História IL Mio Oggetto Sessuale..[ Imagine Rap Monster Kim Namjoon] - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Rap Monster
Tags Hentai, Não Leia Perto De Adultos
Exibições 517
Palavras 4.052
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não sei porque exatamente Mas, tô muito afim de escrever sobre o Nam, então se não gostou , nem leia !!
.
.
Kisses 😘
.
.
Kae🍒

Capítulo 1 - Single Chapter..


Fanfic / Fanfiction IL Mio Oggetto Sessuale..[ Imagine Rap Monster Kim Namjoon] - Capítulo 1 - Single Chapter..

                         [S/n Pov]




Não estou sabendo lidar com esse horário de primavera . Acordei assim que o meu maravilhoso despertador indicou ser 05:30 da manhã, o que na verdade no horário normal seria às 04:30 AM, o que me deixa com mais raiva ainda desse maldito horário, porém no entanto todavia, não tem outro jeito, me levantei e fui em direção ao banheiro para poder fazer minhas higienes matinais e tomar um banho. Depois de uns 20 minutos sai do banheiro com apenas uma toalha enrolada no corpo, pois esqueci de pegar a minha roupa, fui até o meu armário e peguei meu maravilhoso uniforme que eu não gostava nenhum pouco porém com o tempo já havia me acostumado.
Me arrumei e desci para poder tomar café com o meu "Oppa" Yoon ou como preferirem meu Irmão mais velho. Eu não moro com os meus pais , na verdade eu só tenho a minha Omma e meu Oppa, pois infelizmente perdi meu Appa quando tinha apenas 2 anos e minha Omma não mora em Busan e meu irmão veio morar em Seul por causa da faculdade e então como somos muito ligados optei por vir com ele que na época adorou a idéia...enfim, não é um assunto que gosto muito de falar..

Aaa, que falta de modos a minha não?  Já ia me esquecendo de me apresentar..Me chamo Min  s/n , tenho 17 anos, estou no último ano do ensino médio ( graças a Deus ) , tenho 1,63 de altura, NÃO me considero baixa e não gosto quando me chamam tal nome ou coisa parecida..
Tenho pelo branca , tipo muito mesmo, cabelos castanhos claros, olhos cor de mel e carrego comigo bochechas levemente rosadas , por pura originalidade..
Acho que feito isso podemos continuar não é mesmo?!!

- Bom dia Oppa..- eu disse o beijando na bochecha o que fez com que o mesmo que estava distraído levar um leve sustinho, acabei rindo do mesmo..

- Que susto Saeng, não faz mais isso não, eu sou cardíaco..- ele disse fazendo o típico draminha de Min Yoon..- Quer ficar órfã de Oppa é?..- ele disse e logo depois sorriu..

- Até não seria má ideia né..- eu disse fazendo uma cara pensativa e vi o mesmo revirar os olhos..

- Nossa s/n magoou..- ele disse e eu ri..- Só por causa disso vai andando hoje para escola..- ele disse e riu, meu sorriso sumiu na hora, a escola era longe e eu não chegaria a tempo..tá na hora de apelar..

- Eu estava só brincando Oppa, você sabe que é o melhor Oppa do mundo, sempre cuidando de mim tão bem, tão lindo, com esse sorriso maravilhoso que eu amo tanto..- eu disse fazendo carinho no mesmo pois sabia que ele não resistia a isso..

- Tá...tá...mas vamos ter que ir de moto hoje pois o carro está no concerto...- ele disse e eu assenti sorrindo vitoriosa..- Agora termine seu café enquanto eu irei me arrumar..- ele disse e saiu do ambiente sumindo do meu campo de visão..

Apenas continuei ali sentada comendo algumas torradas com geleias de cerejas e morangos e tomando um suco meio louco que o Yoon fez.. não sei exatamente do que era, mas estava bom..
Depois de uns 10 minutinhos ele desceu já totalmente vestido e com a sua bolsa de couro marrom atravessada por seu peito, digno de um universitário de artes, na verdade eu não sei nem como ele ainda está solteiro, sabe não é porque é meu irmão não, mas, o homem é gato heim..


