História I'll never be the same - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Selena Gomez
Tags Camila Cabello, Camren, Camren G!p, Camreng!p, Fifth Harmony, Laureg!p, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Semi
Visualizações 120
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, aqui estou eu com mais um fic sendo que não dou conta nem de uma kkkkkkk
Essa é uma fic que eu sempre quis escrever, gosto bastante de fics em que se passa nesse "universo" dos famosos e essa história está na minha cabeça a meses porém a preguiça de escrever era maior. Mas estou aqui.
Eu ainda não decidi se vai ser g!p ou não então me diga nos comentários o que vocês preferem ok?
O capítulo não esta tão grande porque é apenas pra apresentar a Lauren a vocês.
Espero que gostem!
Boa leitura e desculpem os erros.

Capítulo 1 - The fame.


POV Lauren Jauregui.

Os flashes incomodaram o meu rosto assim que pisei para fora da boate, eu tentava desviar dos malditos paparazzis que gritavam coisas que eu não entendia muito bem e também nao fazia questão de entender. Agarrei no braço do meu segurança, Jake, que estava na minha frente abrindo espaço. Eu me sentia tonta, não só por estar alcoolizada e sim por causa de toda aquela bagunça. 

- Qual é a garota da noite, Lauren? - Um dos paparazzis gritaram me fazendo revirar os olhos.

Jake parou e abriu a porta da Land Rover preta para mim, logo entrei e me sentei cerrando os olhos por causa dos flashes. A garota loira que estava comigo entrou, se sentou ao meu lado e sorriu para mim, eu imaginava que ela estava feliz por saber que no outro dia estaria na capa de todas as revistas e sites dos Estados Unidos.

- Cuidado com ela garota, talvez ela possa te drogar igual faz com si mesma! - Um dos paparazzis gritaram e eu revirei os olhos sentindo meu sangue ferver.

- Mas uma garota que irá assediar, Lauren? Só não a estupre! - Olhei para fora sentindo meu olho doer com a quantidade de flashes em meu olho, me negando a acreditar no que havia ouvido. Passei a semana inteira lendo coisas na internet do tipo mas ouvir pessoal doia ainda mais.

Em um misto de raiva junto com o álcool eu pulei do carro e fui para cima do cara sentindo os flashes aumentarem.

- O QUE VOCÊ DISSE? REPITA NA MINHA CARA SEU FILHA DA PUTA! - Gritei jogando a maldita câmera que ele usava no chão e o empurrando. - SE VOCÊ É HOMEM REPITA! - O cara veio pra cima de mim mas logo vi Jake entrando na minha frente para me defender mas eu queria arrebentar a cara daquele filho da puta. - FALE ISSO NA MINHA CARA SEU FODIDO!

Eu sentia as câmeras em mim enquanto tentava ver pelo ombro de Jake, que era duas vezes mais alto que eu e tornava impossível. Eu sentia a raiva me dominar, as palavras dos paparazzis ecoando em mim cabeça.

- A PRINCESA NÃO AGUENTA VERDADES NÉ? - Um dos paparazzis gritou.

Jake começou a me empurrar de volta pro carro enquanto eu lutava para pelo menos acertar um soco no filho da puta.

Quando percebi já estava dentro do carro e Jake já havia fechado a porta porém os flashes continuaram pelo vidro da frente.

Botei a mão em frente ao meu olho sentindo tudo rodar.

- Ei baby, fique calma. - A garota ao meu lado, que eu não fazia questão de saber o nome, disse e acariciou o meu rosto. - vamos para sua casa que eu irei fazer passar essa sua raiva. - ela alisou minha coxa, perto da minha virilha e me deu um beijo na bochecha.

Vi Jake dar partida no carro e os paparazzis ficando para trás. A raiva ainda estava me dominando, olhei para a loira ao meu lado e sorri, lhe dei um selinho e pisquei. Eu estava precisando foder e iria fazer isso a noite inteira.

Me levantei assustada ao sentir uma coisa molhada em meu rosto, abri meus olhos mas me arrependi no mesmo segundo quando senti a claridade e tudo rodando. Me deitei novamente gemendo de dor.

- Vai se foder, Veronica! 

- Levanta da porra dessa cama! Agora! - gritou e por um momento pensei que minha cabeça iria explodir.

