História I'll miss you - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Min Hyuk, Show Nu
Tags Drama, Romance
Exibições 60
Palavras 6.883
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Li bastante vezes para corrigir os erros ,❛ω❛ Espero que gostem,

Capítulo 1 - You're my type.Capítulo único


Fanfic / Fanfiction I'll miss you - Capítulo 1 - You're my type.Capítulo único

Sem sinopse e sem nada, por esse começo já sabem que não irei contar uma história de mar de maravilhas, me chamo Shownu e acabo de perder o amor da minha vida, era um amor proibido, superamos todas as barreras...Mas os pais venceram dessa vez, levaram ele para outro país. Fico dias e horas pensando nele, seus toques, beijos; me faz muita falta, ja entrei na depressão não sei como acabar com essa loucura, ja me cortei varias vezes mas parece que não consigo fazer nada direito, o nome dessa pessoa é Minhyuk nunca esquecerei o dia que o conheci.

10/10/11-Nova York- 14:00 PM.

Pov's Shownu-

Hoje eu iria entrar em meu primeiro emprego, apesar de ser simples me orgulho, seguirei minha faculdade de Medicina, meus pais se dedicam muito a pagar essa faculdade.

- Aqui parece ser um lugar bom...

-Seja Bem-vindo Shwonu, serei sua gerente... Prazer sou Yuu.. ( lhe estendo a mão).

- Olá senhorita Yuu.. Prazer ! ( lhe estendo a mão devolta). Por onde eu começarei hoje?

-O básico! é claro você servira as mesas em breve mas quero que ajude na cozinha, terá uma pessoa que irá te ajudar...

- Acho que será fácil isso.. ( Eu pensei que seria uma garota a me ajudar como em alguns restaurantes daqui).

-Olá...Me chamo Minhyuk ( o comprimento tímido)..

- ... Olá.. Minhyuk.. ( fiquei tão impressionado com ele, era gentil... Mas não era hora de começar a admirar ninguém).

- Vai trabalhar aqui então , bem-vindo irei te ajudar na cozinha.

- Espero que sejem amigos! Parece que vão se dar bem! ( Me dirigi até minha sala).

- Vamos.. er... Qual seu nome..

- Ah me esqueci desculpe.. Sou Shownu...( Sorri envergonhando).

-Ah não tem problema, também me esqueço das coisas as vezes ( solto um grande sorriso esbranquiçado).

- Vamos então... ( Segui ele até a cozinha).

- Sou exigente , espero que trabalhe bem! ( Falo brincando).

- Claro que vou! ( Dei um leve soco em seu ombro) - Fiz gastronomia antes de vim para cá, bem fiz metade do curso porque precisava ir para a faculdade de medicina...

- Está bem show....Ah posso te chamar assim? Gosto de colocar apelidos carinhosos nas pessoas... ( Encolho os ombros balançando o corpo para o lado).

- Claro que pode Min..

-Min?

- Minhyuk.. ( Sorrio para ele ).

- Ah, claro ninguém nunca tinha me dado um apelido... ( Fico corado e começo a olhar para ele sorrindo).

-  Por onde começo?...

- Tenho que te mostrar onde ficará os ingredientes, também umas técnicas que aprendi sozinho... ( Falo me gabando um pouco).

- Parece experiente... (  me ergui  nas pontas dos pé para ver oque ele estava fazendo).

- Aqui é onde ficam os ingredientes cada um está bem separado, então não confunda e nem os misture.

- Sim senhor!...

- Não me chame de senhor.. Me sinto velho..

- Você é bem mais novo  doque eu..

- Tenho 18 e você Show..?

- 20..

- É novo também, não é velho... E olha você tem um físico melhor que o meu..

- Ah... Você reparou no meu físico... Eu me cuido também...( Do nada ele desvia o olhar e volta a arrumar as coisas no lugar).

- Vamos continuar... Você sabe fritar um ovo?... Doque está rindo?

- Desculpe.... Sim eu moro sozinho tenho que saber me virar... Mas tenho meu geito...

- Te ensinarei uma técnica que deixará com melhor sabor..

- Vamos quero ver..

- Venha mais perto assim não consigo te mostrar, me dê sua mão..

- .. hã...

- O que, ande é rápido....( Ele veio atrás de mim e senti seu calor passar para meu corpo, fiquei nervoso ao sentir ele se encostar assim tão perto).

- Algo de errado Min?

- N-não... ( Seguro sua mão e coloco sobre a frigideira e faço rapidamente os movimentos, queria sair daquela situação logo).

- Incrível, foi até rápido...

-.. ( Quando ele se afastou senti que meu corpo pedia mais, era estranho).

- Min...Algo de errado?

- .. Vou ao banheiro...

-Ah, ok então ( quando ele passou por perto senti que ele estava nervoso mas não fazia ideia do porquê).

Pov's Minhyuk-

Oque esta acontecendo, posso ser gay mas meu corpo nunca reagiu asssim, Shownu me causou outras impressões desde que chegou. Lavei meu rosto 3 vezes para acordar disso.

- Droga Minhyuk, oque está acontecendo com você, pare com isso ele é só um novato! Nunca senti nada por ninguém porque irei sentir agora ( ouvi a porta se abrir , era Shownu)

- Esta tudo bem com você? Porque fala sozinho aqui?

- Não é nada Shownu...

- Parece nervoso..

- Por favor saia...

- Estou invadindo sua privacidade, irei sair desculpa...

