e vocês vão repetir várias vezes se não conseguirem acompanhar estão fora! E se alguém sobreviver, a gente decide se são bons o bastante para entrarem no time, entenderam?-Ela começa a fazer alguns passos, eu e Alyce permanecemos paradas, o melhor jeito de pegar uma coregrafia rápido é primeiro observar e depois praticar.

-O que foi? Não conseguem acompanhar? Hum?-Quando ela falou isto comecei a fazer os mesmos passos que ela e no final acrescentei alguns bem mais elaborados.

-É só isso que sabe fazer, HyeMin?-Alguém da arquibancada começa a aplaudir.

-Engraçadinha, não pense que é boa o suficiente.-Ela se virou e foi em direção da pessoa que estava aplaudindo agora pouco da arquibancada, Jackson.

-Jackson, o que faz aqui? Eu já não tinha falado para não vir me ver nos treinos?

-Não vim ver você, HyeMin, vim ver a Clary.-Ele começa a acenar pra mim rindo, no mesmo momento a capitã se virou para mim com uma expressão nada agradável. Com toda certeza essa garota me odeia!

No final apenas oito meninas sobraram, e aquelas que realmente entrariam seriam chamadas depois. Eu dei meu melhor e a Alyce como sempre surpreendeu a todos com seus saltos precisos e com a repetição da coreografia.

-Porque veio?-Pergunto logo que me aproximo de Jackson.

-Não tinha nada melhor para fazer, então eu vim ver como se sairia. Por quê? Não gostou?

-Não é isso, eu só não esperava que viesse.

-Que ir na lanchonete? Isto parece ter sido cansativo.

-Ah okay, só vou me trocar.

No vestuário não havia ninguém, todas já tinham se arrumado, e a Alyce saiu antes porque tinha esquecido alguns materiais na sala de aula, mas acho que só foi um pretexto para ver o Mark. Me troquei e quando saí, dei de cara com a mestre na estupidez.

-O que rola entre você e o Jackson?- Go HyeMin fala encostada em um armário perto da saída do vestuário. O que me assustou, jurei que não tinha ninguém ali.

-Bem, eu acho que não é da sua conta.-Falo com raiva ao me lembrar de sua completa estupidez de sempre.

-Escuta aqui, garota..-Ela se aproxima de mim, praticamente gritando de raiva, e antes que ela falasse alguma coisa, eu a interrompi.

-Escuta aqui, você! Você pode até ser a capitã do time, mas não tem o direito de falar comigo desta forma. E por favor, não me pergunte o que há entre mim e o Jackson, porque não vou responder.-Peguei as minhas coisas, e me virei.

-Ele está te enganando! Deve ser só mais uma daquelas apostas bobas que os garotos fazem quando chega uma novata. Não pense que ele realmente esteja gostando de você, depois que ele te levar pra cama, tudo muda. Ele só quer que você morra de amores por ele e faça tudo o que ele quiser depois.-Ela mostra sua total angústia, parecia cuspir todas aquelas palavras.

-E porque eu deveria acreditar em você?

-Eu também não acreditava no início, e agora estou completamente apaixonada por ele, mas ele só me usa para diversão e eu como sou idiota, aceito pensando que ele mudou.

-Bem comovente essa sua história de amor não correspondido.-Saí do vestuário, indo em direção à lanchonete. Eu realmente não acreditei em nenhuma palavra que aquela doida disse, não faz sentido, o Jackson pode até parecer aqueles galanteadores baratos, mas não é um mal caráter. Se bem que não posso ter certeza. E se o que a HyeMin falou for verdade...Ah, Jackson, meu querido, vamos ver quem vai cair primeiro neste seu jogo de sedução?!!


Notas Finais


Até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...