História I'll Stand By You - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Exibições 641
Palavras 566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nem me perguntem quando vou postar o próximo. A postagem dessa fanfic foi um momento de loucura
Tenho 15 caps prontos :D

* BUENA LECTURA *

Capítulo 1 - Lauren Jauregui


Fanfic / Fanfiction I'll Stand By You - Capítulo 1 - Lauren Jauregui

Pov's Lauren

E lá estava eu novamente apanhando da minha madrasta sem razão aparente.

''Só aguenta mais uns minutos Lauren'' - eu pensava, mas só era pensamento mesmo.

-Agora vai tomar banho e limpa esse sangue aberração - saiu do quarto batendo a porta com uma força desnecessária.

Puta! Essa é a palavra que defini essa mulher.

Balancei a cabeça e reuni as últimas forças que me restavam para andar até o banheiro.  Me apoiei na pia e me olhei no espelho.

Eu estava horrível! Meu rosto estava vermelho e tinham alguns arranhões, meu olho um pouco inchado e minha boca e meu supercílio estavam cortados e sangrando, além de escorrer sangue do meu nariz.

-Que merda! Vou ter que mentir novamente pro meu pai! - murmurei enquanto passava as mãos nos meus cabelos, olhei para a pia e lá estava minha companheira. Minha lâmina. A peguei e fiquei a olhando - Faz um tempinho que não te uso - apenas me sentei no chão e comecei a me cortar como sempre fazia.

Aquilo tirava minha dor interna e a transformava em física. Era algo assim, me aliviava, pena que era por pouco tempo.

Quando acabei me levantei e tirei o resto da minha roupa que restava no meu corpo, apenas as íntimas e entrei no box ligando o chuveiro. Senti a água fria percorrer meu corpo passando pelos meus cortes onde sentia a ardência. Já havia me acostumado então tomei meu banho ''normalmente''. Me enrolei na toalha e voltei pro quarto vendo Christopher e Taylor sentados na minha cama que tinha um pouco de sangue.

-Você tá bem? - Taylor perguntou preocupada.

Taylor e Christopher são meus meio-irmãos parte só de pai, tem 12 anos e nos damos bem, infelizmente não podem fazer nada em relação ao que a Keana faz.

-Tô ótima - ironizei indo até o meu guarda-roupa.

-Se cortou de novo Laur? - perguntou Chris olhando meus braços.

-Não é meio óbvio? - perguntei entediada e vesti uma boxer ainda com a toalha ao redor do corpo.

-Quer ajuda pra limpar a cama? - Tay perguntou.

-Não acho que sua mãe gostaria disso - respondi enquanto espendurava a toalha na porta do guarda-roupa e vesti um conjunto moletom preto.

-Qual é Laur? A nossa mãe nem se preocupa com a gente.

-Isso não é novidade.

-Deixa a gente te ajudar! - bufei e assenti, eles sorriram e puxaram o lençol o enrolando, viramos o colchão do lado ao contrário e ficou novinho, cobrimos com outro lençol.

-Pronto - peguei o lençol da mão do Chris - Obrigada - dei um sorriso amarelo - Agora vazem - dei um tapa na bunda de cada um que saíram rindo - Ai ai - joguei o lençol na cesta e me joguei na cama.

''Que vida hein Lauren?''

Acabei pegando no sono.

Sou Lauren Michelle Jauregui Morgado tenho 17 anos e moro com meus meio-irmãos, Christopher e Taylor, meu pai, Michael e minha madrasta, Keana. Sou intersexual, sofro muito com isso no colégio e a Keana também gosta de jogar isso na minha cara quando me bate ou me agride verbalmente. Minha mãe morreu no meu parto, por isso meu pai me mima bastante. Ele não sabe das agressões por parte da Keana e muito menos o que sofro no colégio. Sempre que apareço machucada eu minto falando qualquer invenção que me vier a mente.


Notas Finais


Até algum dia ai ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...