Droga, ele só me deixou mais nervoso entrando assim no banheiro, melhor não ficar muito perto dele para que não aconteça denovo.

Apesar da cena na cozinha e no banheiro, ele ja tinha me conquistado oque o amor não faz , oque eu fiz por ele. Depois que o conheci melhor minha vida nunca mais foi a mesma, onde eu ia sempre nos encontrávamos por acaso e sempre conversavamos como melhores amigos , era bom para mim que vivia sozinho nunca tive uma companhia tão inusitada na minha vida como Minhyuk. Ele mudou tudo, se eu o perdesse ficaria sem rumo em meio ao mar , sempre escrevia em meu diário " Querido Min, onde você está agora.. Preciso muito de você !" Ele nunca iria ler isso concerteza mas eu sempre escrevia para mim mesmo. "capacidade esgotada, eu não aguento mais viver sem você! Quero sentir seu corpo novamente , seu calor é oque me deixa calmo", a cada dia que passava eu escrevia algo, sempre relacionado a Minhyuk, eu nunca tinha sentido nada disso... Mas senti depois que conheci ele... Ficou comigo o tempo inteiro, me protegeu e deu amor tudo o que precisava para viver melhor.

Nova York - 19:30 PM.

Shownu Pov's-

O horário que chegava muitas pessoas era as sete da noite, eu estava preparado para isso...Eu acho.

- Show! ( Chego saltitando até ele).

- Ah oi Min..

- Desculpe pela aquela hora no banheiro... Estava nervoso...

- Mas porque...

- Ei garotos sei que estão se conhecendo, mas agora é horário de movimento aqui!..

- Sim já estamos indo..

-Shownu, cuide do balcão para mim..

-Claro ( vou correndo até o balcão, já havia gente lá)

Minhyuk Pov's -

Observava Shownu quando tinha a chance de passar pelo balcão, passei por lá tantas vezes que ele já estava estranhando mas teve um momento especial nisso.. Consegui ficar lá por um tempo.

-Ei Shownu..

-Sim ? ( Ele se aproximou de mim no balcão e colocou a mão sobre a minha, sorrindo torto...Mas porquê ele fez isso fiquei encarando ele o tempo todo que ficou segurando minha mão, logo o chamam na cozinha e ele se afasta rapidamente)...

- Depois conversamos ( voltei correndo para a cozinha).

-...

Estava quase no horário de fechar então já estavámos guardando as coisas, fui até Shownu que limpava as mesas.

- Oi de novo! ( sorrio para ele).

- Ah... Oi Min...

- O que foi.. Agora você que parece nervoso.. ( Ele continuou limpando a mesa).

-Não é nada...

- Você não me engana.. ( me sento na cadeira e apoio a cabeça sobre a mesa e o observo limpar).

- Eu já disse que não é nada.. ( termino de limpar e guardo o pano voltando lá de novo) - O que você quer Min...

- Nada só estou cansado...

-Também estou.(Coloco a cadeira junto a ele e me sento, no mesmo instante ele colocou a mão sobre a minha de novo olho para ele que fechava os olhos) - O que será que ele quer dizer fazendo isso...

Depois que acordei não vi mais ninguém lá alem de Shownu que estava na porta observando o céu, eu devia ter dormido muito tempo mas fiquei sentado por mais alguns minutos logo me levantando.

- Shownu oque faz aqui...( falo meio sonolento)...

- Você dormiu praticamente 2 horas...

- Você ficou aqui esperando eu acordar? ( Falo meio sorridente).

- Sim, porque não... Somos amigos você me ajuda... Eu te ajudo..

- Ah, vamos fechar aqui e ir para o ponto de ônibus, isso se estiverem passando esta hora aqui...( iria começar a chover então fomos rapidamente para o ponto).

- Está chovendo, Vamos ficar ali embaixo..

- Sempre que chove faz um frio horrendo...( ele se aproxima lentamente de mim e ficamos ali um perto do outro, acho que ele queria me esquentar).

- Você tem certeza que aqui passa algum ônibus essa hora?

-Eu não sei bem se passarão aqui agora... Shownu

-Hmm. ( As horas se passaram, ficamos em pé ali um tempo, logo eram 01:00 da manhã e Minhyuk já estava fechando os olhos).- Ei não durma, até agora não passaram nenhum ônibus por aqui..

-Se tiver estão a 10 quadras daqui...

- Onde você mora? Te levarei la e voltarei para  a minha casa...

- É muito longe, também não é bom você andar sozinho este horário...( Ficamos nos encarando por alguns minutos, logo ele desvia o olhar).

- E se.... Eu fosse para a sua casa?.. Se não puder deixar eu irei ter que arranjar um lugar..( Ele me olhou sorrindo e começou a caminhar).

- Então está bem.. Te levo até minha casa por hoje... ( Ele sorri e segura em minha mão, dou um sorriso torto e continuamos andando).

A sensação de segurar a mão de Shownu era muito boa, e também que eu me sentia seguro, ele não morava muito longe dali, eram apenas 2 quadras do restaurante. Nunca tinha ido a casa dele, sempre que ia pela primeira vez na casa de alguém eu seguia a pessoa por todos os cômodos menos no banheiro porque Shownu já me proibiu de seguir ele até lá. Mas enfim tinha chegado a hora de dormir, eu estava morto quase.

- Show...

- O que..

- Ande logo apague as luzes... Estou morrendo de sono.. ( coloco o braço sobre os olhos).