Peguei minha mochila, meu celular é meu livro favorito vulgo " O diário de Anne Frank " , peguei minhas chaves e fui e encontro ao meu irmão que já me esperava em cima de sua moto com seu capacete e o meu em suas mãos..corri até o mesmo e então subi e assim fomos em direção a minha escola..
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
                                 -x-

Chegamos na escola bem rápido, também de moto é fácil, o que eu adorava mesmo era chegar na escola com o meu irmão de moto, as meninas ficavam de bica aberta e os meninos com inveja da moto do mesmo..
Era engraçado, eu Nunca fui dessas meninas populares ou que se importam com o que pensam das mesmas, eu só me importo com o que eu penso de mim.
Me despedi do meu irmão com um selinho, sim toda vez que vamos nos despedir , seja onde estivermos, com quem estivermos sempre fazemos isso, é um hábito desde quando eu era pequena, pois minha Omma disse que meu Appa fazia isso comigo, então quando ele se foi o Yoon começou a fazer isso comigo sempre que nos despediamos.. eu achava super fofo..

Eu estava feliz , na verdade eu sempre estou feliz na maior parte do tempo, porém toda a minha alegria acaba quando um certo SER enviado do capeta para me atormentar vem me infernizar todo santo dia na escola..

- Eai Baixinha..- ele disse com um sorrisinho idiota no rosto se aproximando de mim, meu irmão já havia ido, e eu já estava indo em direção aos armários da escola...- Olha, eu não quero ser estraga prazeres mas, a diretora não iria gostar nada de saber que uma de suas alunas exemplares estão de beijinhos na porta da escola..- ele disse com o seu típico tom de deboche e aquele sorrisinho que eu tanto...odiava?

- Não estou com paciência para suas brincadeiras hoje Kim Namjoon..- eu disse irritada, era incrível como aquele ser conseguia tirar minha paciência tão facilmente..

- Calma princesinha, só estou te dando um aviso.. não queremos a aluna exemplar tendo que limpar a biblioteca por ficar de pegação com o namorado na porta da escola não é?!..-aish, como eu o odiava, sempre foi assim, esse inferno na minha vida..

- Faça me favor né Kim, você mais do que ninguém sabe que ele é meu irmão..- eu disse andando agora em direção a sala de aula..

- É o Yoon tem sorte ..- ele sussurrou algo mas não consegui ouvir..

- O que disse?..- eu o perguntei e o mesmo levou suas mãos até sua nuca e sorriu sem graça? Kim Namjoon sem graça? Jesus está voltando..

- Ah eu disse que vamos nos atrasar para aula..- ele disse e eu apenas dei de ombros e então continuamos a andar por todo aquele corredor em um silêncio absurdo..

Não tinha muito tempo que eu morava em Seul, porém conheço o Namjoon desde sempre, ele também mirava em Busan, mas por alguma circunstâncias ele veio para Seul no ano retrasado, quando éramos crianças costumávamos a nos falar normalmente, na verdade até pouco tempo antes de eu me mudar para A nos falávamos quase que como amigos, mas não sei porque que quando ele veio ele já chegou assim, diferente.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
                              -x-

- Kim Namjoon se eu te alcançar você vai se arrepender de ter nascido..- eu "gritava" e corria atrás do.mesmo que estava com uma foto minha no vestiário da Ed.Física apenas de sutiã e calcinha em seu celular..- NAMJOON VOLTA AQUI...- eu gritava e corria..- SEU FILH...- quando eu ia terminar a frase bati com o meu corpo em algo e então vi que era ele, parado olhando com os olhos arregalados para sua frente, então sai de trás do mesmo e quando vi, minha reação fora a mesma que a sua..

- Sra.P-Park..- eu disse e sorri sem graça, a mesma carregava um olhar de reprovação em seus olhos ..

- Qual de vocês dois podem me explicar essa bagunça e escândalo no meu colégio?..- ela disse séria e ficamos em silêncio...- ANDEM , ME RESPONDAM..- ele gritou e nem eu e nem ele falávamos nada, quando eu ia começar a explicar o Namjoon me cortou e falou na minha frente..

- Sinto muito Sra. Park, é tudo culpa minha a s/n não teve nada haver com isso..- ele disse e ela me olhou e então olhei para o chão..

