História Ignore. - Capítulo 115


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 27
Palavras 312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


.

Capítulo 115 - Outra vida.


Sim, eu admito. Às vezes andando na rua me pego pensando em como seria se eu fosse outra pessoa. Num outro lugar, outra cidade, outras roupas, outros amores. Uma outra história, gostos diferentes. Fico imaginando como seria se eu gostasse mais de margaridas do que de girassóis. O que eu estaria fazendo agora se minha cor predileta fosse amarelo e não vermelho? Como seria se eu não me lembrasse mais de todas as pessoas que já conheci? As luzes de lá são mais bonitas do que as daqui? Será que teria música? E se eu gostasse mais das manhãs? E se eu saísse mais? Se eu falasse mais com as pessoas, se eu não me machucasse tanto, como seria? Será que eu seria feliz? Eu respiro fundo, e é esse ar que entra nos meus pulmões. É esse o ar que eu respiro, porque estou aqui, não há outra vida, outro ar. Eu volto pro mundo real e me pergunto até quando vou me esquecer que ser eu mesma, é incrivelmente único e suficiente. Até quando vou desejar não ter este corpo, esta mente que pensa e não cessa, esta vida? Eu poderia me orgulhar de todos os dias que eu já passei. Eu poderia me sentir vitoriosa, olhar para todas as minhas cicatrizes, sem excessão, e as amar com todo o coração. Eu poderia, não, eu deveria botar os pés no chão de uma vez, e perceber que as luzes daqui são tão boas, porque são minhas, e esta é a minha vida, e esta sou eu, não há saída. E tudo bem, não deveria haver dor. Seco os meus olhos úmidos porque já é suficiente por hoje. E tudo bem se nada mudar durante a semana, o mês, o ano. Tudo bem se eu acordar amanhã e ter a constatação óbvia de que eu ainda sou pura é simplesmente, eu. 


Notas Finais


.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...