- Já vou.. Pronto..( Quando me sentei na cama ele veio perto parecendo sentir algo).

- Oque você passou... Cheiro Doce..

- Eu sempre passo algum perfume antes de ir dormir... ( Ele começou a vim para o meu pescoço mas o empurrei).- Vamos dormir logo...

- Ok....( me deito e fico me mexendo para todos os lados tentando achar uma posição que me favorecia).

-Min... Pare de pular pela cama...

- Estou tentando achar uma posição que me favoreça..

- Ache ela logo... ( coloquei o travesseiro sobre a cabeça, tentando voltar a dormir).

Voltei a me mexer de novo por mais alguns 40 minutos , Shownu não fez nada mas depois que me mexi mais um pouco ele veio e me abraçou, fiquei paralisado no momento.

- Fique quieto...

- ... ( Me virei para a parede, ele continuava ali, me abraçando foi quando eu consegui pegar no sono novamente).

Como eu disse o dia que eu conheci esse garoto já comecei a mudar, não havia outra escolha naquele dia a não ser abraça-lo para que ele ficasse quieto. No outro dia já me deparo com outra coisa inusitada outra vez, ele estava tão perto do meu rosto que faltava pouco para nos beijarmos me levantei rapidamente nesse momento, e sentei na beirada da cama esperando ele acordar. A rotina foi a de sempre levantar; fazer as higienes; arrumar o quarto, enquanto eu fiz tudo isso Minhyuk continuava dormindo mas tive que acorda-lo quando fui para arrumar  o quarto...

- Minhyuk Levante...

-Hmm...

- Anda logo preciso arrumar minha cama já são 08:00..

- Só mais 5 minutinhos mãe...

- Mãe? ( Comecei a rir e peguei o travesseiro batendo de leve nas costas dele).

-Ei...

- Eu disse para acordar...

- Ah que horas são...

- Oito da manhã, então levante logo daí..E também que você me chamou de mãe..

- Ah odeio quando isso acontece...Desculpe..

-Foi engraçado... ( começo a rir de novo).

- Ei não tem graça bobo! ( pego o travesseiro que eu estava deitado me levanto e tento acertar ele).

- Quer brincar disso então?..

- Sim! Vou te acertar mais vezes..

-Veremos.(Começamos a correr um atrás do outro pelo quarto, ele me acertou duas vezes e eu cinco larguei o travesseiro e decidi correr atras dele sem nada nas mãos).

- Ei oque vai fazer eu ainda tenho o travesseiro...Ops agora dois.

-Agora é só você correr...( começo a persegui-lo e ele pula na cama se jogando).

- Não estou com nada agora, você ganhou ( quando ele pulou eu me levantei correndo mas ele também foi rápido, me pegou pela cintura puxando).

-Não vale assim! Você me enganou, mas agora sim eu ganhei! ( Ele perdeu o equilíbrio quando o puxei  caiu no meu colo).

-Eh....(  sem pensar seguro a perna dele fortemente, pensei que iria cair no chão).

-Te puxei sem querer....

-..N-não tem problema..

Ele me segurava de um jeito de como não quisesse mais que eu saísse dali, tentei me soltar rapidamente mas ele continuava me apertando entre seus braços. Até ficamos daquele jeito por alguns minutos.

- Shownu... Já pode soltar..

-..A-ah me desculpe... ( soltei ele que foi em direção a sala).Oque eu acabei de fazer...

Esse dia foi o que eu pensei que iria ser calmo como qualquer outro mas depois que fiz isso com Minhyuk, o clima mudou completamente mesmo assim foi divertido ele ter ficado uma noite em casa, não rolou nada de mais, Até sinto saudades desses tempos.Ja faltavam 2 meses para acabar o ano e ele ainda estava no exterior , temia de ele ter arrumado outra pessoa já se passaram quatro anos que eu não via ele, meu aniversário estava chegando.Seria no próximo mês, haviam vários acontecimentos para contar sobre mim e Minhyuk, os mais importantes foram quando eu o conheci, nosso primeiro beijo, a primeira vez nunca irei me esquecer dela, logo depois que se passou 2 anos dele ter viajado me enviou uma carta, fiquei muito feliz de ter recebido isso a três anos atrás. ''Conforme os anos me devoram, sinto com mais intensidade a destrutiva certeza que as feridas jamais cicatrizarão e que carregarei pra sempre no fundo do meu âmago a dor dilacerante da perda'', ele logo me disse por mensagem que estava expressando oque sentia naqueles anos que iam se passando.Mas era raro eu falar com ele já que os país proibiam ele de falar comigo, tudo por um motivo idiota e fútil.

11/10/11 Terça-Feira 13:00 PM - Nova York.

Minhyuk Pov's-

Hoje seria o segundo dia de trabalho de Shownu, eu mesmo já sentia a felicidade dele que seria o motivo da minha também.

-Boa tarde Show...

-Boa..Min..

-.. ( ele parecia meio estranho depois de termos dormido juntos e ter acontecido aquilo de manhã).

-Não chegou ninguém ainda?..

-Yuu só chega as duas da tarde..

-Ok então, vou ir no banheiro..

-.( o segui até lá sem que ele tenha me visto, e abro a porta entrando e a fechando de novo).

-Minhyuk?! O que ta fazendo aqui dentro?!..

- Preciso te falar uma coisa...

-Não era mais fácil ter esperado eu sair?!

-Não! (entro na frente dele).

- Oque foi agora, se tiver precisando de ajuda em algo, fale ..