- Já que é assim os dois para minha sala..- ele ia questionar mas ela o olhou mortalmente e então o mesmo se calou..- Vamos, já sei até qual será o castigo de vocês..- ela disse e então a acompanhamos até a sua sala e então entramos na mesma e nos sentamos..

- Eu sei que vocês dois vem tendo problemas um com o outro, já estou a par de toda a situação de ambos é sinceramente já estou cansada de tudo isso, hoje para mim foi a gota d'água e como punição para AMBOS , os mesmos teram que limpar toda a biblioteca, os dois andares..- estávamos de cabeça baixa até ouvir a palavra punição e ambos..que a mesma fez questão de frisar..

- Mas...- eu tentei me defender mas foi em vão.

- Não tem mas senhorita Min, precisam ser punidos..- ela disse e baixei minha cabeça novamente..- Depois do término das aulas os professores iram embora e só ficará ambos e o Sr.Yang da limpeza que ira limpar as salas, quero que só saim daqui quando a biblioteca estiver brilhando..- ela disse e então nis olhou..- Estamos entendidos? - ela perguntou mas nada respondemos..- Estamos entendidos??..- perguntou de novo porém num tom um tanto ameaçador e grosseiro..

- Sim Sra.Park..- dissemos em uníssono..

- Tudo bem, agora podem ir..- ela disse a apenas assentimos com a cabeça e nos retiramos..

Eu e Namjoon fomos em direção a nossa sala em completo silêncio, andávamos distantes um do outro, cheguei primeiro na sala de aula e logo pedi ao professor para poder entrar, o mesmo de início não queria deixar que eu entrasse, porém expliquei a situação e o mesmo entendeu, fui em direção ao meu lugar quando vi que Namjoon estava na mesma situação que eu há alguns segundos atrás.. o mesmo também se explicou e logo se sentou em seu lugar e assim assistimos as duas últimas aulas..
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

- Olhando por este ângulo você é bem gostosa..- a voz grossa de um certo Ser idiota percorria por aquele ambiente quase vazio , preenchido apenas por livros e poeiras.

- Você não se cansa de ser idiota não?..- Eu me dirigi até o mesmo que estava a baixo de mim segurando a escada em que eu estava..- Será que você não percebe que isso não é nada legal?..- eu disse e o mesmo ficou em silêncio ..- Eu só queria entender o porquê mudou desse jeito...sabe, eu realmente gostava do antigo Namjoon..- quando eu disse isso o mesmo me olhou e sorriu de leve..

- Mesmo?...- ele disse um tanto animado?

- Mesmo, o Namjoon que eu conheci não era um idiota, babaca, provocador ..- eu disse e o mesmo abaixou sua cabeça e fitou o chão.. desci da escada e fiquei em sua frente..

- Me desculpa..- ele disse em um sussurro mas, por eu estar próxima, consegui ouvir..

- Você não tem que me pedir desculpas, você tem que me explicar o porque mudou..- eu disse e o mesmo me olhou nos olhos e foi se aproximando..

- O-o que v-você está f-fazendo..? - eu disse com dificuldade pelo mesmo estar muito próximo de mim.

- Me desculpa mas eu preciso fazer isso..- ele disse e então acabou com a distância que havia entre nós dois com um pequeno selar, de início tentei o afastar de mim, mas o mesmo era mais forte, depois de algum tempo acabei cedendo e senti a língua do mesmo pedindo passagem e então logo cedi, sei que não adiantaria tentar sair... Paramos o beijo por pura falta de ar..ele colou nossas testas e assim ficamos até que nossas respirações voltassem ao normal..

- Porque fez isso..??- eu perguntei com a minha testa ainda colada na dele..

- Por que é uma coisa que eu tô querendo fazer a um tempão. - ele disse e imediatamente me soltei de seus braços..

- Conta outra, você só fez isso por pura provocação e eu como sou idiota cedi..- eu disse e o mesmo riu..que ódio..- Quer saber , vamos fazer assim, fingimos que nada aconteceu e então terminamos isso aqui e cada um segue o seu caminho..- eu disse e passei pelo mesmo indo em direção as escadas e quando eu ia subir na mesma sinto dois braços agarrando minha cintura por trás e me tirando de onde estava..- Me solta...- eu disse mas o mesmo nada fez..- Me solta agora Namjoon..- eu estava tentando ser pacífica mas o mesmo não estava ajudando - ME SOLTA..- comecei a me debater para ver se o mesmo me soltava mas ele ria e continuava ali..

