História I'll leave you alone, Jungkook. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Suga
Exibições 279
Palavras 2.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse capítulo contém Lemon, cenas de sexo e linguajar chulo, se você não gosta, sugiro que espere o próximo capítulo, você foi avisado.

Boa leitura 💙

Capítulo 11 - Who do you belong to, Chimchim?


*Quinta-feira, março de 2016*

Jimin estava assustado, ao ver o maknae ali, se aproximando tão predatoriamente de si, sua primeira reação foi correr para o outro lado da cama, deixando assim, a mesma entre os dois corpos.

"Ah, qual é Chimchim? Vem cá! Não confia no seu maknae?" O moreno indagou, com uma falsa inocência no rosto. Jimin apenas negou com a cabeça, não tinha forças para falar, estava com medo e queria sair logo dali. "Ah Chimchim, você me deixa maluco... Como eu quero marcar essa sua pele branca com meus dedos, e com minha boca também." E ali estava o adolescente pervertido que Jimin sabia que iria aparecer, ao ouvir aquilo, os olhos do pequeno dobraram de tamanho, e eu tenho quase certeza que seu rosto dava para ser comparado com um tomate. 

"P-Porquê está aqui, Jeon?" Se forçou forçou perguntar, vendo um sorriso malicioso tomar conta do rosto do mais novo, este que já estava ficando impaciente, queria logo o corpo pequeno colado ao seu, de preferência sem roupas e gemendo seu nome.

"Oh, eu não disse? Jin-hyung me pediu pra vim fazer companhia a você. Tem que me deixar me aproximar, Chimchim. Eu garanti a Yoongi-hyung que iria cuidar de você." A malícia era palpável naquela simples frase. Jimin era inocente, mas nem tanto, sabia o que aquele 'cuidar' significava.

"Não, saia daqui, Jungkook." Jimin respondeu, com uma falsa seriedade. A verdade era que estava com medo do que poderia acontecer naquele quarto se nenhum dos dois saísse. Viu o mais novo pular por cima da cama numa velocidade inacreditável, até tentou correr mas o mais novo logo o puxou pela cintura, colando suas costas ao tronco forte dele. Merda, o que faria agora?

"Nós dois sabemos o que vai acontecer aqui, hyung. Porquê não pulamos a parte chata, hm?" Uma mordida fraca no lóbulo da orelha do menor foi depositada, o mais novo logo sentiu o corpo pequeno a sua frente tremer, o fazendo soltar o risinho. Apertou o corpo menor no seu, e logo viu Jimin amolecer em seus braços. Ele sabia do efeito que tinha no ruivo, e iria usar aquilo.

"P-Por favor Jungkook-ah, m-me solte." A voz do ruivinho já tinha perdido toda a força. Ter o maknae ali, chupando seu pescoço com tanta volúpia, mordendo sua orelha, apertando o corpo contra o seu... Porra, era óbvio que não iria aguentar.

"Sinta como você me deixa, hyung." Falado isso, fez pressão com seu membro coberto já duro nas nadegas do menor, esse que gemeu arrastado ao sentir. "Acha mesmo que eu vou te deixar sair antes de acabar com você?" Quando terminou de falar, o moreno o virou, o beijando em seguida, sem deixar o menor protestar. O beijo não era selvagem, nem nada do tipo. Tinha saudade, paixão, desejo. As línguas brincavam uma com outra, era ritmado, tinha conexão. E alguma outra coisa que Jeon não sabia decifrar, mas que nunca sentiu com ninguém.

Quando se deu conta do que estava fazendo, Jimin tratou de quebrar o beijo e começou a tentar empurrar o corpo maior a sua frente. Quando o moreno percebeu que o pequeno não ia facilitar para si, empurrou o corpo pequeno com cuidado na cama e deitou no meio de suas pernas, segurando as mãos briguentas em cima de sua cabeça. Não tinha como fugir.

"Ah hyung, porque está fazendo isso, hm? Não quer sentir meu pau entrando em você, duro e forte, até te fazer perder os sentidos?" Era isso, estava perdido. Aonde o maknae tinha aprendido aquele linguajar tão chulo?