-Nada disso...

- É oque então..( ele me encarou seriamente).

-Me encontre no parque depois, é importante..

-Mas..

-Shhh.. Não podemos falar nada disso aqui, também que só você deve saber..

-Está me assustando..

-Não se assuste...Creio que irá aceitar oque tenho a falar..

-..

Shownu Pov's-

Minhyuk era cheio dos segredos, fiquei mais curioso depois dele ter me pedido para encontra-lo no parque num horário tão tarde.Chegando lá vi ele embaixo da arvore enquanto as folhas caiam ao seu lado, ele brincava com o cachorro que estava ali todos os dias no mesmo horário.

-Incrível né... Ele sempre está aqui nos mesmos horários que eu..

-Fale oque é tão importante...( Ele se aproximou segurando minha mão).

- não tem problema se eu gostar de você né..

-G-gostar de mim?

-Sim mas e você , gosta?

-Na verdade eu não pensei sobre essa parte de gostar.. ( Ele se afastou).

-Acho que será impossível então..

-Oque quer dizer?

-Eu já disse, estou apaixonado por você..

-O-oque...Está brincando...

- Não estou, eu não brinco com assuntos assim..

-Acabamos de nos conhecer...

- Já conheci tanta gente, mas você é diferente deles....Mais gentil, parece ter uma personalidade interessante..

-Sou apenas humilde...

- Tá aí uma coisa que não se encontra todo dia...

- Você também é...

- Pena que minha família estraga isso..

- Porque Min..

- Acham que eu devo ser igual a eles... Odeio classe média..

- Nunca conheci pessoas de lá...

- Algumas acham que podem manipular pessoas inferiores a eles... Meu pai é um, quer que eu arranje uma garota igual ao nosso patamar...

- Que tipo..

-Rica.. Oque mais seria, eu não quero, eles não sabem nem que sou gay...

- Você não contou??

- Não ... Apenas minha irmã sabe... Só que ela não veio para cá, ficou na Coréia ....

- Também sou de lá, vim com meus pais por causa da faculdade..

- Só estou aqui porque meu pai sempre anda viajando por aí, mas acabei obrigando eles a ficarem aqui por causa do meu trabalho no restaurante, já avisei que não vou sair daqui mais..( ele se sentou no banco e ficou com uma cara de pensativo, me sentei ao lado dele).

-..

- Show, vou ficar aqui por alguns minutos já que minha mãe mandou eu esperar ela...

- Tabom.. ( ele se aproximou mais e colocou a mão em minha perna).-Min... Pare de fazer isso...( Ele retirou a mão).

- Desculpe... É que eu gosto de te tocar...

- Pelo que você me disse sua família não vai gostar de mim.

- Eu sei mas não ligo para a opinião deles, não posso fazer tudo oque eles querem..

- Que ruim ter que conviver com isso... ( Ele começou a me olhar fixamente).- Oque foi Min...

- Porque tem que ser assim, eu sinto que você vai me fazer feliz...

-... ( Ele ia se aproximando cada vez mais  e eu não sabia se ficava ali parado ou me afastava).

- Quero dizer algo..

- Oque...

- Te amo Shownu...

- Min... ( Ele segurou minha mão e aproximou nossos rostos e lábios)..

- Diga que sente o mesmo por mim...

- Mas Min...

- Mas oque Shownu...

- Eu não sinto tudo isso que você sente...( Ele soltou minha mão e se afastou , tinha um carro se aproximando então ele se levantou).

- Eu vou indo...

- Min... ( Ele parecia ter ficado triste, foi quando alguém desceu do carro).

- Vamos logo Minhyuk! Não me atrase..

Acho que não devia ter dito aquilo para ele, mas não poderia deixa-lo me beijar se eu não sinto oque ele sente tão profundamente, vi que  estava passando a mão no rosto parecia estar chorando. Fiquei pensando nisso o dia inteiro, eu podia ter feito qualquer coisa mas machucar os sentimentos de alguém era o pior para mim.Apesar disso fiquei sentido neste dia, não via a hora  de chegar no restaurante e pedir desculpas para Minhyuk.

12/10/11- Nova York 16:00 PM

Shownu Pov's-

Levantei um pouco mais cedo e fui ao restaurante, parecia estar fechado e eu pensando que cheguei atrasado.

- Boa tarde Shownu..

- Boa tarde Srª. Yuu..

- O Min veio hoje?

- Min?

- ah, o Minhyuk...

- Sim ele está lá no parque com a irmã dele..

- Ok obrigada, vai abrir hoje?

- Não, esqueci de te avisar que não abrimos de Quarta...

- Não tem problema... ( Fui até o parque é encontrei Minhyuk sentado e a garota estava abraçando ele, me aproximei).- Minhyuk..

- Ah, irmão olha seu amigo aí..

- Min.. ( ele estava chorando). - Porque está chorando?

- É, porque....

- Oque ele tem...

- Não sei moço... Pergunte a ele....

- Oque você tem Min?

- Por poucas palavras suas eu já fiquei mal.

- Desculpe eu não queria ter te deixado assim... Mas você não disse que sua irmã tinha ficado na Coréia?

- Ela é a mais nova... A outra mais velha que ficou lá...

- ah ok...

- Eu vou deixar os dois sozinhos...

- Está bem... ( Ela passou perto de mim e parou).

- Cuide dele...

-..( me sentei ao lado de Minhyuk que estava meio que deitado no banco).

- Ei não fique assim, não pode deixar ser atingido deste jeito.... Você é uma boa pessoa...