- Não adianta, eu não vou te soltar..-ele disse e eu apenas parei ..- Não posso te soltar..- ele disse e então apertou um pouco minha cintura..- Não quero te soltar..- disse sussurrando em minha orelha e mordendo o lóbulo da mesma me fazendo arrepiar..

- Acho melhor você parar por aí..- eu disse..- Não vou cair no seu joguinho..- eu disse e o mesmo me virou de frente com certa força..

- Eu estou com cara de quem está brincando..?..- ele disse porém não me deixou responder..- Olha s/n , você quer saber o porquê mudei? O porquê estou assim com você? - ele disse e eu apenas assenti..- Bom, eu fiz isso, eu mudei para poder chamar a sua atenção, você nunca olharia para mim de outra forma, como nunca olhou, achei que talvez chamando a sua atenção para mim, poderia de alguma forma ter um momento para poder dizer..- ele disse e os meus olhos estavam arregalados..

- Namjoon eu..- ele não deixou eu falar nada apenas me beijou novamente, porém por a minha boca está um pouco aberta senti a língua do mesmo em minha boca, explorando cada canto..eu cedi ao beijo, por impulso levei minhas mãos até sua nuca e pus minhas mãos em seus cabelos os puxando levemente o mesmo apertava a minha cintura e a cada vez mais ia intensificando o beijo,  o ar já nos fazia falta porém não paramos, senti os beijos irem descendo até o meu pescoço o que me fez soltar um leve gemido..

- Você me deixa louco sabia..? -ele disse ainda com sua boca em meu pescoço, confesso que soltei um pequeno sorriso.. eu não queria corresponder a nada daquilo mas o meu corpo não me respondia..era como de o meu corpo e o dele quisessem a mesma coisa a muito tempo..

Ele continuou a beijar e a dar chupões que com certeza deixariam marcas roxas em meu pescoço, eu gemia baixinho, senti seus beijos descerem mais e chegares a fenda de meus seios, eu sabia onde aquilo ia dar, eu estava nervosa, pois ainda sou virgem, não quero fazer isso com qualquer um, quero fazer isso com quem me ame..e não por puro prazer e desejo.

- N-Namjoon......e-eu .....e-eu quero parar..- eu disse e o afastei um pouco o mesmo me olhou meio confuso..

- Porque? Não está gostando?..- ele não deixou eu responder novamente e já saiu falando..- Mas é claro que não, como sou idiota...me desculpa s/n, eu não queria fazer isso, foi mais forte que eu..me desculpa..- ele disse e ia se afastando de mim e não sei por qual circunstâncias segurei seus braços..

- Não é isso... Eu...eu..eu gostei..mas é que eu..bom..eu sou V-virgem e..- eu disse muito constrangida e o mesmo sorriu e colocou uma de suas mãos em meu rosto e fez carinho no mesmo

- Eu prometo não te machucar..- ele disse e beijou a ponta do meu nariz.

- Eu não quero fazer isso por puro desejo Namjoon, eu quero fazer isso apenas com quem me ame..- eu disse e o mesmo fechou a cara..

- Será que não dá para ver que eu te amo? Sempre amei, desde pequeno e isso não mudou até hoje ..- ele disse e sorriu o que me fez sorrir também..- Vem, vou te mostrar um lugar..- ele disse e então pegou em minha mão e.me levou até uma parte onde tinha dois sofás e era um pouquinho escuro, quando chegamos ele me beijou novamente intenso, o beijo estava se esquentando, o mesmo me deitou em um dos sofás ficando por cima de mim, eu estava nervosa e acho que ele percebeu isso..- Não fique nervosa..confie em mim..- ele disse e eu apenas assenti.

Seus beijos , seus toques, tudo me arrepiava, nunca pensei que estaria assim com ele, Kim Namjoon..
É tão engraçado como o mundo da voltas..