"P-Porque está f-fazendo isso comigo-o, Jeon?" Se forçou a perguntar, sentindo o moreno descer a mão solta para cima de seu membro e apertando forte, o fazendo gemer. "Porra..." Por mais que dissesse que não queria aquilo, todo seu corpo respondia aos toques do mais novo, e isso era visível, já que seu membro estava dolorido e duro embaixo de sua cueca.

"Porquê eu te quero, Chimchim." Ao sentir as mãos pequenas pararem de lutar, as soltou. Descendo para as coxas fartas, as puxando e fazendo rodearem sua cintura, e logo tratou de aperta-las forte, deixando as marcas de suas mãos. "Você gosta, hyung? Gosta de sentir meu pau duro na sua bunda?" O maior começou a simular estocadas fortes nas nadegas do pequeno, este que só soube gemer em resposta. "Ah hyung, eu vou acabar com você." O moletom incômodo para Jeon, foi tirado violentamente do corpo do menor. Deixando sua pele branca e imaculada exposta. "Tão lindo..." O moreno murmurou, tratando de marcar toda aquele pele macia. "Você tá tão duro, hyung, quer ajuda com isso?" A pressão do corpo maior sobre seu membro aumentou, fazendo o ruivinho acentir desesperado. A verdade era que Jimin já estava entregue aos toques de Jeon. "Fale hyung, me diga o que quer." Levou sua mão grande para dentro da cueca do menor, estimulando-o vagarosamente. 

"M-Me... Me chu-aaaah" O menor não conseguiu segurar o grito ao sentir o moreno rodear sua glande tão deliciosamente.

"O que Chimchim? Eu não entendi." Desgraçado, filho de uma puta, idiota. O moreno deu um selinho nos lábios grossos a sua frente, eram tão convidativos para si.

"Me c-chupe, Kookie, p-por favor." Ele finalmente havia conseguido falar, com dificuldade, mas conseguiu. Não era fácil para o ruivo ter Jungkook ali, lhe provocando e estimulando daquele jeito.

"Tudo que quiser, amor." Amor? Jeon lhe chamou de 'amor'? O menor sentiu sua cueca ser tirada impacientemente, foi quase rasgada, na verdade. Deixando-o nu, na frente do moreno. O mais novo não conseguia parar de olhar o pequeno a sua frente. Deus, como ele conseguia ser tão gostoso? Parecia uma obra de arte feita pelos deuses. A pele já vermelha e roxa, pelas marcas feitas por si, o cabelo ruivo desgrenhado, a boca entre aberta, tudo naquele garoto era perfeito. 

"N-Não me o-olhe assim, Kookie-ah." Ouviu a voz envergonhada do ruivinho, se ajoelhou a sua frente, ficando de frente para o pênis do hyung. 

"Porque? Você é tão gostoso, hyung." Começou uma masturbação lenta no membro do pequeno, o fazendo gemer manhoso. "Eu vou te provar agora, tá bom pequeno?" A pergunta não foi respondida, o ruivo não conseguiu formular nada, pois assim que a pergunta foi feita, o moreno já socou a boca em seu pênis, o fazendo gemer alto e segurar o cabelo preto em sua frente. Não ditava os movimentos, só via a cabeça subir e descer em seu membro rapidamente. Sentia o garoto rodear a sua glande com a língua, chupar a sua extensão fortemente, raspar com os dentes as veias de seu membro, as vezes ele ia tão fundo com o membro na boca, que o ruivinho sentia a ponta de seu pênis bater na garganta do maknae. "M-Meu Deus..." Murmurou, rolando os olhos, apertando mais ainda o cabelo em sua mão, tentando descontar o prazer que estava sentindo.