- Shownu...

- Oque?

- Pare de falar nisso.... Eu sou uma merda em relação aos sentimentos..

- Não fale assim!

- ... ( Ele me abraçou trazendo para mais perto dele). - Não quero sofrer mais... ( Afastei ele).

- Se for pra ficar me ignorando , eu nem fico aqui!

- ...

- Minhyuk pare com isso!( Segurei em sua mão o virando para mim).

- Oque eu posso fazer.... Nada...

- Você pode sim, não quero que fique de mal humor por minha causa.( Aproximo nossos rostos).

- Oque tá fazendo Shwonu...

- Eu não sei mas só foi acontecer aquilo que eu comecei a gostar de você, eu já gostava antes... Mas quero cuidar de você ..

- Oque.. ( senti minhas bochechas esquentarem e nossos lábios se tocarem). Shownu...

- Shhh ( acariciei seu rosto enquanto as lágrimas dele escorriam por meus dedos).-  Eu irei cuidar de você...

- Mas você disse que não sentia o mesmo que eu...

- Você sabe que eu posso te conhecer melhor e começar a sentir profundamente isso que você também sente...

- Shownu... ( O abraçei fortemente).

- Não precisa chorar.... Estou aqui ao seu lado..

- Meus pais..Eles vão te negar.... E a mim também... Eles odeiam pessoas opostas a eles....

- Ei , a gente pode tentar falar com eles sua irmã te apoia... Mas e a outra?

- As duas sabem... Elas querem o melhor para mim mas meus pais são diferente delas.

- Vemos isso depois... ( Derrepente ele se afastou ).

- Minhyuk... Quem é esse....

- Mãe oque está fazendo aqui?

- Foi difícil te achar, sua irmã não queria me falar...

- Eu não vou sair daqui ( vi minha irmã atrás da minha mãe, ela fez um cara de que não queria ter falado onde eu estava).

- Oque eu te disse sobre ficar com qualquer um por aí, sabia que esse seu trabalho não iria dar certo..

- Porque você é assim... ( Ela me pegou pelo braço e levou até o carro).

- Não vai sair de casa hoje! Nem pense em fugir...

-.. ( Oque é isso, bem que ele me disse que a família dele era difícil logo o vi na janela do carro tinha voltado a chorar, me deu um thau triste).

Esse foi o fim de tarde que eu mais queria ter esquecido mas faz parte da minha vida. Passei a tarde inteira em casa assistindo TV e mais nada, parecia que a única coisa que me fazia feliz não estava ali até pensei em ir dormir mais cedo mas antes que eu fosse alguém batia na porta.

13/10/11 - Nova York 22:45.

Shownu Pov's-

Sempre que eu inventava de ir dormir cedo alguma coisa me impedia de fazer isso, alguém estava na porta eu não tinha ouvido direito porque a chuva estava muito forte.

- Minhyuk?! Oque faz aqui a essa hora...( Ele veio em minha direção me abraçando).

- Eu fugi para te encontrar, não posso ficar sem você.. Não me expulse...

- Mas.... Você não podia ter feito isso..

- Eu fiz por amor..

- Chega de chorar!

-...( Ele fecha a porta e me leva até o quarto).

- Min, vai ficar ruim para você, se sua mãe descobre que você veio para cá vai querer fazer algo para me prejudicar...

- Eu fico aqui o dia inteiro se Preciso!

- Temos que ir ao trabalho, você não pode ficar aqui..

- Shownu... Eu tenho um problema no coração... Não sei quando essa maldita doença irá me atacar denovo..... Quero aproveitar oque me resta ao seu lado...

- Doença....

- Sim, isso é horrível!

- Eu sei.... Mas e se eu te perder...

- Show... Se você me ama de verdade irá ficar comigo até meus últimos dias..

- Min... ( Me sento na cama ao seu lado).

- Eu te amo...

- Eu também ( ele sorri enquanto as lágrimas escorriam denovo aos poucos).

- Me toque... Você nunca fez isso, quero sentir seu toque...

- Mas Min....( Ele pegou minha mão levando até seu rosto)..

- Você é o único que pode me fazer feliz, eu te escolhi para isso...

Shownu Pov's-

Ele controlava minha mão deslizando por sua pele macia, e que eu pude sentir que era sensível, eu não conseguia tirar ela dali, parou de deslizar minha mão por seu corpo quando chegou ao seu quadril.

- Minhyuk... Porque está fazendo isso...

- Quero sentir seu corpo...  ( O puxei fazendo nossos corpos ficarem colados).

- Min... Não...

Ele começou a movimentar os dedos por dentro da minha camisa o empurrei mas ele voltou a fazer, meu corpo permitia eu já não podia mais fazer com que ele parasse .

- Minhyuk...

- Esse é o nosso momento Shownu...Me faça só seu apartir de agora.

- Espere... ( me afastei desviando o olhar). - E-eu nunca fiz isso...

- Eu também não, mas quando se é com a pessoa que você ama não vai ser apenas por uma noite....

-  Eu tenho medo...

- Porque, estamos à sós você não pode temer me tocar...

- Mas...

- Shownu ( me aproximo de seu rosto inclinando minha cabeça para o lado).

- Você me provoca sabia....

- Só assim te terei..

Minhyuk Pov's-

Senti sua mão  quente subir até minha nuca dando impulso para frente fazendo com que nossos lábios se encontrassem criando um calor entre as duas partes, ele logo mordia meu lábio inferior levemente.

