História Ignore. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 20
Palavras 558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


.

Capítulo 9 - A gente supera, Pietro.


Acredita que aconteceu de novo, Pietro? É, de novo eu quebrei a cara, como se fosse a primeira vez. Eu vou encurtar a história. Foi bem assim, eu o conheci e ele era incrível, nós conversávamos dia e noite sem parar e era tudo recíproco, eu o procurava e ele me procurava, eu realmente pensei que podia dar certo dessa vez, pelo menos uma vez. Mas tu sabe né, Pietro? Sou eu, e sendo eu como algo pode dar certo? Bem, só sei que foi bonito demais pra ser verdade, percebi que ia me foder no momento em que desligávamos o computador e eu já sentia saudades, e mesmo assim insisti. Sabe como eu sou. Era tudo bom demais, os abraços, conversas, carinhos, e aquele beijo, ah, o beijo; foi bom demais, Pietro. Eu não queria mais me desgrudar daquele piá, e parecia que ele também não  queria desgrudar de mim, juro que parecia. Lembrando agora dá até vontade de rir, eu nunca me iludi tanto, a vida não é bela e eu deveria sacar isso depois de tantas decepções, mas vai tentar explicar isso pra uma guria apaixonada... complicado. Aconteceu o seguinte, eu estava lá com uma cara de boba apaixonada, tomando um sol na frente da escola, quando um colega meu chegou, ele fumava um cigarro.
- E aí? Fiquei sabendo sobre você e ele.
- É, pois é.
- Você gostou de dar uns pegas com ele?
- Bem, eu curti, bastante.
Fala sério, eu consigo ser mais tonta, Pietro?
- Claro... mas saca só, não crie expectativas okay?
- Ah... por quê não?
- Ele está apaixonado, por uma guria que mora longe. O piá é da hora, mas o coraçãozinho dele já tem dona.
É, Pietro. Viu como as coisas se complicaram? Eu engoli a bile e quase pedi um trago do cigarro dele.
- Você ainda vai querer ficar com ele?
Ele ainda teve a coragem de me perguntar isso, sem zoeira. E adivinha o que eu disse? É claro que sim, você sabe que eu nunca fui boa em dizer adeus, mesmo que eu ficasse como segunda opção, ou como distração, o que me importava era colar minha boca na dele e ficar ali, pendurada feito um chaveirosinho nos braços dele. Eu vim pra casa agora, Pietro, e tô me sentindo um lixo. Não posso acreditar que me deixei enganar pelo destino outra vez. Tá, vai... eu posso acreditar, é a minha cara fazer isso. Só que mesmo assim, até você, se visse como ele é comigo, se iludiria e acharia que ele me ama. Não é a toa que todos dizem que formamos um casal lindo, e que nascemos um para o outro e blá blá blá. Sei lá, Pietro, "se não desse errado, não seria eu", mas tudo bem, tudo ótimo, eu supero. Eu sempre supero né? Eu saio do buraco da minha depressão, eu volto pra superfície da vida, volto a querer ser bem sucedida em alguma carreira de bosta. Não dessa vez Pietro, eu só cansei entende? Eu cansei, vou ficar aqui, bem quietinha, bem escondida de tudo, escondida atrás de sorrisinhos tímidos da guria fofa que todos pensam que eu sou. Eu vou só ficar aqui, porque porra, essa droga cansa. Estava bom demais, e teve um fim, e foi ilusão, normal... um dia eu supero.


Notas Finais


.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...