Sentiu o garoto subir as suas pernas, as dobrando, deixando sua entrada exposta. Tirou a boca de seu membro, fazendo um estalinho erótico, e colocou dois dedos em frente a sua boca. "Chupe." Aquilo não foi um pedido, foi uma ordem. Mesmo não entendendo bem aquilo, Jimin chupou os dedos com volúpia, Jeon pôde sentir uma fisgada dolorida em seu pênis. Porra, aquela boca carnuda era sua perdição. O moreno tirou os dedos de sua boca apressado e voltou a se ajoelhar em sua frente, como o ruivo estava com as pernas dobradas, o maknae tinha uma boa visão da entrada rosinha do menor. Antes mesmo do pequeno fazer alguma pergunta, o maior colocou sua língua ali dentro, chupando fervorosamente as suas preguinhas, as vezes simulando estocadas com sua língua. 

"Aaaah, p-porra." O ruivinho não sabia que poderia ser tão bom ter aquele membro molhando em sua entrada. Sem avisar, Jeon trocou sua língua por um de seus dedos, ouvindo um murmúrio em protesto pelo encomodo. 

"Seu gosto é tão bom, hyung." Jimin não sabia explicar o que estava sentindo naquele momento, era uma mistura de encomodo com prazer, muito prazer. Mal teve tempo de reclamar quando o moreno o preencheu com outro dedo. O maknae sempre lhe distraia, com toques, chupões e beijos. Jeon tentava alargar o máximo que podia a entrada apertada do ruivo. 

Quando o maior não aguentou mais ver o ruivo tão entregue aos seus toques e não fazer nada, se afastou do pequeno com o olhar perdido a sua frente, ouvindo ele reclamar por ele ter tirado os dedos de si tão violentamente, e tirou toda a roupa rapidamente, sem paciência alguma. Quando ele tirou a cueca, quase gemeu em aprovação por finalmente está livre. Sentiu um olhar sobre seu membro, e virou o rosto para o ruivo, este que olhava quase hipnotizado para o pênis do maior, mordendo os lábios.

"Gosta do que vê, pequeno?" Sorriu malicioso, se aproximando como um leão do ruivo, este que já se sentia como sua presa.

"K-Kookie... Isso não v-vai caber em m-mim..." Jeon riu do olhar assustado do menor, se encaixou entre as pernas do menor e o fez o rodear com elas outra vez. O menor gemeu ao sentir o membro grande roçar em seu botão. 

"Ah Chimchim, vai ter que caber, por que eu não vou parar agora." O pequeno tremeu ao ouvir a voz rouca e maliciosa no pé de seu ouvido. "Me desculpe, hyung, mas eu vou te deixar sem andar por dias." Falado isso, entrou sem avisar e de uma vez só no ruivo, este que gritou de dor. Jeon mal conseguia respirar, era tão gostoso, quentinho e apertado. Sentia as paredes do ruivo quase esmagarem seu membro. Ele teve que a segurar para não se mexer logo e foder o ruivo. Apesar de tudo, não queria machucar o menor, queria que ele sentisse o prazer igual ao que ele estava sentindo. "Você me recebeu tão bem, amor." Começou masturbar o menor, tentando o distrair da dor. O baixinho soltava algumas lágrimas e murmúrios inauditiveis para o maknae entender.

Foi questão de minutos para o ruivo se mexer, como se avisasse para o moreno que ele já podia começar. Apesar de querer foder o pequeno com força, Jeon se segurou e deu fracas estocadas no menor, esperando que ele se acostumadas logo com o volume dentro de si. Quando viu que Jimin já tinha começado a se acostumar, o maknae começou a acelerar seus movimentos, fazendo o ruivinho gemer alto abaixo de si.

Se não fosse a ajuda do maior segurando suas pernas, o pequeno tinha certeza que não conseguiria segurar elas no lugar. "Ah hyung, tão apertado..." Ouviu o moreno murmurar, colocando uma de suas pernas em cima de seu ombro e começando a estocar fundo em si, Jimin nem sabia que isso era possível.

"Meu Deus, meu Deus, meu Deus..." O pequeno nem sabia o que estava falando, sua mente estava nublada pelo prazer que estava sentindo. "KOOOOKIE" gritou quando sentiu sua próstata ser acertada fortemente. As estocadas diminuíram gradativamente, fazendo o pequeno murmurar em protesto.