- Show....

- Oque.. ( ele começou a levantar minha blusa levemente)...

- Seu corpo é tão robusto...

- Ei ei...

- Relaxe... ( retirei minha blusa logo que Shownu me deitou sobre a cama).

- Tem certeza...

- Se eu não tivesse nem iria ter vindo até sua casa em meio a chuva..

Minhyuk Pov's-

Ao passar o tempo eu senti ele entrar em mim , no começo me sentia estranho era uma coisa nova para mim.

- S-shownu.. isto dói muito...

- Seu corpo é frágil, se quiser eu paro agora..

- N-Não.... Continue... Eu não sei quando iremos fazer isso denovo...

-Min..

Sinto sua respiração na minha face, minhas mãos passeiam por seu corpo sua boca aproximando da minha exalando oque sentem; transpirando desejos sussurrando gemidos. Essa foi uma noite de aventuras você me trouxe a felicidade ''' Te amo Shownu'''

Shownu Pov's

O bom de ter acordado foi ter Minhyuk ao meu lado, eu já abria um grande sorriso ao vê-lo ali.

-Min acorde..( Ele me olhou e sorriu, sorri de volta para ele).

- Show... Que horas são..

- Onze da manhã...Vamos levantar para tomar café.

-Eu estou cansado ainda...

- Não se preocupe, vamos até o banheiro lavar o rosto e escovar os dentes..

-Claro.. ( Seguro sua mão caminhando até o banheiro).

- Lave o rosto enquanto eu arrumo o café...

-Está bem...Ei Show...

- Sim?

- Você não me deu bom-dia..( Ele se aproximou me dando um beijo).

- Bom-Dia...( Tudo estava bem até alguém bater na porta umas 3 vezes).-Já vai....

-Onde está Minhyuk??!

- Ei senhora espere! Não pode entrar assim..

-Eu sei que ele veio para cá! Não teria outros motivos para fugir de casa!

-Mãe?! Oque está fazendo aqui?

- Eu que te pergunto! Vamos logo, você nunca mais vai voltar nesse lugar...

- Oque?? Eu não vou sair daqui...

-Você vai sim! 

Pensávamos que iriamos ter paz mas a mãe de Minhyuk chegou com a má notícia de que eles iam embora de Nova York para sempre, o jeito que ele me olhou antes de sair me fez quase cair em lágrimas mas fui atrás dele antes que pegasse o avião.

Shownu Pov's

Corri por todos os cantos daquele aeroporto caçando por Minhyuk, fui ao centro olhei para os lados mas não vi ninguém percorri aquele lugar inteiro até que o encontrei a entrar no avião.

- Minhyuk!! ( Gritei alto para que me ouvisse).

-Shownu!...( Larguei as malas e corri até ele me jogando em seus braços). -Show não me deixe!..

- Calma, eu não posso impedir seus pais!

- Eu não quero ir sem você.

-...( me lançou um olhar desesperado e me abraçou forte)...

- Minhyuk! Vamos logo! O avião não vai esperar você!..

Ele voltou correndo para o avião sem olhar para trás e nem esperar a família dele, apenas me abraçou e logo se foi. Fiquei apenas com o vazio daquele ponto de decolagem.

- Moço, você não pode ficar aqui..

-.. ( eu já não podia mais segurar as lágrimas e elas acabaram por percorrer meu rosto).

- Você está bem? Vamos lá para dentro tomar uma água..

Eu não gosto de lembrar desse dia, foi horrível ele tinha ido para sempre ainda espero que ele volte, hoje recebi uma ligação de outro país, até pensei que fosse qualquer coisa mas não era, acho que meu sofrimento de todos esses anos iriam acabar.

-Alô?

-Show...

-Minhyuk?! É você...

- Sim... Saudades de você..

- Não sabe o quanto eu sofri por todos esses anos!!

-Sim eu sei, passei pela mesma coisa...

-Onde está você... Preciso te ver... Tocar novamente.

- Eu também... Me espere no aeroporto as nove da noite... Estou voltando para te ver..

-Oque.. Mas e seus pais..

- Eu já não posso fazer nada... Eles morreram a alguns dias... 

-Ah...Meus pêsames..

- Obrigada.. ( sorrio para mim mesmo e lágrimas descem de meus olhos).

- Te espero então..

Depois de quatro anos eu iria poder rever Minhyuk, ainda penso, como ele está, será que mudou em algo? Ainda me ama como antes? Eu iria saber tudo depois que o encontrasse.A ansiedade tomava conta de mim, me preparei a tarde toda para rever ele logo que chegou o grande momento. Esperei no ponto até as nove foi quando senti que alguém se aproximava, seria ele?.

- Min...( fui correndo em direção a ele e o abracei). - Nunca mais vou te deixar sair de perto de mim...

- Ah Shownu...Te digo o mesmo...( falo um pouco cansado).

- Você mudou...Porque fala assim tão limitado...

-Nada..

- Certeza de que está bem?...

-S-sim..

-Que saudades tive! ( O beijei e abracei acariciando seus cabelos entrelaçando meus dedos entre seus fios).

-Shownu...Por favor cuide de mim..

-Min...Porque fala assim...

-Não me pergunte mais nada, apenas cumpra...Minhas..Ultimas palavras..( Começo a chorar novamente levando a mão até meu rosto enxugando as lágrimas).

-Eu cuidarei!