- Você não tem ideia do quanto eu espero por esse dia..- ele disse espalhando diversos beijos por todo o meu corpo..senti suas mãos em meus seios ainda cobertos, sua mão foi descendo até chegar a borda da minha blusa a abrindo , foi até o feixe do meu sutiã e o abriu, revelando meus seios, fiquei com um pouco de vergonha e o mesmo notou..- Eles são lindo igual a você, não fique com vergonha..- ele disse me dando um selinho fazendo uma trilha de selares desde a minha boca até meu seio direito, o abocanhou.

- Aaaaaaaanh..- gemi com o contato de sua boca no mesmo, sua mão foi de encontro com o esquerdo, ele os apertava com vontade o que me fazia gemer em seu ouvido..-  Joonnie-ah...- eu gemi baixinho em seu ouvido o mesmo sorriu vitorioso..

Senti seu rosto ir descendo por todo o meu corpo, parando perto de minha intimidade, senti minha saia (do uniforme) se deslizar por minhas pernas e um beijo ser dado em minha intimidade coberta pô minha calcinha preta de renda..

Senti sua língua passar por cima do pano , minha sanidade estava se perdendo em meio ao prazer e desejo, senti seus dedos invadirem minha calcinha e tocarem meu clitóris, gemi alto ..- AAAAAAAANH..- o mesmo começou a fazer movimentos circulares...minha calcinha foi tirada por sua boca e uma lambida foi depositada em minha intimidade já encharcada..- Joonnie-ah...isso... é..tão..booooomm..Aaaaaaaanh..- eu gemia agora um tanto alto o que estimulava o mesmo a continuar, seus movimentos eram magníficos , me levavam a loucura, o pingo de insanidade que me restava havia se perdido completamente..
Senti todo o meu corpo se estremecer  e uma onda de calor e prazer preencher meu corpo..- NAMJOON-AH AAAAAANNH...- me dês fiz em sua boca, o mesmo me lambeu e chupou todo o líquido não deixando nem sequer uma gota...

- Tão doce..- ele disse e subiu em cima de mim e atacou meus lábios me fazendo sentir meu próprio gosto..


- Minha vez de brincar..- eu disse e inverti as nossas posições, ficando por cima do mesmo, sentei em seu colo e comecei a rebolar em seu membro..

- Não me provoca assim S/n..- ele disse apertando meu corpo contra o seu membro aparentemente rígido..
Ele disse e eu sorri , aí mesmo que comecei a rebolar mais e mais, rápido e com certa força, retirei sua camisa revelando seu abs que ao meu ver era maravilhoso sorri com tal visão..- Gosta do que vê S/n ? - ele disse e então eu passei minha mãos por toda a extensão de seu abs e sorri mordendo os lábios..- Vou entender isso com um si.....AAAAAAAAAAAAAnnH...porra S/n..- ele gemeu quando apertei seu membro ainda por cima de sua calça, sai de cima de sua colo recebendo um olhar reprovador, me levantei ficando ajoelhada no chão e então comecei a abrir sua calça, cada movimento que fazia o olhava nos olhos, não sentia mais vergonha, eu só o queria naquele instante..

Abri sua calça a retirando junto da cueca revelando sua pau grande e grosso, pulsando , mordi meus lábios e então peguei no mesmo e comecei a fazer movimentos leves de vai e vem com as mãos, o mesmo pendurou a cabeça para trás e gemia..- Aaaaaaaanh S/n, vou te punir...por....Aaaaaanh....me provocar Aaaaaassimm..- ele disse em meio aos gemidos, levei minha boca até seu pau, e então passei minha língua desde sua base até sua glande , o abocanhei com certa vontade, o chupava e o masturbava aí mesmo tempo, o mesmo só gemia..- Isso Aaaaaaaanh....m-mais r-rapído.....Aaaaaaaanh...- ele gemia e eu ia cada vez mais rápido, até que ouvi um gemido rouco e um líquido quente invadir minha boca..- AAAAAAAAAAAAAnnH S/n..- ele havia gozado na minha boca e eu não liguei , apenas engoli todo o seu gozo, senti escorrer um pouco pelo canto da minha boca, me sentei sem seu membro rebolando no mesmo e então passei o meu dedo no canto de meus lábios retirando o resquício de gozo e lambi meus dedos.. senti meu corpo bater no sofá e um corpo em cima de mim,  Namjoon havia mudado as posições, podia sentir seu membro roçar em minha intimidade que gritava por ele..