"Hm, parece que eu achei uma coisa interessante aqui, não é pequeno?" Falado isso, uma estocada forte foi sentida, acertando outra vez o ponto especial do menor, este que segurou forte o lençol, soltando um gemido mudo. Jeon tinha certeza que se aquilo tivesse sido em suas costas, com certeza estaria sangrando agora. "Gosta quando eu toco aqui, hyung?" E outra penetração na próstata do menor. "Se não me responder, eu vou parar hyung." Era óbvio que não iria parar, não conseguiria. Mas estava gostando de torturar o pequeno, que parecia tão perdido no prazer que estava sentindo. Diminuiu outra vez as estocadas, só para provocar o pequeno.

"Não, K-Kookie, por favor." O baixinho começou a se mexer, tentando rebolar para ter mais contato com o maior. "E-Eu gosto, K-Kookie, gosto m-muito quando toca ali." Respondeu, fazendo o moreno rir ao ver o quão desesperando o ruivo estava. "A-Agora, por favor, me foda Kookie." 

Um gatilho imaginário foi puxado na cabeça de Jeon, ouvir Jimin pedir para o foder era muito para si.

As estocadas se tornaram violentas de uma hora pra outra, o ruivo só soube gritar e gemer em resposta. O moreno estava surrando sua próstata. Tudo ali estava deixando o moreno enlouquecido. O cheiro de sexo no ar, o seu pênis entrando e saindo da entrada apertada do ruivo, a cama batendo na parede. Sim, o moreno usava tanta força em suas estocadas que a cama estava rangendo e batendo na parede. Quando ouviu os gemidos do baixinho ficarem mais finos, indicando que ele estava prestes a gozar, colocou seu dedo em sua glande, impedindo o ato.

"O-Oq... aaaah Kookie" nao era fácil para o menor formular uma frase ao ter seu ponto instigado daquela forma. 

"Não vai gozar agora, hyung, eu não estou nem um pouco cansado." O ruivo jurava que iria enlouquecer se não podesse gozar logo. Sem aviso prévio, o moreno o virou na cama, o deitando de bruços, deixando sua bunda um pouco empinada, voltando a lhe penetrar ainda mais violento.

"M-Me deixe g-gozar, Kookie, p-por favor." Choramingou, sim, ele estava chorando de prazer. A que ponto chegou? O pedido foi ouvido, e ignorado pelo maior. Sentiu um tapa forte em sua bunda e gritou, sua garganta já estava doendo de tanto gemer, parecia uma puta.

"Me diga de quem você é e eu te deixo gozar, hyung." O mais novo já estava perto, mas antes queria ouvir do pequeno que ele era seu, precisava daquilo. "Diga Chimchim, a quem você pertence?" O maknae começou a deixar marcas nas costas do menor. "Diga!" Ordenou, batendo outra vez nas nadegas fartas do menor, deixando as marcas de seus dedos na bunda branca. 

"E-Eu aaaaah..." Chegou uma hora em que as estocadas estavam tão violentas que o ruivinho teve que segurar na cabeceira da cama pra que sua cabeça não batesse violentamente nela. "VOCÊ! EU PERTENÇO A VOCÊ!" O ruivo gritou, não aguentava mais. Ao ouvir isso, o moreno o virou outra vez, o deixando de frente para si, tirou o dedo e sua fenda e o beijou, estocando fundo no pequeno. Foi questão de segundos para que os dois gozassem, tendo o melhor orgasmo da vida dos dois. Um clamando o nome do outro. Foi questão de segundos também, para que Jeon atacasse os lábios de Jimin, outra vez. Os lábios que tanto amava.





Notas Finais


Oi genteney, desculpa outra vez por demorar pra postar. É que é meu primeiro lemon e eu não queria fazer de qualquer jeito, não sei se ficou bom, mas eu tentei.
Queria saber também, assim, eu tava pensando, quando essa fic acabasse, em fazer outra de alfa/ômega, vocês leriam se eu fizesse?
É só isso mesmo, obrigada por ler e até o próximo capítulo 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...