Eu ainda não sabia oque ele queria dizer com aquelas palavras tão ''mortas'', o levei para casa e o ajudei em algumas coisas parecia estar ficando fraco com o tempo.

- Seu aniversário de 24 anos não é mesmo...

-Sim, você ainda continua jovem...22 anos...

-Ah sim, parabéns para você..Que tenha oque precisa para viver feliz...

-Eu tenho a você agora..

-Ah..Show podemos fazer algo pela última vez?..

- Está me assustando assim..

-Não pergunte nada...

- Está bem..Oque você quiser.. ( ele abriu um grande sorriso em seu rosto cansado, segurou em minha mão levando até o quarto).

- Ainda me lembro da nossa primeira vez...

- Eu também.. Mas já que disse que será a nossa última.. Vamos aproveitar..

-Shownu..

-Diga..

-Quero sentir seu hálito quente, seu corpo colado ao meu..Preciso de um minuto só nosso...Em seus pensamentos...

Eu já sentia as mãos de Minhyuk passearem como um brinquedo pelo meu corpo, nossos corpos transpirando desejos; tesão. O prazer da primeira noite tinha voltado com mais desejo;amor;carinho.

-S-shownu....Estou tão capturado, embrulhado em seu toque, me sinto tão apaixonado, me abrace forte em seu aperto.. ( falo gemendo um pouco) -Você me faz perder o fôlego...( sinto o membro dele tomar o ápice dentro de mim,  minhas pernas trêmulas enquanto meu quadril se chocava ao dele, ele espalhava beijos por minha barriga, mordia minha orelha; o prazer ia se espalhando por meu corpo, Shownu solta um grande suspiro se afastando).-Show..

- Chega por hoje Min..

- F-foi tão pouco tempo..

-Não quero te deixar cansado...

-T-te amo  Shownu..

- Você é uma verdadeira flor que brotou na minha vida...

-E você cuidou de mim... E eu cresci....Eu tenho um presente pra você..

-A é, me mostre..

-Vamos precisar sair, vista-se..

O que seria aquela surpresa dele, nos vestimos e ele me levou caminhando pela rua quando percebo que algumas pessoas nos seguiam, achei estranho mas depois elas pararam colocando uma coroa de flor em cada um de nós dois.

- O-oque é isso Minhyuk...

-Seja paciente Show..( o levei até o restaurante, por onde tudo tinha começado).

-..V-você ainda se lembra daqui..

-Como eu iria esquecer, não foi aqui que nos conhecemos?..

-Bem..Nos últimos anos que você esteve fora aqui mudou..

- Eu percebi, ficou mais bonito até..

-Minhyuk! Ainda se lembra de mim né?( rio um pouco).

-Claro que sim Yuu..Não pude vim me despedir porque aconteceu tudo tão rápido..Nem de Shownu me despedi direito..

- Ah sim, mas oque importa é que estão juntos de novo como você me pediu eu deixei tudo arrumado..

-Agradeço..( sorrio gentilmente , levo Shownu até uma mesa).

-Min, por que tudo isso... Estou estranhando nunca recebi algo assim..

-Eu quero te pedir algo..

-Fale logo então, não fique com segredos igual você fazia...( ele sorriu segurando minha mão).

-Você aceita ficar comigo até meus últimos dias?( coloco um pequeno anel no dedo dele).

-Você está me pedindo em namoro?

-Eu já devia ter feito isso a muito tempo, então eu quero sua resposta..

-Se você diz eu ficarei com você até seus últimos dias, que podem se tornam anos eu não quero que você se vá assim tão cedo..

-Show...Não podemos fazer nada..Eu viverei o que Deus  me permitirá viver..( senti o mesmo apertar minha mão logo me abraçando).

-Se você se for eu irei junto!..

-Não...Você não pode, ainda tem muito o que viver, é jovem, saudável..

-M-mas você também é!

-Tenho essa doença que me atrapalha...

-Eu irei cuidar de você...

Realmente a situação de Min estava lamentável a cada dia, ele mal podia ficar em pé estava fraco, nem os medicamentos estavam ajudando eu ficava desesperado a cada dia que se passava e aquele sofrimento dele me afetava.

-S-shownu....

-Min?! Acorde, não me assuste assim! ( ele caiu no sofá e parecia mais debilitado do que nos outros dias, tive que leva-lo até o hospital).-Por favor não me deixe...( o vi entrar naquele quarto , parecia ser um adeus breve).

-Shownu?! Eu vim logo que você me ligou, oque aconteceu...

-Oque eu faço Yuu...Minhyuk está morrendo aos poucos e eu não posso fazer nada...

-Não fale isso, ele ficara bem...Sente-se e acalme-se...

-Eu preciso vê-lo onde ele está?! ( Uma enfermeira me acalmou logo em seguida mostrando onde estava Minhyuk).

-Minhyuk!!

-S-show....

-Shhh, não fale nada, estou aqui agora..( ele estava escrevendo algo mas logo que cheguei ele escondeu, vi aquele sorriso triste que me fez desabar em lágrimas).

-V-você veio ficar comigo?

-Sim..Eu prometi pra você

-Shownu...Não saia daqui por favor..

-Ficarei até você dormir...

-E se eu não acordar mais? 

-Você vai acordar, confie em ti mesmo...