- Você tem uma boquinha tão gostosa..- e disse roçando ainda mais seu membro em minha intimidade..- Posso?..- ele perguntou posicionado seu membro em minha entrada eu apenas assenti ..- Se te machucar, não hesite em me falar, eu paro , tudo bem?...- ele disse e eu assenti novamente, senti a cabeça de seu membro ir me penetrando ..

- Nam, pare, está doendo..- eu disse e o mesmo sorriu sapeca..

- Mas eu nem meti nada ainda..- ele disse - Apenas a pontinha ..- ele disse ainda com o mesmo sorriso..

- Pontinha? Você tem noção do tamanho disso aí?..- eu disse e ele gargalhou..

- Relaxa amor, prometo ir metendo de pouquinho em pouquinho..- ele disse e foi me penetrando as poucos, senti uma lágrima escorrer pelo meu rosto..- Calma, vai passar..- ele disse enxugando minhas lágrimas e me beijando para que eu possa me distrair da dor que sentia ...
Ele ficou parado por um tempo e quando a dor ja não se tornava mais incomoda , rebolei em seu pau e o mesmo entendeu que ja podia começar..
Seus movimentos eram leves e lentos o que de início era maravilhoso, mas com o tempo meu corpo pedia mais..eu queria mais, muito mais..

- M-mais R-rapído Nannie..- eu disse ofegante e o mesmo sorriu safado e começou a estocar, meter , penetrar, forte, muito mais forte, ...-Aaaannnh , i-issooo...AAAAAAAAAAH .......M-me F-Fo-o-dee Joonnie-ah...- eu ja não gemia  e sim gritava por ele..

- Aaaaaaaaaanh S/n... tão apertadinha...- ele gemia ofegante..- Tão gostosa, isso geme meu nome geme...- ele gemia, e metia cada vez mais forte, meu interior pedia por mais, só se escutava o som de seu corpo se chocando com o meu e nossos gemidos em toda aquela biblioteca..

- M-mais.... i-isso-o.....aannnnnnnnh...,- eu gemia e sentia todo o meu corpo se estremecer e meu interior se contrair em seu pau que continuava a meter em mim..- KIM NAMJOON-AH..- eu gemi seu nome arrastado pelo prazer que o mesmo me proporcionou, depois de algumas estocadas senti seu líquido escorrer por todo o meu interior..

- Aaaaaaaaaanh S/N -AH...- gemeu meu nome arrastado e senti seu corpo cair por cima de mim, nossas respirações estavam ofegantes e quando se normalizou o mesmo saiu de cima de mim e nos olhamos, demos uma gargalhada...- Tem certeza que era virgem?..- o.mesmo disse e eu concordei..- Não foi o que pareceu..me pareceu bem experiente..

- Isso é ruim?..- eu perguntei inocentemente, vai que ele nao gostou assim como eu..

- É maravilhoso..- ele disse e me feu um beijo na testa e depois um selindo em meus lábios..- Vamos tomar um banho e depois terminamos de limpar aqui e vamos para casa..- ele disse eu eu apenas concordei, o mesmo ja ia se levantando e colocando sua cueca quando o puxei pelo braço..- O que foi princesa?..

- Namjoon, como vai ficar as coisas entre nós dois?..- eu disse receiosa..- Vamos voltar a ser como era antes..?..- eu perguntei e o mesmo se sentou de frente para mim e sorriu..

- Claro que não, agora vou trata-la como sempre quis, vou fazê-la a garota meus feliz da vida, vou fazer os outros garotos sentirem inveja de mim por ter alguém como você ao meu lado..- ele disse e sorriu..- Eu te Amo s/n.. não se esqueça disso..

- Eu...Eu também te amo Kim Namjoon..





















                         The End


Notas Finais


Sei que o final foi bosta, mas é que eu não sei fazer finais, não sei escrever capítulos únicos, mas sempre quis tentar, então levem em consideração que esse foi o meu primeiro..
.
.
.
Espero que tenham gostado..
.
.

Beijos de Luz ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...