História Iktsuarpok - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Sehun
Tags Chanhun, Lthy, Luckytohaveyou, Não É Angst Nem Fluffy
Exibições 45
Palavras 346
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drabble, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi gente!
Por alguns dias eu achei que entraria em outro período de bloqueio criativo, foi agonizante. No entanto, depois de insistir bastante para conseguir começar a postar fics para o projeto que decidi participar, o Lucky to Have You, finalmente alguma coisa saiu.
Chanhun é por causa do aniversário do Chanyeol sim, inclusive é ele que está narrando.
Boa leitura!

Capítulo 1 - O cúmulo do ridículo é o anseio do que evita


Já são duas horas.

Abro a porta. Não há nada além do deserto branco, da caixa de correio torta, da passagem recoberta pela neve.

Tiro a neve do caminho. Fecho a porta.

 

Já são quatro horas.

Abro a porta. Agora há apenas a luz do poste piscando até que queime de vez, o sol nascendo no horizonte, a água gelada da neve derretida que torna o caminho escorregadio.

Tiro o excesso de água. Fecho a porta.

 

Já são seis horas.

Abro a porta. Há minha animação incontida, tornando-se opaca para dar luz ao dia; folhas tímidas se revelando no gramado e o carteiro deixando mais contas na caixa.

Não pego nenhuma das cartas. Fecho a porta.

 

Já são oito horas.

Abro a porta. Talvez exista uma fagulha de esperança a qual não consigo extinguir ou então pode haver meu orgulho polido misturado à expectativa do perdão; quem sabe o destino que os gritos de ontem à noite fizeram Sehun seguir.

A visão da neve revira meu estômago e sei que estou preocupado quando não deveria. Fecho a porta.

 

Já são doze horas.

Não abro a porta. Em vez disso ela se abre rangendo, trazendo neve, lama e água carregadas pelas botas pesadas; um pigarro simulado em irritabilidade falsa e um tronco corpulento que desejava esconder-se debaixo da escada.

 

– Vim apenas explicitar um argumento melhor para a nossa discussão de ontem.

– Deixa de ser ridículo, Sehun.

 

Já é uma hora.

Abro a porta. Não há nada que eu queira aqui fora, há apenas o deserto branco refletindo todo o brilho que o sol faz questão de ostentar, uma população de vida comum e nenhum de meus problemas.

Assim como não há o conflito, a voz agressiva tons acima e os consequentes sentimentos feridos. Mas talvez haja a espera, a ansiedade que embrulha, tortura e arrepia por algo que você sabe que vale mais do que a certeza absoluta sobre a vida.

 

Já estava na hora de eu definitivamente fechar a porta, pois a espera agora era de dias melhores e, quem sabe, argumentações em vez de brigas.


Notas Finais


A palavra Iktsuarpok vem dos inuítes (ou inuit), uma nação indígena esquimó do norte, e significa "sentimento de expectativa quando se está à espera de alguém e vai muitas vezes à porta para saber se a pessoa está vindo".
Link do jornal sobre o projeto, caso alguém queira saber mais sobre: https://spiritfanfics.com/perfil/luhdrama/jornal/lucky-to-have-you-project-7011445


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...