Bufei pegando o travesseiro que estava ao meu lado e colocando em meu rosto para tampa toda aquela claridade. 

- Que horas são? - Minha voz saiu abafada por conta do travesseiro e podia ouvir Vero bufar a cada cinco segundos.

- Uma hora da tarde, Lauren! - Respondeu praticamente gritando e eu sabia que tinha alguma coisa errada. Me sentei na cama tentando ignorar a dor que estava em meu corpo e encarei Veronica que estava em pé no meio do quarto do hotel me encarando como se quisesse me matar. E eu sabia que se olhar matasse eu não estaria mais viva pra contar história. Olhei para o lado percebendo que estava apenas nos duas no quarto e na hora me perguntei aonde estava a loira da noite passada. - Se quer saber aonde a sua putinha está, eu já poupei seu trabalho e a dispensei.

- Pesado. - Falei me referindo ao apelido que ela deu para a garota e continuei a olhando apenas esperando o sermão começar.

- O que você tem na cabeça? Me diz, Lauren?! Querer bater em paparazzi sério isso? - ela cruzou os braços e continuou me olhando e eu revirei os olhos.

- Você viu as merdas que ele falou? Hm? Ele praticamente me chamou de estuprador, Verônica e eu não sou isso! EU NÃO SOU ISSO! - Acabei gritando e joguei a paciência pro foda-se. - Olha a fama que eu estou tendo por causa de uma garota que inventou uma coisa que não aconteceu!

- Você já negou, Lauren, você sabe que não é isso, sabe que não foi o que aconteceu então pra que ficar se doendo por causa dessa história? Você sabe muito bem que eles fazem de tudo pra ter uma notícia a mais de você e olha só conseguiram! - Negou com a cabeça continuando a me encarar nos olhos. Era sempre assim quando tínhamos alguma discussão, olhavamos diretamente nos olhos para cada uma sentir o que estávamos sentindo, essa era uma mania que tínhamos e sempre sabíamos o que cada uma estava sentindo independente das palavras. O olhar sempre iria dizer tudo. - Agora mais uma vez você está em todos os sites e a culpa vem pra quem? Pra mim! Aquela gravadora de merda me contratou pra cuidar de você mas parece que logo logo vou perder meu emprego e a culpa vai ser sua.

- Você sabe que eu nunca deixaria eles te demitirem. 

- Você não é dona de lá!

- Mas sou a artista que mais da dinheiro pra eles e você sabe que sempre uso isso ao meu favor. - Pisquei e desci da cama pegando minha cueca que estava no chão e a coloquei sentindo o olhar de Veronica nas minhas costas. - Como foi a noite? Você está muito brava, Lucy não fez um bom trabalho? - Brinquei rindo e a olhei de novo vendo sua cara nada boa e tratei de esconder o sorriso.

- Olha eu nem vou responder. - Tirou o celular do bolso e o olhou. - Vai logo tomar banho, temos que sair, daqui a uma hora você tem um festival para se apresentar.

Sorri pra ela não aguentando e acabei indo até ela lhe dar um abraço.

- Eu te amo sabia? - Disse e a ouvir dar uma risadinha.

Veronica é minha amiga desde a infância, a considero uma irmã e ela está comigo desde que essa loucura começou em minha vida. Ela largou tudo junto comigo para enfrentar esse mundo que nem sabiamos se ia dar certo mesmo. Mas olha ai, 5 anos depois eu sou uma das melhores cantoras da indústria, modéstia a parte isso é apenas o que os sites dizem, e ela é minha manager que se fode quase todos os dias para não me deixar cair.

- Eu também te amo apesar de tudo. - Acabei rindo e me separei dela e dei um beijo em sua bochecha. - Agora desencosta esses peitos de mim e vai logo tomar um banho porque to sentindo cheiro de sexo vindo de você.

Eu gargalhei com seu comentário e fui em direção ao banheiro.

- Nada como um bom dia de trabalho né? Até estou me sentindo bem, sentindo que vai acontecer alguém coisa boa. - Gargalhei e entrei no banheiro.


Notas Finais


Aí está kkkkk
Até a próxima mores vou tentar não demorar muito, prometo.
Comentem por favor, me digam o que acharam e me digam se preferem g!p ou não.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...