Fiquei como prometido, até ele dormir logo que ia embora vi um pequeno caderno parecia ser de Minhyuk, o levei talvez seja algo para mim. Passei a tarde lendo aquelas frases que ele  tinha feito, outra vez ele me impressionando com as palavras. ''Você já amou tanto alguém a ponto de dar o braço por ela?'',  '' Eu mesmo sei que é difícil recordar as pessoas que eramos, e imaginar.... É ainda mais difícil''. '' E se o ''felizes para sempre'' existisse eu ainda estaria com você, esses contos de fadas são cheios de mentiras''. A última foi a que mais me intrigou, '' E quando eu me for? Apenas siga em frente , Fique alegre toda vez que ouvir o som da minha voz em sua mente.Apenas saiba, que estou olhando o seu sorriso de algum lugar melhor que a terra, então não sofra, siga em frente''. Sorri para mim mesmo em todas essas palavras escritas por Minhyuk, o telefone toca era Yuu que ainda estava no hospital.

-Oque aconteceu Yuu?

-Shownu, venha rápido para o hospital..

-É Minhyuk?!

-Sim!

-Oque tem ele?!!

-Venha logo, ele precisa de você..Rápido, está lutando contra o tempo para te ver..

-Vou correndo até ai.. 

Lutando contra o tempo? Eu odeio ouvir isso, me dirigi até o carro desesperado pensando em como Minhyuk estava, será que estava bem? Nossas lembranças vieram a tona na minha mente eu estava dirigindo loucamente até aquele hospital, lágrimas se espalhavam como chuva no meu rosto, minhas mãos estavam trêmulas, eu estava todo abalado completamente. Precisava ver ele para me acalmar e logo abraça-lo dizendo que ficaria tudo bem da li em diante. Entro correndo por aqueles corredores que me transmitiam morte, eu ouvia aquele barulho do aparelho ligado aos batimentos do coração quase zerando, eles me guiavam naquele perturbador corredor. Enfim cheguei naquele quarto que estava lá, Minhyuk, eu sentia que eram seus últimos minutos.

-Min.. 

- Shownu... Enfim você chegou..

- Sua voz está tão cansada....

- Eu sei.. e a cada minuto esses meus batimentos ficam fracos.... Já estão em cinquenta...

- Calma você vai vencer.. ( me abaixei mais perto dele).

-  Como a vida é injusta não é mesmo...

- Porque acha isso...

- Ela leva um e deixa o outro sofrendo... Até que morra de tanto se lembrar da pessoa que foi, a depressão vem, tudo chega a tona..

- ... ( Ele falou aquilo com um sorriso, acariciou meu rosto levemente , sentia sua mão gelada passear entre meus cabelos).

- Acho que você já leu as frases que eu deixei para você...

- Sim eu li..

- Porque fez tudo tão triste? Ainda lembro delas e sinto vontade de chorar...

- Essa é a verdade Shownu... Temos que lidar com isso.... Você ficará bem sem mim..

- Não! Eu não irei ficar bem sem você ao meu lado, quem irá me fazer feliz, quem irá acordar comigo e tomar cafe da manhã?!! Quem!?

- S-shownu... Cuide de você agora... Eu já não posso ficar aqui...

- Você pode sim..( minhas lágrimas cairam ao rosto dele , ele as enxugou me dando um beijo e se afastou).

- Você foi feliz Show?

- Sim! Muito, e ainda quero ser...( Me alegrava ver aquele sorriso estampado no rosto dele).

- Me sinto mal, eu apareci em sua vida e agora já estou indo...

- Não...

- A viagem foi boa até aqui Shownu... E-eu te amo...

- Min!!? Não! Por favor!!

-A-adeu....

- Minhyuk!! ( Já era tarde demais para lamentações eu só pudi ouvir aquele aparelho zerar... O coração dele já tinha aguentado o máximo, eu não pude dizer adeus).- Min.. ( os soluços junto ao choro me impediam de falar).

- Shownu?! Minhyuk está bem?

- E-ele se foi... Pra sempre...

- Ah meu deus... Olhe..

- O-oque..( vi uma lágrima escorrer dos olhos dele, mesmo estando fechados não aguentei e sai logo daquele quarto, 

- Shownu espera!!

Oque adiantou eu ter esperado todos esses anos ? Eu só pudi sentir o pouco que me restava da felicidade de Minhyuk, ele tinha ido para sempre e minha agonia iria ser eterna. Depois que se passou um ano da morte dele, voltei para Seul , as irmãs de Minhyuk estavam lá, iriam me ajudar com trabalho, terminei a minha tão sonhada faculdade de medicina, mas não foi a mesma coisa que eu imaginava , ele já não estava mais conosco para comemorar, mas sei que de algum lugar ele se orgulha de mim. Todos os dias eu ia ao tumulo dele, deixava uma flor diferente a cada dia, branca , vermelha, todos os tipos de rosas bonitas que existiam, prometi que iria usar aquele anel a minha vida inteira até a minha morte, que ele seria a única pessoa presente na minha vida, mesmo não podendo toca-lo mais, eu guardei todos esses sentimentos de magoas rancor dor e sofrimento para mim. Eu iria viver feliz, iria cumprir oque ele me pediu naquelas palavras do caderno.

'' E quando eu me for? Apenas siga em frente , Fique alegre toda vez que ouvir o som da minha voz em sua mente.Apenas saiba, que estou olhando o seu sorriso de algum lugar melhor que a terra, então não sofra, siga em frente''.

❝A paixão e a chama estão acesas,

Você não pode apagar ela uma vez que nós já acendemos❞.
 

♪  ♪--- ♪ ♪ 

 


Notas Finais


Fiz essa one shot para distrair um pouco....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...